Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Top PDF Análise e Desenvolvimento de Sistemas:

UMA ANÁLISE SOBRE OS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO PARA SISTEMAS MULTIAGENTES

UMA ANÁLISE SOBRE OS PROCESSOS DE DESENVOLVIMENTO PARA SISTEMAS MULTIAGENTES

Sistemas multiagentes (SMAs) constituem uma área da Inteligência Artificial Distribuída, que se difere da Inteligência artificial (IA) tradicional pois tenta dividir um problema em diversos subproblemas mais simples, buscando assim chegar a uma solução mais rapidamente. O conceito de agente de software segundo o artigo Introdução a Sistemas Multiagente (Silveira, 2006) diz que um agente de software é uma entidade que funciona de forma contínua e autônoma em um ambiente particular. Muitas vezes um agente de software atua no ambiente com outros agentes, sendo capaz de intervir no seu próprio ambiente, sem requerer intervenção humana. O desenvolvimento de sistemas multiagentes produziu novos desafios tanto para a Engenharia de Software como para a Inteligência Artificial, o que implicou na necessidade de criar processos de desenvolvimento de software exclusivos para este tipo de software. Podemos definir a importância de processos de software tendo como base o livro Engenharia de software (PRESSMAN, 2006), nele é dito que processos de software são importantes pois propiciam estabilidade, controle e organização. Ou seja, os processos de software evitam que o desenvolvimento ocorra de forma caótica, fazendo com que os produtos de trabalho sejam apropriados para a equipe de projeto, tendo uma garantia maior do produto ser entregue. Considerando a necessidade de processos de desenvolvimento de software particulares para sistemas multiagentes, pretendemos neste artigo demonstrar o estado da arte destes tipos de processo atualmente existentes com o objetivo de identificar as vantagens e desvantagens de cada um e identificar as suas possíveis lacunas. Como resultado da pesquisa realizada chegamos a um total de 14 processos analisados, Gaia, Gaia2Jade, RoadMap, PROMETHEUS, Mase, O-MaSE, ROMAS, ADELFE, Message, ASPECS, PASSIM, PASSI, Agile Passi e INGENIAS. Para este trabalho foi descrito 4 processos, dos 14 analisados, ASPECS (Massimo Cossentino Et al., 2014), ADELFE (Bonjean Et al, 2014), O-MaSE (Scott Deloach Et al, 2014) e PASSI (Massimo Cossentino Et al, 2014). Estes processos foram escolhidos para representar uma diferença entre os focos dos processos, visto que os descritos diferem em seus objetivos e especificações no ciclo de vida.

7 Lee mas

Análise Transitória de Sistemas de Controle e Modelagem de Sistemas não Convencionais no Programa ATP

Análise Transitória de Sistemas de Controle e Modelagem de Sistemas não Convencionais no Programa ATP

A rotina MODELS foi desenvolvida por Laurent Dubé, que também é o autor da TACS, e é considerada uma ferramenta de simulação de algoritmos genéricos. Tendo em vista o espaço de tempo entre um desenvolvimento e outro, bem como a própria experiência do autor com a TACS, não há nenhuma dúvida de que MODELS é uma ferramenta moderna que incorpora os últimos conceitos em simulação de sistemas de controle e algoritmos genéricos.

9 Lee mas

DESENVOLVIMENTO DE MANDIOCA CULTIVADA EM DIFERENTES SISTEMAS DE PLANTIO E INTERVALOS ENTRE CAPINAS

DESENVOLVIMENTO DE MANDIOCA CULTIVADA EM DIFERENTES SISTEMAS DE PLANTIO E INTERVALOS ENTRE CAPINAS

Um dos principais fatores que limitam a produção da mandioca é o manejo inadequado das plantas daninhas.Com isso, objetivou-se, com o presente trabalho, avaliar o desenvolvimento da mandioca cultivada em dois sistemas de plantio, convencional e direto, e diferentes intervalos entre capinas.O delineamento experimental utilizado foi de blocos casualizados com parcelas subdivididas, com quatro repetições. Os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial 2 x 6. O primeiro fator, alocado nas parcelas, foi composto por dois sistemas de plantio, plantio direto e plantio convencional. O segundo fator, alocado nas subparcelas, foi constituído por diferentes intervalos entre capinas, a cada 30, 60, 90 e 120 dias, mais uma testemunha sempre livre de competição e uma testemunha sem capina (em competição durante todo o ciclo da cultura). Os intervalos de controle foram contabilizados a partir do plantio, ao término de cada intervalo foi realizado o controle das plantas daninhas através de capina. O plantio direto foi realizado sobre a palhada do consórcio entre azevém, aveia e ervilhaca, somente com a abertura de um sulco para o plantio das manivas. No plantio convencional foi realizada aração e gradagem e posterior abertura de sulcos. O espaçamento utilizado foi de 0,80 m entre linhas e 0,50 m entre plantas. As variáveis avaliadas foram altura das plantas de mandioca (ALT), diâmetro de caule (DC), estande final de plantas (EF) e massa fresca da parte aérea (MFPA).Os dados foram submetidos à análise de variância (p

6 Lee mas

Arranjos institucionais e políticas públicas no Brasil: um análise preliminar para o desenvolvimento urbano-territorialem pernambucano

Arranjos institucionais e políticas públicas no Brasil: um análise preliminar para o desenvolvimento urbano-territorialem pernambucano

Um exemplo, para essas interpretações, na perspectiva da gestão pública, é a existência em uma cidade qualquer, do bom uso da administração pública.Isso foi verificado porTendler (1998) quando indica que para que um bom governo funcioneé necessário que a máquina pública tenha bons gestores, bons profissionais e bons/adequados sistemas operacionais.Essa lógica existindo, em uma cidade, região e/ou território podem proporcionar uma boa gestão para sociedade local, sendo ela de pequena, médio ou grande porte. Gerando ações mais positivas no desenvolvimento da gestão das políticas públicas e das articulações com seus diversos agentes – os arranjos institucionais - alterando as afirmações supracitadas nesse artigo, pois quando os gestores de uma cidade se preocupam com a sociedade civil existe uma maior possibilidade das politicas públicas funcionarem e proporcionar umdesenvolvimento urbano-territorial mais adequadocomconsonância com as realidades, a população e as vocações locacionais. Finalmente, no que tange o ideário dos pesquisadores que trabalham com o conceito de arranjos institucionais, é que essa relação tem como objetivo o desenvolvimento das políticas públicas para sociedade de uma determinada localidade, em resumo,a relação entre o público e o privado tem como objetivo o desenvolvimento local da socuedade. Mas, na verdade isso só funciona como discurso, pelo menos é o que se está se apresentando no breve estudo de caso desse artigo para o Estado de Pernambuco (Recife e Petrolina), pois, na verdade o que acontece é a lógica da venda de uma cidade,

11 Lee mas

El desarrollo de colecciones en bibliotecas universitarias bajo el enfoque de la teoría de la complejidad y del análisis de dominio

El desarrollo de colecciones en bibliotecas universitarias bajo el enfoque de la teoría de la complejidad y del análisis de dominio

A dimensão epistemológica está relacionada ao estudo do conhecimento e como obtê-lo, incluindo a observação, análise teórica, linguagens, tradições e valores na produção de conhecimento. Diversas visões epistemológicas influenciam um domínio, a cultura, as práticas e as formas de informação. Questões epistemológicas em domínios estão conectadas a termos como: abordagens, metateorias, movimentos, paradigmas, filosofias (da disciplina x), regimes, escolas (de pensamento e investigação), sistemas (de pensamento e investigação), tradições, tendências (num campo) e pontos de vista. As tentativas de classificar um domínio em organização do conhecimento sem levar em conta como diferentes paradigmas são considerados no campo pode ser problemático (HJØRLAND; HARTEL, 2003). Hjørland e Hartel (2003) ressaltaram que mais importante do que uma definição clara de domínio, preocupação explicitada por Tennis (2003), é que a Análise de Domínio inicie com um estudo interpretativo de um assunto ou comunidade de interesse, para descobrir os interesses subjacentes e diferentes concepções da área e em seguida negociar uma definição ideal do domínio. Assim, o pesquisador entrelaça várias noções contemporâneas do domínio, bem como as suas histórias recentes, antes de chegar a uma conclusão do conteúdo e fronteiras dos domínios. A dimensão sociológica é central na Análise de Domínio e denota o estudo dos domínios de conhecimentos como pensamento ou comunidades discursivas; volta-se aos grupos de pessoas trabalhando com alguns objetos, aplicando algumas abordagens. Tal dimensão está relacionada a conceitos como: disciplinas, subdisciplinas, comunidades discursivas, comunidades epistêmicas, profissões, especialidades, sistema social de ciência, uma variedade de coleções da vida cotidiana (passatempos, amadores, entusiastas). Também ressaltaram que grupos de trabalho podem ser vistos como campos mais ou menos multidisciplinares, interdisciplinares ou transdisciplinares, e suas semânticas devem refletir o estágio atual de desenvolvimento do grupo de trabalho (HJØRLAND; HARTEL, 2003).

26 Lee mas

Desenvolvimento e validação de metodologia analítica por cromatografia líquida de alta eficiência para determinação de paracetamol em comprimidos

Desenvolvimento e validação de metodologia analítica por cromatografia líquida de alta eficiência para determinação de paracetamol em comprimidos

xo de 1,2 mL/min. A análise de regressão mostrou um coeficiente de correlação superior a 0,99. O método apresentou recuperação consistente para paracetamol (97,03-100,57 %). A precisão intra-dia e precisão intermediária não ultrapassou 1,87 e 0,95 % do CV, respectivamente. O desenvolvimento e a validação do método apresentaram-se adequados para o controle de qualidade de rotina da análise de paracetamol em comprimidos.

1 Lee mas

Mortimer, E. (2001) Actividade discursiva nas salas de aula de ciencias: uma ferramenta sociocultural para analizar e plantejar o ensino

Mortimer, E. (2001) Actividade discursiva nas salas de aula de ciencias: uma ferramenta sociocultural para analizar e plantejar o ensino

Do ponto de vista da Estrutura Analítica que estamos discutindo, é evidente que a construção e apresentação da ‘mostra de pregos’ relacionava-se a algumas intenções do professor. O próprio ato de ‘levar um prego para casa’ propiciou a cada estudante pensar e falar sobre suas idéias em relação ao fenômeno, familiar mas até então irrefletido, de formação de ferrugem. Nesse sentido, a atividade mostrou-se bastante efetiva em criar um problema para cada um dos estudantes, ao mesmo tempo em que permitiu à professora 20explorar a visão dos estudantes sobre a formação de ferrugem. O próprio ato de afixar cada prego num cartão e escrever sobre o fenômeno, em certo sentido sinalizou para os estudantes que eles deveriam ‘olhar’ os pregos de uma maneira diferente: não mais como um artefato da vida cotidiana, mas como um objeto de estudo numa aula de ciências. Foi assim que Jewitt, um dos estudantes, referiu-se à atividade em conversa conosco após a aula. A ‘mostra dos pregos’ serviu como um meio para que as idéias dos estudantes, escritas nos cartões de cada um, fossem disponibilizadas visualmente e dessa forma compartilhadas com todos os colegas. O processo de dispor os pregos numa ordem, do menos para o mais enferrujado, também constituiu-se num primeiro passo no processo de trabalhar as informações coletadas pelos estudantes, pois permitiu colocar em evidência a relação entre os diferentes graus de enferrujamento e as condições existentes nos locais em que cada prego havia sido colocado, o que constitui um primeiro passo no desenvolvimento da estória científica.

24 Lee mas

Gobernanca Digital (2014)

Gobernanca Digital (2014)

define a adoção de padrões abertos e a priorização de softwares públicos e/ou livres. Mais do que uma lacuna na explicação do fenômeno do governo eletrôni- co, o problema específico de como surgem as instituições (digitalmente mediadas) consiste em uma questão em aberto no seio do próprio institucionalismo (HALL; TAYLOR, 2003). Pela ótica do institucionalismo sociológico, a legitimidade que institucionaliza certos comportamentos e arranjos organizacionais é conferida por algumas entidades, quais sejam: o Estado, por meio de seu papel regulador; e as comunidades profissionais, a partir da sua luta coletiva por condições, métodos e autonomia de trabalho (DIMAGGIO; POWELL, 1991); as redes dedicadas à dis- cussão de problemas comuns, sua interpretação e sua solução (escolas de gestão, colóquios, organismos internacionais, etc.) (CAMPBELL, 1994). No entanto, o problema é anterior. Sendo essas entidades líderes, especialmente o Estado, tam- bém organizações (sistemas) caracterizados pelo contínuo processo de tomada de decisão (SIMON, 1965; DEUTSCH, 1971), como explicamos a escolha de certos comportamentos e arranjos para serem referendados e não outros? Se DiMaggio e Powell (1991) dedicam-se justamente a refutar a hipótese de que a racionalidade orienta a crescente burocratização das organizações, a mesma busca da eficiência não serve para justificar as escolhas dessas entidades. Por sua vez, para o institu- cionalismo histórico, não existem líderes que sacralizam determinados comporta- mentos, rotinas, processos, etc. Conforme elucidado por Pierson (2004), reforços crescentes (feedback positivo) esclarecem como um formato de interação é institu- cionalizado. Contudo, não esclarece por que esse formato específico foi escolhido em detrimento de modelos alternativos (que a racionalidade limitada permite-nos prever) (SIMON, 1965). A literatura neoinstitucionalista omite-se e tende a atri- buir ao acaso (by chance) o surgimento das instituições (PIERSON, 2000, 2004). Logo, ainda que Fountain se propusesse a dar tratamento a essa questão, não seria nesse marco teórico que a autora conseguiria abrigar suas hipóteses.

215 Lee mas

Planificación participativa del turismo en comunidades rurales: estudio comparativo entre las comunidades étnicas de Castrolanda, Entre Ríos y Witmarsum en Paraná, Brasil

Planificación participativa del turismo en comunidades rurales: estudio comparativo entre las comunidades étnicas de Castrolanda, Entre Ríos y Witmarsum en Paraná, Brasil

A quarta etapa consistiu na análise comparativa sobre os resultados de cada comunidade, obtidos a partir da terceira etapa da pesquisa, tendo como variáveis comparativas a situação da comunidade envolvendo isoladamente e de forma relacionada os princípios de desenho de Ostrom (2011). O objetivo maior foi compreender similaridades e diferenciações nos processos de desenvolvimento do turismo por meio de processos participativos. Para isso tomou‑se como base o método comparativo a partir dos pressupostos e diretrizes colocados por Bloch (1983), que salienta que a aplicação deste método consiste “[...] em buscar [...] as semelhanças e as diferenças que apresentam duas e/ou mais séries de natureza análoga, tomadas de meios sociais distintos” (p. 53). Pelo entendimento de Block (1983) o método comparativo permite ao pesquisador apreender como dinâmicas que possuem traços análogos, mesmo tendo se dado em espaços e contextos de influências diferenciados e/ou parcialmente similares, apresentam semelhanças e/ou diferenças e como estas se estruturam.

15 Lee mas

Las políticas de desarrollo territorial rural en América latina: una hibridación de las fuentes y de la implementación (Artículos).

Las políticas de desarrollo territorial rural en América latina: una hibridación de las fuentes y de la implementación (Artículos).

O contexto político destas reformas do desenvolvimento rural é especíico à América Latina e passa por diversos processos. Primeiro, trata-se de políticas com ambições e dimensões muitas vezes diversas, mas que pretendem ser formalmente integradas entre elas e nos territórios. Em segundo lugar, essas políticas têm em parte, origens internacionais e muitas vezes com várias dinâmicas ou mecanismos imbricados desde a transferência de modelos até a resposta às reinvindicações dos movimentos sociais. Essas transferências são operadas pelos estados como pelas ins- tituições internacionais e interamericanas, em particular o IICA e a Organização Mundial da Agricultura - FAO, mais recentemente a CEPAL, mas, também, por universidades e centros de pesquisa. Essas organizações têm todas contribuído para a adaptação do discurso e, parcialmente, de alguns elementos dos instrumentos de desenvolvimento territorial implementados na Europa.

28 Lee mas

CONSTRUÇÃO DE UM INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS PARA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: ANÁLISE CONCEITUAL

CONSTRUÇÃO DE UM INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS PARA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: ANÁLISE CONCEITUAL

Para a implementação do PE é importante que os Enfermeiros utilizem instrumentos que auxiliem na avaliação do paciente de forma integral, buscando conhecer suas necessidades físicas e mentais, bem como seu modo de vida, condições socioeconômicas e culturais, garantindo, dessa forma, que decisões eficazes sejam tomadas (MATA, 2012). Portanto, o presente estudo tem como objetivo elaborar um instrumento norteador para o desenvolvimento do PE em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto.

5 Lee mas

Pesquisa Análise do desenvolvimento da Lactuta sativa em presença de lauril sulfato de sódio

Pesquisa Análise do desenvolvimento da Lactuta sativa em presença de lauril sulfato de sódio

Os produtos que contém surfactantes são comumente utilizados misturados com água, ou após seu uso, descartados em água. Esta água é destinada à rede fluvial, que nem sempre recebe tratamento adequado. As grandes plantações agrícolas fazem largo uso das águas fluviais para a irrigação, o que implica no despejo de produtos como o LSS na terra de plantio. Sendo assim, selecionou-se uma planta para analisarmos o efeito deste tensoativo no desenvolvimento desta.

8 Lee mas

ANÁLISE E ESTRATÉGIA DE SEGURANÇA PÚBLICA: UM ESTUDO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

ANÁLISE E ESTRATÉGIA DE SEGURANÇA PÚBLICA: UM ESTUDO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

O estado do Rio Grande do Sul mostra em sua história que a violência e as dificuldades do clima e de sobrevivência nunca foram fáceis. Se com o seu desenvolvimento muitas dificuldades estiveram superadas, na atualidade os quase onze milhões e meio de habitantes tem passado grandes perrengues com a situação financeira do país, mas principalmente com as finanças do Estado e sobre tudo no último governo. Desde a entrada do último governador, salários estão atrasados, investimentos cortados e muitos funcionários Públicos Estaduais estão sendo retirados de seus quadros, bem como o seu local de trabalho fechado. Como no caso da Fundação de Economia e Estatística tão necessária ao Estado.

6 Lee mas

DESENVOLVIMENTO WEB E ACESSIBILIDADE: UMA ANÁLISE  BIBLIOMÉTRICA

DESENVOLVIMENTO WEB E ACESSIBILIDADE: UMA ANÁLISE BIBLIOMÉTRICA

A acessibilidade na web segundo o W3C Web Accessibility Initiative (WAI, 2005) significa que sites, softwares e ferramentas on-line são criados com o intuito de promover a integração de pessoas com deficiência através de mecanismos que facilitam sua usabilidade. O processo de tornar a web acessível é o primeiro passo para obter o desenvolvimento do ambiente on-line, o segundo é fazer com que os desenvolvedores publiquem seus trabalhos para que ocorra um maior conhecimento dessa importância além de auxiliar na produção de futuros trabalhos. Ademais, a acessibilidade na web auxilia não apenas as pessoas portadoras de deficiência (PPD), mas também o mercado pois sites acessíveis têm imagem e resultados melhores, além de alcançar mais público (Cartilha acessibilidade na Web, 2015).

5 Lee mas

TítuloIdentidade(s), práticas docentes e sucesso educativo dos alunos: alguns resultados de um estudo longitudinal

TítuloIdentidade(s), práticas docentes e sucesso educativo dos alunos: alguns resultados de um estudo longitudinal

Tais atitudes disseminam-se nos am- bientes escolares, provocadas pela intensifi ca- ção das exigências em relação às tarefas a de- senvolver na escola “(…) a minha tarefa como professora pode fi car abalada, são tantas as solicitações que o tempo não chega para me desenvolver como profi ssional do ensino (…) (Elsa), assumindo, os principais actores com- portamentos comprometedores e impeditivos do seu desenvolvimento profi ssional, “(…) originando competições desonestas (…)” (Elsa) e “(…) tornando os professores mais fechados e individualistas, desconfi ando uns dos outros (…)” (Catarina).

16 Lee mas

POSTURA ESTRATÉGICA PARA A INOVAÇÃO SUSTENTÁVEL: O CASO DE UMA VINÍCOLA DA CAMPANHA GAÚCHA

POSTURA ESTRATÉGICA PARA A INOVAÇÃO SUSTENTÁVEL: O CASO DE UMA VINÍCOLA DA CAMPANHA GAÚCHA

Este trabalho tem por finalidade analisar a postura estratégica voltada para inovação sustentável de uma vinícola referência na Região da Campanha Gaúcha. Desta forma, questiona-se: Qual é a postura estratégica da empresa em relação ao tipo de inovação, ao grau de novidade e ao nível de sustentabilidade? O delineamento escolhido foi o estudo de caso e aplicou-se o estudo de caso único. A pesquisa foi classificada como descritiva e exploratória. E em relação à abordagem, o estudo caracteriza-se como qualitativo. A empresa estudada apresenta capacidade inovadora em termos de produto e processo, detém o grau radical de novidade e o nível pró-ativo voltado para a sustentabilidade. Destacando-se em todos os requisitos que compõe a análise de postura estratégia, fatores que demonstram os motivos pelo qual a empresa obteve rápida aceitação e extraordinária ascensão no setor vitivinícola mundial. Ao avaliar a postura estratégica para a inovação sustentável da empresa objeto do estudo, percebe-se que o tipo de inovação se dá nos produtos e processos, que o grau de novidade é radical e o nível sustentável é pró-ativo em produtos e processos. Em suma, pela análise de conteúdo dos resultados da pesquisa em questão, permite-se concluir que a organização está no rumo do desenvolvimento sustentável, uma vez que pontua a sustentabilidade na concepção da estratégia e nas inovações tanto dos produtos quanto dos processos dentro do setor em que atua.

5 Lee mas

Análise do desenvolvimento da Lactuca sativa em presença de Lauril Sulfato de Sódio   5ª fase

Análise do desenvolvimento da Lactuca sativa em presença de Lauril Sulfato de Sódio 5ª fase

O Grupo 1 será regado com a solução de surfactante nos primeiros dez dias considerados como período para sua germinação. Após esse período, as regas desse grupo não serão mais com surfactante. O Grupo 2, por sua vez, levará a rega sem surfactante nos dez primeiros dias, até sua germinação, entretanto, após os dez dias de germinação, sucederão dez dias de rega com surfactante para esse grupo, de acordo com o mesmo período de rega do primeiro grupo, porém em diferentes estágios de desenvolvimento. Assim sendo, o Grupo 3 será regado diariamente com surfactante, em uma concentração menor de solução, no intuito de simular o impacto diário das águas dos rios sob as plantas.

15 Lee mas

AUDITORIA/ENERGÉTICA/E/ANÁLISE/DE/VIABILIDADE/DE/IMPLANTAÇÃO/DE/SISTEMAS/RENOVÁVEIS

AUDITORIA/ENERGÉTICA/E/ANÁLISE/DE/VIABILIDADE/DE/IMPLANTAÇÃO/DE/SISTEMAS/RENOVÁVEIS

O presente trabalho foi desenvolvido a partir de uma análise na curva de carga da residência estudada. Esta curva foi modelada através de uma pesquisa, que foi realizada junto aos moradores da casa. Foi efetuado um levantamento sobre os dados de consumo de energia elétrica dos equipamentos instalados, com uma caracterização horária de utilização dos equipamentos e uma comparação entre tais dados com a fatura de energia entregue pela concessionária, para obtenção da curva de carga utilizada neste projeto. Para obter um melhor aproveitamento energético, foi optado por otimizar os gastos com a energia elétrica. Foi analisado o sistema de iluminação, que era proveniente de lâmpadas fluorescentes e logo após trocada por lâmpadas de LED, e também foi feito a análise da energia elétrica consumida pelos chuveiros elétricos, que foi substituído por aquecimento solar com apoio a gás, e optou-se à ser instalado um sistema fotovoltaico para auxiliar na redução da energia proveniente da concessionária da rede elétrica. Com o auxílio de uma tabela, que foi elaborada com o intuito de facilitar a visualização do consumo da energia, foi feito um levantamento do consumo elétrico da residência, com base no equipamentos instalados e nos horários que estes eram utilizados, com esse levantamento foi concebido a curva de carga da residência. Foi realizado um estudo sob uma tabela que tem a capacidade de utilizar a potência dos equipamentos e horários de usos dos mesmos para modelar a curva de carga da casa estudada com o objetivo de caracterizar o uso total de energia elétrica da residência.

6 Lee mas

Considerações históricas, estruturais e praxiológicas do jogo do beto da lousã – Portugal.

Considerações históricas, estruturais e praxiológicas do jogo do beto da lousã – Portugal.

Ao analisarmos em termos praxiológicos este jogo, podemos constatar à partida, a sua originalidade, pois começa a mostrar vivacidade, assim que os protagonistas iniciam um diálogo corporal, diálogo este, baseado nas regras flexíveis do jogo e por todos previamente aceite, estabelecendo, para tal, um pacto de atuação comum. Em geral, este jogo, em virtude da originalidade que norteia o sistema de comunicações motoras, enquadra-se com a natureza de uma expressão sociomotora que corresponde a um modelo de equipa de cooperação-oposição. É provável que um olhar inexperiente e superficial leve a pensar que este é um jogo muito semelhante a outros desportos de equipa, porém, a análise da sua estrutura confirma que contém características muito originais e diferentes de muitos desportos conhecidos.

11 Lee mas

ANÁLISE DA MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS COMO CONTRIBUIÇÃO PARA A MELHORIA NO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS

ANÁLISE DA MATURIDADE EM GESTÃO DE PROJETOS COMO CONTRIBUIÇÃO PARA A MELHORIA NO DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS

Conforme Lenfle (2008), os projetos não são apenas um conjunto de ferramentas de gestão, mas uma forma de construir o futuro rompendo com rotinas do passado. O autor argumenta que o resultado de um projeto é mais do que um produto, é uma possibilidade de aprendizagem e investigação. No pensamento contemporâneo sobre inovação, a concepção de conceitos leva ao conhecimento e este, dá origem a desenvolvimento de novos produtos. Neste aspecto a estratégia do desenvolvimento de novos produtos torna-se fundamental para a mudança e melhoria contínua nas indústrias.

10 Lee mas

Show all 10000 documents...