Velocidade do vento

Top PDF Velocidade do vento:

Mello Flavio_ Reflexiones sobre las relaciones entre senderos y biodiversidad en areas protegidas

Mello Flavio_ Reflexiones sobre las relaciones entre senderos y biodiversidad en areas protegidas

a) Efeito de borda: Para Metzger (1999), a borda é a área de transição entre unidades de paisagem, cujas características depende da escala espaço-temporal e das interações que agem sobre estas unidades. São as áreas mais expostas à perturbação externa e do ponto de funcional é onde a intensidade dos fluxos biológicos entre as unidades de paisagem se modifica de forma abrupta, embora nem sempre estas propiedades se apliquem a todas as bordas. O efeito de borda pode ser caracterizado como o espectro de alterações microclimáticas onde o aumento da luminosidade, e velocidade do vento, aumentam a temperatura e evapotranspiração, reduzindo a umidade do ar e do solo, com consequencias nas comunidades vegetais e animais que podem se instalar nestas areas (espécies pioneiras, ruderais e invasoras) ou ter seu desenvolvimento comprometido conforme a resiliência à estas alterações. Estas alterações também se refletem na composição e riqueza da fuana e suas interações. Sua extensão varia conforme as condições ambientais locais, espécies envolvidas e fatores ecológicos considerados. Ao se considerar a estrutura das trilhas, observa-se que seu corredor cria duas bordas onde suas dimensões são definidas de acordo com o zoneamento, função e usuário previsto, podendo ainda serem alteradas pela intensidade de uso e qualidade do manejo. Desta forma, podem configurar maior ou menor efeito de borda e vir a caracterizar a fragmentação do tecido florestal.

6 Lee mas

ANÁLISE QUALITATIVA DA DRENAGEM DO AR ATMOSFÉRICO

ANÁLISE QUALITATIVA DA DRENAGEM DO AR ATMOSFÉRICO

A metodologia adotada para o estudo foi uma análise investigativa e descritiva da drenagem do ar, através de dados de velocidade do vento, temperatura e radiação de cinco estações meteorológicas dispostas conforme a figura 1. Cada estação possuía dois sensores anemômetro, onde um é sônico tridimensional de alta frequência (10Hz) e o outro é de 1Hz, sendo que destes foram obtidos somente a resposta de temperatura. Nas estações 1,2,3 e 4 os sensores estavam a 1,5 metros acima da superfície e na torre à 30m. Os dados correspondem ao período entre 18 de março ao dia 20 de maio do ano de 2015. Para fator de análise observamos as direções de fluxo de declividade da região de localização das estações de medição, intensidade da turbulência e saldo de radiação local. Os dados foram obtidos de uma região onde o bioma possui características muito próxima as características da fronteira oeste do Rio Grande Sul, localizado na Universidade Federal de Santa Maria, ou seja, o bioma Pampa residual na região de Santa Maria.

6 Lee mas

INFLUÊNCIA DA METEOROLOGIA LOCAL NO CAMPO ELÉCTRICO ATMOSFÉRICO DE LISBOA

INFLUÊNCIA DA METEOROLOGIA LOCAL NO CAMPO ELÉCTRICO ATMOSFÉRICO DE LISBOA

Os valores do campo eléctrico usados nesta análise são valores médios horários obtidos na estação Lisboa/Portela (38º47’ N, 9º08’W) com um electrógrafo electromecânico (Benndorff) com a ponta de prova a 1 m de altura e publicados pelo Instituto de Meteorologia (Boletim Geoeléctrico), durante o período 1955-91. Os dias de bom tempo foram seleccionados, segundo as normas internacionais (Voeikov, 1965), a partir da análise dos fenómenos atmosféricos à escala horária, observados nas imediações da estação: nebulosidade inferior a 0.2, velocidade do vento menor que 20 km/h e ausência de nevoeiro ou de precipitação. As curvas da figura 1 apresentam como característica principal um padrão estável de variação horária com dois máximos. Um dos máximos ocorre entre as 8 e as 10 UTC e o outro entre as 14 UTC e as 18 UTC. Também se verifica um mínimo do campo eléctrico atmosférico por volta das 4 UTC, em que o valor aumenta gradualmente depois do nascer do Sol.

5 Lee mas

ESTUDO DO CAMPO DE VENTO DO PARQUE EÓLICO DE ALTO SERTÃO BA COM O SOFTWARE WINDNINJA

ESTUDO DO CAMPO DE VENTO DO PARQUE EÓLICO DE ALTO SERTÃO BA COM O SOFTWARE WINDNINJA

WindNinja, foi possível perceber que os valores obtidos de velocidade do vento são bem precisos comparados com os valores da velocidade real obtida. Ao realizar uma comparação com as simulações mais precisas, foi possível observar que os horários de melhores simulações, variou das 9h às 18h, obtendo uma média de diferença de velocidades de 0,26m/s.

7 Lee mas

Efeito de fluxo de ar de baixa velocidade em medições de beamforming

Efeito de fluxo de ar de baixa velocidade em medições de beamforming

O windscreen pode atenuar o NPS em até 12dB, atenuação esta que dependerá da velocidade do vento, que para ser aceitável em medições ao ar livre deve estar entre 0m/s e 6m/s, isto é, vento de baixa velocidade [6][9]. Quando acoplado ao microfone, o windscreen muda a curva de resposta de campo livre. A resposta pode ser aumentada ou diminuída em aproximadamente 1dB para médias (2kHz – 3kHz) e altas freqüências (12kHz para microfones de meia polegada) [8]. É necessário observar que estes valores também são dependentes do diâmetro do windscreen e do ângulo de incidência do som [10].

10 Lee mas

DESEMPENHO DE ESCOLARES DOS ANOS INICIAIS EM TESTES DE APTIDÃO FÍSICA PARA O DESEMPENHO MOTOR

DESEMPENHO DE ESCOLARES DOS ANOS INICIAIS EM TESTES DE APTIDÃO FÍSICA PARA O DESEMPENHO MOTOR

Apesar dos inúmeros benefícios que podem ser promovidos pelo maior envolvimento de crianças em atividades e exercícios físicos, a Educação Física escolar no Brasil encontra inúmeros obstáculos em todos os níveis de atuação, ou seja, da educação infantil ao ensino superior. Nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, em especial, esses obstáculos estão relacionadas a fatores políticos e pedagógicos, dentre os quais, destaca-se a condução das aulas por professores generalistas que, em muitos casos, possuem uma formação inespecífica e insuficiente em seus aspectos teórico-práticos (DA FONSECA; CARDOSO, 2014), o que pode levar a dificuldades na organização e condução das aulas ou, até mesmo, a oferta de apenas momentos livres no pátio nos horários destinados à Educação Física (PEREIRA; NISTA-PICCOLO; DOS SANTOS, 2009).

7 Lee mas

Aula 2 Movimento Plano de uma Partícula I pdf

Aula 2 Movimento Plano de uma Partícula I pdf

Um carro com massa de 1700 kg move-se horizontalmente ao longo de uma pista circular com inclinação de 20º. O raio de curvatura da pista é 𝜌 = 100 m. Se o coeficiente de atrito estático entre os pneus e a pista é 𝜇 𝑒 = 0,2, determine o módulo da velocidade (constante) máxima na qual o carro pode se mover sem escorregar, subindo a pista inclinada. Despreze as dimensões do carro.

62 Lee mas

CARACTERIZAÇÃO FÍSICA, FISIOLÓGICA, REUMIDIFICAÇÃO E ANÁLISE DA FLUIDODINÂMICA DE GRÃOS CEVADA EM LEITO FLUIDIZADO

CARACTERIZAÇÃO FÍSICA, FISIOLÓGICA, REUMIDIFICAÇÃO E ANÁLISE DA FLUIDODINÂMICA DE GRÃOS CEVADA EM LEITO FLUIDIZADO

O estudo da fluidização demanda a avaliação de parâmetros fluidodinâmicos como a velocidade, porosidade e pressão mínima de fluidização. Estes parâmetros são obtidos a partir do levantamento das curvas características de queda de pressão em função da velocidade superficial do fluido e, são essenciais para a avaliação de um equipamento já projetado de leito fluidizado.Com o objetivo de melhorar o conhecimento e gerar subsídios para a interpretação teórica do processo de secagem em leito fluidizado, dedicamos este estudo à caracterização física e fisiológica de partículas de cevada (Hordeum vulgare L.), análise da reumidificação dos grãos e fluidodinâmica do leito fluidizado. Na caracterização física dos grãos de cevada foi possível obter-se um valor de UBU de 12,63 ± 0,107 %, de ds de 3,63 ± 0,085 mm, de p de 1318,8 ± 0,001 kg/m³, de a de 670 ± 0,007 kg/m³, de de 0,49 ± 0,007, de de 0,84 ± 0,018, de de 29,07 ± 0,683 ° e de Gtotal de 95,75 ± 1,708 % para sementes in natura. Na reumidificação dos grãos de cevada o melhor arranjo encontrado foi para a temperatura de 30°C no tempo de 36 h, resultando-se no aumento da UBU de 11,83 para 19,0 % e não alterando a Gtotal de 94,0 ± 2,45 %.Para as condições fluidodinâmicas estudadas neste trabalho, obteve-se valores de Pmax de 256,8, 249,9 e 240,5 Pa e Umf de 1,12, 1,08 e 1,06 m/s para as temperaturas de 40, 50 e 60°C, respectivamente.

6 Lee mas

ELETRODEPOSIÇÃO DE FILMES ULTRAFINOS DE COBALTO/FERRO SOBRE SUBSTRATOS DE OURO

ELETRODEPOSIÇÃO DE FILMES ULTRAFINOS DE COBALTO/FERRO SOBRE SUBSTRATOS DE OURO

Na figura 1, é possível fazer uma comparação através dos voltamogramas cíclicos de duas diferentes soluções brancas: solução normal e mais básica, ou seja, com a metade da concentração de ácido sulfúrico. As duas soluções foram submetidas a um potencial de -1,18 V e uma velocidade de 0,05 V/s. Observa-se que o potencial de redução de hidrogênio é mais positivo, entre -0,80 V e -0,70 V, e que há uma diminuição na amplitude do pico na solução contendo metade da concentração de ácido padrão.

6 Lee mas

Influência das técnicas de mínima quantidade de lubrificante, refrigeração otimizada e refrigeração convencional na qualidade de peças produzidas com aços endurecidos no processo de retificação

Influência das técnicas de mínima quantidade de lubrificante, refrigeração otimizada e refrigeração convencional na qualidade de peças produzidas com aços endurecidos no processo de retificação

Os fluidos de corte são muitas vezes descartados no meio ambiente, fato que não condiz com a situação atual levando-se em consideração o rigor das leis ambientais e devido à evolução ambiental do homem. Ainda existe o alto custo relativo aos fluidos de corte que vêm se tornando mais acentuados devido ao elevado consumo e o tratamento desse fluido de corte no momento do descarte de forma a atender as exigências ambientais. Segundo Webster (1999) [3], os grandes volumes de fluido de corte estão se tornando necessários, devido ao crescimento da produtividade das indústrias e ao crescimento da utilização do processo.

7 Lee mas

TítuloEstudio hidráulico en modelo de escalas de peixes de fenda vertical de fenda profunda aliñadas: aproximación á avaliación experimental da enerxía cinética turbulenta

TítuloEstudio hidráulico en modelo de escalas de peixes de fenda vertical de fenda profunda aliñadas: aproximación á avaliación experimental da enerxía cinética turbulenta

O resultado da interrupción da libre circulación nos ríos é a diminución, e nalgúns casos a completa desaparición, dalgunhas especies piscícolas, incluíndo, salmónidos, non salmónidos e especies autóctonas (Jungwirth, 1998). Larinier (1998) sinala esta causa como a principal responsable da desaparición de reservas enteiras de salmón nos ríos Rhin, Sena e Garona e do confinamento de certas especies nunha parte moi reducida da rede hidrográfica (salmón do Loira, lucio do Garona). O seu impacto eclipsou amplamente o impacto producido pola polución química das augas (Larinier, 1998). A poboación do esturión foi particularmente ameazada polas presas hidroeléctricas nos ríos Volga, Don, e Caucasian (Petts, 1984); do mesmo xeito na costa este dos Estados Unidos a construcción de presas foi identificada como a principal razón para a extinción ou descenso das poboacións de especies como o salmón e a Alosa sapidissima (en adiante, alosa) nos ríos Connecticut, Merrimack e Penobscott (Baum, 1994; Meyers, 1994; Stolte, 1994). Resultados similares aparecen en todas as partes do mundo dende Australia (Barry, 1990; Mallen-Cooper, 1990) ata Latinoamérica (Quirós, 1989), pasando por China onde Zhong (1996) informa do descenso de un 22,5% no número de especies debido a interrupción das migracións pola presa de Xinanjiang.

287 Lee mas

2_ESTABILIZADORES DE SISTEMAS DE POTÊNCIA EM REGULADORES DE VELOCIDADE TURBINAS

2_ESTABILIZADORES DE SISTEMAS DE POTÊNCIA EM REGULADORES DE VELOCIDADE TURBINAS

Quando uma máquina síncrona perde o sincronismo com o restante do sistema, seu rotor gira com velocidade maior ou menor do que àquela requerida para gerar tensões na freqüência do sistema. A defasagem entre a freqüência do sistema e a freqüência do rotor da máquina resulta em flutuações grandes na potência, na corrente e na tensão da máquina, como conseqüência tem-se a atuação de sistemas de proteção para isolar a máquina do sistema. A perda de sincronismo pode ser observada entre uma máquina e o sistema ou entre grupos de máquinas. Neste último, o sincronismo pode ser mantido com a separação dos grupos com comportamentos distintos.

127 Lee mas

CÁLCULO DA VELOCIDADE DE ONDAS ELETROMAGNÉTICAS EM ROCHAS COM OCORRÊNCIA DE CARVÃO EM CANDIOTA, RS

CÁLCULO DA VELOCIDADE DE ONDAS ELETROMAGNÉTICAS EM ROCHAS COM OCORRÊNCIA DE CARVÃO EM CANDIOTA, RS

O objetivo deste trabalho é calcular a velocidade de propagação de ondas eletromagnéticas do método Ground Penetrating Radar (GPR) em rochas com ocorrência de carvão. Com isso espera-se possibilitar a distinção geométrica e petrofísica de camadas de carvão, essas feitas através de futuras campanhas de GPR em locais com potencial para lavra no município de Candiota, onde está localizada a maior jazida do país, a jazida Candiota. Essa jazida representa 44% dos recursos do Estado do Rio Grande do Sul e de 40% do total de recursos nacionais, os quais somados totalizam cerca de 32 bilhões de toneladas (89,23% localizadas no Rio Grande do Sul), segundo Kalkreuth (2006), Seccatore e Marin (2011). Devido ao condicionamento estrutural/tectônico da jazida (borda da Bacia do Paraná) e intenso trabalho de prospecção, a lavra ocorre de maneira superficial (~30 m de profundidade). Em comparação com as outras rochas tipicamente encontradas em depósitos sedimentares, o carvão possui parâmetros petrofísicos significativamente diferentes, isso assegura que este tipo de rocha seja alvo para diversos tipos de levantamentos geofísicos (HATERLY, 2013). Silva (1999) apud Kalkreuth (2006) classifica o carvão de Candiota através de análise petrográfica como sub- betuminoso. Segundo Reeves (1981) apud Gorelik (2014) o carvão do tipo betuminoso e sub-betuminoso apresenta alta resistividade, característica que tem sido utilizada para identificação do mesmo.

7 Lee mas

Meteoroloxía e climas nas coplas e refráns
da Ulla

Meteoroloxía e climas nas coplas e refráns da Ulla

A chuvia en maio ou principios de xuño (datas da Ascensión), de acordo cos tres primeiros refráns, propicia a aparición de caruncho ou mourón nas espigas do trigo, de xeito que os grans afectados quedan negros e non valen para comer. Algo semellante sucedía co centeo, tamén botaba grans negros, chamados grans de corvo, nas mesmas condicións. A mediados do século XX labora- torios farmacéuticos de Santiago compraban estes grans negros, chamados ‘graos de corvo’, que se recollían en xuño (cara ó 13 de xuño, festa do Santo Antonio de Padua), aínda que ignoramos con que finalidade. Tamén, polo que se ve, moita chuvia neses días non era boa para as fabas nin para os melóns.

29 Lee mas

Web-based questionnaires to assess physical activity in children: A systematic review

Web-based questionnaires to assess physical activity in children: A systematic review

Os questionários eletrónicos estão gradati- vamente sendo incorporadas nas pesquisas epidemiológicas. De fato, isso deve contribuir para o avanço dessa área do conhecimento, sobretudo, com crianças, pois, permite que escolas que possuam uma sala equipada com computadores e com acesso a internet, possam realizar diagnósticos, com economia de tempo e recursos financeiros. Embora ainda tenhamos grandes desafios a enfrentar quando se trata de usar dados autorreportados, o uso de instru- mentos eletrónicos, pode proporcionar uma série de vantagens, dentre as quais podemos

10 Lee mas

Velocidade crítica em natação: uma revisão da literatura

Velocidade crítica em natação: uma revisão da literatura

Outros autores consideraram que o uso de apenas duas distâncias de nado como referência poderia acarretar alguma subjetividade no cálculo da VC (Dekerle et al., 2006). Esta preocupação assentou na variabilidade de tempos de exaustão tendo em vista a determinação da relação distância-tempo o que poderia, de certa forma, impossibilitar a comparação de resultados científicos e desvirtuar o planeamento do treino. Mesmo assim, parece sustentado que o cálculo da VC seria fiável mesmo com o uso de tempos de exaustão variados (Hinckson & Hopkins, 2005). No entanto, do ponto de vista teórico, quanto maior for o número de distâncias nadadas incluídas na determinação da VC, maior será o potencial da linha de regressão e os possíveis erros serão minimizados. De acordo com Altimari, Altimari, Gulak, e Chacon-Mikahil (2007) o número de eventos para a estimativa da VC (e por inerência, o número de sessões de teste) pode ser reduzido em nadadores jovens, desde que utilizadas distâncias que permitem um tempo de esforço até à ocorrência de exaustão.

13 Lee mas

Análise da execução de um algoritmo numérico CBS para simulação de escoamento utilizando elementos finitos

Análise da execução de um algoritmo numérico CBS para simulação de escoamento utilizando elementos finitos

Desse mesmo período, destaca-se, ainda, outro trabalho de Nithiarasu e Zienkiewicz no qual são apresentadas as técnicas de estabilização com os passos de tempo [4]. Neste caso, o principal foco residia nos escoamentos incompressíveis e na aceleração convectiva, utilizando o algoritmo CBS. Os modelos foram novamente testados para o caso da cavidade recirculante e, assim, foi possível uma avaliação dos resultados obtidos com a nova técnica. Existem diversos outros artigos disponíveis na literatura que se utilizam do mesmo método e com excelentes resultados, cabendo destacar os trabalhos [5-9].

9 Lee mas

Cinemática de uma Partícula Movimento em 2 Dimensões

Cinemática de uma Partícula Movimento em 2 Dimensões

Um carro com massa de 1700 kg move-se horizontalmente ao longo de uma pista circular com inclinação de 20º. O raio de curvatura da pista é 𝜌 = 100 m. Se o coeficiente de atrito estático entre os pneus e a pista é 𝜇 𝑒 = 0,2, determine o módulo da velocidade (constante) máxima na qual o carro pode se mover sem escorregar, subindo a pista inclinada. Despreze as dimensões do carro.

44 Lee mas

46º CONGRESO ESPAÑOL DE ACÚSTICA ENCUENTRO IBÉRICO DE ACÚSTICA EUROPEAN SYMPOSIUM ON VIRTUAL ACOUSTICS AND AMBISONICS

46º CONGRESO ESPAÑOL DE ACÚSTICA ENCUENTRO IBÉRICO DE ACÚSTICA EUROPEAN SYMPOSIUM ON VIRTUAL ACOUSTICS AND AMBISONICS

TP10 Estrada nacional 50km/h em 4ª velocidade TP11 Estrada nacional 60km/h em 4ª velocidade TP12 Estrada nacional 80km/h em 5ª velocidade TP13 Estrada nacional 50km/h em 5ª velocidade TP14 Estrada nacional 60km/h em 5ª velocidade TP15 Estrada nacional 80km/h em 6ª velocidade TP16 Estrada nacional 90km/h em 5ª velocidade TP17 Estrada nacional 90km/h em 6ª velocidade TP18 Estrada nacional 70km/h em 6ª velocidade TP19 Estrada nacional 70km/h em 5ª velocidade TP20 Estrada secundária 60km/h em 6ª velocidade TP21 Auto-estrada 90km/h em 6ªa velocidade TP22 Auto-estrada 120km/h em 6ªa velocidade TP23 Auto-estrada 140km/h em 6ªa velocidade

6 Lee mas

Ramón Piñeiro, Carlos Casares e a “Nova Narrativa”

Ramón Piñeiro, Carlos Casares e a “Nova Narrativa”

De volta ao ámbito galego, as obras de Casares posúen poucas características en común coas obras doutros “novos narradores”, de quen non foi admirador. De Méndez Ferrín, por exemplo, Casares só apreciaba os relatos realistas que escribira a partir dos setenta e non os da primeira etapa (precisamente a que se adoita considerar integrante da “nova narrativa”). Do resto dos autores, só salvaba os contos de Camilo Gonsar (Bermúdez, 2002), ao tempo que confesou a fonda pegada que Cunqueiro ou as Cousas de Castelao deixaron nel. Tamén negou a vinculación cunha atmosfera de influencias compartidas por membros de xeracións próximas e destacou a continuidade na súa obra (5). A opresión, a violencia, o alleamento, o absurdo son temas presentes en Vento ferido e Cambio en tres, pero isto débese máis á súa óptica particular de repugnancia pola violencia que a certo espírito da época.

9 Lee mas

Show all 10000 documents...