avaliação formativa

Top PDF avaliação formativa:

A avaliação formativa na aprendizagem de química em EJA

A avaliação formativa na aprendizagem de química em EJA

Consequentemente, a avaliação não pode ser reduzida à intenção de diagnosticar, verificar a assimilação dos conteúdos propedêuticos ou avaliar apenas as habilidades lógico- matemáticas para a resolução de problemas e questões. Mas deve-se tirar proveito de mecanismos avaliativos peculiares e diversificados que possam colaborar com cada especificidade de cada aluno, atendendo tanto a necessidade de avaliar como a necessidade de aprender. Além disso, a avaliação formativa se torna um instrumento eficaz de provocação do aprendizado quando leva os estudantes em geral a perceberem e meditarem além do que está escrito explicitamente. É através dela que os estudantes têm maior desenvoltura para decodificar as ideias subtendidas, os significados absortos, os conceitos e valores presentes na linguagem própria da Química, a qual é cheia de códigos, simbologias e abstrações. E, desta forma os estudantes possam conseguir dar significado ao conhecimento químico e são habilitados a relacioná-lo aos fenômenos observados no mundo real que os rodeiam, fazendo assim uma associação entre teoria e prática.
Mostrar más

44 Lee mas

Práticas de Avaliação do Ensino da Língua Portuguesa numa Escola Secundária de Cabo Verde: Contributos para uma Avaliação Formativa

Práticas de Avaliação do Ensino da Língua Portuguesa numa Escola Secundária de Cabo Verde: Contributos para uma Avaliação Formativa

Pelo que atrás foi exposto o que se constata em Cabo Verde é que a nível de docentes há uma falta de cultura avaliativa que, inadvertidamente, faz com que o professor se esqueça que a avaliação deve ser centrada no aluno e baseada na perspectiva dialógica. Portanto, isso leva a que se continue a preterir a avaliação no sentido da regulação e da postura formativa, não contribuindo para que os intervenientes na sala de aula diagnostiquem os seus pontos fortes e fracos e introduzam modificações. Cremos que se trata de o professor pensar, na sua boa intenção, que está a usar práticas avaliativas de natureza formativa nas salas de aula, quando na realidade o que está na base é a perspectiva de avaliação de natureza classificativa, a avaliação apenas de conhecimento, com o fim de se dar uma nota. Ou seja, o professor não analisa o trabalho dos alunos para identificar necessidades e ajudá-los a melhorar as aprendizagens mas sim para corrigir e atribuir uma classificação. Por isso, há que trabalhar no sentido de diversificar as práticas de avaliação, mais consentâneas com a avaliação formativa.
Mostrar más

113 Lee mas

Texto completo en pdf

LA EVALUACIÓN FORMATIVA Y COOPERATIVA EN EDUCACIÓN FÍSICA Formative assessment and Cooperative learning in Physical Education Avaliação formativa e cooperativa em Educação Física Antonio Fraile Aranda

Neste trabalho uma experiência de avaliação formativa que tem sido feito sobre o tema da expressão corporal, dentro do programa de formação inicial de professores de Educação Física na Faculdade de Educação da Universidade de Valladolid. Este curso usos um modelo de aprendizagem colaborativa, onde os alunos assumem funções que normalmente são da responsabilidade dos professores. Neste caso, apresentar e analisar as estratégias e procedimentos de coevalución aplicados pelos alunos. Os estudantes dizem em seu caderno de campo as vantagens e desvantagens de se utilizar esta metodologia. Os resultados mais relevantes indicam a importância dessa experiência para os alunos como um aprendizagem que exige trabalho em equipe e colaboração. No entanto, entre as desvantagens incluem a exigência de um trabalho diário e contínuo e, portanto, a presença deve ser obrigatória e ativa.
Mostrar más

26 Lee mas

Avaliação Formativa na Educação Física Escolar: possibilidades e aproximações apresentadas no Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte (CONBRACE) 2017

Avaliação Formativa na Educação Física Escolar: possibilidades e aproximações apresentadas no Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte (CONBRACE) 2017

Desta chuva de questionamentos nasceu o interesse nesta pesquisa. Inicialmente, junto aos meus orientadores Clarice Carolina Ortiz de Camargo e Tiago Alves Soares, optamos por determinar como o objetivo deste trabalho, identificar pesquisas já existentes referentes à Avaliação Formativa dentro da Educação Física Escolar. Para isso, optamos em identifica-los a partir de um congresso importante e relevante da Educação Física no Brasil. Escolhemos o CONBRACE 2017 (Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte) por este ser um Congresso que já apresenta a sua 20ª edição, com intervalo de edições de apenas 2 anos, fazendo com que as pesquisas se mantenham atuais e relevantes dentro do contexto educacional do país, além de divulgar em seus anais uma vasta variedade de trabalhos apresentados no contexto da educação física escolar.
Mostrar más

26 Lee mas

Das conceções às práticas de avaliação formativa no 1.º ciclo do ensino básico

Das conceções às práticas de avaliação formativa no 1.º ciclo do ensino básico

Neste sentido, a avaliação formativa, enunciada como a visão da aprendizagem anterior permite ao professor identificar as dificuldades dos alunos para cada conteúdo e refletir sobre a sua ação pedagógica, modificando/adaptando as estratégias de ensino implementadas e contribuindo, desta forma, para uma melhoria do processo de ensino- aprendizagem. Como refere Ribeiro (1993), esta modalidade de avaliação “pretende ajuizar o progresso realizado pelo aluno no final da unidade de aprendizagem, no sentido de aferir resultados já recolhidos por avaliações de tipo formativo e obter indicadores que permitam aperfeiçoar o processo de ensino” (p. 9). Deste modo, é possível realizar um balanço final, “a uma visão de conjunto relativamente a um todo sobre o que, até aí, só haviam sido feitos juízos parcelares” (Ribeiro, 1993, p. 9). Com base nos resultados obtidos, posteriormente, o professor poderá proceder à análise reflexiva dos mesmos para cada disciplina e de modo mais articulado entre as mesmas, com vista a definição de novas estratégias de ação e na orientação do trabalho a desenvolver.
Mostrar más

400 Lee mas

Práticas de avaliação formativa : perspetivas de professores do 2º ciclo do ensino básico

Práticas de avaliação formativa : perspetivas de professores do 2º ciclo do ensino básico

Com relação ao segundo objetivo, os respondentes reconhecem que a prática da avaliação formativa traz benefícios que facilitam sua prática, como conhecer melhor o aluno por meio de um acompanhamento permanente, através da participação, observação e interação entre professor e aluno, tornando assim um aprendizado mais significativo. Estes respondentes também associam o ambiente favorável como um facilitador da prática da avaliação formativa, por meio do envolvimento dos intervenientes, comportamento dos alunos e as turmas reduzidas. Por outro lado, os constrangimentos que dificultam a realização da avaliação formativa são os mais variados possíveis. Dessa forma, surge como justificação para ausências de avaliação formativa em suas práticas: o número de horas letivas, à extensão do programa, o elevado número de alunos, e a ausência de condições de trabalho, nomeadamente carências de materiais pedagógicos.
Mostrar más

122 Lee mas

Avaliação formativa em um curso introdutório de Mecânica clássica: um estudo de caso

Avaliação formativa em um curso introdutório de Mecânica clássica: um estudo de caso

Distribui e regula adequadamente o ritmo da aprendizagem; enfatiza os objetivos e conteúdos mais relevantes; detecta as deficiências, erros, acertos e falhas que os estudantes apresentam em suas aprendizagens; delimita os fatores causais diretos e indiretos que influem ou condicionam a aprendizagem do estudante; mantém um constante seguimento sobre os procedimentos e instrumentos de avaliação formativa e sobre as correções implementadas a fim de verificar sua eficiência na detecção e superação das falhas; fornece oportunidades de maior êxito a aqueles participantes que tem entrado no processo de ensino e aprendizagem com um nível de conhecimentos superiores ao restante do grupo. (Ruiz, 2000).
Mostrar más

18 Lee mas

A implementação da avaliação formativa e sumativa no ensino da educação física

A implementação da avaliação formativa e sumativa no ensino da educação física

No entanto, o facto de serem ou não capazes de classificar sem o momento da avaliação sumativa, não se relaciona com a prática de avaliação formativa nem com a importância da avaliação formativa, pois p>0.05. Além disso, verifica-se que os professores da área das ciências, que em maior número referiram não ser capazes de classificar sem o momento de avaliação sumativa, foram os que alcançaram posteriormente as maiores médias relativamente à prática de avaliação formativa e à importância da avaliação formativa. Estes resultados foram obtidos independentemente de terem respondido afirmativa ou negativamente às questões sobre a capacidade de classificar os alunos com a avaliação formativa e sobre a formação de que foram alvo para os habilitar a dar respostas às necessidades dos alunos, à imagem do que postulam os estudos realizados a nível Europeu ( ALEXANDER, 2001 ; CHEN et al., 2012;
Mostrar más

11 Lee mas

A avaliação formativa na expressão escrita em língua espanhola

A avaliação formativa na expressão escrita em língua espanhola

53 Relativamente ao questionário de autoavaliação, já foi referido que esta modalidade de avaliação constitui uma ajuda poderosa para melhorar o trabalho em contexto de sala de aula, sendo que se trata de um processo que permite aos alunos obter um julgamento sobre a qualidade da execução do seu trabalho e das suas aquisições. Neste enquadramento desenhou- se um questionário de autoavaliação, que considerei fundamental analisar para perceber a consciência que os alunos tomaram de todo o seu processo de aprendizagem. Este questionário foi preenchido por 13 alunos da turma, sendo que três dos discentes não estiveram presentes no momento do seu preenchimento. Pretendeu-se neste momento recolher informações para responder de uma forma mais fiável às duas últimas questões de investigação: Qual a consciência que os alunos têm das suas dificuldades / erros no âmbito da comunicação escrita? E qual o papel da avaliação formativa na consolidação da competência comunicativa?, dando desta forma cumprimento ao quarto objetivo delineado: avaliar o impacto da avaliação formativa no desenvolvimento das competências escritas dos alunos.
Mostrar más

83 Lee mas

Impasses e desafios para uma avaliação formativa em Programas de Pós-graduação

Impasses e desafios para uma avaliação formativa em Programas de Pós-graduação

Bem, não temos respostas a essas difíceis questões. Talvez narrando essas questões e problematizando-as na parte descritiva da Plataforma Sucupira, mais do que apresentando apenas o que a Plataforma requer, possamos propiciar um encontro que produza efeitos de avaliação formativa neste novo quadriênio (2017- 2020). Talvez consigamos, narrando, cantando, descrevendo, fotografando, questionando, compondo, criar encontros que propiciem sensibilidades éticas, políticas e estéticas na avaliação de Programas de Pós-Graduação em Educação. Talvez assim consigamos divinar, também, na Sucupira e traduzir os 15% atualmente atribuídos na ficha de avaliação à Inserção Social em um maior peso para Programas que fazem diferença em suas comunidades. Para além da internacionalização... divinalização, é isso que propomos como Avaliação Formativa na Pós-Graduação.
Mostrar más

11 Lee mas

La evaluación formativa en el desempeño de los estudiantes

La evaluación formativa en el desempeño de los estudiantes

No mundo da educação se tem fatores coadjuvantes que determinam a eficácia ou ineficácia dos processos formativos da avaliação das aprendizagens. Um deles o constitui o elevado número de estudantes por sala de aula. O presente artigo analisa as necessidades e interesses de estudantes e professores através dum inquérito, com o objetivo de criar consciência nos docentes da importância da avaliação formativa como meio para elevar a qualidade de desempenho dos estudantes e a dificuldade que existe se forem aplicados os processos, quando o número de estudantes excede ao permitido pedagogicamente. Os resultados da pesquisa vão permitir orientar técnicas e estratégias de aprendizagem que garantam a autonomia na construção e consolidação do conhecimento, capaz de limitar as interferências produzidas por agentes externos o detratores, que impedem a aprendizagem significativa.
Mostrar más

16 Lee mas

Vista de Uma Experiência de Avaliação da Aprendizagem na Educação a Distância. O Diálogo entre Avaliação Somativa e Formativa
							| REICE. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación

Vista de Uma Experiência de Avaliação da Aprendizagem na Educação a Distância. O Diálogo entre Avaliação Somativa e Formativa | REICE. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación

Bonniol y Vial (2001) apontam três concepções de avaliação: a avaliação como medida; a avaliação como gestão; e a avaliação como problemática do sentido, distinguindo em cada uma delas as funções somativa e formativa, que vale repetir que não se contrapõem. A primeira responde à demanda institucional de verificação de nível de construção conceitual e a segunda responde às exigências de desenvolvimento das aptidões nas aprendizagens. A avaliação formativa centra-se essencialmente, de forma imediata e direta, na gestão das aprendizagens dos alunos. Segundo os autores, dessa forma, ela situa-se na perspectiva de uma regulação assumida pelo professor, “cuja tarefa será calcular, ao mesmo tempo, o caminho já percorrido por cada um e o que resta a percorrer, a fim de intervir e otimizar o processo de aprendizagem em curso” (p.237).
Mostrar más

17 Lee mas

La evaluación formativa en la argumentación escrita

La evaluación formativa en la argumentación escrita

elaboración de un texto?”, en un 50% manifiestan que “no están de acuerdo que los compañeros los evalúen porque ellos solo ven el error y no son objetivos” (FP10, FP8, FP6). Una de las ventajas de la investigación acción es la de reflexionar frente a la práctica pedagógica y permitir rediseñar estrategias para lograr que este proceso se lleve a cabo. El implementar la coevaluación en la evaluación formativa de los aprendizajes de la argumentación escrita es una estrategia que requiere de un trabajo mediado por los criterios de evaluación para valorar los trabajos, en este caso, ensayos donde ellos escogieron su tema. El trabajo colaborativo al principio se vio como algo violento (Ahumada, Diario de campo. 09/03/2017) porque no se asumió la corrección como un elemento de mejora. López (2013) afirma que no es un proceso fácil de realizar y debe ser enseñado. En una clase, los estudiantes entregaban su escrito y lo compartían con un compañero, pero ellos aún no sabían que había unos criterios de evaluación, que su compañero leía el texto y lo revisaba empleando una rúbrica, un estudiante desconocía el proceso y antes de entregarlo uno de sus compañeros le hizo una sugerencia y su actitud demostró rechazo por los comentarios. situación que se describe a continuación:
Mostrar más

124 Lee mas

Criterios de una evaluación formativa

Criterios de una evaluación formativa

“La evaluación formativa pone el acento en la regulación de las actitudes pedagógicas y, por lo tanto, se interesa fundamentalmente más en los procedimientos de las tareas que en los resultados (San Martí, 2000:). En resumen la evaluación formativa persigue los siguientes objetivos: La regulación pedagógica, la gestión de los errores y la consolidación de los éxitos” (Arias, 2008, p. 2). Es aquella que ayuda al profesor a conocer, analizar y juzgar de qué manera se está produciendo el aprendizaje con el fin de tomar medidas que sirvan para favorecer el progreso del estudiante.
Mostrar más

19 Lee mas

Evaluación formativa en el aprendizaje

Evaluación formativa en el aprendizaje

López (2009), modelo de evaluación continua formativa- reguladora administrativa y entrenamiento continuo con soporte de medios mixtos sostenido por una etapa virtual. Universidad Politécnica de Cataluña. Barcelona, España. Necesitamos desarrollar un modelo de evaluación que favorezca el aprendizaje autosuficiente y mejore el comportamiento del suplente, teniendo en cuenta la hipótesis constructivista y la estrategia dinámica de participación, con 74 estudiantes. Percibir que la evaluación consistente y el aporte separado, mejoran las perspectivas, de esta manera, propone una evaluación; Continuo, de desarrollo, preparación, administrativo y guiado con la utilización de una etapa virtual.
Mostrar más

44 Lee mas

PROPOSTA FORMATIVA ONLINE

PROPOSTA FORMATIVA ONLINE

Aquest mètode ens permet tenir un percentatge de finalització dels cursos d ’ un 98% de tots els alumnes que s’apunten a un curs online de l’Escola Efa... A partir de 15 alumnes podem[r]

15 Lee mas

CONVOCATORIA DE ACTIVIDAD FORMATIVA

CONVOCATORIA DE ACTIVIDAD FORMATIVA

l) Los programas informáticos como herramienta formativa: - Programas de iniciación: “El Pequeño Fritz (Partes 1 y 2) - Programas de consulta y de estudio: “CHESSBASE 12” - Programas de entrenamiento: “Fritz”, “Houdini”, etc. m) Valoraciones. Bibliografía y textos de consulta.

6 Lee mas

PROPUESTA DE ACCIÓN FORMATIVA

PROPUESTA DE ACCIÓN FORMATIVA

- Dominar los aspectos básicos relacionados con las estructuras estáticas de datos (tablas), tales como conceptos básicos relacionados, clasificación de tablas y operaciones con tablas.[r]

6 Lee mas

DENOMINACIÓN ACCIÓN FORMATIVA

DENOMINACIÓN ACCIÓN FORMATIVA

La acción formativa se desarrolla a través de la plataforma de teleformación Campus Fundación, desarrollada bajo tecnología Blackboard Learn, que cuenta con un amplio abanico de servicios y herramientas que permiten que el proceso de aprendizaje sea dinámico e interactivo.

11 Lee mas

DENOMINACIÓN ACCIÓN FORMATIVA

DENOMINACIÓN ACCIÓN FORMATIVA

A través de CLIP Obra Lineal el alumno adquirirá los conocimientos y habilidades necesarias para el dominio práctico de utilización del programa en las actividades profesionales que in[r]

10 Lee mas

Show all 3784 documents...