Exposição ao ruído

Top PDF Exposição ao ruído:

ANÁLISE DA EXPOSIÇÃO AO RUÍDO NA INDÚSTRIA EXTRACTIVA FACE Á EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA

ANÁLISE DA EXPOSIÇÃO AO RUÍDO NA INDÚSTRIA EXTRACTIVA FACE Á EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA

A protecção dos trabalhadores contra os riscos decorrentes da exposição ao ruído no local de trabalho está contemplada na legislação Portuguesa, através do Decreto Lei nº 72/92 – Quadro geral de “Protecção dos trabalhadores contra os riscos devidos à exposição ao ruído durante o trabalho” e do Decreto Regulamentar nº 9/92 que regulamenta o anterior, onde é estabelecida uma metodologia a seguir na avaliação dos níveis de exposição ao ruído dos trabalhadores, bem como as implicações e obrigações resultantes, função dos valores encontrados.
Mostrar más

7 Lee mas

MEDIDAS DE REDUÇÃO DA EXPOSIÇÃO AO RUÍDO NO ÂMBITO DE PLANOS DE URBANIZAÇÃO E DE PORMENOR

MEDIDAS DE REDUÇÃO DA EXPOSIÇÃO AO RUÍDO NO ÂMBITO DE PLANOS DE URBANIZAÇÃO E DE PORMENOR

planeamento de novas áreas destinadas a usos sensíveis – habitações, escolas, hospitais e similares e espaços de lazer – implica, pois, medidas para assegurar a satisfação desses limites. Não basta apenas localizar convenientemente as novas áreas com base em mapas de ruído da situação existente. Com efeito, os novos usos criados geram ruído, em particular ruído de tráfego que não pode ser ignorado no ambiente urbano futuro que se planeia. É, assim, indispensável que os novos planos sejam acompanhados de um estudo de ruído que, com base em previsões da situação futura, oriente o planeamento e promova medidas que limitem suficientemente a exposição ao ruído dos edifícios e espaços destinados a usos sensíveis.
Mostrar más

12 Lee mas

Evolução da Exposição ao Ruído nos Locais de Trabalho na Indústria da Região de Lisboa e Vale do Tejo

Evolução da Exposição ao Ruído nos Locais de Trabalho na Indústria da Região de Lisboa e Vale do Tejo

Baseando-se em dados recolhidos ao longo dos últimos sete anos e ainda em estudos anteriormente apresentados o presente estudo pretende contribuir para uma apreciação da melhoria das condições de exposição ao ruído dos trabalhadores durante o trabalho. Este estudo circunscreve-se ao meio empresarial da região de Lisboa e Vale do Tejo, de que fazem parte os distritos de Lisboa, Leiria, Santarém e Setúbal.

8 Lee mas

45º CONGRESO ESPAÑOL DE ACÚSTICA 8º CONGRESO IBÉRICO DE ACÚSTICA EUROPEAN SYMPOSIUM ON SMART CITIES AND ENVIRONMENTAL ACOUSTICS

45º CONGRESO ESPAÑOL DE ACÚSTICA 8º CONGRESO IBÉRICO DE ACÚSTICA EUROPEAN SYMPOSIUM ON SMART CITIES AND ENVIRONMENTAL ACOUSTICS

Os ruídos urbanos estão cada vez mais presentes no nosso quotidiano. Apesar de nem darmos por isso, o ruído permeia o nosso dia-a-dia, invadindo residências, locais de trabalho, lazer, hospitais e escolas, podendo prejudicar as relações sociais, a comunicação, o comportamento, o rendimento escolar, a saúde, etc. Este estudo pretendeu verificar se o ruído ambiental a que os alunos dos cursos do 1º ciclo da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra estão expostos no seu dia- a-dia, cumpre os recomendados pela Organização Mundial de Saúde; e ainda a perceção dos indivíduos em relação à sua exposição ao ruído ambiental. Para isso Foram efetuadas medições de ruído, com recurso a um Dosímetro Analisador Modelo DC112, da marca Cesva Acoustic Instruments. Durante 24h, os sujeitos da amostra foram portadores deste instrumento bem como de um roadbook, no qual anotavam os locais onde estiveram, as atividades desenvolvidas, e a hora a que o faziam. Os sujeitos em estudo foram selecionados por uma amostragem do tipo não probabilística. A recolha de amostras envolveu a seleção, de entre toda a população, das pessoas mais acessíveis - Técnica de amostragem de conveniência. Aplicou-se um estudo do nível II do tipo descritivo-correlacional. O tipo de coorte foi fixa. O tratamento estatístico dos dados realizou-se com recurso ao software Statistical Package for Social Sciences (SPSS) versão 18 for Windows e ao programa Excel do Windows 2007. A interpretação dos testes estatísticos assentou numa base com nível de significância p=0,05 e com um intervalo de confiança de 95%. Verificou-se que os alunos estão expostos a níveis de ruído superiores aos recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) levando à incomodidade.
Mostrar más

41 Lee mas

45º CONGRESO ESPAÑOL DE ACÚSTICA 8º CONGRESO IBÉRICO DE ACÚSTICA EUROPEAN SYMPOSIUM ON SMART CITIES AND ENVIRONMENTAL ACOUSTICS

45º CONGRESO ESPAÑOL DE ACÚSTICA 8º CONGRESO IBÉRICO DE ACÚSTICA EUROPEAN SYMPOSIUM ON SMART CITIES AND ENVIRONMENTAL ACOUSTICS

Em termos dos riscos devidos à exposição humana ao denominado Ruído Ocupacional, isto é, em termos dos riscos inerentes à exposição dos trabalhadores ao ruído durante o trabalho, o desenvolvimento tecnológico das sociedades, cada vez mais industrializadas, tem contribuído para um preocupante aumento dos níveis de ruído a que o Ser Humano se encontra sujeito na sua actividade laboral diária. Os dados existentes a nível europeu, indicam que a perda auditiva provocada pela excessiva exposição ao ruído ocupacional é uma das dez doenças profissionais mais comuns na União Europeia, sendo a segunda doença profissional declarada com maior incidência em Portugal.
Mostrar más

8 Lee mas

A especial sensibilidade das Escolas ao Ruído Ambiente Exterior

A especial sensibilidade das Escolas ao Ruído Ambiente Exterior

A pretensão da União Europeia de melhorar a exposição ao ruído da sua população, levou a que fossem definidos na Directiva 2002/49/CE [1] quais os parâmetros limitadores a serem utilizados pelos Estados-membros, num sentido de harmonização de critérios, sendo esses parâmetros os seguintes:

6 Lee mas

EUROPEAN SYMPOSIUM ON UNDERWATER ACOUSTICS APPLICATIONS EUROPEAN SYMPOSIUM ON SUSTAINABLE BUILDING ACOUSTICS

EUROPEAN SYMPOSIUM ON UNDERWATER ACOUSTICS APPLICATIONS EUROPEAN SYMPOSIUM ON SUSTAINABLE BUILDING ACOUSTICS

Este estudo investigou a associação entre exposição ao ruído e qualidade do sono entre os profissionais de educação física. A exposição individual média ao ruído entre os profissionais do estudo, mostrou o valor de 80 dB(A). A prevalência de má qualidade do sono entre os profissionais neste estudo foi de 68%. Com base no valor da Razão de Chances (RC = 1,90) encontrado no modelo, a pesquisa sugere que o valor da exposição diária de 80 dB (A), pode interferir com a qualidade do sono, pois quem está exposto acima desse valor tem uma chance de apresentar problemas de sono 1,90 vezes aos com menor exposição.
Mostrar más

7 Lee mas

GExTRu – Software de Gestão da Exposição dos Trabalhadores ao Ruído

GExTRu – Software de Gestão da Exposição dos Trabalhadores ao Ruído

Para uma gestão eficiente do problema da exposição ao ruído no local de trabalho, é hoje em dia necessário dispor de uma ferramenta informática adequada. O software descrito permite, para além da realização de todos os cálculos necessários em conformidade com o DR 9/92, já devidamente validados por laboratório acreditado, armazenar, controlar, imprimir e gerir toda a informação associada ao processo de avaliação da exposição ao ruído dos trabalhadores de uma empresa, seja ela do sector industrial, da construção civil, ou ainda dos trabalhadores de empresas clientes, no caso de prestadores de serviços de saúde, higiene e segurança no trabalho. Permite ainda a realização de análises estatísticas e a simulação de cenários com vista ao estudo de soluções correctivas para redução da exposição dos trabalhadores ao ruído.
Mostrar más

6 Lee mas

CONFORMAÇÃO LEITEIRA: NOVO MÉTODO DE ENSINO NO APRENDIZADO DA CLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA DE BOVINOS LEITEIROS

CONFORMAÇÃO LEITEIRA: NOVO MÉTODO DE ENSINO NO APRENDIZADO DA CLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA DE BOVINOS LEITEIROS

O estudo foi realizado na Unipampa Campus Uruguaiana, com os alunos matriculados na disciplina de Bovinocultura de Leite, aplicada ao quarto (4º) semestre de Medicina Veterinária, da Universidade Federal do Pampa ± campus Uruguaiana/RS (UNIPAMPA). Para o estudo foram consideradas duas turmas da disciplina, onde para a turma referente ao semestre 2016 I foi ministrada a aula convencional, com exposição teórica do tema de conformação de bovinos leiteiros e posteriormente aula prática para observação das características diretamente nos animais. Já a turma 2017 I foi submetida à uma nova estratégia de ensino, sendo submetida à mesma sequência de aulas, com exposição teórica do tema e posterior atividade prática com os animais, porém, com uso da nova ferramenta, de ensino, uma régua auxiliar para avaliação das características de conformação.
Mostrar más

6 Lee mas

Exposição ao arsênio através da água potável: efeitos na sobrevivência e locomoção em Drosophila melanogaster

Exposição ao arsênio através da água potável: efeitos na sobrevivência e locomoção em Drosophila melanogaster

Nesse estudo, o arsênio administrado através de uma alimentação líquida simulando uma contaminação da água potável, causou uma diminuição da sobrevivência e redução da atividade locomotora das moscas expostas a esse metal. Esses resultados podem estar diretamente relacionados com a geração de estresse oxidativo ocasionado pela exposição a esse metal o que pode levar a morte celular e neurotoxicidade. Entretanto, mais ensaios serão realizados para confirmar essas hipóteses. Por fim, a DM mostrou-se um modelo eficaz para o estudo da contaminação da água potável por metais.
Mostrar más

7 Lee mas

HIDROLISADO DA CLARA DE OVO PREVINE DANOS CARDIOVASCULARES INDUZIDOS PELA EXPOSIÇÃO SUB CRÔNICA AO CLORETO CÁDMIO

HIDROLISADO DA CLARA DE OVO PREVINE DANOS CARDIOVASCULARES INDUZIDOS PELA EXPOSIÇÃO SUB CRÔNICA AO CLORETO CÁDMIO

EWH). A pressão arterial (PAS) foi medida por pletismografia caudal e a reatividade vascular foi estudada em artérias mesentéricas de resistência (MRA) em sistema de banho de órgãos. Foram realizadas curvas dose-resposta para acetilcolina (ACh) e noradrenalina (NE). As análises bioquímicas de espécies reativas de oxigênio (EROs), peroxidação lipídica e capacidade antioxidante total foram mensuradas em plasma e vaso. Os resultados estão expressos como média e EPM, comparados por ANOVA seguido do teste de Bonferroni com nível de significância de p<0,05. Aprovação do Comitê de Ética 017/2018 - Unipampa. Resultados: A exposição ao Cd aumentou a PAS e o co-tratamento com EWH foi capaz de reverter/prevenir este efeito (Ct: 117.56± 2,54; Cd: 147.86±5.36*; EWH: 122.84±2.86; CdEWH: 121.6±3.5 mmHg - *p<0,05 vs Ct). Houve prejuízo do relaxamento a ACh nos anéis de ratos expostos ao Cd assim como aumento da resposta contrátil induzida pela NE, enquanto que o co-tratamento com EWH foi capaz de prevenir o aumento da resposta contrátil e do dano endotelia (Rmax%: Untreated: 97.37±2.32; Cd: 117.86±4.91*; EWH: 101.97±2.38; CdEWH: 98.21±4.52 - *p<0,05 vs Ct). Adicionalmente, o Cd promoveu aumento da produção de EROs e do status antioxidante e o EWH incrementou o estesse oxidativo e as defesas antioxidantes em artérias mesentéricas. Conclusões: O EWH tem efeito protetor sobre os danos tóxicos induzidos pelo CdCl 2 no sistema cardiovascular.
Mostrar más

6 Lee mas

AIR AND GROUND VIBRATIONS CAUSED BY EXPLOSIVE DETONATION – QUANTIFICATION OF THEIR ENVIRONMENTAL EFFECTS

AIR AND GROUND VIBRATIONS CAUSED BY EXPLOSIVE DETONATION – QUANTIFICATION OF THEIR ENVIRONMENTAL EFFECTS

O estudo do ruído com base em mapas de ruído permite analisar a evolução dos níveis de ruído expectáveis em toda a envolvente e também junto de receptores sensíveis, sendo, no entanto, aconselhável a realização de medições pontuais no caso de existir necessidade de analisar situações de incomodidade, sobretudo junto de escolas, hospitais, lares, ou outras zonas onde a qualidade do ambiente sonoro deverá ser preservada.

12 Lee mas

A REDUÇÃO NO RUÍDO RODOVIÁRIO COM A UTILIZAÇÃO DE PAVIMENTOS DE BAIXO RUÍDO

A REDUÇÃO NO RUÍDO RODOVIÁRIO COM A UTILIZAÇÃO DE PAVIMENTOS DE BAIXO RUÍDO

As principais propriedades das misturas utilizadas nas camadas de desgaste são apresentadas na Tabela 1. As diferenças mais relevantes para o comportamento destas misturas referem-se à granulometria, a qual determina o volume de vazios e as vibrações dos blocos do pneu. No caso das misturas MA1 e MA2, a curva granulométrica foi optimizada com vista à redução do ruído de contacto pneu-pavimento e à redução da projecção de água (aumento da drenabilidade da superfície). O menor volume de vazios da camada MA1 confere-lhe uma maior resistência aos esforços de tracção.
Mostrar más

12 Lee mas

2 Acústica de ginásios de esportes

2 Acústica de ginásios de esportes

Segundo a norma NBR 10152 (ABNT, 2000), os valores recomendados para nível sonoro equivalente e nível critério para locais como pavilhões fechados para espetáculos a atividades esportivas são respectivamente de 45 dBA – 60 dBA e NC 40 – 55. Na figura 05 são apresentados os resultados dos espectros sonoros do Ginásio Multidisciplinar e do Ginásio da Faculdade de Educação Física. Os níveis sonoros equivalentes em dB(A) relativos ao ruído de fundo do Ginásio Multidisciplinar e do Ginásio da Faculdade de Educação Física foram respectivamente 58dB(A) para o Ginásio Multidisciplinar da Unicamp e 46dB(A) para o Ginásio da Faculdade de Educação Física. Com base nos espectros sonoros determinou-se os valores de nível de critério (NC) correspondentes e o resultado o Ginásio Multidisciplinar foi NC 45 e para o Ginásio da Faculdade de Educação Física foi NC 40. Todos valores avaliados estão dentro do recomendado. pela norma NBR 10152 (ABNT, 2000) para ambientes dessa natureza.
Mostrar más

10 Lee mas

EFICIÊNCIA DA UTILIZAÇÃO DE BARREIRAS ACÚSTICAS NO CONTROLE DO RUÍDO AEROPORTUÁRIO

EFICIÊNCIA DA UTILIZAÇÃO DE BARREIRAS ACÚSTICAS NO CONTROLE DO RUÍDO AEROPORTUÁRIO

Caracterizada a emissão de ruído no solo durante os procedimentos, simulações considerando a existência da barreira foram realizadas no programa de acústica previsional externa. Para isso foi estudada a aeronave como uma fonte pontual em movimento para as três aeronaves propostas, nos procedimentos de pouso e decolagem e com as diferentes situações de implantações e dimensões de barreira propostas, analisando assim a solução mais eficiente. Como forma de melhor simular os efeitos sonoros de uma aeronave em movimento na pista de um aeroporto, as fórmulas representando o campo sonoro da fonte pontual em movimentos de aceleração e desaceleração, foram utilizadas seguindo o método proposto ECAC-CEAC [7]. Esta metodologia propõe dividir a trajetória de cada aeronave na pista em segmentos de diferentes comprimentos que variam de acordo com a velocidade e características da aeronave, além do procedimento, de forma crescente ou decrescente segundo a operação estudada. Todos os segmentos possuem o mesmo tempo de passagem, variando apenas o seu comprimento.
Mostrar más

12 Lee mas

AVALIAÇÄO DA ESTRUTURA COGNITIVA DOS INDIVÍDUOS FACE AO RUÍDO DE TRÁFEGO RODOVIÁRIO EM ZONAS URBANAS

AVALIAÇÄO DA ESTRUTURA COGNITIVA DOS INDIVÍDUOS FACE AO RUÍDO DE TRÁFEGO RODOVIÁRIO EM ZONAS URBANAS

A partir da análise dos resultados deste estudo é possível verificar que a percepção dos indivíduos relativamente ao ruído de tráfego urbano se subdivide entre um factor de apreciação qualitativa que mistura alguns indicadores relacionados com a amplitude (presente em todas as análises efectuadas), um factor relacionado com a estrutura temporal do sinal sonoro (factor este que assume sempre particular importância), um terceiro factor relacionado com características psicoacústicas do sinal (designado por Timbre), e um factor relacionado com a intensidade do estímulo, designado por intensidade. No caso do ruído de tráfego ferroviário, o factor intensidade não assume uma importância significativa, existindo somente três factores (apreciação, estabilidade temporal e timbre), enquanto que no ruído de tráfego aéreo esta subdivisão é mais explícita. De entre os vários factores encontrados na estrutura cognitiva de apreciação dos vários tipos de estímulos sonoros (tráfego urbano, tráfego rodoviário, tráfego rodoviário e tráfego aéreo), a estrutura temporal do sinal é a dimensão comum a todos os estímulos e presente em todas as estruturas, apresentando também uma elevada consistência interna e fiabilidade estável. A dimensão da apreciação qualitativa, que mistura alguns indicadores relacionados com a amplitude, apesar de também estar presente em todas as análises efectuadas, não revela a estabilidade desejada no que se refere à consistência interna da dimensão, apesar de ser um dos factores de maior peso na explicação da variância total do diferencial semântico.
Mostrar más

8 Lee mas

42º CONGRESO ESPAÑOL DE ACÚSTICA ENCUENTRO IBÉRICO DE ACÚSTICA EUROPEAN SYMPOSIUM ON ENVIRONMENTAL ACOUSTICS AND ON BUILDINGS ACOUSTICALLY SUSTAINABLE

42º CONGRESO ESPAÑOL DE ACÚSTICA ENCUENTRO IBÉRICO DE ACÚSTICA EUROPEAN SYMPOSIUM ON ENVIRONMENTAL ACOUSTICS AND ON BUILDINGS ACOUSTICALLY SUSTAINABLE

A planilha Isotrafe 1.0 foi desenvolvida com o objetivo de permitir a arquitetos e engenheiros, não especialistas em acústica, estimarem o nível de ruído de uma via de tráfego rodoviário e relacionar ao nível admissível de ruído para o conforto acústico de um recinto a ser projetado, para, a partir da comparação desses dados, obterem recomendações da planilha que possibilitem a concepção de edificações adequadas acusticamente. Nesse trabalho foi feita uma aplicação prática da planilha sobre edificações existentes em uma avenida localizada em Salvador – Bahia – Brasil. Essa análise concluiu os déficits de isolamento acústico da grande maioria das edificações pesquisadas.
Mostrar más

9 Lee mas

Situação Actual da Acústica Ambiental e da Edificação Acusticamente Sustentável, em Portugal Jorge Patrício

Situação Actual da Acústica Ambiental e da Edificação Acusticamente Sustentável, em Portugal Jorge Patrício

No que se refere ao regulamento de acústica dos edifícios, ele também vai, de forma indirecta, estar dependente dos critérios ambientais preconizados pelo RGR, porquanto para que seja autorizada a construção de novos edifícios, ou a sua própria reabilitação, as disposições legais no que respeita à sua integração ambiental têm que ser observadas. Este normativo contempla os seguintes tipos de edifícios: i) habitacionais e mistos e unidades hoteleiras; ii) Edifícios de comércio e serviços; iii) Edifícios escolares e de investigação; iv) Edifícios hospitalares; v) Estações de transporte de passageiros; vi) Pavilhões desportivos; e vii) Auditórios. Para além disso, permite que nos edifícios de habitação a reabilitar, as exigências acústicas das soluções construtivas interiores sejam reduzidas de 3 dB, mas só se houver intenção de manter a linha patrimonial histórica associada a esse tipo de edifícios antigos. Este é um dos aspectos importantes de compatibilização da sustentabilidade, nas suas várias dimensões, com o desenvolvimento social.
Mostrar más

7 Lee mas

Prevalencia de exposición a violencia directa e indirecta: un estudio con adolescentes de colegios públicos

Prevalencia de exposición a violencia directa e indirecta: un estudio con adolescentes de colegios públicos

Algumas limitações do estudo devem ser destacadas. Por exemplo, as que dizem respeito ao instrumento utilizado para investigar a exposição direta e indireta à violência. O mesmo trata, principalmente, da exposição à violência indi- reta, sendo 37 itens relacionados a esta forma de exposição e apenas 12 à exposição direta. Além disso, grande parte das afirmativas não especifica o contexto de exposição, se intra ou extrafamiliar, apenas uma afirmativa caracteriza de forma explícita - intrafamiliar (“Eu recebi tapas, socos ou apanhei de algum membro da minha família” e os equi- valentes para a violência indireta). Nas outras afirmativas são mencionadas formas de violência (assaltos, roubos, invasões, tiroteio, morte, perseguição, tráfico de drogas, etc) que podem ocorrer tanto no contexto intra quanto ex- trafamiliar, embora ocorram, geralmente, na comunidade. Ainda sobre o instrumento, é possível ressaltar que o mesmo não inclui todas as formas de violência (física, psicológica, sexual e negligência), apenas a física e sexual, embora estudos indiquem a co-ocorrência da violência psicológica com outras formas de violência (Costa et al., 2007). No entanto, este é o único instrumento, traduzido e adaptado para Brasil, que inclui essas duas formas de exposição (violência direta e violência indireta), identifi- cado por meio de busca em publicações recentes na área. No Brasil, há subnotificação da violência contra crianças e adolescentes e dificuldades na obtenção de dados sobre a ocorrência de violência devido a inúmeros fatores (Almeida et al., 2013; Costa et al., 2007; Pelisoli, Pires, Almeida, & Dell'Aglio, 2010). Neste estudo também pode ter havido limitações no acesso aos casos de violência, na medida em que era necessária a assinatura dos pais ou responsáveis no Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Se, por um lado, muitos adolescentes podem ter se esque- cido de trazer o documento assinado, outros, podem não ter obtido o consentimento dos pais. Apesar de ser uma questão ética obter o consentimento dos pais (ou outros responsáveis), esta exigência pode dificultar o processo de recolha de informações e até mesmo de sinalização de casos de violência que necessitam intervenção (Sbicigo, Tronco, & Dell’Aglio, 2013).
Mostrar más

11 Lee mas

Controlo de Ruído na Indústria Mineira

Controlo de Ruído na Indústria Mineira

É apresentada a metodologia seguida pelos autores do trabalho com vista à redução dos níveis de ruído gerados na exploração mineira e que consistiu, nomeadamente, na modelação e simulação da emissão das fontes sonoras predominantes e na elaboração dos correspondentes mapas de ruído para diferentes cenários, quer para o interior da unidade quer para a área envolvente exterior. A informação das cartas de ruído foi complementada com um extenso programa de medições acústicas no interior e no exterior da instalação.

8 Lee mas

Show all 2820 documents...