Sistemas de Banco de Dados

Top PDF Sistemas de Banco de Dados:

Arquitetura de armazenamento de dados para Sistemas de Informação Geográfica Voluntária utilizando Banco de Dados NoSQL baseado em documento

Arquitetura de armazenamento de dados para Sistemas de Informação Geográfica Voluntária utilizando Banco de Dados NoSQL baseado em documento

A plataforma Web 2.0 e as tecnologias móveis, como smartphones equipados com re- ceptores GPS, possibilitaram uma mudança na maneira de capturar dados geográficos, contribuindo para a concepção do fenômeno dos Sistemas de Informação Geográfica Volun- tária (SIGV). A partir do crescimento do número de indivíduos que criam e compartilham dados espaciais, e da possibilidade de armazenar uma grande quantidade de dados, em diversos formatos, os SIGV devem resolver algumas questões sobre como a informação pode ser armazenada e gerenciada de maneira eficiente em ambiente digital. Este tra- balho visa especificar uma arquitetura de armazenamento de dados para SIGV utilizando Banco de Dados NoSQL que atenda aos requisitos de escalabilidade e heterogeneidade de dados. Para validação da arquitetura, duas provas de conceito foram apresentadas e implementadas, onde realizou-se a comparação de desempenho dos bancos de dados PostgreSQL, CouchDB e MongoDB, nas operações de inserção e leitura de dados em apli- cações de SIGV. A análise das provas de conceito busca verificar a viabilidade da adoção dos bancos de dados NoSQL baseados em documento como uma alternativa para uma arquitetura de armazenamento de dados para SIGV.
Mostrar más

110 Lee mas

Estudo comparativo entre os sistemas gerenciadores de banco de dados PostgreSQL e MongoDB para o armazenamento e busca de metadados MARC

Estudo comparativo entre os sistemas gerenciadores de banco de dados PostgreSQL e MongoDB para o armazenamento e busca de metadados MARC

Objetos catalogados em registros bibliográficos MARC apresentam campos diferentes entre si, caracterizando-se um registro dinâmico. Essa situação pode ser atendida por bancos de dados relacionais, de forma que cada tipo de objeto seja armazenado em uma tabela própria ou em múltiplas linhas para o mesmo registro, consumindo espaço desnecessário e onerando a sua busca. No entanto, bancos relacionais possuem a vantagem de garantir a consistência dos dados e fazer o controle de transação. Os bancos NoSQL, dependendo do modelo utilizado, podem armazenar um registro bibliográfico como um único registro, e ainda permitem que os relacionados sejam vinculados em um único registro, facilitando a implementação do sistema de gestão de acervos bibliográficos.
Mostrar más

106 Lee mas

Projeto de uma biblioteca digital multimídia usando sistemas gerenciadores de banco de dados distribuídos

Projeto de uma biblioteca digital multimídia usando sistemas gerenciadores de banco de dados distribuídos

A distribuição dos dados multimídia nos nós do banco de dados, em ambas as arquiteturas, foram feitas da seguinte maneira: o nó servidor (Servidor 1), além de ser servidor de aplicação, possui uma instância Oracle rodando, chamada de BD1. Essa instância é responsável pela maior carga dos dados multimídia, pois envolverá dados de áudio e vídeo. O outro nó (Servidor 2) possuíra, por sua vez, outra instância do Oracle rodando, chamada de BD2. Essa será responsável pelo armazenamento de dados multimídia do tipo imagem. Para o armazenamento dos dados multimídia foi utilizado o campo do tipo BLOB.
Mostrar más

11 Lee mas

Estudo e elaboração de um conjunto de regras para sintonia de performance em aplicações de banco de dados

Estudo e elaboração de um conjunto de regras para sintonia de performance em aplicações de banco de dados

Neste artigo, foi apresentado algumas considerações sobre sintonia de performance e os aspectos de implementação de sistemas de banco de dados que causam impacto no desempenho das aplicações. Foi ressaltada a importância do papel do administrador de banco de dados na interpretação das estatísticas fornecidas pelo sistema para a identificação e solução dos gargalos. Foi apresentado, também, que as ações normalmente executadas pelos DBAs podem ser definidas sob a forma de regras e que estas podem auxiliar o trabalho de identificação e solução de gargalos do sistema. Um exemplo de regra foi apresentado para ilustrar que tanto os aspectos de implementação quanto a característica da carga das transações podem influenciar a aplicação da regra. Ao fim do artigo, foi definido as características dos cenários a serem construídos. O objetivo desses cenários é representar contextos específicos de aplicações para que se possa validar a aplicabilidade das regras.
Mostrar más

12 Lee mas

Banco de dados geográficos para gerenciamento de parcelas territoriais rurais

Banco de dados geográficos para gerenciamento de parcelas territoriais rurais

Nas diferentes arquiteturas de SIGs, as implementações buscam sempre desenvolver estratégias para armazenamento e recuperação de dados espaciais. Tais arquiteturas utilizam cada vez mais Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados (SGBDs) e o suporte a aplicações não convencionais na área de banco de dados é uma busca constante. Uma aplicação é classificada como não convencional quando trabalha com outros tipos de dados, além dos tradicionais, como tipos de dados espaciais, temporais e espaço-temporais (QUEIROZ, 2006). A implementação de um banco de dados geográficos traz benefícios na organização dos dados de uma empresa, sendo necessário o armazenamento de forma eficiente, sem redundâncias e inconsistências. Segundo Laudon (1999), devido à independência dos dados em relação a programas e aplicativos, não há necessidade de construir arquivos isolados com dados repetidos a cada nova aplicação. Os dados são mantidos em apenas um lugar.
Mostrar más

58 Lee mas

Implementação de um banco de dados temporal utilizando o modelo orientado a objeto TF-ORM

Implementação de um banco de dados temporal utilizando o modelo orientado a objeto TF-ORM

A modelagem de banco de dados tradicional armazena apenas dados estáticos, não registrando a sua evolução. Já a modelagem de banco de dados temporal, permite armazenar e recuperar todos os estados de um objeto, registrando sua evolução ao longo do tempo, especificando tanto aspectos estáticos, como os aspectos dinâmicos de uma aplicação. Informações temporais são associadas implicitamente aos dados, correspondendo ao tempo de validade (tempo que a informação será válida no banco de dados) e/ou ao tempo de transação (tempo que a informação foi inserida no banco de dados). Hoje, cada vez mais as aplicações necessitam de informações sobre dados passados, como sistemas de informações gerenciais. Quando se almeja estes tipos de aplicações, necessita-se da implantação de um banco de dados temporal.A utilização de um modelo de dados temporal para especificação de uma aplicação não implica, necessariamente, na utilização de um SGBD específico para o modelo. Bancos de dados comerciais podem ser utilizados se existir um mapeamento adequado entre o modelo temporal e o banco de dados utilizado. Um banco de dados (BD) temporal pode ser implementado sobre um BD relacional, orientado a objetos, objeto- relacional e outros. Em cada um deles devem ser preservadas as características individuais, bem como, as regras que regem cada BD.
Mostrar más

12 Lee mas

Estruturação, modelagem e implementação de banco de dados geoespaciais para o cadastro ambiental rural

Estruturação, modelagem e implementação de banco de dados geoespaciais para o cadastro ambiental rural

O conteúdo e as finalidades dos sistemas cadastrais modificam-se durante o tempo histórico. Kaufmann e Steudler (1998) acrescentam que por muitas décadas, os sistemas cadastrais tradicionais desfrutaram de uma reputação de confiabilidade, com processos bem definidos e uma garantia bem reconhecida da segurança da propriedade privada da terra. Não obstante, o enorme progresso tecnológico, a mudança social e a crescente interconexão das relações de negócios com as consequências legais e ambientais impuseram uma pressão sobre os sistemas tradicionais cadastrais. Uma indicação óbvia deste são as muitas reformas pelas quais os sistemas cadastrais estão passando com vistas a se adaptarem às novas necessidades de cruzamento de informações com outras informações contidas em sistemas cadastrais com propósitos distintos.
Mostrar más

303 Lee mas

Verificação de integridade de banco de dados do tipo grafo

Verificação de integridade de banco de dados do tipo grafo

A quantidade de informação gerada atualmente tem crescido a uma velocidade muito alta, de forma que para armazenar todo esse volume de dados, tem-se buscado novas estruturas de armazenamento diferentes dos atuais bancos de dados relacionais. Essa busca por novas tecnologias ocorre devido ao fato de que novos sistemas têm exigido maior robustez e capacidade de suportar acesso simultâneo de diversos usuários. Assim sendo, o BD dessas aplicações precisa atender de forma eficaz um grande número de requisições em paralelo, e assim, os modelos relacionais nem sempre tem conseguido atender tais processos da forma desejada (PEREIRA H P BORGES; UNITRI, 2014).
Mostrar más

71 Lee mas

Desenvolvendo sistemas de consulta de dados na diretoria de processos seletivos

Desenvolvendo sistemas de consulta de dados na diretoria de processos seletivos

Após realizado o levantamento de atividades que produzem maior demanda para os se- rivdores da DIPIE, concluiu-se que o levantamento de dados de candidatos é uma das atividades de maior impacto na divisão. Esta atividade faz com que as tarefas efetivas de processamento e estatístisca sejam recorrentemente interrompidas para que se realize levantamento de diversos dados de candidatos diretamente no banco de dados. Por exem- plo, quando um candidato contactava o setor de atendimento, toda informação sobre este candidato era solicitada pelo atendimento à DIPIE, os servidores da DIPIE faziam então a consulta manual em banco de dados e depois repassavam para o atendimento.
Mostrar más

34 Lee mas

Uma aplicação que usa banco de dados geográficos para cadastro de geoformas no estado da Paraíba

Uma aplicação que usa banco de dados geográficos para cadastro de geoformas no estado da Paraíba

2.3.4 Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados que Suportam Dados Geográficos De acordo com Câmara e Queiros (2005), um SGBD é um software ou uma coleção de softwares que contribuem no gerenciamento do Banco de Dados. O SGBD serve para facilitar o processo de definição, construção e manipulação do Banco. Mas para Elmasri e Navathe (2005), um SGBD é uma coleção de softwares que permite uma interação com o usuário para manipular bancos de dados. Para Longley e et. al. (2013b), um SGBD é um programa desenvolvido para organizar o armazenamento e manipulação de dados de forma eficiente e eficaz de forma que sua linguagem de consulta é uma característica particular desse SGBD. O SGBD apresenta uma linguagem padrão de consulta ou manipulação, chamada SQL.
Mostrar más

72 Lee mas

Um estudo comparativo entre banco de dados relacional em disco e em memória

Um estudo comparativo entre banco de dados relacional em disco e em memória

Apesar do poder computacional dos processadores ter crescido nas últimas décadas, conforme a perspectiva da lei de Moore, o desempenho dos sistemas de armazenamento não foi capaz de acompanhar tal evolução (JANUKOWICZ, EASTWOOD, 2012). Com base nessa discrepância e nos pontos principais do conceito de Big Data, acredita-se que as aplicações que lidam com esta perspectiva necessitam de uma infraestrutura capaz de ser escalável e paralela (MUKHERJEE et al., 2012). Hashem et al. (2016) ressaltam que o modelo de programação para o processamento de grandes conjuntos de dados com algoritmos paralelos pode ser usado para análise de dados e para obtenção de valor sobre os dados armazenados.
Mostrar más

64 Lee mas

Prototipagem de banco de dados: o uso da teoria da classificação facetada na modelagem de dados

Prototipagem de banco de dados: o uso da teoria da classificação facetada na modelagem de dados

RICI: R.Ibero-amer. Ci. Inf., ISSN 1983-5213, Brasília, v. 9, n. 1, p. 242-257, jan./jun.2016. 256 As contribuições oferecidas por ambas as áreas foram inúmeras. No caso deste trabalho, buscamos adotar estudos da CI numa aplicação da CC, com o objetivo de catalogar os materiais do Setor Pedagógico da Instituição, classificá-los e, por fim, recuperá-los. Ainda nas práticas da CI, enraizadas na Biblioteconomia, adotamos a TCF em um ambiente digital, neste caso, em um BD. Após estudos, muitas foram às semelhanças encontradas. Dentre elas, percebemos que, assim como na classificação facetada, os sistemas computacionais por modelagem de dados, em BD, também objetivam a estruturação do conhecimento, através da organização de seus conceitos e da criação de relacionamentos entre eles, permitindo o mapeamento de uma área de assunto e a inclusão de novos conceitos – sem que isto altere a estrutura do sistema.
Mostrar más

16 Lee mas

NoSQL2 : administrando banco de dados NoSQL com a linguagem SQL

NoSQL2 : administrando banco de dados NoSQL com a linguagem SQL

Nos últimos anos, novos modelos de banco de dados, chamados NoSQL (Not Only SQL) estão sendo considerados alternativas para a gestão de grandes volumes de dados - Big Data, pois gerenciam e armazenam os dados de forma eficiente, possuem alta escalabil- idade, disponibilidade e desempenho satisfatório. A administração de bancos de dados implica na execução de tarefas, tais como criação de bases e objetos, atribuição de priv- ilégios, realização de backups, dentre outras atividades. A execução dessas tarefas de administração em bancos de dados NoSQL exige um maior nível de conhecimento por parte dos administradores de bancos de dados (DBA), e expõe questões relacionadas à falta de familiaridade desses profissionais nos ambientes NoSQL. De forma a contribuir nesse campo de estudo, a presente dissertação apresenta a solução NoSQL 2 para execução de tarefas de administração, usando a linguagem SQL (Structured Query Language), que funciona em diferentes Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados (SGBD) NoSQL. O NoSQL 2 permite aos DBAs se desvincularem das particularidades de formas de acesso de cada NoSQL, pois disponibiliza recursos para conversão de comandos da sintaxe SQL para a sintaxe proprietária do banco de dados NoSQL.
Mostrar más

106 Lee mas

Interface NoSQL integrada a banco relacional para gerenciamento de dados em nuvem privada

Interface NoSQL integrada a banco relacional para gerenciamento de dados em nuvem privada

• Infraestrutura como Serviço (IaaS): O usuário pode provisionar processamento, ser- vidores, rede, ou armazenamento e outros recursos computacionais fundamentais onde pode implantar softwares arbitrários, como sistemas operacionais e aplica- ções. Porém, neste modelo o usuário não controla a infra-estrutura da nuvem. O Amazon Elastic Cloud Computing (EC2) (AMAZON, 2014), Microsoft Azure (MI- CROSOFT, 2014a) e OpenStack (OPENSTACK, 2014) são exemplos de IaaS. Neste trabalho, o protótipo caracteriza-se com o modelo de serviço SaaS, pois a in- fraestrutura de rede e servidores não poderá ser controlada pelo usuário, apenas os dados intermediados pela interface implantada pelo provedor na infraestrutura de nuvem.
Mostrar más

74 Lee mas

Mapeamento de Modelagem Lógica de Dados Orientado a Agregados para Sistemas de Gerência de Bancos de Dados NoSQL

Mapeamento de Modelagem Lógica de Dados Orientado a Agregados para Sistemas de Gerência de Bancos de Dados NoSQL

O principal encorajamento para este trabalho é a possibilidade de poder prover uma ferramenta completa, de forma que desenvolvedores e usuários possam modelar esquemas em alto nível e ter o resultado dessa modelagem pronta para ser aplicada no banco NoSQL de sua escolha, seja ele MongoDB, Cassandra ou Redis. Além disso, apesar das implementações serem específicas para os bancos descritos previamente, as regras desenvolvidas nesse trabalho servem de base para serem aplicadas e outros bancos, expandindo assim a riqueza da ferramenta BrModeloNext. Para atingir estes objetivos foi feito uma pesquisa sobre trabalhos relacionados envolvendo ferramentas de conversão de modelos de agregados para NoSQL, dos quais não foram encontrados nenhuma referência relevante. Também foram levantadas toda a base teórica para desenvolver as regras, que culminou em entender o modelo de agregados, os diferentes tipos de bancos, as especificidades de cada banco trabalhado, tecnologias e a ferramenta BrModeloNext.
Mostrar más

99 Lee mas

Auto-Tuning de banco de dados NoSQL com dados de Internet das Coisas : um estudo de caso com o Cassandra

Auto-Tuning de banco de dados NoSQL com dados de Internet das Coisas : um estudo de caso com o Cassandra

Os dados provenientes de um ambiente de Internet das Coisas (IoT - Internet of Things) podem atingir um volume muito grande, proporcional à quantidade de dados gerados pelos sensores, à sua periodicidade de envio e ao número de dispositivos conectados. Estes da- dos são séries temporais e possuem características específicas que podem ser exploradas para facilitar seu armazenamento. Há sistemas gerenciadores de bancos de dados que possuem funcionalidades específicas para armazenar estes dados, entre eles está o banco NoSQL Cassandra, o qual provê duas estratégias de compactação, que organizam as pági- nas de dados de maneira otimizada para dados de séries temporais, como os de IoT. Este trabalho compara as duas estratégias e encontra a mais eficiente quanto ao tempo de re- sposta e throughput. A estratégia de compactação possui parâmetros de configuração, cuja definição fica a cargo do usuário. O efeito destes parâmetros no desempenho do sistema é estudado e pontos ótimos de configuração são definidos, por meio de testes e análises de resultados. Um mecanismo de auto-tuning chamado C*DynaConf foi desenvolvido, baseado nos pontos ótimos de configuração preestabelecidos. Os resultados apontaram que seu uso trouxe melhoria média de 4,52% no número de operações realizadas, quando comparado a um cenário de IoT que se inicia com configuração ótima, mas passa a ter suas características alteradas.
Mostrar más

86 Lee mas

Modelagem de desempenho do banco de dados cassandra

Modelagem de desempenho do banco de dados cassandra

Armazenar grande quantidade de dados ´ e um desafio, e a demanda para gerenciar volumes massivos de dados vem crescendo. Entre os fatores que contribuem para este aumento, destacam-se as redes sociais, a Internet das coisas e a computa¸c˜ ao em nuvem. Diante disso, surgiram novos sistemas de armazenamento de dados, entre eles os bancos de dados n˜ ao relacionais NoSQL. Esses bancos tˆ em sido amplamente utilizados em empresas que gerenciam grandes quantidade de dados com intuito de atender suas demandas de escalabilidade e alta disponibilidade. Uma das principais estrat´ egias para escolher um banco de dados ´ e analisar o desempenho em opera¸c˜ oes t´ıpicas como inser¸c˜ ao e consulta utilizando t´ ecnicas de medi¸c˜ ao. Entretanto, escolher o banco de dados correto para determinada aplica¸c˜ ao utilizando esta t´ ecnica demanda tempo e investimento. Uma alternativa para avaliar o desempenho desses sistemas, com menos custo e em menor tempo, ´ e atrav´ es do uso de t´ ecnicas de modelagem de desempenho. Diante desse cen´ ario, este trabalho realiza uma an´ alise do desempenho de um banco de dados NoSQL utilizando t´ ecnicas de modelagem e simula¸c˜ ao, avaliando o tempo de resposta em opera¸c˜ oes de inser¸c˜ ao. O banco de dados NoSQL escolhido foi o Cassandra e o modelo de desempenho foi desenvolvido em rede de Petri estoc´ astica. Para fins de valida¸c˜ ao do modelo de desempenho, um ambiente de medi¸c˜ ao foi montado utilizando a ferramenta de benchmark Yahoo! Cloud Serving Benchmarking. Al´ em disso, este trabalho avalia o desempenho e o consumo de energia do Cassandra em cen´ arios com dados distribu´ıdos. Os resultados mostraram que o modelo de desempenho pode ser uma alternativa para avaliar o desempenho do Cassandra durante a inser¸c˜ ao de dados.
Mostrar más

92 Lee mas

Desenvolvimento de um método para integrar um segmentador de grandes imagens no banco de dados PostgreSQL

Desenvolvimento de um método para integrar um segmentador de grandes imagens no banco de dados PostgreSQL

A abordagem de classificação orientada a objetos representa um novo paradigma no processamento de imagens de altas resoluções espaciais, espectrais e temporais, e a abordagem mais comum usada para construir objetos é a segmentação de imagens. Atualmente, o processamento de imagens está avançando na área de análise de imagens baseada em objetos (OBIA ou GEOBIA) que apresenta métodos capazes de explorar, além de atributos espectrais, outros elementos interpretativos como textura, forma ou contexto. Os usuários de recursos computacionais disponíveis exigem que as aplicações possam processar de forma eficaz estas imagens. As soluções buscam melhor desempenho de processamento computacional em aplicações com soluções sequenciais e distribuídas, mas poucas abordam o uso de sistemas gerenciadores de banco de dados. Esta tese propõe-se a explorar a abordagem de especificações de aplicações para integrar o SGBD PostgreSQL/PostGIS e o classificador OBIA do programa InterIMAGE Desktop para processamento de grandes imagens orbitais. O método apresentado é expansível no uso da biblioteca TerraLib 5, com implementação em C++. Os experimentos realizados com as representações matriciais (raster) indicaram a viabilidade das aplicações, e podem consolidar-se sob a forma de processos de armazenamento e processamento da segmentação no SGBD.
Mostrar más

147 Lee mas

Construção de banco de dados no BrOffice Base.

Construção de banco de dados no BrOffice Base.

A importância dos bancos de dados nas empresas é evidente, uma vez que as informações contidas nestes bancos têm sido utilizadas com diversos propósitos, tais como análise do mercado, sistemas de suporte à decisão, detecção de fraudes e gerenciamento de negócios (CHEN; HUANG, 2008). Entretanto, apesar do crescimento acelerado da informação eletrônica no cerne das empresas, entre 80 a 90%, aproximadamente, não encontra-se adequadamente estruturada, o que dificulta seu gerenciamento de forma efetiva e eficiente (WANG et al., 2008). Outro sério problema é a qualidade das informações armazenadas nos bancos de dados (HERNÁNDEZ; STOLFO, 1998). Estima-se que entre 50 a 80% das informações contidas no bancos de dados criminais norte-americanos não podem ser adequadamente utilizadas, devido à sua natureza incompleta, inexata ou ambígua (STRONG, et al., 1997). Contudo, em conjunto com a internet, os banco de dados têm sido importantes ferramentas no gerenciamento e desenvolvimento da comunicação nas instituições, pois permitem a manipulação de um vasto volume de informações (CHASSIAKOS; SAKELLARROPOULOS, 2008).
Mostrar más

41 Lee mas

Uma arquitetura para monitoramento de banco de dados e recomendações utilizando sistema de banco de dados ativos

Uma arquitetura para monitoramento de banco de dados e recomendações utilizando sistema de banco de dados ativos

Os SRs definem uma classe de sistemas que podem ser desenvolvidos utilizando diversas técnicas e com diferentes propósitos, mas com a característica em comum de prover recomendações diversas a seus usuários (VIEIRA e NUNES, 2012). Utilizam filtros de informação, para apresentar itens ou objetos como páginas web, livros, medicamentos, lojas, artigos, ou qualquer coisa que provavelmente seja de interesse do usuário. O princípio desses sistemas se baseia em “o que é relevante pra mim, também pode ser relevante para alguém com interesse semelhante” (SCHAFER, 2001).
Mostrar más

81 Lee mas

Show all 10000 documents...