Aquisição de competências

Top PDF Aquisição de competências:

A memorização na aquisição de competências no estudo do clarinete

A memorização na aquisição de competências no estudo do clarinete

40 conhecimento neste grau de ensino foram os que obtiveram mais pontuação. Assim, o registo grave, as notas de garganta e o registo médio ficaram com três pontos percentuais. A alternância de registo sendo importante não é determinante para a execução ou não de obras para este nível de ensino. Existe reportório onde o aluno é perfeitamente capaz de executar só num determinado registo. Desta forma, a este item fica atribuída a avaliação de dois porcento. O registo agudo não sendo normalmente usado nas obras a executar pelos alunos nesta faixa etária e consequentemente no nível de aprendizagem, é o menos avaliado. Contudo, não poderíamos deixar de o considerar já que alguns alunos podem apresentar obras com este registo. O facto de não ser normalmente usado no reportório abordado, não significa que não seja trabalhado. A questão central do trabalho é a aquisição de competências e consequentemente o controlo das mesmas competências, algo não exigido com tanta relevância a um aluno no nível de avaliação deste estudo para este registo. O único item referente ao som, a qualidade tímbrica, tem um valor de dez porcento.
Mostrar más

316 Lee mas

A aquisição de competências musicais no ensino da Técnica de Dança Clássica no 2º ano no Conservatório de Música da Jobra

A aquisição de competências musicais no ensino da Técnica de Dança Clássica no 2º ano no Conservatório de Música da Jobra

 2º Trimestre de 2013: Durante esta fase, correspondente ao 3º período do ano letivo, foram terminados os processos de participação acompanhada (3 horas) e lecionação (28 horas e 30 minutos). Relativamente ao último, este foi o momento de implementação das estratégias delineadas no período anterior para o cumprimento não só da planificação definida pela escola de acolhimento para a disciplina de Técnica de Dança Clássica, mas também dos objetivos do estágio no que diz respeito à aquisição de competências musicais. O registo da informação recolhida nestas aulas foi feito em diários de bordo, através dos quais foi possível realizar uma avaliação constante da evolução das alunas e da eficácia das estratégias implementadas, procedendo-se à sua alteração sempre que considerado necessário. No final do período de lecionação tiveram lugar dois momentos de avaliação, sendo que o primeiro consistiu numa prova global com a presença de um júri em que foram observados todos os conteúdos técnicos e artísticos trabalhados ao longo do ano e o segundo teve como objetivo a aferição das competências musicais adquiridas pelas alunas. Quanto à redação do relatório de estágio, foi dada continuidade ao trabalho realizado no trimestre anterior.
Mostrar más

125 Lee mas

A formação de adultos, aquisição de competências e empregabilidade

A formação de adultos, aquisição de competências e empregabilidade

A formação de adultos constitui uma estratégia utilizada para colmatar as necessidades educativas dos cidadãos, dando uma forte contribuição para a aquisição de competências pessoais e profissionais com impacto na sua empregabilidade. Portugal atravessa uma situação económica muito difícil e, consequentemente, o desemprego tem vindo a aumentar, verificando-se uma taxa de desemprego de 13,9%, em 2014 e 11,3% na Região Autónoma dos Açores (Instituto de Emprego e Formação Profissional, 2015). A investigação desenvolvida emergiu do interesse em compreender se a sociedade portuguesa, em geral, e as Políticas de Educação, Formação e Emprego, em particular, estão a acompanhar e a preparar o nosso atual público desempregado. Neste seguimento, pretendeu-se avaliar o impacto do Programa de Aquisição Básica de Competências
Mostrar más

13 Lee mas

Aquisição de competências de escrita através das vivências do quotidiano

Aquisição de competências de escrita através das vivências do quotidiano

O quinto nível criado serviu para inserir os alunos que não se identificavam com nenhum dos quatro níveis anteriores. Após as primeiras entrevistas e em início de ano lectivo, começámos por delinear estratégias de trabalho. Convictas de que a aprendizagem da escrita ganha maior consistência tanto quanto mais significativas são as aprendizagens, as professoras titulares das turmas A e B implementaram um projecto de escrita denominado: “Para aprender a escrever…escrever para aprender…”, a desenvolver com os seus alunos. O objectivo era motivá-los na aquisição de competências de escrita de forma a que, estes não vissem esta etapa do ensino formal como algo que se faz sem sentido dissociado da comunicação e do prazer mas, sim, como um projecto significativo, potencializador do desenvolvimento em que os alunos são construtores do seu próprio saber. Assim tem por base o texto/história, os textos construídos colectivamente com os alunos, as palavras das suas vivências diárias, e outros registos de escrita que as mesmas consideram ser uma mais valia no processo de ensino-aprendizagem da linguagem escrita.
Mostrar más

129 Lee mas

A aquisição de competências do treinador : estudo de caso com um treinador de sucesso

A aquisição de competências do treinador : estudo de caso com um treinador de sucesso

É nesta atitude de descoberta que se pretende, efectivamente encontrar contextos particulares que cruzem uma carreia paradigmática agregada de conhecimento empírico, crenças, convicções e também traços de liderança de um treinador de sucesso. O estudo deste caso (de sucesso), engloba experiências no passado e práticas no contexto actual. Reúne indicadores, em discurso directo, sobre de que forma as qualidades e competências do treinador justificam por exemplo esta necessidade que tem vindo a ser objecto de estudo na qual refere que “é demasiado redutor pensar-se que quem sabe de futebol é quem é o bom treinador. (…) Porque ser treinador envolve, portanto conhecimentos de outras áreas.”
Mostrar más

42 Lee mas

A Educação Musical nos jardins de infância e no primeiro ciclo da escola portuguesa, num contexto de interdisciplinaridade para a aquisição de competências

A Educação Musical nos jardins de infância e no primeiro ciclo da escola portuguesa, num contexto de interdisciplinaridade para a aquisição de competências

O conhecimento do contexto familiar e do meio em que a criança está inserida, é fundamental no sentido de compreender as suas características adequando o processo educativo às suas necessidades. A observação contínua e o recurso às formas de registo das crianças serão instrumentos determinantes. O ambiente educativo e as situações e experiências de aprendizagem, devem levar à participação das crianças no processo de avaliação. Torna-se importante avaliar o processo e os efeitos de forma consciente adequando o processo educativo às necessidades de cada criança e do grupo e à sua evolução. Relativamente à avaliação do desenvolvimento e das aprendizagens de cada criança e do grupo, a avaliação poderá ser feita através de portefólio. Cabe ao Educador promover a continuidade educativa num processo marcado pela entrada para a Educação Pré-Escolar e pela transição para a escolaridade obrigatória. É também função do Educador, proporcionar as condições necessárias para que cada criança tenha uma aprendizagem com sucesso na fase seguinte, competindo-lhe em colaboração com os Pais e em articulação com 1.º CEB, facilitar a transição da criança para a escolaridade obrigatória. O registo de avaliação do desenvolvimento das crianças será global, informativo e qualitativo e incidirá nas intencionalidades pedagógicas, competências e aprendizagens essenciais definidas no Perfil de Competências para as crianças dos Jardins de Infância do Agrupamento. No final de cada período será feita a avaliação individual de cada criança mediante o tipo de registo escrito proposto pelo Departamento da Educação Pré-Escolar e aprovado pelo Conselho Pedagógico. Essa avaliação será comunicada, no final de cada período lectivo, aos Pais/Encarregados de Educação, no dia indicado para esse efeito. No final do ano lectivo, será entregue, em reunião marcada para o efeito ao 1º CEB uma avaliação escrita relativamente ao desenvolvimento, aprendizagens, percurso e evolução das crianças que irão transitar para o 1º ano de escolaridade. A avaliação é um elemento de apoio estratégico ao desenvolvimento e regulação da acção educativa pois permite, por um lado, analisar o percurso efectuado e por outro perspectivar/planificar o amanhã. Assim, o relatório final de avaliação do PCG, elaborado pelo educador, deverá ficar acessível para consulta no Jardim de Infância.
Mostrar más

478 Lee mas

Aquisição de competências pré-literacia

Aquisição de competências pré-literacia

1 1. Introdução 1.1 Motivações do estudo Em Portugal verifica-se uma carência de provas de avaliação das competências específicas de literacia emergente com medidas fiáveis, válidas e aferidas nacionalmente (Viana & Sim-Sim, 2007). Relativamente às competências de nomeação e identificação do nome e som das letras maiúsculas, competências importantes na aquisição da leitura e da escrita (Treiman et al., 1998), para o Português Europeu (PE), foram poucos os estudos realizados acerca destas competências (Alves, Branco, Pontes, & Castro, 2007; Leal, Peixoto, Cadima, & Silva, 2006; Matos, 2000; Pedro, 2013; Sucena & Castro, 2007). No ensino formal é dada preferência à instrução de alguns grafemas em vez de outros (DGE, 2013), no entanto é insuficiente o número de estudos relativos à ordem de aquisição de grafemas e fonemas do PE, e a aquisição da correspondência letra-som, não existindo uma hierarquia de complexidade da aquisição destes. Sendo assim, este estudo pretende responder à problemática de qual será a hierarquia destas aquisições em crianças na faixa etária dos 5;0 aos 7;11. Para além disto pretende-se aferir a validade e fidelidade da Prova de Avaliação de Competências Pré-Literacia (PACPL). Este estudo, para além de ser relevante para os Terapeutas da Fala (TFs), é também importante para outros profissionais, tais como educadores de infância e professores do 1º ciclo, que são os principais responsáveis pelo desenvolvimento desta competência em crianças nesta faixa etária. Estes profissionais confrontam-se com o reduzido número de instrumentos formais e informais que permitam uma avaliação quantitativa e/ou qualitativa, assim como dados válidos e fiáveis, do desenvolvimento normal da criança ao nível das consciências grafémica e fonémica, das correspondências grafema-fonema ou do conhecimento do alfabeto.
Mostrar más

81 Lee mas

Viagem na aquisição de competências de um saber especializado - intervenção do enfermeiro especialista no empowerment da grávida: uma revisão integrativa da literatura

Viagem na aquisição de competências de um saber especializado - intervenção do enfermeiro especialista no empowerment da grávida: uma revisão integrativa da literatura

Apesar de em Diário da República (2.ª série, N.º 35 de 18 de Fevereiro de 2011) constar que o EEESMO tem competências para prescrever exames auxiliares de diagnóstico necessário à deteção de gravidez de risco, tal situação não se verifica na realidade, existindo ainda uma interdição social para abordar ou adotar o comportamento. Assim, a avaliação do bem-estar materno-fetal pelos meios clínicos e técnicos apropriados fica restringida, cabendo ao médico essa decisão. Para avaliar o bem-estar materno recorreu-se à avaliação da pressão arterial, análise com fitas-teste de amostra de urina (glicose, proteínas nitritos, ph), corrimento vaginal, edemas. No sentido de avaliar o bem-estar fetal, recorreu-se à auscultação a partir da 11ª semana de gestação, à monitorização cardiotocográfica a partir da 37ª semana de gestação (ou mais cedo se para tal houvesse indicação). Realizou-se também, o toque vaginal a partir da 34ª/35ª semana, necessário para apreciação do colo uterino (dilatação, extinção), procedeu-se à avaliação da situação e apresentação do feto. Estas recomendações são a base dos cuidados pré-natais para todas as grávidas.
Mostrar más

116 Lee mas

Os idosos na aquisição de competências TIC

Os idosos na aquisição de competências TIC

Depois de atingidas as competências da manipulação do rato, iniciou- se a incursão pela prática da escrita, através do Word Pad, por ser de mais simples utilização. Tendo consciência da importância desta fase de aprendizagem, de forma a os alunos entrarem no mundo da Internet escrevendo já com certa fluidez, o número de sessões dedicadas ao processador de texto foi maior do que o inicialmente previsto. Esta situação foi verificada também por dois motivos: ritmo lento de aprendizagem e ensino individualizado. De acordo com King (1997) cit. Kachar (s.d.), as dificuldades para a aprendizagem do computador pelos idosos poderão ser superadas se os alunos seguirem ao seu próprio ritmo, com frequentes paragens, com mais tempo de execução das tarefas e através de atividades de repetição.
Mostrar más

10 Lee mas

Gestão por competências: mapeamento de competências gerenciais em uma instituição privada de ensino superior

Gestão por competências: mapeamento de competências gerenciais em uma instituição privada de ensino superior

Grunow et al. (2006), ao analisar o perfil de gestores de curso de graduação das instituições de ensino superior do estado de Santa Catarina, identificaram discrepâncias entre as competências gerenciais apresentadas. Por exemplo, há uma inadequação entre a formação técnica e a demanda gerencial de administrar pessoas, ou seja, as competências técnicas adquiridas em mestrados e doutorados não preparam pessoas para assumir cargos de direção. Em função disso, quando um profissional assume um cargo de coordenador, ele sente dificuldades pela falta de aquisição de competências de cunho pedagógico e interpessoal necessárias. Os autores também apontam que as atividades de cunho administrativo são superiores e demandam mais tempo, se comparadas às atividades de cunho pedagógico, o que pode vir a refletir em prejuízos no direcionamento do curso.
Mostrar más

66 Lee mas

A aquisição de saberes e competências didáticas no estágio supervisionado da formação do professor de química : um estudo baseado nas regras discursivas

A aquisição de saberes e competências didáticas no estágio supervisionado da formação do professor de química : um estudo baseado nas regras discursivas

Compreendemos que, durante o estágio, os licenciandos mobilizam um conjunto de conheci- mentos adquiridos ao longo de sua formação. O perfil e a orientação apresentados por cada estagiário dependerá da mobilização e da articulação que cada um realiza com estes saberes. Os estagiários que apresentaram um enquadramento fraco ou muito fraco não souberam desenvolver essa articulação. Isso pode estar relacionado com as características curriculares de sua formação inicial, pois a aquisição do conhecimento disciplinar, na ausência dos conhecimentos pedagógicos, não contribui para a gestão do mesmo na regência. Nossos resultados indicam que os problemas dos currículos das licenciaturas ainda permanecem na ordem do dia. Nossa pesquisa prossegue com a análise das outras regras dis- cursivas. Esperamos com esta pesquisa colaborar para que o estágio de docência se fortaleça como um espaço de aquisição de competências didáticas pelos professores de Química em formação.
Mostrar más

6 Lee mas

Competências para a preservação e curadoria digitais

Competências para a preservação e curadoria digitais

Quanto ao primeiro objetivo, identificar as competências profissionais nos serviços de informação dos que trabalham na área de preservação e curadoria digitais, a literatura citada mostrou que para ser competente é importante ter experiência profissional. Uma pesquisa de mercado sobre anúncios de emprego constatou que 66% pediam experiência. Nesta mesma linha de raciocínio, o North American Serials Interest Group ressaltou a importância da experiência, uma vez que o trabalho em bibliotecas digitais muitas vezes não é feito por profissionais iniciantes, e os empregadores tendem a associar anos de experiência com as competências que se identificam em editais de emprego. Ressalte-se a importância da competência “experiência” com o pensamento, nesta linha, do psicólogo John Dewey e o quesito aprendizado longo vida.
Mostrar más

24 Lee mas

Competências de Gerentes de Projetos Sustentáveis

Competências de Gerentes de Projetos Sustentáveis

As mudanças de competências estão ligadas as mudanças de tecnologia e entre as definições de grupos de mudanças, Drejer (2000) define o grupo “mudanças sustentáveis”, em que ocorre a mudança de um nível de competência, para o próximo nível sem que a empresa perca sua liderança. O mercado permanece inalterado porque estas empresas são capazes de utilizar seu conhecimento adquirido, canais de mercado, tecnologias, cultura organizacional, permanecendo líderes.

21 Lee mas

Erros ortográficos e competências metalinguísticas

Erros ortográficos e competências metalinguísticas

O objectivo deste estudo é analisar o modo como a consciência morfológica (competências metalinguísticas de reflexão sobre a estrutura morfológica das palavras) e consciência fonológica (habilidade para reflectir acerca da estrutura sonora da fala) estão relacionadas com a natureza dos erros ortográficos cometidos por crianças do 2º e 4º anos de escolaridade. Mais precisamente, pretende-se clarificar a natureza da ligação entre a consciência morfológica e fonológica e os erros em palavras contextuais (palavras cuja ortografia depende de uma regra contextual), erros em palavras associadas a regras morfológicas e erros em palavras regulares (palavras cuja escrita correcta depende de uma análise da estrutura fonética das palavras), apresentando diferentes graus de complexidade na sua estrutura silábica. Este tipo de investigação foi realizada noutros países (Sénéchal, 2000), focando-se especificamente na relação entre a consciência morfológica e o desempenho ortográfico. Como mencionámos anteriormente, cada sistema ortográfico apresenta as suas próprias especificidades, sendo importante precisar este tipo de conexões no sistema ortográfico português.
Mostrar más

12 Lee mas

Ajustamento social e promoção de competências

Ajustamento social e promoção de competências

O programa de Promoção de Competências Sociais, concebido pela equipa da Universidade Técnica de Lisboa, foi editado pelo Ministério da Educação, enquadrado no Programa de Promoção e Educação para a Saúde. Dirigindo-se a crianças nos primeiros anos de escolaridade, adolescentes do ensino secundário e adolescentes tutelados, com idades compreendidas entre os 8-10 anos e os 13-15 anos, o programa visa o desenvolvimento de capacidades pessoais e relacionais, permitindo a cada indivíduo refletir sobre o modo como se relaciona com os outros, encontrando alternativas adequadas à situação em causa (Matos, 1997, 1998; Matos, Simões, & Carvalhosa, 2000).
Mostrar más

41 Lee mas

Certificação de competências : que impacto(s)?

Certificação de competências : que impacto(s)?

Deste modo, pensamos que o presente estudo terá sido uma boa opção de acordo com a área de especialização do Mestrado e tendo em conta os objectivos do mesmo, uma vez que nos permitiu uma maior contextualização das aprendizagens desenvolvidas ao longo do curso; o desenvolvimento de competências de análise crítica sobre o modo de actuação profissional dos colaboradores/funcionários dos CNO’s, mais de perto a entidade/organização de estágio, permitindo a nossa intervenção no sentido de contribuirmos com os nossos conhecimentos teóricos de forma reflexiva e contextualizada; permitindo, também, a nossa intervenção em diversos contextos profissionais no âmbito dos processos de RVCC, tais como: desenvolver competências de análise e reflexão crítica acerca do valor e reconhecimento das aprendizagens adquiridas ao longo da vida em contextos não-formais e informais por parte dos próprios adultos certificados, das entidades/organizações empregadoras e até mesmo da sociedade em geral e, como já mencionamos, desenvolver competências de investigação, concretamente, no domínio da formação; aprofundar conhecimentos teóricos e desenvolver competências práticas, com o intuito de nos capacitar para o saber, saber ser, mas “[…] sobretudo em termos de saber agir e reagir” (Le Boterf, 2005: 30), fundamentais para o nosso futuro enquanto profissionais.
Mostrar más

123 Lee mas

Plataforma de aquisição para fotopletismografia com módulos de monitoramento

Plataforma de aquisição para fotopletismografia com módulos de monitoramento

As contribui¸c˜ oes deste trabalho s˜ ao: projeto de hardware de PPG para aplica¸c˜ oes em sa´ ude ub´ıqua; desenvolvimento e estudos de um sistema de monitoramento com m´ odulos, para u[r]

106 Lee mas

Competências em Gestão de Projetos de TI

Competências em Gestão de Projetos de TI

O estudo foi desenvolvido junto a profissionais de 14 organizações e procurou avaliar a percepção desses profissionais, que atuam no desenvolvimento de projetos, sobre as competências dos gerentes de projetos. Em cada uma das organizações um mesmo questionário foi submetido a um gerente de projetos e a três membros de equipe (não necessariamente todos do mesmo projeto). Os dados obtidos foram submetidos a uma série de análises estatísticas que sugerem uma percepção distinta entre os gerentes e os membros da equipe. Em geral, estes últimos fazem uma avaliação mais rigorosa das práticas da organização em vários aspectos, principalmente em relação às competências comportamentais. Como exemplo, foi possível observar que os gerentes de projetos têm uma percepção mais positiva que os membros das equipes sobre suas competências.
Mostrar más

18 Lee mas

Aprendizagem da cultura chinesa e aquisição de caracteres

Aprendizagem da cultura chinesa e aquisição de caracteres

Nas línguas com registo escrito fonográfico, o menor elemento da escrita é a letra (para além, porventura, de outros indicadores, como sejam os sinais diacríticos que, para [r]

112 Lee mas

Sistema de aquisição de dados para monitorização de transportes de carga

Sistema de aquisição de dados para monitorização de transportes de carga

Uma vez que o suporte informático não apresenta grande importância no que diz respeito à dinâmica do sistema, optou-se por um hardware e software livre, de forma a cumprir com as exigências do problema levantado. Trata-se de um micro-controlador denominado de Arduino. O Arduino apresenta inúmeras vantagens, tais como, preço acessível, fácil aquisição, e documentação informativa de fácil acesso de forma a esclarecer eventuais dúvidas que possam surgir durante o desenvolvimento do projeto. A utilização de um sistema proprietário, como o Labview, poderia facilitar o desenvolvimento do sistema uma vez que dispõem de uma empresa que confere suporte ao produto, mas, este apresenta custos mais elevados tanto para o hardware como para o ambiente desenvolvimento. Portanto, sempre que se trate de desenvolver um sistema com elementos hardware e software, é preciso ter em conta alguns aspetos, tais como [28]:
Mostrar más

56 Lee mas

Show all 818 documents...