ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO FUNDAMENTAL 9º ANO: CRITÉRIOS DIDÁTICO PEDAGÓGICOS ATRAVÉS DA INTERDISCIPLINARIDADE

Texto completo

(1)ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO FUNDAMENTAL 9º ANO: CRITÉRIOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS ATRAVÉS DA INTERDISCIPLINARIDADE. Lidiane Esteve Oliveira 1 Alisson Araújo Antunes 2 Renata Texeira Gomes de Freitas 3 Luciene Esteve Oliveira 4 Juliana Colozzo Gregorio 5. Resumo: O livro didático (LD) é um recurso disponibilizado gratuitamente na Educação Básica das escolas públicas do país. Para este trabalho foi analisado o LD denominado Observatório de CIÊNCIAS - 9° ano, o qual foi emprestado por uma escola da rede estadual do município de Dom Pedrito. O professor é o encarregado pela escolha do LD, que melhor apresenta o conjunto de conceitos que será abordado por ele em sala de aula. Essa escolha é feita com o auxílio do Guia, que traz consigo resenhas de coleções aprovadas no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Ao ser utilizado pelo professor de Ciências da Natureza, contribui como fonte bibliográfica, tanto para complementar seus próprios conhecimentos, como ferramenta no processo de construção de conhecimento dos alunos. O LD é uma ferramenta de grande importância, seja para efetuar pesquisas, contribuir com o conhecimento já adquirido, ou ainda, na organização do planejamento da prática docente. O trabalho desenvolvido apresentou resultados satisfatórios quanto às análises realizadas referente aos conteúdos abordados no mesmo. O presente trabalho traz uma análise de um livro didático do 9º ano do Ensino Fundamental, o qual visou uma análise bastante criteriosa quanto a alguns critérios didático-pedagógicos. O objetivo do trabalho foi analisar alguns critérios pedagógicos quanto à utilização do (LD) de Ciências da Natureza.. Palavras-chave: Livro Didático - Ensino Fundamental - Interdisciplinaridade. Modalidade de Participação: Iniciação Científica. ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO FUNDAMENTAL 9º ANO: CRITÉRIOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS ATRAVÉS DA INTERDISCIPLINARIDADE 1 Aluno de graduação. lidianeesteve@gmail.com. Autor principal 2 Aluno de graduação. alisson.dp1104@gmail.com. Co-autor 3 Aluno de graduação. renata.tgf.tg@gmail.com. Co-autor 4 Aluno de graduação. lucieneesteveoliveira@gmail.com. Co-autor 5 Docente. julianagregorio@unipampa.edu.br. Orientador. Anais do 9º SALÃO INTERNACIONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO - SIEPE.

(2) ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO DO ENSINO FUNDAMENTAL 9º ANO: CRITÉRIOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS ATRAVÉS DA INTERDISCIPLINARIDADE 1. INTRODUÇÃO. O Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) tem como principal objetivo subsidiar e orientar o trabalho didático pedagógico dos professores de todas as escolas públicas nacionais por meio da distribuição de coleções de livros didáticos aos alunos da educação básica. Porém, não é o que se estabelece nas escolas nos dias atuais, pois não cabe somente ao PNLD e ao docente, mas, também a gestão escolar de estabelecer uma fiscalização eficiente quanto à utilização do livro didático em sala de aula, pois os docentes acabam utilizando este instrumento de maneira errônea, que se bem utilizado só contribui com o ensino aprendizagem dos estudantes. Ressaltamos que o 9º ano do ensino fundamental é relevante na transição para o ensino médio, pois, este deverá ter a importância na preparação dos alunos quanto à área das ciências da natureza: química, física e biologia. Com o passar dos tempos, o livro veio se tornando cada vez mais importante no processo ensino aprendizagem, em muitas escolas é adotado pelos professores e utilizado como apoio às atividades, leitura de textos, realizações de exercícios, identificação de figuras e gráficos, ou seja, diversas possibilidades que possibilitam um aprofundamento do assunto abordado. Mesmo sabendo da importância do livro didático, alguns professores ainda são resistentes a sua utilização, ou o utilizam apenas para preparar suas aulas, ou nem se quer o utilizam, o que faz com que muitos dos livros enviados pelo PNLD as escolas, estejam lacrados nas bibliotecas ou depósitos. Algumas hipóteses para esta problemática perpassam pelo número insuficiente de livros disponíveis na escola ou até mesmo pelo despreparo dos discentes, ou pelo conteúdo do livro não estar adequado à lista de conteúdos da série/ano, pois este problema não é o que acontece na Escola Estadual de Ensino Médio Getúlio Dornelles Vargas, onde aconteceu a pesquisa deste instrumento didático. Os docentes ainda não conseguem utilizar o livro de maneira didática significativa na aprendizagem do aluno, deixando cada vez mais o livro ser repugnado pelos próprios alunos, onde os mesmos acabam se desmotivando pela maneira que o livro é imposto na sua utilização. Nossa preocupação é exatamente analisar o livro do 9º ano, conforme o PCN de Ciências Naturais (BRASIL, 1998), que trazem algumas indagações para que o professor repense a utilidade pedagógica do livro didático. São reflexões como: os conceitos estão corretos? São adequados? Os exercícios ajudam o aluno a pensar e desenvolver o raciocínio crítico? As ilustrações contribuem para a compreensão dos textos? Entre outros que mostraremos ao longo desta pesquisa. 2. METODOLOGIA.

(3) A presente pesquisa consiste em análise de dados qualitativos referentes à utilização do livro como um recurso didático disponível para os professores da rede básica de ensino e como estes o utilizam. Primeiramente fomos até a Escola Estadual de Ensino Médio Getúlio Dornelles Vargas para o empréstimo do livro didático: Observatório de CIÊNCIAS 9° ano; organizadora Editora Moderna; Editora Responsável Rita Helena Brockelmann; Disponibilizado pelo triênio 2014-2016 onde sua primeira edição se deu em São Paulo-2011.. Figura 1: Ilustração do livro analisado. Fonte: Dos autores. Em um segundo momento aconteceu à análise do livro, esta verificação se deu a partir de um roteiro. 3. RESULTADOS e DISCUSSÃO 1. PRINCÍPIOS METODOLÓGICOS DE DESENVOLVIMENTO DOS CONTEÚDOS 1.1 Promove a aprendizagem significativa? O livro trás consigo atividades extras de grande valia, como: experimentos, complementos textuais e sites de suporte a questões e pesquisas, tornando significativo o conhecimento transmitido em sala de aula. Pois através destas o aluno pode testar seus conhecimentos adquiridos em sala de aula e ainda ampliá-los de maneira que achar necessário ao longo do estudo. 1.2 O livro trabalha a interdisciplinaridade? Em qual(is) conteúdos(s)? Após a análise dos temas em seus respectivos capítulos e conteúdos abordados, concluímos que o livro apresenta uma totalidade no que tange a interdisciplinaridade entre a área de Ciências da Natureza. 1.3 Está de acordo com a realidade socioambiental da escola? Contempla o tema quando oferece ao leitor reflexão e sugestões de atividades envolvendo o tema socioambiental. Ilustra e ensina a fazer composteira, armazenamento correto do lixo, descarte correto de resíduos tóxicos..

(4) 1.4 Apresenta e/ou fomenta a igualdade étnico-racial? Inclusão indígena, quilombola e afrodescendentes? Apresenta ilustrações e traz histórias das tribos indígenas de maneira bem clara e concisa, mostrando a importância dessas culturas para o desenvolvimento sociocultural dos alunos. 1.5 O livro auxilia no desenvolvimento das habilidades, competências, atitudes e valores? Plenamente, quando instiga os alunos a procura dos seu próprio conhecimento desenvolvendo assim suas próprias habilidades e competências e automaticamente desenvolvendo os seus valores e atitudes que os mesmos colocarão em prática em sociedade ao se depararem com tais situações trabalhadas pelo livro. 4. CONSIDERAÇÕES FINAIS O Livro Didático é uma ferramenta de grande importância, seja para efetuar pesquisas, contribuir com o conhecimento já adquirido, ou ainda, na organização do planejamento da prática docente. A pesquisa realizada enfatizou a utilização desse recurso didático, servindo como uma importante ferramenta de auxílio para a ação do professor e apontamos a eficácia deste livro a partir da análise descrita acima e o recomendamos para os professores do 9º ano para que os mesmos utilizem esta obra. O trabalho desenvolvido apresentou resultados satisfatórios quanto às análises realizadas referentes aos conteúdos abordados no mesmo. É importante que o professor tenha em mente que o livro didático não é exclusivamente utilizado para que o aluno tenha acesso ao conteúdo, mas sim para que o professor o utilize de inúmeras formas em sua prática, utilizando-o de maneira dinâmica, onde o mesmo possa realizar com os alunos atividades de diferentes formas. O professor deve saber explorar o livro a seu favor no processo de ensino aprendizado, a inserção adequada desse recurso em sala de aula exige do professor a adição de novas metodologias de ensino, que busquem contribuir com o rendimento escolar dos alunos. Neste sentido, Santos e Carneiro (2006) destacam que: O livro didático assume essencialmente três grandes funções: de informação, de estruturação e organização da aprendizagem e, finalmente, a função de guia do aluno no processo de apreensão do mundo exterior. Deste modo, a última função depende de o livro permitir que aconteça uma interação da experiência do aluno e atividades que instiguem o estudante desenvolver seu próprio conhecimento, ou ao contrário, induzilo á repetições ou imitações do real. Entretanto o professor deve estar preparado para fazer uma análise crítica e julgar os méritos do livro que utiliza ou pretende utilizar, assim como para introduzir as devidas correções e/ou adaptações que achar convenientes e necessárias (SANTOS e CARNEIRO 2006, p. 206)..

(5) O professor é quem deve instruir a utilização do Livro Didático, ou seja, o docente é o mediador da interação entre o livro e o aluno. O professor tem por obrigação revisar, analisar e atestar que o livro está apto para suas práticas docentes, nesta análise não houve erros graves de editora, mas sabemos que há em outras coleções de livros, que foram entregues as escolas. O livro analisado traz consigo uma nova maneira de ensinar ciências, integrando as grandes áreas das Ciências da Natureza: Química, Física e Biologia, inserindo na prática a interdisciplinaridade que acontece entre essas três áreas do conhecimento. Pode-se afirmar que o livro didático analisado é eficaz quanto ao suporte que o mesmo garante ao professor em sua estrutura conteúdista, mas, além disto, traz consigo diferentes atividades práticas que servem para a contextualização e significação do aprendizado. 5. REFERÊNCIAS Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de educação fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Parâmetro nacional de língua portuguesa de ciências naturais. Brasília: MEC/SEF,1998. SANTOS, Wildson Luiz; CARNEIRO, Maria Helena da Silva. Livro Didático de Ciências: Fonte de informação ou apostila de exercícios. In: Contexto e Educação: Ano 21. Julho/dezembro, Ijuí: Editora Unijuí. 2006. 206p. SILVA, M. A. S. SOARES, I. R. ALVES, F. C. Utilização de Recursos Didáticos no processo de ensino e aprendizagem de Ciências Naturais em turmas de 8º e 9º anos de uma Escola Pública de Teresina no Piauí. [internet]. Palmas, TO: VII CONNEPI ± Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação; 2012 [Acesso em 23 ago 2016] Disponível em: http://propi.ifto.edu.br/ocs/index.php/connepi/vii/paper/viewFile/3849/2734.

(6)

Figure

Figura 1: Ilustração do livro analisado.

Figura 1:

Ilustração do livro analisado. p.3

Referencias

Actualización...