GUIA DE MÍDIAS SOCIAIS UNIPAMPA: PROCESSO DE ELABORAÇÃO E CONTRIBUIÇÕES

Texto completo

(1)GUIA DE MÍDIAS SOCIAIS UNIPAMPA: PROCESSO DE ELABORAÇÃO E CONTRIBUIÇÕES. Emanuelle Bueno 1 Renata Patricia Correa Coutinho 2. Resumo: A inexistência de normatização para o uso das mídias sociais da Unipampa ocasionou a necessidade de um documento guiasse os profissionais da instituição sobre essas temáticas. Portanto, para dar conta dessa questão que instigou o início da pesquisa, este artigo objetiva descrever o processo de elaboração do "GMS - Guia de Mídias Sociais Unipampa: Redação, conteúdo e linguagem", bem como seus resultados e contribuições para a Unipampa e para o campo da Comunicação. Para atingir o objetivo proposto, buscou-se descrever o desenvolvimento deste produto, o qual teve metas programadas. Portanto, a criação do GMS foi identificada como uma necessidade da Assessoria de Comunicação Social (ACS) da Unipampa, ao mesmo tempo em que representa uma inovação para o setor, por ser um produto que se baseou na proposta de guias e manuais para criar um formato diferenciado de conteúdo, tendo em vista a inexistência de um material com a finalidade de trazer diretrizes para o uso das mídias sociais na comunicação pública nas universidades federais do Rio Grande do Sul. Por fim, entende-se que o GMS contribui com o desenvolvimento da comunicação pública digital da instituição, através de um instrumento que auxilie no compromisso de fornecer informações mais acessíveis, objetivas e atrativas aos cidadãos.. Palavras-chave: comunicação pública; mídias sociais; eBook; Unipampa. Modalidade de Participação: Pós-Graduação. GUIA DE MÍDIAS SOCIAIS UNIPAMPA: PROCESSO DE ELABORAÇÃO E CONTRIBUIÇÕES 1 Aluno de pós-graduação. emanuelletb@gmail.com. Autor principal 2 Docente. renatacoutinho@unipampa.edu.br. Orientador. Anais do 10º SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - SIEPE Universidade Federal do Pampa | Santana do Livramento, 6 a 8 de novembro de 2018.

(2) GUIA DE MÍDIAS SOCIAIS UNIPAMPA: PROCESSO DE ELABORAÇÃO E CONTRIBUIÇÕES 1 INTRODUÇÃO Em meio aos processos de transformação da comunicação digital, em que se modificaram as formas de interação entre as pessoas, ampliou-se a velocidade da transmissão e a quantidade de informação disponibilizada, bem como emergiu uma multiplicidade de canais de comunicação. Esses processos de mudanças exigem maior aproximação das instituições com seus públicos, intensificando-se a necessidade de se pensar criatividade (do latim, creare: criar) e inovação (do latim, innovare: renovar, mudar) nas ações comunicativas. As assessorias de comunicação das universidades federais também acompanham essas transformações. Como instituições públicas de ensino superior, precisam planejar a comunicação conforme o interesse da sociedade e considerando a contribuição efetiva para a comunidade local. No caso da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), esse planejamento encontrava-se no campo do empirismo, demonstrando uma necessidade específica da Assessoria de Comunicação Social (ACS) da instituição de planejar estrategicamente suas práticas comunicativas. A partir desse contexto, identificou-se como necessária a criação de um produto que auxiliasse nesse processo, sendo desenvolvido o eBook denominado ³*06 ± Guia de Mídias 6RFLDLV 8QLSDPSD 5HGDomR FRQWH~GR H OLQJXDJHP´. Caracterizado como um produto editorial, o GMS é composto por descrições relativas ao formato de escrita, às orientações de conteúdos adequados para publicações nas mídias sociais da Unipampa e ao padrão de linguagem para cada canal de comunicação da instituição. Este produto editorial surgiu da ausência de diretrizes para comunicação nas mídias sociais da Unipampa. A inexistência de normatização para o uso desses canais ocasionou a necessidade de um documento guiasse os profissionais da instituição sobre essas temáticas. Portanto, para dar conta dessa questão que instigou o início da pesquisa, este artigo objetiva descrever o processo de elaboração do ³*06 ± Guia de Mídias Sociais Unipampa: Redação, FRQWH~GR H OLQJXDJHP´, bem como seus resultados e contribuições para a Unipampa e para o campo da Comunicação. Para atingir o objetivo proposto, buscou-se descrever o desenvolvimento deste produto, o qual teve metas programadas. O eBook parte de um contexto comunicacional através de pesquisa bibliográfica e análise de campo, momento em que foram buscados Anais do 10º SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - SIEPE Universidade Federal do Pampa œ Santana do Livramento, 6 a 8 de novembro de 2018.

(3) materiais similares a guias e manuais de comunicação para mídias sociais em seis universidades federais do Rio Grande do Sul. A investigação inicial identificou que a proposta não existia nessas instituições, tornando mais oportuna a elaboração do eBook. O eBook foi elaborado a partir de padrões institucionalizados de guias e manuais em relação ao objetivo desses documentos de orientarem e guiarem sobre determinado assunto. Contudo, a produção não se baseou em um formato específico como referência. Isso porque o GMS foi desenvolvido de acordo com as necessidades da Unipampa em suas mídias sociais e foi exatamente o perfil dos canais institucionais que dividiram o eBook nas seções de redação, conteúdo e linguagem, além de outras subseções. Mesmo na redação, enquanto referências de materiais externos trazem questões ortográficas amplas e estritamente teóricas, o GMS buscou tratar das questões de Língua Portuguesa relacionadas aos erros e dúvidas comuns nas publicações da instituição, propondo um formato de aplicação prática. A proposta das cores, infográficos e ilustrações também rompem o padrão desses documentos, a partir de uma proposta dinâmica e interativa. Portanto, a criação do GMS foi identificada como uma necessidade da Assessoria de Comunicação Social (ACS) da Unipampa, ao mesmo tempo em que representa uma inovação para o setor, por ser um produto que se baseou na proposta de guias e manuais para criar um formato diferenciado de conteúdo, tendo em vista a inexistência de um material com a finalidade de trazer diretrizes para o uso das mídias sociais na comunicação pública nas universidades federais do Rio Grande do Sul. Embora o eBook tenha sido elaborado especificamente para a Unipampa, também pode servir de subsídios para outras instituições, profissionais e estudantes, devido suas informações retratarem a realidade comunicacional de uma universidade pública federal e trazerem exemplos práticos também aplicáveis ao dia a dia profissional dos comunicadores. 2 METODOLOGIA O processo metodológico deste trabalho constitui-se de pesquisa descritiva (BONIN, 2011) a partir da identificação e exposição das etapas que compreenderam a elaboração do GMS e, assim, traçar os principais resultados e contribuições deste produto editorial para a Assessoria de Comunicação Social (ACS) da Unipampa. Para tanto, descreve-se que a criação deste eBook fixou-se em cinco etapas: pesquisa exploratória, pesquisa bibliográfica, coleta de dados, análise de dados e elaboração do produto editorial. Na sequência, foram descritas as fases identificadas previamente. A pesquisa exploratória para elaboração do eBook foi realizada em dois momentos: observação e Anais do 10º SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - SIEPE Universidade Federal do Pampa œ Santana do Livramento, 6 a 8 de novembro de 2018.

(4) entrevistas. A fase da pesquisa bibliográfica, segunda etapa, traz a compreensão do cenário em que se instaura a comunicação como indústria criativa (BENDASSOLI, 2009; FIRJAN, 2016; JENKINS, 2014; LIPOVETSKY e SERROY, 2015), além de realizar a associação dos conceitos de mídias sociais (BUENO, 2015; COLNAGO, 2015; LÉVY, 2009) e comunicação pública (DUARTE, 2009; KUNSCH, 2012) ao de indústria criativa, para dar sustentação às próximas etapas. Outra etapa identificada foi a coleta de dados, traçada a partir do objeto empírico composto por publicações postadas pela Unipampa em suas mídias sociais (site, Facebook, Twitter e Youtube). A análise de dados realizou a avaliação e comparação nas métricas catalogadas na coleta de dados. A última fase, elaboração do produto editorial, teve a criação que consistiu na concepção do conteúdo e produção da identidade visual, quando foi selecionado elementos gráficos, tipografia, paleta de cores etc. Neste momento, também foi realizada a editoração que incide no recebimento do texto digitado, na paginação, na diagramação, na formatação, na correção e na prova final. Já a distribuição foi possível através da hospedagem em site. A circulação e consumo foram desenvolvidas a partir de campanhas com peças gráficas. 3 RESULTADOS e DISCUSSÃO A partir da pesquisa descritiva do processo de elaboração do produto editorial ³*06 ± *XLD GH 0tGLDV 6RFLDLV 8QLSDPSD 5HGDomR FRQWH~GR H OLQJXDJHP´ verificou-se que o conteúdo do eBook abarca questões ortográficas e gramaticais e dos elementos de padrão e estilo que visam democratizar ainda mais a comunicação nas mídias sociais da Unipampa, bem como tópicos relativos à redação de notícias, como a grafia de siglas e o uso de letras maiúsculas e minúsculas. Além desses assuntos, o GMS possui orientações quanto ao uso de determinadas expressões, dando preferência ao uso de palavras simples e diretas. Os principais tópicos são oriundos da análise de dados. Dentre as principais descobertas, destacam-se: identificação das práticas já realizadas pela Unipampa nas mídias sociais e que não haviam sido registradas oficialmente; identificação do perfil do público de cada mídia social da Unipampa; utilização dos exemplos retirados de uma amostragem de 168 produções jornalísticas da própria Assessoria de Comunicação Social (ACS) da Unipampa para dinamizar o formato do guia, aliando teoria e prática comunicacional. Quanto as principais propostas comunicacionais desenvolvidas a partir deste produto comunicacional, elucida-se: a categorização dos assuntos publicados nas mídias sociais da Anais do 10º SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - SIEPE Universidade Federal do Pampa œ Santana do Livramento, 6 a 8 de novembro de 2018.

(5) Unipampa a partir da análise dos assuntos publicados e grau de envolvimento dos usuários em relação a cada temática, propondo um método de seleção e publicação rápida das solicitações de notícias; definição dos objetivos, compromissos e diretrizes para Assessoria de Comunicação Social (ACS) da Unipampa, antes indefinidos e não registrados; criação de conteúdos antes ausentes no processo produtivo da ACS, tais como normatização da acessibilidade e ações com a participação dos cidadãos. Alguns produtos associados com a finalidade de servirem de exemplo para as normatizações que compõem o GMS também foram identificados como complementação ao texto presente no eBook. Como propostas, portanto, foram elaborados cinco programas para o Youtube: Minuto Unipampa (divulgação semanal de notícias), Unipampa Explica (servidores falando sobre temáticas de suas especialidades e relevantes para sociedade), Você Pergunta (formato interativo em que os usuários enviam questões e alguém da gestão responde), Unipampa Entrevista (formato de entrevista com a presença de jornalista) e Resenhas de Livros (formato em que o servidor fala sobre um livro do seu domínio). 4 CONSIDERAÇÕES FINAIS A Unipampa ainda não possuía um material de padronização para as mídias sociais. Por isso, o GMS contribui com o desenvolvimento da comunicação pública digital da instituição, através de um instrumento que auxilie no compromisso de fornecer informações mais acessíveis, objetivas e atrativas aos cidadãos. Isso é possível através das normatizações de padrão e estilo de redação, linguagem e conteúdo presentes no eBook. Esses fatores que resumem o impacto social e regional deste produto editorial: comunicação mais transparente e participativa desenvolvida pela Unipampa. Esta instituição, por sua vez, tem como objetivo desenvolver as regiões onde está inserida, sendo a única universidade federal da metade sul do Rio Grande do Sul e, em decorrência disso, com alta representatividade local, sendo formadora de mão de obra, geradora de empregos, promotora de conhecimento e desenvolvedora de inovação. Por ser uma proposta de comunicação pública, transparente e cidadã, percebe-se que o eBook não é um documento definitivo. A principal característica futura deste material tende a ser uma produção colaborativa, com constante aprimoramento a partir das contribuições e sugestões da comunidade. Por isso, o GMS é obra aberta para permanente consulta e está disponível no site da Unipampa para orientar os servidores da ACS e demais interessados. REFERÊNCIAS Anais do 10º SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - SIEPE Universidade Federal do Pampa œ Santana do Livramento, 6 a 8 de novembro de 2018.

(6) BENDASSOLI, Pedro et. al. Indústrias criativas: definição, limites e possibilidades. RAERevista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 49, n.1, jan./mar. 2009. Disponível em: <https://goo.gl/b32JBa>. Acesso em: 05 jun. 2017. BONIN, Adriana Jiani. Revisitando os bastidores da pesquisa: práticas metodológicas na construção de um projeto de investigação. In: MALDONADO, Alberto Efendy et al. Metodologias de pesquisa em comunicação: olhares, trilhas e processos. Porto Alegre: Sulina, 2011. BUENO, Wilson da Costa (Org.). Estratégias de Comunicação nas mídias sociais. Barueri, SP: Manole, 2015. COLNAGO, Camila Khroling. Mídias e redes sociais digitais: conceito e práticas. In: BUENO, Wilson da Costa (Org.). Estratégias de Comunicação nas mídias sociais. Barueri, SP: Manole, 2015. DUARTE, Jorge. Instrumentos da comunicação pública. In: DUA/RTE, Jorge (org.). Comunicação pública: Estado, mercado, sociedade e interesse público. São Paulo: Atlas, 2009. p. 59-71. FIRJAN, Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil. Rio de Janeiro: Sistema FIRJAN, 2016. Disponível em: <www.firjan.com.br/economiacriativa>. Acesso em: 05 jun. 2017. JENKINS, Henry; FORD, Sam; GREEN, Joshua. Cultura da conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014. KUNSCH, Margarida M. Krohling. Comunicação pública: direitos de cidadania, fundamentos e práticas. In: MATOS, Heloiza (org.). Comunicação pública: interlocuções, interlocutores e perspectivas. São Paulo: ECA/USP, 2012. LÉVY, Pierre. O que é o virtual? São Paulo: Editora 34, 2009. LIPOVETSKY, Gilles & SERROY, Jean. A estetização do mundo: viver na era do capitalismo artista. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.. Anais do 10º SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - SIEPE Universidade Federal do Pampa œ Santana do Livramento, 6 a 8 de novembro de 2018.

(7)

Figure

Actualización...

Referencias

Actualización...