extração de óleos

Top PDF extração de óleos:

EXTRAÇÃO DE ÓLEOS A PARTIR DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS: BAGAÇO DA OLIVA E FARELO DE ARROZ

EXTRAÇÃO DE ÓLEOS A PARTIR DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS: BAGAÇO DA OLIVA E FARELO DE ARROZ

O etanol foi considerado uma alternativa viável a ser empregada como solvente na extração de óleos residuais, apresentando um maior rendimento, menor toxicidade, menor custo, fácil manuseio e aquisição no mercado, comparado ao hexano. Os rendimentos de extração com etanol, de 20,09% do óleo de bagaço de oliva e de 27,05% de óleo de farelo de arroz, foram de grande relevância, podendo ser aproveitados, agregando valor aos produtos. O preparo da biomassa por secagem foi mais propício à extração de óleo a partir do bagaço de oliva, do que o uso da matéria-prima in natura. Provavelmente, o elevado teor de umidade presente no bagaço in natura dificulte a rápida liberação do óleo, fenômeno que não interferiu no caso do farelo, pelo baixo teor de umidade. O emprego de um aparato experimental mais simples foi eficiente para as condições de extração de óleo, garantindo a sua qualidade, por avaliação visual. A recuperação do etanol, após a extração foi viável.
Mostrar más

7 Lee mas

EXTRAÇÃO DE ÓLEOS ESSENCIAIS DA CASCA DO ABACAXI PELO MÉTODO SOXHLET

EXTRAÇÃO DE ÓLEOS ESSENCIAIS DA CASCA DO ABACAXI PELO MÉTODO SOXHLET

O abacaxi é uma das principais frutas brasileiras e está disponível no mercado praticamente o ano todo. Possui um alto valor nutricional e energético pela alta presença de açúcares, sais minerais e vitaminas. Atualmente verifica-se uma grande preocupação quanto ao aproveitamento de resíduos de frutas provenientes da industrialização, pois mais da metade da fruta vira resíduos. O abacaxi é um fruto comercializado de diversas formas e sua manipulação gera folha, casca, coroa e talos como rejeitos, estes possuem destino inapropriado. Isto resulta em perdas econômicas, sendo que a casca contém mais fibras, vitamina C, cálcio, potássio e fósforo do que a polpa. O presente estudo objetiva a extração do óleo de abacaxi a partir da casca do fruto como alternativa de reutilização, pois há aplicações dos óleos essenciais em vários segmentos das industrias cosméticas, alimentícias e farmacêuticas. O método utilizado para a realização dessa extração foi o sistema Soxhlet, no qual utiliza-se como solvente o hexano. Faz-se a secagem da casca do abacaxi em uma estufa, logo após determina-se o teor de umidade da amostra
Mostrar más

5 Lee mas

EXTRAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DO ÓLEO DO PINHÃO PARA A INCORPORAÇÃO NA INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS

EXTRAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DO ÓLEO DO PINHÃO PARA A INCORPORAÇÃO NA INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS

A prensagem é o método mais simples para a extração de óleo essencial de uma semente. Ela pode ser feita com temperaturas elevadas, ou em baixas temperaturas. A prensagem a frio é uma técnica muito utilizada para a extração de óleos de frutos cítricos, que consiste em colocar os frutos inteiros em uma prensa hidráulica e em seguida separar o suco do óleo por meio de uma decantação ou destilação fracionada (SILVEIRA et al., 2012).

21 Lee mas

EXTRAÇÃO DO ÓLEO ESSENCIAL DE SYZYGIUM AROMATICUM POR MEIO DO APARATO DE CLEVENGER

EXTRAÇÃO DO ÓLEO ESSENCIAL DE SYZYGIUM AROMATICUM POR MEIO DO APARATO DE CLEVENGER

MSAADA, K.; TAÂRIT, M. B.; HOSNI, K.; SALEM, N.; TAMMAR, S.; BETTAIEB, I.; HAMMAMI, M.; LIMAM, F.; MARZOUK, B. Comparison of different extraction methods for the determination of essential oils and related compounds from coriander (Coriandrum sativum L.). Acta Chimica Slovenica, v. 59, p. 803-813, 2012. SANTOS, A. S.; ALVES, S. M.; FIGUEIRÊDO, F. J. C.; NETO, O. G. R. Descrição de sistema e de métodos de extração de óleos essenciais e determinação de umidade de biomassa em laboratório. Ministério da Agricultura, pecuária e abastecimento. Belém, PA: EMBRAPA, 2004.
Mostrar más

5 Lee mas

ATORVASTATINA CO ENCAPSULADA COM ÓLEOS DE SEMENTE DE UVA OU GENGIBRE EM NANOCÁPSULAS DE PCL

ATORVASTATINA CO ENCAPSULADA COM ÓLEOS DE SEMENTE DE UVA OU GENGIBRE EM NANOCÁPSULAS DE PCL

As doenças cardiovasculares são uma das principais causas de morte em todo o mundo. Estima-se que 17,7 milhões de pessoas morreram por doenças cardiovasculares em 2015, representando 31% de todas as mortes em nível global. Desses óbitos, estima-se que 7,4 milhões ocorrem devido às doenças cardiovasculares e 6,7 milhões devido a acidentes vasculares cerebrais (AVCs). Entre as principais opções de tratamento farmacológico para a hipercolesterolêmica são os fármacos derivados das estatinas. Dentre as estatinas a Atorvastatina (AT) é muito utilizada, porem seu uso causa alguns efeitos adversos indesejados como: mialgias musculares e risco de diabetes (Del Re et al. 2017). Além de que a mesma apresenta baixa biodisponibilidade e baixa solubilidade aquosa. Outro importante fator a ser ressaltado é o uso de plantas medicinais no tratamento dislipidemias. Muitas vezes seu uso é empírico e associado à terapia medicamentosa como um complemento (Bahmani et al. 2017). O gengibre (Zingiber officinale) é utilizado no tratamento de dislipidemias e como hipoglicemiante a muito tempo. Assim como o óleo de semente de uva (Vitis vinífera) é outro exemplo do uso de plantas medicinais. Estudos apontam que sua eficácia terapêutica se dá por ambos vegetais apresentarem óleos voláteis ricos em antioxidantes. E no caso específico da uva a presença do resveratrol um importante composto natural no combate a doenças cardiovasculares (Ma and Zhang 2017). Outra importante ferramenta que vem sendo utilizada na vetorização e aprimoramento no transporte de fármacos e melhora de seus efeitos terapêuticos é o uso da nanotecnologia (Mora-Huertas, Fessi et al., 2010). Muitos destes possíveis benefícios associados à nanotecnologia estão ligados ao tamanho reduzido dessas formulações e sua capacidade de incorporar fármacos tanto lipossolúveis como hidrossolúveis (Vargas et al. 2008). Sendo assim, como objetivo do trabalho visamos à incorporação da atorvastatina co-encapsulada com óleos de semente de uva ou gengibre e suas respectivas caracterizações físico-químicas.
Mostrar más

5 Lee mas

Avaliação da Espuma de Poliuretano como m aterial sorvente para a rem ediação de óleos e graxas

Avaliação da Espuma de Poliuretano como m aterial sorvente para a rem ediação de óleos e graxas

No Brasil existe um grande número de atividades automotivas que são potencialmente poluidoras quanto a utilização da água e geração de efluentes (SEMAPE, 2004). O efluente gerado por atividade de lavagem de veículos pode apresentar quantidades significativas de óleos e graxas, sólidos em suspensão, metais pesados, surfactantes e substâncias orgânicas (TEIXEIRA, 2003). Os óleos e graxas constituem-se de materiais graxos de origem animal e vegetal, e de hidrocarbonetos originados do petróleo e, uma vez que essas substâncias estão presentes em quantidades excessivas na água, podem acabar interferindo nos processos biológicos aeróbicos e anaeróbicos (VON SPERLING, 1995).
Mostrar más

16 Lee mas

Actividad antimicrobiana de Geraniol e Cariofileno contra Staphylococcus aureus

Actividad antimicrobiana de Geraniol e Cariofileno contra Staphylococcus aureus

O cariofileno é um sesquiterpenóide de ocorrência comum em muitos óleos essenciais e, em especial, no óleo de cravo na sua forma isômera (b-cariofileno). Ocorre na natureza como mistura dos isômeros: isocariofileno, a-cariofileno (humuleno) e b-cariofileno. Algumas dessas substâncias apresentam atividades biológicas (b-cariofileno), com efeitos espasmolítico, anestésico local e anti- inflamatório. 11

8 Lee mas

QUANTIFICAÇÃO DE COMPOSTOS FENÓLICOS DE EXTRATOS FLORAIS EM DIFERENTES MÉTODOS DE EXTRAÇÃO

QUANTIFICAÇÃO DE COMPOSTOS FENÓLICOS DE EXTRATOS FLORAIS EM DIFERENTES MÉTODOS DE EXTRAÇÃO

As flores foram produzidas na estufa da UNIPAMPA campus Itaqui, após seu florescimento, as mesmas foram colhidas, embaladas e congeladas em freezer no laboratório de processamento de alimentos da UNIPAMPA, até o momento das análises. Para a realização do método de extração as flores foram previamente descongeladas em estufa na temperatura de 55ºC por um período aproximadamente de 30minutos.

6 Lee mas

COMPARATIVO DO POTENCIAL ANTIBACTERIANO DE ESPINHEIRA SANTA (MAYTENUS ILICIFOLIA) OBTIDA COMERCIALMENTE E IN NATURA

COMPARATIVO DO POTENCIAL ANTIBACTERIANO DE ESPINHEIRA SANTA (MAYTENUS ILICIFOLIA) OBTIDA COMERCIALMENTE E IN NATURA

Os resultados oferecidos neste estudo demonstram a importância que os fatores abióticos, bem como as propriedades do solo e da coleta onde as plantas se encontram exercem na formação dos metabólitos secundários das mesmas. Foram apontadas variáveis importantes referentes à metodologia de extração e veículos empregados, as quais influenciaram diretamente em seus resultados nos experimentos aqui realizados e comprovam sua exponencial utilização no tratamento de males que acometem a população em geral.

6 Lee mas

EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO COM DIFERENTES ÓLEOS VEGETAIS SOBRE AS DEFESAS ANTIOXIDANTES DE RATOS HIPERLIPIDÊMICOS

EFEITO DA SUPLEMENTAÇÃO COM DIFERENTES ÓLEOS VEGETAIS SOBRE AS DEFESAS ANTIOXIDANTES DE RATOS HIPERLIPIDÊMICOS

Mudanças nos padrões alimentares vêm sendo observadas, principalmente quanto ao consumo das gorduras, em que se tem evidenciado um substancial aumento da ingestão dos alimentos de origem vegetal, em detrimento daqueles de origem animal. Ocorreram várias substituições alimentares, dentre as quais a gordura de porco pelos óleos vegetais. Essas mudanças foram propiciadas pela disponibilidade aumentada dos produtos de origem vegetal e pela divulgação de pesquisas mostrando a relação benéfica entre as dietas ricas em ácidos graxos poli- insaturados e a diminuição das doenças cardiovasculares (ALMEIDA et al., 2011).
Mostrar más

5 Lee mas

Composição química e toxicidade de óleos essenciais de espécies de Piper frente a larvas de Aedes aegypti L. (Diptera: Culicidae)

Composição química e toxicidade de óleos essenciais de espécies de Piper frente a larvas de Aedes aegypti L. (Diptera: Culicidae)

RESUMO. Aedes aegypti L. é um dos vetores do dengue. No Brasil, tem ganhado muita atenção no setor da saúde pública, uma vez que esta doença tem se tornando mais agressiva na forma hemorrágica na popula- ção. Esse estudo teve como objetivo investigar o efeito de óleos essenciais de Piper aduncum, Piper margi- natum e Piper nigrum contra larvas de Aedes aegypti. Em um esforço para encontrar uma maneira natural, eficaz e acessível para controlar esta doença endêmica, as atividades dos óleos essenciais, a partir das plan- tas, foram analisadas por comparação através da medida da CL 50 . Os óleos essenciais obtidos por hidro-
Mostrar más

1 Lee mas

EXTRAÇÃO DO COAGULANTE NATURAL TANINO ATRAVÉS DAS CASCAS DE Eucalyptus grandis

EXTRAÇÃO DO COAGULANTE NATURAL TANINO ATRAVÉS DAS CASCAS DE Eucalyptus grandis

Foram assim preparadas duas soluções, uma 5% de hidróxido de sódio realizada em banho de gelo, e outra 5% de sulfito de sódio, também sendo realizada uma extração em água pura. O experimento realizado, permaneceu em aquecimento sobre um sistema de refluxo, com uma variação de tempo de 1 horas 30 minutos, 2 horas e 2 horas 30 minutos entre cada um dos processo, à pressão atmosférica, empregando-se 14 partes de soluções para 1 parte de casca (10g de casca para 140g de solução). Todas as extrações foram feitas em duplicatas, sendo quantificadas de acordo com a metodologia proposta por PAES (2013).
Mostrar más

27 Lee mas

NANOCÁPSULAS POLIMÉRICAS CONTENDO ÓLEO ESSENCIAL DE Curcuma longa  PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO

NANOCÁPSULAS POLIMÉRICAS CONTENDO ÓLEO ESSENCIAL DE Curcuma longa PERSPECTIVAS DE DESENVOLVIMENTO

O óleo essencial de açafrão cumpre os requisitos anteriormente mencionados, justamente pela sua origem natural, toxicidade limitada e custo relativamente baixo. Entretan- to, óleos essenciais são instáveis, sendo facilmente degradados na presença oxigênio, luz, ca- lor, umidade e metais. Assim os tornando susceptível a degradação durante o processamento e estocagem de um produto (GONÇALVES et al., 2017; HAC-WYDRO et al., 2017).

7 Lee mas

FILTRO MORFOLÓGICO DE EXTRAÇÃO DE ENVOLTÓRIAS PARA DETECÇÃO DE PERDA DE EXCITAÇÃO EM GERADORES SÍNCRONOS

FILTRO MORFOLÓGICO DE EXTRAÇÃO DE ENVOLTÓRIAS PARA DETECÇÃO DE PERDA DE EXCITAÇÃO EM GERADORES SÍNCRONOS

O gerador síncrono trata-se de um elemento capaz de fornecer potência elétrica com frequência constante. Por esta característica os geradores síncronos são muito utilizados nas centrais de geração de energia, pois apresentam fácil ajuste da frequência elétrica de operação do sistema. Devido a sua importância para o sistema elétrico de potência (SEP) os geradores síncronos devem funcionar de maneira ininterrupta atendendo as demandas das cargas. Um dos problemas que podem atrapalhar o seu funcionamento são as possíveis falhas do seu sistema de excitação, que é o responsável por magnetizar o rotor da máquina, tornando-o um eletroímã que induz tensão nos enrolamentos do estator. O sistema de excitação é alimentado pelo circuito de campo (Também conhecido como circuito de magnetização), este circuito realiza a magnetização do núcleo do rotor alimentando os seus enrolamentos com corrente contínua. As falhas no sistema de excitação ocorrem devido à problemas no circuito de campo e podem comprometer a integridade da máquina, podendo leva-la à danos permanentes. Entre os efeitos negativos que a perda de excitação pode causar nos geradores síncronos encontra-se o consumo de reativos, afundamento de tensão e aumento de corrente terminal, distorção de fluxo de potência, redução de potência ativa e perda de sincronismo, o último devido à perda do acoplamento magnético entre rotor e estator elevando a velocidade da máquina. Sendo assim, buscando uma forma de detectar os eventos de perda de excitação nos geradores síncronos o presente trabalho demonstra uma metodologia capaz de identificar e atuar para tais eventos de maneira eficiente, mitigando os possíveis danos à máquina. A metodologia é baseada no Filtro Morfológico de Extração de Envoltórias (FMEE) e utiliza operadores morfológicos de dilatação e erosão para a análise dos sinais de corrente e tensão dos terminais da máquina. O estudo foi realizado sob especificações de um gerador síncrono de 500 MVA e os cálculos e simulações foram desenvolvidas nos softwares Matlab ® e DigSilent Power Factory ®.
Mostrar más

6 Lee mas

Evaluacion de aceite de soja residual y recuperado en alimentacion de cerdos en etapa de crecimiento y finalizacion

Evaluacion de aceite de soja residual y recuperado en alimentacion de cerdos en etapa de crecimiento y finalizacion

O processo químico da digestão gera calor, no entanto, o calor produzido com a digestão e a metabolização dos óleos e gorduras é menor que a de outros componentes da dieta, pois, a gordura impõe menor estresse calórico ao animal, quando as temperaturas do meio ambiente são altas. Assim, a gordura da dieta tem influencia substancial sobre a ingestão do alimento e crescimento de aves e suínos que permanentemente estão submetidos ao estresse calórico (Tabela 4). Quando as temperaturas do meio ambiente excedem o limite da zona de conforto, a taxa respiratória aumenta e o animal consome menos alimento. Sob estas condições, grande parte da energia ingerida é atenderá as necessidades de manutenção, portanto, a adição de gordura na dieta torna-se uma alternativa chave na alimentação de não ruminantes (não herbívoros). Nesse caso, o menor consumo é compensado pela maior densidade energética da dieta.
Mostrar más

33 Lee mas

EXTRAÇÃO DE AZEITE DE OLIVA UTILIZANDO A TÉCNICA DE ULTRASSOM

EXTRAÇÃO DE AZEITE DE OLIVA UTILIZANDO A TÉCNICA DE ULTRASSOM

Entre os métodos utilizados para melhorar a malaxação, tem-se o pré- tratamento de ultrassom nos frutos de azeitona moídos, o qual é uma alternativa para reduzir o tempo de malaxagem e obter um azeite de melhor qualidade (CLODOVEO et al., 2013; TOSCHI et al, 2014; BRAHIM et. al., 2015). A tecnologia de ultrassom é utilizada para reduzir a duração do pré-aquecimento utilizado na malaxagem, uma vez que durante a propagação das ondas ultrassônica através da pasta de azeitona, parte é convertida em calor (CLODOVEO et. al., 2013). Esse método de extração tem sido aplicado com resultados promissores, apresentando como vantagens a simplicidade do equipamento, economia do custo inicial, e na extração de compostos orgânicos, aumento no rendimento e diminuição do tempo de processo (TAO et al., 2014).
Mostrar más

6 Lee mas

DESENVOLVIMENTO DE MÉTODO PARA EXTRAÇÃO DE PESTICIDAS EM EXTRATO DE SOJA

DESENVOLVIMENTO DE MÉTODO PARA EXTRAÇÃO DE PESTICIDAS EM EXTRATO DE SOJA

Neste estudo, foi apresentado um método de pré-concentração de extração para um mix de pesticidas a partir de uma matriz complexa, extrato de soja, seguido de determinação em GC-MS. A extração dos analitos e a eliminação de proteínas foram realizadas em um estágio anterior utilizando acetonitrila, que atua como dispersor no seguinte passo de pré concentração, DLLME. Os resultados indicaram que o método proposto possui algumas vantagens quanto ao tempo de extração, baixo consumo de solvente orgânico, simplicidade e eficiência de extração. Por isso, parece possível estender esse método à extração de analitos de interesse em outras amostras similares, variando as condições de extração. A comparação do método apresentado com outros métodos de extração, como SPME e SPE, mostra que é simples, rápido e barato.
Mostrar más

7 Lee mas

OTIMIZAÇÃO DA EXTRAÇÃO DE DNA DE ARAÇÁ VERMELHO

OTIMIZAÇÃO DA EXTRAÇÃO DE DNA DE ARAÇÁ VERMELHO

Foi utilizado o kit comercial Wizard (PROMEGA) e o protocolo fornecido pela empresa para extração do DNA, segundo adaptações dos autores. Primeiro, foram adicionados 600µl da solução de lise nuclear aos microtubos contendo o material final da maceração, homogeneizados em vórtex por 5 segundos e incubados em banho-maria a 65°C por 15 minutos. Em seguida, foram adicionados 3µl da solução de RNAse para lise celular e os tubos invertidos gentilmente por 10 vezes, sendo novamente incubados em banho-maria a 37°C por mais 15 minutos, para após descansarem sob temperatura ambiente.
Mostrar más

5 Lee mas

OTIMIZAÇÃO DO PROTOCOLO DE EXTRAÇÃO DE DNA DE GUAJUVIRA

OTIMIZAÇÃO DO PROTOCOLO DE EXTRAÇÃO DE DNA DE GUAJUVIRA

Para finalizar a extração, após a amostra estar seca, foi adicionado 100 µL de DNA Rehydration Solution para reidratar o DNA presente na amostra. Então os microtubos permaneceram por 60 minutos em banho-maria a 65°C, para que houvesse a reidratação do material. Em seguida o material foi mantido a uma temperatura de 4°C, para que posteriormente pudesse ser feita a sua quantificação em eletroforese gel.

5 Lee mas

DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE NANOPARTÍCULAS POLIMÉRICAS CONTENDO ÓLEOS VEGETAIS

DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE NANOPARTÍCULAS POLIMÉRICAS CONTENDO ÓLEOS VEGETAIS

branca leitosa e uniforme. O tamanho médio das nanocápsulas foi de 209,77 nm até 259,97nm. O potencial zeta obteve resultados entre -31,38 e -32,42. O valor de Span variou entre 1,53 até 1,94. As nanocápsulas foram consideradas apropriadas para encapsulação dos óleos essenciais envolvidos neste estudo, constituindo-se assim um carreador promissor para futuros trabalhos envolvendo avaliações de estabilidade e eficácia terapêutica.

7 Lee mas

Show all 10000 documents...