escola pública

Top PDF escola pública:

POLÍTICAS DE OFERTA DA ESCOLA PÚBLICA BRASILEIRA E O ACESSO À EDUCAÇÃO PARA PESSOAS IDOSAS

POLÍTICAS DE OFERTA DA ESCOLA PÚBLICA BRASILEIRA E O ACESSO À EDUCAÇÃO PARA PESSOAS IDOSAS

Nesse trabalho apresentamos um estudo feito no componente curricular "Políticas Públicas Educacionais no Contexto Brasileiro", durante o primeiro semestre de 2017, no Curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Federal do Pampa - Campus Bagé, sobre a temática da oferta da escola pública e o acesso à educação a partir de referenciais teóricos, entre eles Lombardi, Saviani e Nascimento (2005) e Bica (20013), onde são analisados documentos como o Primeiro Regulamento da Instrução Pública no Rio Grande do Sul e o Relatório Intendencial de 1914, que apresentam dados quantitativos e qualitativos acerca do processo histórico de escolarização em nosso país e, particularmente, no Estado e no Município de Bagé (RS). Com esse trabalho, objetivamos conhecer e estudar as políticas de oferta da educação pública brasileira e as reais condições de acesso à escolarização no contexto local, por entender que o direito à educação deve ser garantido a todos/as cidadãos e cidadãs. Assim, realizamos um Estudo Bibliográfico sobre essa temática e entrevistas com 46 pessoas nascidas entre 1937-1947 e que estão asiladas numa instituição de idosos neste município, acerca de suas experiências de vida no que tange ao acesso a escolarização. As políticas nacionais de oferta da escola pública expressas nas Constituições Federais de 1934 e de 1937, tornou a educação um direito de todos brasileiros e dever do Estado, mediante a obrigatoriedade do ensino primário. Anteriormente, o Ato n. 295 de 8 de maio de 1925 que estabeleceu o Regulamento das Escolas Municipais já tinha como objetivo unificar e controlar a educação primária pública no município de Bagé. Porém, no Trabalho de Campo podemos perceber que, mesmo com o Ato de 1925, metade das pessoas entrevistadas não tiveram acesso à educação pública e os que tiveram não concluíram seus estudos. Assim, entendemos que as políticas educacionais de acesso à escola pública não se efetivaram plenamente naquele período histórico no contexto dos municípios, principalmente no Estado do Rio Grande do Sul. A pesquisa indicou a falta da garantia de acesso à educação escolar para pessoas nascidas nesse período. Desse modo, ressaltamos a importância de políticas públicas educacionais que garantam o efetivo acesso à escolarização às pessoas que não a frequentaram em idade apropriada, conforme previsto na atual Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei n. 9.394 de 1996, mediante a modalidade da Educação de Jovens e Adultos.
Mostrar más

7 Lee mas

Os Ciclos de Formação e Desenvolvimento Humano e a realidade da Educação Física na escola pública

Os Ciclos de Formação e Desenvolvimento Humano e a realidade da Educação Física na escola pública

Esta pesquisa objetivou compreender a realidade da organização escolar estruturada em Ciclos de Formação e Desenvolvimento Humano, a partir do olhar dos professores de educação física que atuam na escola pública. Como objetivo específico procurou investigar as mudanças que ocorreram a partir da implantação do novo modelo e quais as consequências pedagógicas para o ensino da educação física na escola. A pesquisa fundamentou-se no método da pesquisa-ação e do trabalho coletivo, mediado por diálogos e reflexões com os professores/as de Educação Física onde se procurou identificar as problemáticas, os conceitos, as concepções, as formas de avaliação educativa e os posicionamentos dos professores acerca do novo modelo escolar. Os resultados das análises possibilitaram identificar os elementos mais recorrentes relacionados aos problemas e estrangulamentos dos ciclos e as ações propositivas acerca da qualidade da prática da educação física nos ciclos de escolarização. De forma geral, pode se afirmar que os Ciclos de Desenvolvimento promovem avanços sobre o processo de escolarização e que a educação física apresenta contribuições significativas no processo de aprendizagem, principalmente em razão do trabalho coletivo. Foi possível constatar que o modelo seriado permanece enraizado nas práticas dos professores no cotidiano da escola, sustentado pela resistência à mudança, pela não compreensão do modelo de ciclos e pela dificuldade de ir contra a lógica hegemônica do modelo da escola capitalista.
Mostrar más

9 Lee mas

EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL COM ADOLESCENTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE ITAQUI RS

EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL COM ADOLESCENTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE ITAQUI RS

Em frente deste cenário, o excesso de peso torna-se uma prioridade para o campo de políticas públicas, especialmente para a área de alimentação e nutrição, fortalecendo a urgência de se adotar estratégias de EAN tendo como público alvo estes indivíduos, onde neste caso, a escola torna-se um dos canais mais efetivos para a realização destas atividades ( YANG, et al., 2015; ARAÚJO, et al., 2017).

7 Lee mas

Os sentidos da escola pública para jovens pobres da cidade do Recife

Os sentidos da escola pública para jovens pobres da cidade do Recife

As situações de escrita das cartas a ser elaboradas compreenderam o uso de estímulos artísticos. Para a carta 1, sobre a escola real, aquela que os alunos tinham como realidade imediata, utilizamos o filme Escritores da Liberdade, que conta a história de jovens em condição de risco psicossocial, que viviam no limite da vida, com seus problemas de ordem social e econômica, seus conflitos étnicos e raciais, mas que superaram suas dificuldades, quando receberam atenção diferenciada de uma docente que atentou para suas necessidades, deu-lhes voz e atenção, além de trabalhar sua disciplina de maneira mais significativa, inovando em sua abordagem didática, dialogando com a realidade dos jovens. Para esse momento, utilizamos a sala de vídeo da escola, onde a princípio tivemos um pouco de dificuldade, devido às condições precárias do espaço, pois nem pilhas havia no controle remoto, e tivemos de providenciá-las. A sala estava suja e mal arejada, situação que levou os alunos a reclamar bastante. Todos assistiram ao filme até o fim, e essa atividade foi acompanhada pela docente de Língua Portuguesa, que nos cedeu o tempo de sua aula.
Mostrar más

12 Lee mas

JOGO DE XADREZ COMO INSTRUMENTO DE ENSINO: ATIVIDADE EM ESCOLA PÚBLICA DE SÃO GABRIEL RS

JOGO DE XADREZ COMO INSTRUMENTO DE ENSINO: ATIVIDADE EM ESCOLA PÚBLICA DE SÃO GABRIEL RS

Quando perguntados sobre a opinião deles sobre as atividades do projeto, GRV DOXQRV UHVSRQGHUDP TXH DV DWLYLGDGHV IRUDP ³momentos de diversão onde eles adquiriram conhecimento e melhoria no seu desenvolvimento em sala de aula´. Outra justificativa para este comportamento receptivo ao jogo de xadrez pelos alunos reside no fato deste conteúdo ser, acima de tudo, um jogo. Isto, certamente, aproxima esta atividade do contexto do lazer e das atividades lúdicas, mesmo que seja oferecida dentro da escola.

7 Lee mas

MICROBIOLOGIA VAI À ESCOLA: PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA APLICADO EM UMA ESCOLA PÚBLICA DE URUGUAIANA RS

MICROBIOLOGIA VAI À ESCOLA: PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA APLICADO EM UMA ESCOLA PÚBLICA DE URUGUAIANA RS

Levando em consideração fatores como a idade dos alunos e a falta de materiais e/ou equipamento que viabilizem atividades práticas na escola, concluímos que o projeto de extensão possibilitou através da metodologia utilizada, que noções de microbiologia fossem inseridas no cotidiano das crianças de uma escola pública, de forma lúdica e atrativa, contribuindo com a expansão dos seus conhecimentos, estimulando sua curiosidade sobre o tema, trazendo formas de prevenir doenças e principalmente desconstruindo a ideia de que todos os micro-organismos são causadores de doenças e reconstruindo uma nova ideia, incluindo a ampla diversidade de micro-organismos com funções benéficas.
Mostrar más

7 Lee mas

INOVAÇÃO PEDAGÓGICA PRESENTE NO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE URUGUAIANA RS

INOVAÇÃO PEDAGÓGICA PRESENTE NO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE URUGUAIANA RS

Tendo em vista a inovação pedagógica no sentido emancipador o presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de observar o projeto político-pedagógico de uma escola da periferia de Uruguaiana-RS, a fim de identificar os aspectos da inovação pedagógica no documento. Usando uma análise com roteiro pré- estabelecido como primeiro momento, foi possível destacar e relacionar os aspectos identificados no projeto político-pedagógico da escola. Foi visível a criticidade da equipe diretiva e dos professores na construção do documento, que contou com a participação dos alunos e da comunidade também, visto que a análise apontou o PPP da escola como contemplador de todos os tópicos levantados no roteiro. Com base no referencial teórico Mello e Salomão de Freitas (2017) e Veiga (2003), o PPP analisado foi percebido como um documento no sentido emancipatório, visto que o mesmo valoriza e incentiva a gestão democrática, assim como a construção do saber da comunidade escolar como um todo. Ser inovador não significa necessariamente sugerir coisas nunca pensadas antes, mas adaptar conhecimentos comuns e desenvolvê-los de maneiras diferenciadas, sendo que pequenos aspectos na construção e vivência do projeto político-pedagógico confirmam seu caráter inovador e sua intencionalidade de continuamente buscar o melhor para seus alunos, gestores e demais segmentos da comunidade escolar.
Mostrar más

5 Lee mas

EDUCAÇÃO NUTRICIONAL SOBRE CONSUMO ALIMENTAR DE FERRO PARA ESTUDANTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE ITAQUI/RS

EDUCAÇÃO NUTRICIONAL SOBRE CONSUMO ALIMENTAR DE FERRO PARA ESTUDANTES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE ITAQUI/RS

Em relação à pergunta sobre vitamina C, apenas 02 estudantes (10%) referiram a laranja como fruta rica nessa vitamina. Isso demonstra que os estudantes possuem pouco conhecimento sobre os alimentos in natura, talvez seja pela menor oferta em casa ou na escola, ou menor divulgação pela mídia, ao contrário do que ocorre com os alimentos industrializados. Esse resultado reforça a importância da intervenção do nutricionista na escola.

6 Lee mas

MICROBIOLOGIA VAI À ESCOLA: ABORDAGEM DO CONHECIMENTO EM ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE URUGUAIANA

MICROBIOLOGIA VAI À ESCOLA: ABORDAGEM DO CONHECIMENTO EM ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE URUGUAIANA

Considerando que os alunos possam ou devem relacionar o seu dia a dia com as aulas práticas em estudo, estes precisam compreender a sua relação cotidiana como privilégio de capacitá-los para a adoção de atitudes e hábitos que favoreçam uma vida saudável, percebendo a higiene corporal como fator indispensável para a manutenção do estado dinâmico do corpo a saúde. Além disso, é elemento fundamental para o relacionamento social onde a prática diária de hábitos saudáveis evita doenças e, portanto, contribui para a prevenção da saúde (PEREIRA; TERÁN, 2007; DUARTE ET AL., 2011). Diante disto, o objetivo desse projeto foi abordar conceitos microbiológicos junto a alunos de uma escola do ensino médio do município de Uruguaiana.
Mostrar más

6 Lee mas

Ações afirmativas na educação superior brasileira: os desafios da inclusão/exclusão

Ações afirmativas na educação superior brasileira: os desafios da inclusão/exclusão

Assim, a discussão sobre a permanência será desenvolvida a partir dos dados obtidos por meio de questionários aplicados aos estudantes dos cursos que em 2009/01 mobilizaram maior e menor número de cotas. O questionário foi aplicado no ano de 2012 a 202 estudantes de 11 cursos da universidade, portanto quando cursavam o oitavo período de seus cursos. Participaram estudantes que ingressaram pelo Sistema Universal (160 estudantes) e pelo Programa UFGInclui (42 estudantes). Desses, 54,8% ingressou pela reserva de vaga para escola pública, 40,5% pela reserva para negro oriundo de escola pública e 2,4% para índios ou quilombolas.
Mostrar más

15 Lee mas

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO SOBRE INTERDISCIPLINARIDADE COMO MECANISMO DE INOVAÇÃO NO FAZER PEDAGÓGICO DE PROFESSORES EM BAGÉ   RS

ANÁLISE DA PERCEPÇÃO SOBRE INTERDISCIPLINARIDADE COMO MECANISMO DE INOVAÇÃO NO FAZER PEDAGÓGICO DE PROFESSORES EM BAGÉ RS

Os elementos pedagógicos que favoreceram a realização de práticas interdisciplinares e inovadoras no contexto escolar estão relacionados com: abertura de espaço maior por parte da gestão escolar para ouvir os professores, oferta de tempo de planejamento coletivo, oferta de uma formação continuada com a temática da interdisciplinaridade na escola, ampliação dos espaços de discussão sobre as propostas integradoras como meio para se chegar a uma ação de intervenção de cunho interdisciplinar.

7 Lee mas

PET NA ESCOLA: trabalhando a diversidade escolar em contexto de ataque a educação pública

PET NA ESCOLA: trabalhando a diversidade escolar em contexto de ataque a educação pública

Em 2017, voltamos a pensar em rea- lizar mais uma edição do PET na escola, co- meçamos a pensar nessa atividade em julho e as atividades foram realizadas em outubro. Dessa vez a escolha da escola foi de uma ma- neira diferente, a tutora pediu para que pro- curássemos uma escola que se localizasse em uma região periférica de Foz do Iguaçu e que ainda não tivesse tido nenhum contato com a UNILA.

10 Lee mas

TítuloEugenio Montero Ríos: o xurisconsulto e o político na Compostela do seu tempo

TítuloEugenio Montero Ríos: o xurisconsulto e o político na Compostela do seu tempo

- A transformación urbanística que se desenvolve coa promoción e concesión daquelas construcións civís executadas baixo o “manto protector” de Montero, tal como é o caso, entre outras, da liña de ferrocarril Cornes-Carril, a ampliación e reforma do edificio da Universidade, a Escola de Veterinaria, a Facultade de Medicina e Hospital Clínico, o Colexio de Xordomudos e Cegos, ademais da promoción da Exposición Rexional Galega (1909).

57 Lee mas

APROXIMANDO A NEUROCIÊNCIA DA ESCOLA PARA MELHORAR A DIFUSÃO DE CONHECIMENTOS ACERCA DO CÉREBRO

APROXIMANDO A NEUROCIÊNCIA DA ESCOLA PARA MELHORAR A DIFUSÃO DE CONHECIMENTOS ACERCA DO CÉREBRO

Assim, a neurociência encontra-se cada vez mais presente no dia a dia das pessoas, mesmo fora do meio acadêmico (FILIPIN et al., 2016). Considerando esta realidade, o objetivo deste trabalho foi divulgar a neurociência para instrumentalizar os alunos e professores de uma escola pública do município de Uruguaiana ± RS com conhecimentos acerca do funcionamento do cérebro e do Sistema Nervoso (SN) DWUDYpV GH Do}HV GHQRPLQDGDV ³Neuroblitzes ´

6 Lee mas

Compromís Ciutadà per la Sostenibilitat 2012-2022 : per una Barcelona més equitativa, pròspera i autosuficient

Compromís Ciutadà per la Sostenibilitat 2012-2022 : per una Barcelona més equitativa, pròspera i autosuficient

SCCL; ESCOLA MALLORCA; ESCOLA MARE DE DÉU DE MONTSERRAT; ESCOLA MARE DE DÉU DEL COLL; ESCOLA MARE NOSTRUM; ESCOLA MARILLAC; ESCOLA MARINADA; ESCOLA MAS CASA- NOVAS; ESCOLA MENÉNDEZ PIDAL; ESCOLA MERCÈ RODOREDA; ESCOLA MESTRE ENRIC GIBERT I CAMINS; ESCOLA MESTRE MORERA; ESCOLA MIQUEL BLEACH; ESCOLA MIRALLETES; ESCOLA MONTSENY; ESCOLA MOSSÈN JACINT VERDAGUER; ESCOLA N-2 DE PRÀCTIQUES; ESCOLA NABÍ; ESCOLA NAUSICA; ESCOLA NEN DÉU; ESCOLA NOSTRA SENYORA DE LURDES; ESCOLA OAK HOUSE; ESCOLA OCTAVIO PAZ; ESCOLA ORLANDAI; ESCOLA OSCUS; ESCOLA PARC DE LA CIUTA- DELLA; ESCOLA PARC DEL GUINARDÓ; ESCOLA PARE POVEDA; ESCOLA PATRONAT DOMÈNECH; ESCOLA PATUFET; ESCOLA PAU CASALS - GRÀCIA; ESCOLA PAU CASALS - HORTA; ESCOLA PAU ROMEVA; ESCOLA PAU VILA; ESCOLA PEGASO; ESCOLA PERE IV; ESCOLA PERE VILA; ESCOLA PIA DE SANT ANTONI; ESCOLA PIA DE SARRIÀ-CALASSANÇ; ESCOLA PIA NOSTRA SENYORA; ESCOLA PIT-ROIG; ESCOLA POETA FOIX; ESCOLA POMPEU FABRA; ESCOLA PROA; ESCOLA PROSPERITAT; ESCOLA PROVENÇALS; ESCOLA PROVIDENCIA DEL CORAZÓN DE JESÚS; ESCOLA RAMBLETA DEL CLOT; ESCOLA RAMON BERENGUER III; ESCOLA RAMON CASAS; ESCOLA RAMON LLULL; ESCOLA RAMON Y CAJAL; ESCOLA REINA VIOLANT; ESCOLA RIUS I TAULET; ESCOLA SADAKO; ESCOLA SAGRADA FAMÍLIA - EIXAMPLE; ESCOLA SAGRADA FAMÍLIA - GRÀCIA; ESCOLA SAGRADA FAMÍ- LIA - HORTA; ESCOLA SANT ANTONI MARIA CLARET; ESCOLA SANT FELIP NERI; ESCOLA SANT FRANCESC D’ASSÍS; ESCOLA SANT GREGORI; ESCOLA SANT JOAN BAPTISTA; ESCOLA SANT JOR- DI; ESCOLA SANT JOSEP ORIOL - EIXAMPLE; ESCOLA SANT JOSEP ORIOL; ESCOLA SANT MARC DE SARRIÀ; ESCOLA SANT MARTÍ; ESCOLA SANTA ANNA; ESCOLA SANTA MARIA DELS APÒSTOLS; ESCOLA SANTA TERESA DE LISIEUX; ESCOLA SEAT; ESCOLA SHALOM; ESCOLA SOLC; ESCOLA SPLAI; ESCOLA SÚNION; ESCOLA SUPERIOR DE DISSENY I D’ART LLOTJA; ESCOLA TÀBER; ESCOLA TABOR; ESCOLA TAXONERA; ESCOLA THAU BARCELONA; ESCOLA TIBIDABO; ESCOLA TIMBALER DEL BRUC; ESCOLA TOMÀS MORO; ESCOLA TORRENT D’EN MELIS; ESCOLA TORRENT DE CAN CA- RABASSA; ESCOLA TRES PINS; ESCOLA TRESFONTS; ESCOLA TURÓ BLAU; ESCOLA TURÓ DEL CAR- GOL; ESCOLA VEDRUNA-ÀNGELS; ESCOLA VEDRUNA-GRÀCIA; ESCOLA VÍCTOR CATALÀ; ESCOLA VILA OLÍMPICA; ESCOLA VIROLAI; ESCOLA VIRREI AMAT; ESCOLA ZÜRICH; ESCOLTES CATALANS; ESPAI AMBIENTAL, SCCL; ESPAI BOISÀ; ESPAI D’INCLUSIÓ I FORMACIÓ CASC ANTIC; ESPAI FAMI- LIAR ERASME JANER / RAVAL; ESPAI FAMILIAR I CENTRE OBERT MUNICIPAL SANT MARTÍ; ESPAI JOVE LA FONTANA; ESPLAI XIC; ESPLAIS CATALANS (ESPLAC); ESTEVE QUÍMICA, SA; EURYBIA ASSOCIACIÓ PER AL FOMENT DEL MEDI MARÍ;
Mostrar más

44 Lee mas

Citizen commitment to sustainability 2012-2022 : for a more equitable, prosperous and self-sufficient Barcelona

Citizen commitment to sustainability 2012-2022 : for a more equitable, prosperous and self-sufficient Barcelona

TEATRAL; EL PORTELL ASSOCIACIÓ PEL DESENVOLUPAMENT DE NOUS PROJECTES.; EL TINTER - ARTS GRÀFIQUES EDICIONS I PRODUCCIONS, SAL; ELEKTRON ECO-CAR, SCP; ELISAVA ESCOLA SUPERIOR DE DISSENY (UPF); EMPRENDE ESTRATEGIA Y TECNOLOGÍA, SL; ENERGIEHAUS, SCP; ENPRENSA COMUNICACIÓ (COLLADO SERRA COMUNICACIÓ, SL); ERF ESTUDI RAMON FOLCH - GESTIÓ I COMUNICACIÓ AMBIENTAL, SL; ESCOLA ACÀCIES; ESCOLA ACIS ARTUR MARTORELL; ESCOLA ÀGORA; ESCOLA AIGUAMARINA; ESCOLA ALEXANDRE GALÍ; ESCOLA ÀNGELS GARRIGA; ESCOLA ANTAVIANA; ESCOLA ANTONI BALMANYA; ESCOLA ANTONI BRUSI; ESCOLA ARC IRIS; ESCOLA ARRELS; ESCOLA AURÓ; ESCOLA AUSIÀS MARCH; ESCOLA BAIXERAS; ESCOLA BALDI- RI REIXAC; ESCOLA BALOO; ESCOLA BARCELONA; ESCOLA BÀRKENO; ESCOLA BARÓ DE VIVER; ESCOLA BARRUFET; ESCOLA BERNAT DE BOÏL; ESCOLA BETÀNIA-PATMOS; ESCOLA BOGATELL; ESCOLA BON PASTOR; ESCOLA BOSC DE MONTJUÏC; ESCOLA BRASIL; ESCOLA CALDERÓN DE LA BARCA; ESCOLA CAN CLOS; ESCOLA CAN FABRA; ESCOLA CARLES I; ESCOLA CARLIT; ESCOLA CA- SAS; ESCOLA CATALÒNIA; ESCOLA CERVANTES; ESCOLA CIUTAT COMTAL; ESCOLA CONCEPCIÓ ARENAL; ESCOLA CONGRÉS-INDIANS; ESCOLA COVES D’EN CIMANY; ESCOLA D’ART FLORAL DE CATALUNYA FUNDACIÓ; ESCOLA D’EE ASPACE; ESCOLA D’EE ASPASIM; ESCOLA D’EE BARCANO- VA; ESCOLA D’EE FÀSIA EIXAMPLE; ESCOLA D’EE FÀSIA SARRIÀ; ESCOLA D’EE GAVINA; ESCOLA D’EE LA SAGRERA; ESCOLA D’EE LEXIA; ESCOLA D’EE NADÍS; ESCOLA D’EE NOSTRA SENYORA DE MONTSERRAT; ESCOLA D’EE REL; ESCOLA D’EE TAIGA; ESCOLA DEL CLOT / JESUÏTES EDUCACIÓ; ESCOLA DEL MAR; ESCOLA DELS ENCANTS; ESCOLA DIPUTACIÓ; ESCOLA DOLORS MONSERDÀ- SANTAPAU; ESCOLA DOVELLA; ESCOLA DR. FERRAN I CLUA; ESCOLA DRASSANES; ESCOLA EDU- ARD MARQUINA; ESCOLA EL CARMEL; ESCOLA EL POLVORÍ; ESCOLA EL SAGRER; ESCOLA EL TURÓ; ESCOLA ELS ARCS; ESCOLA ELS HORTS; ESCOLA ELS LLORERS; ESCOLA ELS PINS; ESCOLA ELS XIPRERS; ESCOLA EMILI JUNCADELLA; ESCOLA ENRIC GRANADOS; ESCOLA ESTEL GUINAR- DÓ; ESCOLA ESTEL VALLSECA; ESCOLA EULÀLIA BOTA; ESCOLA FERRAN SUNYER
Mostrar más

40 Lee mas

Compromiso ciudadano por la sostenibilidad 2012-2022 : por una Barcelona más equitativa, próspera y autosuficiente

Compromiso ciudadano por la sostenibilidad 2012-2022 : por una Barcelona más equitativa, próspera y autosuficiente

TEATRAL; EL PORTELL ASSOCIACIÓ PEL DESENVOLUPAMENT DE NOUS PROJECTES.; EL TINTER - ARTS GRÀFIQUES EDICIONS I PRODUCCIONS, SAL; ELEKTRON ECO-CAR, SCP; ELISAVA ESCOLA SUPERIOR DE DISSENY (UPF); EMPRENDE ESTRATEGIA Y TECNOLOGÍA, SL; ENERGIEHAUS, SCP; ENPRENSA COMUNICACIÓ (COLLADO SERRA COMUNICACIÓ, SL); ERF ESTUDI RAMON FOLCH - GESTIÓ I COMUNICACIÓ AMBIENTAL, SL; ESCOLA ACÀCIES; ESCOLA ACIS ARTUR MARTORELL; ESCOLA ÀGORA; ESCOLA AIGUAMARINA; ESCOLA ALEXANDRE GALÍ; ESCOLA ÀNGELS GARRIGA; ESCOLA ANTAVIANA; ESCOLA ANTONI BALMANYA; ESCOLA ANTONI BRUSI; ESCOLA ARC IRIS; ESCOLA ARRELS; ESCOLA AURÓ; ESCOLA AUSIÀS MARCH; ESCOLA BAIXERAS; ESCOLA BALDI- RI REIXAC; ESCOLA BALOO; ESCOLA BARCELONA; ESCOLA BÀRKENO; ESCOLA BARÓ DE VIVER; ESCOLA BARRUFET; ESCOLA BERNAT DE BOÏL; ESCOLA BETÀNIA-PATMOS; ESCOLA BOGATELL; ESCOLA BON PASTOR; ESCOLA BOSC DE MONTJUÏC; ESCOLA BRASIL; ESCOLA CALDERÓN DE LA BARCA; ESCOLA CAN CLOS; ESCOLA CAN FABRA; ESCOLA CARLES I; ESCOLA CARLIT; ESCOLA CA- SAS; ESCOLA CATALÒNIA; ESCOLA CERVANTES; ESCOLA CIUTAT COMTAL; ESCOLA CONCEPCIÓ ARENAL; ESCOLA CONGRÉS-INDIANS; ESCOLA COVES D’EN CIMANY; ESCOLA D’ART FLORAL DE CATALUNYA FUNDACIÓ; ESCOLA D’EE ASPACE; ESCOLA D’EE ASPASIM; ESCOLA D’EE BARCANO- VA; ESCOLA D’EE FÀSIA EIXAMPLE; ESCOLA D’EE FÀSIA SARRIÀ; ESCOLA D’EE GAVINA; ESCOLA D’EE LA SAGRERA; ESCOLA D’EE LEXIA; ESCOLA D’EE NADÍS; ESCOLA D’EE NOSTRA SENYORA DE MONTSERRAT; ESCOLA D’EE REL; ESCOLA D’EE TAIGA; ESCOLA DEL CLOT / JESUÏTES EDUCACIÓ; ESCOLA DEL MAR; ESCOLA DELS ENCANTS; ESCOLA DIPUTACIÓ; ESCOLA DOLORS MONSERDÀ- SANTAPAU; ESCOLA DOVELLA; ESCOLA DR. FERRAN I CLUA; ESCOLA DRASSANES; ESCOLA EDU- ARD MARQUINA; ESCOLA EL CARMEL; ESCOLA EL POLVORÍ; ESCOLA EL SAGRER; ESCOLA EL TURÓ; ESCOLA ELS ARCS; ESCOLA ELS HORTS; ESCOLA ELS LLORERS; ESCOLA ELS PINS; ESCOLA ELS XIPRERS; ESCOLA EMILI JUNCADELLA; ESCOLA ENRIC GRANADOS; ESCOLA ESTEL GUINAR- DÓ; ESCOLA ESTEL VALLSECA; ESCOLA EULÀLIA BOTA; ESCOLA FERRAN SUNYER
Mostrar más

42 Lee mas

Compromís Ciutadà per la Sostenibilitat 2012-2022 [2a ed.]

Compromís Ciutadà per la Sostenibilitat 2012-2022 [2a ed.]

TEATRAL; EL PORTELL ASSOCIACIÓ PEL DESENVOLUPAMENT DE NOUS PROJECTES.; EL TINTER - ARTS GRÀFIQUES EDICIONS I PRODUCCIONS, SAL; ELEKTRON ECO-CAR, SCP; ELISAVA ESCOLA SUPERIOR DE DISSENY (UPF); EMPRENDE ESTRATEGIA Y TECNOLOGÍA, SL; ENERGIEHAUS, SCP; ENPRENSA COMUNICACIÓ (COLLADO SERRA COMUNICACIÓ, SL); ERF ESTUDI RAMON FOLCH - GESTIÓ I COMUNICACIÓ AMBIENTAL, SL; ESCOLA ACÀCIES; ESCOLA ACIS ARTUR MARTORELL; ESCOLA ÀGORA; ESCOLA AIGUAMARINA; ESCOLA ALEXANDRE GALÍ; ESCOLA ÀNGELS GARRIGA; ESCOLA ANTAVIANA; ESCOLA ANTONI BALMANYA; ESCOLA ANTONI BRUSI; ESCOLA ARC IRIS; ESCOLA ARRELS; ESCOLA AURÓ; ESCOLA AUSIÀS MARCH; ESCOLA BAIXERAS; ESCOLA BALDI- RI REIXAC; ESCOLA BALOO; ESCOLA BARCELONA; ESCOLA BÀRKENO; ESCOLA BARÓ DE VIVER; ESCOLA BARRUFET; ESCOLA BERNAT DE BOÏL; ESCOLA BETÀNIA-PATMOS; ESCOLA BOGATELL; ESCOLA BON PASTOR; ESCOLA BOSC DE MONTJUÏC; ESCOLA BRASIL; ESCOLA CALDERÓN DE LA BARCA; ESCOLA CAN CLOS; ESCOLA CAN FABRA; ESCOLA CARLES I; ESCOLA CARLIT; ESCOLA CA- SAS; ESCOLA CATALÒNIA; ESCOLA CERVANTES; ESCOLA CIUTAT COMTAL; ESCOLA CONCEPCIÓ ARENAL; ESCOLA CONGRÉS-INDIANS; ESCOLA COVES D’EN CIMANY; ESCOLA D’ART FLORAL DE CATALUNYA FUNDACIÓ; ESCOLA D’EE ASPACE; ESCOLA D’EE ASPASIM; ESCOLA D’EE BARCANO- VA; ESCOLA D’EE FÀSIA EIXAMPLE; ESCOLA D’EE FÀSIA SARRIÀ; ESCOLA D’EE GAVINA; ESCOLA D’EE LA SAGRERA; ESCOLA D’EE LEXIA; ESCOLA D’EE NADÍS; ESCOLA D’EE NOSTRA SENYORA DE MONTSERRAT; ESCOLA D’EE REL; ESCOLA D’EE TAIGA; ESCOLA DEL CLOT / JESUÏTES EDUCACIÓ; ESCOLA DEL MAR; ESCOLA DELS ENCANTS; ESCOLA DIPUTACIÓ; ESCOLA DOLORS MONSERDÀ- SANTAPAU; ESCOLA DOVELLA; ESCOLA DR. FERRAN I CLUA; ESCOLA DRASSANES; ESCOLA EDU- ARD MARQUINA; ESCOLA EL CARMEL; ESCOLA EL POLVORÍ; ESCOLA EL SAGRER; ESCOLA EL TURÓ; ESCOLA ELS ARCS; ESCOLA ELS HORTS; ESCOLA ELS LLORERS; ESCOLA ELS PINS; ESCOLA ELS XIPRERS; ESCOLA EMILI JUNCADELLA; ESCOLA ENRIC GRANADOS; ESCOLA ESTEL GUINAR- DÓ; ESCOLA ESTEL VALLSECA; ESCOLA EULÀLIA BOTA; ESCOLA FERRAN SUNYER
Mostrar más

23 Lee mas

Calidad y nuevas tecnologías como ejes del proceso de modernización de la Administración pública: el enfoque integrado de la Escola Galega de Administración Pública

Calidad y nuevas tecnologías como ejes del proceso de modernización de la Administración pública: el enfoque integrado de la Escola Galega de Administración Pública

El primer período, caracterizado por la promoción de herramientas de calidad en la gestión pública (normas ISO, EFQM, cartas de servicio, etc.), abarcaría los años 2005-2008. El segundo, que arrancaría con la aprobación de la Ley 11/2007, de 22 de junio, de acceso electrónico de los ciudadanos a los Servicios Públicos (LAECSP), mar- ca un nuevo hito al reconocer, por primera vez en nuestro ordenamiento, el derecho de la ciudadanía a relacionarse electrónicamente con la Administración: “Con la apro- bación de la LAECSP, se abre ahora una nueva oportunidad para una segunda genera- ción de normas de las Comunidades Autónomas que regulen la administración elec- trónica y que impulsen a través del derecho un proceso de transformación de las administraciones públicas autonómicas basado en el uso intensivo de los medios electrónicos que facilite una administración pública no sólo más eficaz, sino también más transparente, más participativa, más responsable y en red” (Cerrillo i Martínez, 2010: 52). Así, puede observarse que la apuesta por las TIC y el uso de los medios tele- máticos en la administración empieza a concebirse como un complemento de los ins- trumentos de calidad, es decir, como un medio que contribuye a reforzar la filosofía de la mejora continua 3 .
Mostrar más

31 Lee mas

Escola a prop

Escola a prop

Una Escola està formada per Aules, i en cada aula s'imparteixen Classes d'una Assignatura en una FranjaHoraria concreta i la realitza un Grup d'Alumnes, i aquest grup pertany a un Curs , p.ex: a l'aula 1 de la escola en concret es fa classe de matemàtiques a les 10 h de matí del dilluns, però també es fa classe de mates els dimecres a les 11 h i els divendres a les 12 h; per altre banda només es fa classe de gimnàstica els dimarts a les 11 h i es pot fer en un altre aula que també pertany a l'escola.

66 Lee mas

Show all 10000 documents...