Inteligência Artificial

Top PDF Inteligência Artificial:

Inteligência artificial: algumas considerações

Inteligência artificial: algumas considerações

no universo dos seres vivos. Já a inteligência artificial se caracterizou, desde os anos 60 até tempos mais recentes, como uma série de algoritmos (ou seja, um conjunto de regras, instruções e operações definidas e ordenadas, dispostas para a solução de um problema ou a consecução de um resultado, encartando-se este complexo em um número finito de etapas), matemáticos e/ou estatísticos, encadeados num processo assemelhado ao do raciocínio humano. Os instrumentos hoje dotados de AI se mostram capazes de ultrapassar os limites da linguagem, sons e imagens de sua programação. A capacidade de processamento da “máquina” com AI não mais simplesmente se “aproxima” do raciocínio humano, mas efetivamente a ele se “assemelha”, reproduzindo (por vezes ultrapassando) nosso processamento cognitivo com incríveis rapidez e acerto. Presentemente algumas dessas máquinas podem tomar decisões e até mesmo construir sua própria rede comunicativa “neural” e “volitiva”, desenvolver seus sistemas inteligentes, formular suas próprias indagações, interconectar- se com outras cadeias de AI. É a era da internet das coisas (IoT), de potencialidades quase ilimitadas — para o bem e para o mal. A internet das coisas (IoT – Internet of Things) se cristaliza na formação da rede de todos os suportes eletrônicos com capacidade de intercomunicação e interação autônomas. Claro, a esse ponto se chega com a criação de softwares (ao menos em princípio criação humana) que têm por objetivo não só o aperfeiçoamento dos sistemas inteligentes e seus processos, mas sobretudo a melhoria da vida de nós seres humanos. Mas duas relevantes incógnitas assustadoramente sempre se põem: esse gradativo aperfeiçoamento da AI pode, em algum momento, fugir ao controle humano? Possa ou não isso acontecer, será possível blindá-la e torná-la invulnerável à ação humana predatória de hackers mal intencionados (cuja competência tecnológica também só faz crescer)? Nesse panorama, a pretensa artificialidade da inteligência das máquinas parece ser um equívoco, ao menos parcial.
Mostrar más

8 Lee mas

CardNutri: Um software de planejamento de cardápios nutricionais semanais para alimentação escolar aplicando inteligência artificial CardNutri: software of weekly menus nutritional planning for scholar feeding applying artificial intelligence CardNutri: u

CardNutri: Um software de planejamento de cardápios nutricionais semanais para alimentação escolar aplicando inteligência artificial CardNutri: software of weekly menus nutritional planning for scholar feeding applying artificial intelligence CardNutri: u

O objetivo deste artigo é apresentar e avaliar um software que utiliza técnicas de Inteligência Artificial para elaborar, automaticamente e de forma rápida, cardápios nutricionais semanais para a Alimentação Escolar, atendendo às necessidades nutricionais diárias dos alunos e, simultaneamente, minimizando o custo total do cardápio. Esses cardápios satisfazem as referências nutricionais do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) de acordo com a faixa etária, variedade, harmonia das preparações e um valor máximo a ser pago por refeição. O tempo de resposta para essa elaboração não ultrapassa cinco minutos. Contudo, o nutricionista precisa escolher o cardápio que melhor lhe atende, pois a ferramenta fornece um conjunto de cardápios eficientes. Assim, o sistema contribui para a elaboração de cardápios nutritivos e baratos, além de facilitar o trabalho do nutricionista que despende de muito tempo para essa tarefa, uma vez que ele necessita de exercer outras funções de sua responsabilidade.
Mostrar más

13 Lee mas

Métodos de inteligência artificial para diagnóstico de defeitos em máquinas rotativas

Métodos de inteligência artificial para diagnóstico de defeitos em máquinas rotativas

Neste trabalho são apresentados conceitos, técnicas e padrões utilizados na área de manutenção preditiva de máquinas rotativas elétricas, mais precisamente na aplicação de métodos de inteligência artificial para diagnóstico de defeitos mecânicos através da análise de sinais de vibração. Um cenário de experimentos foi configurado através da utilização da base de dados de defeitos mecânicos MAFAULDA, que conta com seis condições distintas de saúde de máquinas rotativas elétricas. Estes dados são tratados por meio de técnicas de pré- processamento para extração de um vetor de características, utilizado como entrada para cinco métodos distintos de classificação: k-nearest neighbors (k-NN), Naive Bayes, Support Vector Machine (SVM), Regressão Logística e Redes Neurais Artificiais. São definidas métricas de desempenho para comparação dos métodos analisados, como a acurácia e sensibilidade. Por fim, testes estatísticos de hipótese são aplicados para confirmar a distinção de desempenho dos classificadores e um ranking é definido.
Mostrar más

98 Lee mas

Aplicação de técnicas de inteligência artificial na detecção do comportamento tipo-depressivo em camundongos através do teste de suspensão pela cauda

Aplicação de técnicas de inteligência artificial na detecção do comportamento tipo-depressivo em camundongos através do teste de suspensão pela cauda

Segundo a Organização Mundial da Saúde, há pelo menos 300 milhões de pessoas com depressão no mundo; estimativas mostraram acréscimo de 15% de 2005 até 2015. Além das terapias psicológicas, pacientes sob uso de medicamentos apresentam melhora do quadro clínico. Estes medicamentos são avaliados por uma bateria de testes pré-clínicos para serem inseridos no mercado. Dentre os testes utilizados para a avalia- ção de candidatos para o controle da depressão, destaca-se o teste de suspensão pela cauda, objeto de estudo deste trabalho. Estes testes são realizados com camundongos, e requerem da percepção humana para a elaboração dos resultados quantitativos do teste. Entretanto, o fator humano é um agravante, apresentando variações dentre análises de um mesmo avaliador, ou para com outro. Neste trabalho, foi proposta a aplicação de um conjunto de técnicas de inteligência artificial em ima- gens do teste de suspensão pela cauda. Estas técnicas classificaram os movimentos dos camundongos e geraram resultados nos padrões uti- lizados em neste tipo pesquisa. Para o caso estudado, os resultados obtidos atingiram valores superiores a 90% de precisão em relação ao pesquisador usado como referência. Em relação com a detecção das patas, foram encontradas 87,7% das possíveis patas dentro do conjunto teste.
Mostrar más

69 Lee mas

Classificação Automática de Gêneros Musicais Utilizando Técnicas de Inteligência Artificial

Classificação Automática de Gêneros Musicais Utilizando Técnicas de Inteligência Artificial

O presente trabalho propõe uma análise de algoritmos de classificação e de extração da informação musical, a fim de classificar o gênero de um arquivo de áudio (músicas), utilizando técnicas de recuperação de informação musical (RIM) e técnicas de inteligência artificial (IA). Os desafios da computação musical abordados neste trabalho são justamente obter informações sobre faixas de áudio (músicas), de maneira que seja possível comparar faixas de áudio distintas em busca de suas semelhanças. Uma vez obtidas tais informações, o passo seguinte é demonstrar de forma simples os resultados e melhorar o processamento do sistema com novos padrões reconhecidos - tendo em mente que o motor de classificação será construído por meio de técnicas de inteligência artificial capazes de aperfeiçoar suas próximas saídas por meio de resultados previamente obtidos e reutilizados como entrada.
Mostrar más

81 Lee mas

Controlo e optimização de sistemas AVAC recorrendo a técnicas de inteligência artificial

Controlo e optimização de sistemas AVAC recorrendo a técnicas de inteligência artificial

104 Quando comparando dois sistemas cuja única distinção são as metodologias de controlo (E) verificam-se algumas diferenças, sobretudo na resposta da válvula accionada pelo controlador. No controlo fuzzy a acção da válvula é mais homogénea ao longo de todo o ano, enquanto com o controlador PID essa acção acompanha o perfil de temperaturas exteriores. Neste exemplo em concreto a utilização da inteligência artificial no controlo introduz uma melhoria do período onde apenas a ventilação está em funcionamento face ao controlo clássico, não havendo consumo de potência por parte do equipamento de refrigeração. É de notar que apesar de haver uma acção inferior da válvula com o controlador PID em cerca de 10% face ao controlador fuzzy, deve ter-se em conta que essa diferença pode dever-se ao facto das temperaturas mínimas em alguns períodos do ano terem sido inferiores face ao controlo
Mostrar más

184 Lee mas

Desenvolvimento de um método baseado em algoritmos de inteligência artificial para ajustar aparelhos auditivos

Desenvolvimento de um método baseado em algoritmos de inteligência artificial para ajustar aparelhos auditivos

O valor de configuração padrão dos parâmetros foi definido como solução inicial para o algoritmo de Hill Climbing , pois esta configuração normalmente não se encontra m[r]

62 Lee mas

Rede de planos: uma proposta para a solução de problemas de planejamento em inteligência artificial usando redes de Petri

Rede de planos: uma proposta para a solução de problemas de planejamento em inteligência artificial usando redes de Petri

O cap´ıtulo 5 apresenta o principal resultado do trabalho, onde as rela¸c˜oes de incon- sistˆencia entre a¸c˜oes s˜ao estendidas e usadas na constru¸c˜ao de um modelo em redes de Petri p[r]

116 Lee mas

Automação residencial para conservação e eficiência energética por meio de técnicas de inteligência artificial

Automação residencial para conservação e eficiência energética por meio de técnicas de inteligência artificial

This article has as main objective to present the process of development of a system that automates energy resources used by the residential electrical equipments. For this purpose, diffuse logic (Artificial Intelligence technique) is used, which from an initial set of data and pattern recognition will make decisions and thus, adapt to the customs of the users. It is also the intention of this system to perform the automatic activation of the air conditioner at room temperature based on the regular time of presence recognition, as well as the custom of each user to turn on the equipment and the current temperature of the medium. In addition, this system aims to perform intensity control and even turn off the lighting if necessary.
Mostrar más

122 Lee mas

Técnicas de inteligência artificial para geração de insumos 2d

Técnicas de inteligência artificial para geração de insumos 2d

Ao analisar um nível de um game , mesmo que simples, como The Legend of Zelda (1986) mostrado na Figura 2 , é possível ver que a quantia de maneiras de se organizar salas com até 4 conex[r]

76 Lee mas

Maze companion: aplicativo inteligência artificial que ajuda a resolver labirintos

Maze companion: aplicativo inteligência artificial que ajuda a resolver labirintos

Consecutivamente se extraen las posiciones de las fichas evaluando los colores y creando la matriz con las fichas identificadas. Luego se desarrolla la segunda fase del procesamiento, cuyo objetivo es identificar el contenido del tablero de juego capturado y construir el modelo icónico que ingresa al algoritmo de búsqueda por amplitud de inteligencia artificial, previamente diseñado para evaluar las posibles soluciones de los caminos del juego actual.

15 Lee mas

Estudo exploratório da inteligência emocional em adolescentes

Estudo exploratório da inteligência emocional em adolescentes

Esta correlação já foi mais estudada do que a anterior e na maioria dos estudos consultados, os resultados indicavam que na generalidade as mulheres têm tendência a ter melhores resultados gerais na Inteligência Emocional do que os homens. (Schutte et al, 1998; Ferrando et al, 2006; Mayer & Geber, 1996; Mayer et al 1999, Ciarrochi et al 2000, 2001; Nicholas et al, 2005 Navas & Bozal, 2006, Goldenberg et al, 2006; Bueno et al, 2006; Parker et al, 2006 Bar-on, 2006). Nos estudos mencionados os instrumentos mais utilizados foram o do presente estudo (EIS) e o MSCEIT, havendo no entanto a utilização de outros instrumentos. A grande maioria dos estudos revelou no entanto, que os Homens pontuavam mais nas capacidades intrapessoais (auto-estima, auto confiança, gestão do stress, são mais flexíveis, são melhores na resolução de problemas e são mais optimistas) e as Mulheres pontuavam mais nas capacidades interpessoais (tem maior consciência das emoções, mais empáticas, relacionam-se melhor com os outros e são sociavelmente mais responsáveis). É importante no entanto salientar, que mais uma vez, esta não é uma variável onde o consenso seja absoluto, havendo estudos, que mostram ou a não diferença nos resultados de Inteligência Emocional segundo o género ou contrariamente ao defendido pela maioria, os homens obtinham resultados de I.E. superiores às mulheres (Petrides & Furnham, 2000a; Lyusin , 2006 ).
Mostrar más

153 Lee mas

Relação entre criatividade, inteligência, personalidade e superdotação no contexto educacional

Relação entre criatividade, inteligência, personalidade e superdotação no contexto educacional

para os estudantes e sugerem que os alunos acelerados têm maiores índices de criatividade, inteligência e uma personalidade com maior abertura a novas experiências e mudanças. Por outro lado, apesar de não terem sido demonstradas fortes evidências nesse sentido, é possível que os alunos acelerados para o ensino superior estejam passando por maiores dificuldades de ajustamento social. Nesse sentido, ressalta-se a dificuldade de transição do ensino médio para o ensino superior – não apenas dos alunos acelerados – e a necessidade de um acompanhamento mais próximo com esses estudantes. Pode-se afirmar, ainda, que a depressão e os comportamentos depressivos interferem no desempenho do aluno; mas, por outro lado, sugere-se que boas oportunidades de o aluno trabalhar com o que o motiva e ter liberdade para criar e se desafiar também podem prevenir ou ajudar nos sintomas depressivos. Por fim, conclui-se que o pensamento criativo e o pensamento distorcido apresentam uma correlação positiva e significativa; porém, não foram encontradas evidências de um mau ajustamento emocional por parte dos alunos mais criativos, de modo que se pode concluir que os indicadores encontrados de uma psicopatologia estão mais relacionados ao pensamento criativo e divergente do que à suscetibilidade ao transtorno psicótico. Dessa forma, ressalta-se que o indivíduo fantasioso não tem, necessariamente, um pensamento distorcido, mas a capacidade de pensar em situações e soluções incomuns, que não são compartilhadas pela maioria das pessoas.
Mostrar más

142 Lee mas

Inteligência emocional entre géneros, o bem-estar psicológico e a satisfação no trabalho

Inteligência emocional entre géneros, o bem-estar psicológico e a satisfação no trabalho

Tendo em conta as implicações da inteligência emocional, do bem-estar psicológico e da satisfação no trabalho numa determinada organização, o presente estudo assenta nestas questões de partida, oferecendo especial atenção às diferenças entre géneros. A questão do género no contexto organizacional sempre foi objeto de preconceito e estereótipos, tornando-se cada vez mais importante tentar discernir as diferenças que realmente existem entre géneros. Na literatura são evidentes as diferenças entre homens e mulheres quanto à forma como cada grupo lida com os problemas ou situações mais emocionais. A título de exemplo, alguns estudos concluíram que as mulheres expressam mais os seus sentimentos do que os homens (Barrett, Lane, Sechrest & Schwartz, 2000; Naghavi & Redzuan, 2011). Mas quando a questão se prende em perceber qual o género que detém níveis mais elevados de inteligência emocional, os estudos não são homogéneos. Algumas investigações chegaram à conclusão que as mulheres podem deter níveis mais altos de inteligência emocional em certas dimensões, enquanto os homens os apresentam noutras (e.g., Ahmad, Bangash & Khan, 2009; Cabello, Fernández-Pinto, Sorrel, Extremera & Fernández-Berrocal, 2016; Khalili, 2011; Mandell & Pherwani, 2003).
Mostrar más

102 Lee mas

A inteligência cultural e a ideologia ética nos estilos de gestão de conflitos

A inteligência cultural e a ideologia ética nos estilos de gestão de conflitos

As diferenças entre indivíduos, no que se refere às suas atitudes, crenças e valores, têm influência no estilo que se utiliza para lidar com o conflito (McIntyre, 2007). Essas diferenças são importantes na forma como os indivíduos percepcionam e lidam com o conflito (Kaushal & Kwantes, 2006; Simões, 2008; Lee, 2008), uma vez que as características pessoais podem gerar conflito (Wall & Callister, 1995). As diferenças individuais estão ligadas ao estilo de conflito, logo a ideologia ética também estará, porque esta explana as diferenças individuais na moralidade (Forsyth, 1980), assim como a inteligência cultural, que é um constructo específico de diferenças individuais (NG, Dyne, & Ang, 2012). Sendo assim, conhecer os preditores dos estilos de gestão de conflitos é conhecer melhor o processo e as soluções que um indivíduo utiliza numa determinada situação de conflito.
Mostrar más

91 Lee mas

Fatores Determinantes da Inteligência Emocional no Contexto Industrial

Fatores Determinantes da Inteligência Emocional no Contexto Industrial

Investigações realizadas com base na escala apontam para uma relação positiva entre satisfação no trabalho, performance, comprometimento e liderança efetiva (RODRIGUES; REBELO[r]

18 Lee mas

A relação entre a inteligência emocional e o burnout em médicos e enfermeiros

A relação entre a inteligência emocional e o burnout em médicos e enfermeiros

Na realização de um trabalho científico, é de extrema importância que as variáveis sejam definidas e clarificadas. Segundo Fortin (2009), quando se coloca o problema e as hipóteses devem ser apresentados também a indicação das variáveis independentes e dependentes. Almeida e Freire (1997), consideram que as variáveis independentes dizem respeito a dimensões ou características manipuladas pelo investigador para compreender o seu impacto numa outra variável e as variáveis dependentes são as dimensões ou características que surgem ou modificam em consequência de variações na variável independente. No presente estudo, as variáveis independentes são compostas pelas variáveis sociodemográficas e socioprofissionais: a idade, o sexo, o estado civil, a profissão, o tempo de serviço (antiguidade), a exclusividade, o número de horas de trabalho semanal e a situação contratual (vínculo). A variável dependente é a dimensão do stresse, são as dimensões da Inteligência Emocional (empatia; autocontrolo perante as críticas; autocontrolo emocional; autoencorajamento; compreensão das minhas próprias emoções; compreensão das emoções dos outros) e por fim as dimensões do Burnout (exaustão emocional; despersonalização e realização pessoal).
Mostrar más

126 Lee mas

Inteligência competitiva: contribuições para empresas de tecnologia da informação

Inteligência competitiva: contribuições para empresas de tecnologia da informação

A partir dos resultados da pesquisa foi possível observar que não existe, formalmente, nas empresas estudadas, uma área específi ca destinada às atividades de inteligência com- petitiva. Porém, evidenciou-se que as atividades de IC estão ligadas à área de marketing. Como mostram Vargas e Souza (2001), é possível que a IC, além de poder ter seu lugar na hierarquia das empresas, também tenha suas atividades absor- vidas por áreas mais tradicionais. Além disso, verifi cou-se que essas empresas utilizam os próprios profi ssionais da área de marketing para realizar as funções relativas à IC, o que também pode justifi car os baixos investimentos feitos na área de IC. Nos casos estudados, as áreas de marketing têm proximidade com a alta direção das organizações e auxiliam na tomada de decisões estratégicas.
Mostrar más

9 Lee mas

Construção e Validação Fatorial de uma Medida de Inteligência Emocional

Construção e Validação Fatorial de uma Medida de Inteligência Emocional

Em 1995, Gardner introduz, no meio cientifico, uma outra abordagem sobre a inteligência, entendida como "capacida- de de resolver problemas ou elaborar produtos que são im- portantes em um determinado ambiente ou comunidade cul- tural" (Gardner, 1993/1995, p. 21). O autor argumenta que vários conjuntos de habilidades humanas possuem as carac- terísticas necessárias para serem classificadas como inteli- gências distintas. Configura-se, desta maneira, uma inova- dora leitura do intelecto humano denominada teoria das in- teligências múltiplas, constituindo uma visão pluralista do intelecto humano, assemelhando-se àquela posição já ante- riormente apresentada por Guilford. Na proposição de Gardner, entretanto, a multidimensionalidade da inteligên- cia humana não seria constituída por um conjunto de apti- dões independentes como defendia Guilford mas, sim, por inteligências específicas que iriam se manifestar na medida em que existisse a necessidade de criar um produto cultural. Assim sendo, a abordagem das inteligências múltiplas, re- conhecendo as capacidades universais da espécie humana, baseia-se num sistema computacional com base neurológi- ca, tendo cada uma das inteligências determinados tipos de informações internas e externas que as desencadeariam. Em sua formulação teórica, Gardner identifica sete tipos de in- teligência. Mantendo em sua lista as já tradicionais inteli- gências lógico-matemática e lingüística, ele inclui as inteli- gências musical, espacial e corporal-cinestésica, ressaltan- do possíveis influências socioculturais sobre o potencial humano e postula duas outras inteligências de cunho predo- minantemente sócio-emocional, denominadas inteligência intrapessoal e interpessoal. Esta teorização mescla a visão clássica com as recentes descobertas neurofisiológicas so- bre o funcionamento do intelecto. Assim, a grande contri- buição de Gardner para o estudo da inteligência é justamen- te a sedimentação das mais diversas teorias que, há décadas, buscavam ampliar a concepção de inteligência para além das habilidades acadêmicas.
Mostrar más

10 Lee mas

Burnout e inteligência emocional em estudantes universitários: que relação?

Burnout e inteligência emocional em estudantes universitários: que relação?

Considerando que os perigos provenientes do Burnout podem afetar os indivíduos a nível pessoal e coletivo (Mostert et al., 2007), os investigadores têm explorado as possíveis variáveis que influenciam o Burnout, de entre as quais se destacam a personalidade (Bakker, Van der Zee, Lewing & Dollard, 2006), o temperamento (Langelaan et al, 2006), a auto eficácia (Brouwers & Tomic, 2000), e a depressão (Middeldorp, Cath & Boomsma, 2006). Apesar da falta de investigação no que toca à Inteligência Emocional, Cipriano (2002) apresenta-nos os conceitos de inteligência emocional e Burnout como dois extremos de um mesmo continuum, que representa a adaptação a um meio difícil. O primeiro conceito associa-se a um elevado nível de adaptação, enquanto o segundo retrata o fracasso da adaptação. Assim, a inteligência emocional pode representar um conjunto de competências adaptativas que protegem o sujeito das adversidades do meio.
Mostrar más

56 Lee mas

Show all 2153 documents...