PDF superior ANÁLISE NETNOGRÁFICA DA EMPRESA NUBANK: COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO DIGITAL

ANÁLISE NETNOGRÁFICA DA EMPRESA NUBANK: COMUNICAÇÃO E  RELACIONAMENTO DIGITAL

ANÁLISE NETNOGRÁFICA DA EMPRESA NUBANK: COMUNICAÇÃO E RELACIONAMENTO DIGITAL

A pesquisa netnográfica foi realizada da seguinte maneira. Primeiramente escolhemos a organização que iriamos analisar. Após decidir que a análise seria feita na empresa Nubank, buscamos identificar quais mídias sociais a organização utiliza para se comunicar com seu público. Depois de feito isto, selecionamos as mídias que analisaríamos que foram o Twitter, Facebook, Instagram e LinkedIn. As análises dessas mídias tiveram como objetivo principal conhecer o tipo de conteúdo que é empregado em cada mídia; se há uso de replicação de conteúdo; a percepção da política de comunicação e relacionamento para as mídias sociais; o nível de interação com os clientes; a voz da marca em cada mídia social; a periodicidade das publicações; a utilização de imagens, vídeos e sons; os horários adotados nas publicações e as estratégias de relacionamento com foco no engajamento nas redes.
Mostrar más

7 Lee mas

O sistema de gestão e arquivo de conteúdos da SIC   Sociedade Independente de Comunicação, S A : proposta de indicadores para medir a eficiência de um arquivo digital audiovisual, com base na análise de valor

O sistema de gestão e arquivo de conteúdos da SIC Sociedade Independente de Comunicação, S A : proposta de indicadores para medir a eficiência de um arquivo digital audiovisual, com base na análise de valor

Essa amortização do custo pode ser a feita logo na primeira passagem em antena ou diluída ao longo das outras passagens. Quando os custos do programa já foram amortizados, todas as receitas decorrentes da venda de publicidade, representam um lucro para a empresa. É importante, porém, que as administrações tenham presente de que é o Arquivo que permite a geração desta riqueza ao preservar este bem da estação, tornando-o acessível e recuperável para novas exibições. É também importante ter em conta que de acordo com as conclusões de um inquérito feito no âmbito do projeto PRESTO a dez dos maiores arquivo do mundo, apontam para que ―one minute of sold or re-used archive material will pay for one hour of preservation‖ (Wright, 2002, p. 2), sendo esta a base de sustentação da viabilidade económica dos Arquivos de Televisão. Ainda de acordo com Wright ―True benefits related to the number of times that asset is used over the lifecycle” (ibid., p.2).
Mostrar más

420 Lee mas

Comunicación en servicios en la era de la globalización. La comunicación digital y el servicio personalizado: oportunidades y limitaciones / A comunicação em serviços na era da globalização. A comunicação digital e o serviço personalizado: oportunidades e

Comunicación en servicios en la era de la globalización. La comunicación digital y el servicio personalizado: oportunidades y limitaciones / A comunicação em serviços na era da globalização. A comunicação digital e o serviço personalizado: oportunidades e

A Partindo-se da análise empírica de um trabalho pioneiro e único em Portugal sobre Relações Públicas e Qualidade, onde se privilegiou a relação directa entre colaborador da empresa e cliente externo como objecto de estudo, faz-se uma reflexão à luz da aplicação das mais recentes tecnologias, das Relações Internas e da Comunicação. Numa era em que falar de Comunicação de empresa se obriga a falar de Comunicação Digital há que tirar o partido desse contributo, não esquecendo que um Serviço não pode deixar de privilegiar a relação direta com o cliente e a sua maior Satisfação. Pretende-se verificar da oportunidade e aplicabilidade prática e eficaz dos meios em causa; do nível de conhecimento e sensibilidade fundamentais para a adequação às situações em campo. É feita uma análise das Conclusões da Dissertação do Mestrado em Sociologia da Comunicação sobre a problemática das Relações Públicas na relação com o Cliente, que legitimamente apresentamos por termos sido a autora e cuja actualidade dos resultados confirmamos com análise bibliográfica mais atual. Alargamos a análise a outros campos da organização, fundamentais em relação ao objeto Comunicação Digital. Tentamos contribuir com uma reflexão fundamentada em pesquisa aplicada, trabalho de campo e documental. Concluímos que a dicotomia Serviço Personalizado/Comunicação Digital, obrigará sempre a uma decisão ponderada, de conciliação ajustada, com base em planos Estratégicos de Comunicação Integrada de onde se destaca o papel das Relações Públicas na Comunicação Organizacional.
Mostrar más

21 Lee mas

MARKETING DIGITAL E SUAS ESTRATÉGIAS: UMA ANÁLISE DAS MÍDIAS SOCIAIS DO BAR DA LUA

MARKETING DIGITAL E SUAS ESTRATÉGIAS: UMA ANÁLISE DAS MÍDIAS SOCIAIS DO BAR DA LUA

As mídias sociais atualmente possuem um alto número de usuários, resultando em mudanças de comportamento e relacionamento entre empresas, consumidores e seguidores. Com isso, o número de empresas adeptas as estratégias do marketing digital, cresce expressivamente, resultando em uma maior atenção das marcas para esse meio, pois é através dele que pode ser apresentada a empresa e o posicionamento, ou até mesmo desenvolver um relacionamento com o consumidor. O trabalho tem como objetivo analisar e identificar quais estratégias nas mídias sociais utilizadas pelo Bar da Lua, sendo o Facebook e o Instagram, contribuem para um maior engajamento dos seus seguidores. Para isso foi realizada uma pesquisa bibliográfica, uma pesquisa documental e análise empírica de dados. A pesquisa bibliográfica foi realizada a partir de autores que abordam marketing digital e mídias sociais. A pesquisa documental foi conduzida a partir de análises das mídias sociais, nos meses de maio e junho de 2018, juntamente com a análise empírica dos dados. Após realizadas as etapas da pesquisa, foram criadas categorias de análise para a classificação das postagens para que houvesse um melhor entendimento das estratégias e ferramentas utilizadas pelo nosso objeto de estudo.
Mostrar más

6 Lee mas

GRENDENE KIDS: UMA ANÁLISE DA PERSONA COMO FORMA DE ESTRATÉGIA DE RELACIONAMENTO

GRENDENE KIDS: UMA ANÁLISE DA PERSONA COMO FORMA DE ESTRATÉGIA DE RELACIONAMENTO

Atualmente as marcas tem construído sua presença nas redes sociais e demais veículos de comunicação, sempre procurando trabalhar de forma estratégica para atingir seus públicos alvo. Portanto, para além da estratégia de atingir os públicos, as marcas precisam pensar em estratégias de como ou qual a melhor forma, de atingir esses públicos. Para isso existem algumas técnicas que contribuem neste processo, uma delas é a construção de personas (Raissa Galvão, Laís Bolina, Thiago Souza e Rafael Rallo). Neste trabalho, analisamos as redes sociais Facebook e Instagram e propomos duas personas possíveis para a marca Grendene Kids, que faz parte da empresa Grendene. A Grendene possui mais seis sub marcas, sendo elas: Cartago, Melissa, Ipanema, Zaxy, Rider e Grendha. Sendo fundada em 1971 na cidade gaúcha de Farroupilha. Atualmente, a companhia tem seis unidades: duas no Rio Grande do Sul (Farroupilha e Carlos Barbosa), três no Ceará (Fortaleza, Sobral e Crato) e uma em Teixeira de Freitas, na Bahia. Em 2013 foi considerada a maior exportadora de calçados do Brasil (mais de 90 países), faturando neste mesmo ano cerca de R$ 2,127 (bilhões).
Mostrar más

6 Lee mas

COMUNICAÇÃO PÚBLICA E DIREITO À CIDADANIA: ANÁLISE SOBRE A MULHER NA SOCIEDADE E A SPMULHERES

COMUNICAÇÃO PÚBLICA E DIREITO À CIDADANIA: ANÁLISE SOBRE A MULHER NA SOCIEDADE E A SPMULHERES

O estudo justifica-se pelo fato de que, apesar de a Constituição garantir o direito ao acesso à informação como exercício da cidadania e haver leis de igualdade e proteção à mulher, ainda percebemos que o machismo está inserido de forma profunda na sociedade e muitas pes- soas não têm acesso à informação, talvez, por falta de conhecimento. Portanto o trabalho possui como objetivo geral, perceber a mulher na sociedade atual e avaliar a página no Facebook da Secretaria Nacional de Política para Mulheres. E ainda, como específicos: (1) mensurar o que é comunicação pública e o seu papel para o desenvolvimento da cidadania; (2) verificar os números de discriminação, assédio e violência contra a mulher; e (3) analisar a eficiência (ou não) da página da SPMulheres em levar informação ao seu público.
Mostrar más

6 Lee mas

O ponto de vista da criança no debate sobre comunicação e consumo

O ponto de vista da criança no debate sobre comunicação e consumo

Com a recepção provocada realizada junto ao grande grupo, mostramos os comercias e recolhemos os depoimentos das crianças TXH IDFLOPHQWH LGHQWL¿FDUDP R IRUPDWR publicitário distinguindo-o dos demais IRUPDWRV GH WHOHMRUQDOLVPR ¿FomR VHULDGD desenhos animados, entre outros. As crianças também “reproduziram” discursos críticos sobre a publicidade denunciando o seu caráter enganoso e narrando experiências de pessoas próximas que foram iludidas com a compra de produtos: “a fulana comprou um xampu e o cabelo caiu”; “a pessoa comprou um produto que não fez efeito”. Houve também declarações de desgosto com a presença de comerciais que interrompem a programação e atrapalham a assistência a seus programas favoritos. As FULDQoDVVHPRVWUDUDPGHVFRQ¿DGDVFRPUHODomR às narrativas publicitárias. E no conjunto geral de seu repertório audiovisual a publicidade foi WLPLGDPHQWH PHQFLRQDGD ¿JXUDQGR HP DOWD SURSRUomRRWHOHMRUQDOLVPRD¿FomRVHULDGDH os desenhos animados. A publicidade, neste exercício de “perguntas abertas” a partir do repertório das crianças, teve pouquíssima expressão. E na sequencia dos trabalhos, quando foram convidadas a participar da atividade de redação livre e criativa para a produção do roteiro tampouco as crianças tiveram vontade RXD¿QLGDGHSDUDSURGX]LUSXEOLFLGDGH
Mostrar más

13 Lee mas

Tendências de tecnologia para o ensino de matemática

Tendências de tecnologia para o ensino de matemática

Para o aluno a lousa digital também pode ser muito vantajosa, dependendo do uso que o professor fizer dela. A lousa digital não serve para transformar uma aula chata em uma aula atraente, ela não faz com que um professor “ruim” fique “bom”, ela não transforma o livro, o laboratório e outros materiais didáticos de apoio em “coisas obsoletas” e não melhora a qualidade da educação por si mesma. A qualidade do professor é fundamental para uma boa aula e, portanto, a única coisa que uma lousa digital pode fazer pela educação é dar ao bom professor mais ferramentas para que ele se torne ainda melhor. (Antônio, 2012)
Mostrar más

12 Lee mas

Análise da eficiência da agricultura familiar agroecologista

Análise da eficiência da agricultura familiar agroecologista

Para explorar a eficiência destas duas opções tecnológicas, um modelo foi construído usando-se a técnica para medir eficiência denominada de fronteira de produção estocástica (em inglês stochastic production frontier - SPF) (Coelli et al. 1998). Estas medidas de eficiência eventualmente assumem que a função de produção de firmas completamente eficientes é conhecida e idêntica através das firmas, o que na prática nunca ocorre (Coelli et al. 1998). Este problema é superado por Farrel (1957), que desenvolveu um conceito de fronteira de produção onde esta, ao invés de uma fronteira potencial representa um máximo (produto) ou mínimo (insumos) real da função. Farrel (1957) estimou a função de produção a partir de dados amostrais usando uma análise não paramétrica ou ainda uma função paramétrica (Coelli et al. 1998). A técnica de SPF adota a segunda opção, usando uma função paramétrica como, por exemplo, a Cobb-Douglas (Coelli et al. 1998). Neste modelo a ineficiência das firmas individuais é dada pela distância das funções de produção observadas em cada caso e a
Mostrar más

13 Lee mas

TítuloInteligência e rendimento escolar: contingências de um relacionamento menos óbvio no final da adolescência

TítuloInteligência e rendimento escolar: contingências de um relacionamento menos óbvio no final da adolescência

Neste artigo, pretendemos analisar a re- lação entre habilidades cognitivas e rendi- mento escolar, tomando o género dos alunos. Nossa hipótese é que, estando os resultados dos alunos em testes de aptidão diferenciados segundo o género (Ackerman, 2006; Spelke, 2005; Torres et al., 2006) e que tais diferen- ças têm sido encontradas nas provas psicoló- gicas que utilizaremos neste estudo (Almeida, 1988, 1989; Lemos & Almeida, 2007), então também essa variável poderá fazer oscilar os coefi cientes de correlação. Por exemplo, ve- rifi cando-se uma diminuição dos coefi cientes de correlação quando em Portugal passamos do Ensino Básico para o Ensino Secundário (Lemos & Almeida, 2007), será que essa dimi- nuição é comum nos dois sexos? Esta questão decorre de alguma literatura que sugere que as diferenças de género nos testes de inteligência e de aptidões intelectuais são mais ou menos acentuadas consoante a habilidade cognitiva que se avalie. Por exemplo, tais diferenças são mínimas em testes de raciocínio abstracto e mais elevadas em testes de raciocínio espa- cial e mecânico (Ackerman, 2006; Almeida, 1988; Halpern, 2000; Jonhson & Bouchard, 2007; Lemos & Almeida, 2007; Lynn & Irwing, 2005; Torres et al., 2006). Estes da- dos ganham novo interesse em termos de in- vestigação quando sabemos que os rapazes tendem a obter piores desempenhos escolares face às raparigas, contudo obtêm valores simi- lares ou até superiores nos testes cognitivos (Almeida, 1988; Deary et al., 2007; Fergusson & Horwood, 1997) ou, ainda, nalgumas áre- as curriculares da matemática e da geometria (Battista, 1990; Benbow & Stanley, 1982; Hyde, Fennema, & Lamon, 1990). Aliás esta aparente discrepância entre um melhor desem- penho dos rapazes nos testes de inteligência e das raparigas no rendimento académico tem sugerido que existe nas nossas sociedades uma forte dependência do sucesso escolar relativa- mente às habilidades verbais – inteligência cristalizada (gc) - onde as raparigas parecem levar alguma vantagem (Ackerman, 2006; Deary et al., 2007).
Mostrar más

13 Lee mas

A avaliação dos sistemas de comunicação interna : um método para a compreensão da comunicação nas organizações

A avaliação dos sistemas de comunicação interna : um método para a compreensão da comunicação nas organizações

Resumo: O presente artigo faz uma revisão da conceptualização da comunicação nas organizações e propõe bases para uma vi- são compreensiva dos sistemas de comunicação interna de uma organização a partir de bases diagnósticas. Propomos, como base para a compreensão, que o sistema de comunicação interna é constituído pelo conjunto de práticas e procedimentos estabe- lecidos pela organização para intercambiar informação, estabe- lecer consultas e transmitir ordens aos funcionários sobre distin- tos objetivos de diferentes níveis, por distintos canais e sentidos. Palavras-chave: Comunicação organizacional, comunicação interna, compreensão da comunicação interna, sistemas de comunicação, teoria e epistemologia da compreensão.
Mostrar más

8 Lee mas

TítuloFormação socioambiental dos servidores da USP e o projeto “Sustentabilidade é    ”

TítuloFormação socioambiental dos servidores da USP e o projeto “Sustentabilidade é ”

cidadãos. Para bem servir a democra- cia, segundo este enfoque tradicional, a mídia deve transmitir informações de forma objetiva e imparcial para a au- diência. A partir deste ponto de vista, a crítica do papel político da mídia se restringe geralmente a ressaltar a falta de objetividade ou a imparcialidade das empregados para contribuir ainda mais

21 Lee mas

TítuloAnálise e balanço do quadro legislativo para o relacionamento intercomunitário: o caso da Lei Paz Andrade

TítuloAnálise e balanço do quadro legislativo para o relacionamento intercomunitário: o caso da Lei Paz Andrade

qual estabelece uma série de objetivos e as ações correspondentes para o seu desenvolvimen- to. Já o caso do País Valencià é diferente ao resto de comunidades de língua catalã, pois não contempla nenhuma referência ao relacionamento com estas. Esta ausência pode ser explicada em virtude da política linguística exercida pela administração autonómica da comunidade va- lenciana, onde grupos vinculados ao âmbito académico e político têm sustentado a diferencia- ção linguística a respeito da língua catalã (Pradilla i Cardona 2005). Por seu lado, na “Llei de política lingüística” da Catalunya (Llei 1/1998) aparecem várias referências ao relacionamen- to dos territórios catalão-falantes: (a) no preâmbulo e no artigo 6 dos “Principis generals” está presente a ideia duma comunidade linguística catalã, juntamente com a necessidade de prote- ger essa unidade e fomentar o uso do catalão para a intercomunicação; (b) no artigo 25 do ca- pítulo IV (“Els mitjans de comunicació i les indústries culturals”) fica recolhida o dever de a Generalitat facilitar a correta receção na Catalunya das televisões que emitem em língua cata- lã; e (c), por último, na disposição adicional segunda reflete-se que o Governo catalão deve promover acordos, convénios e tratados com territórios análogos como a França ou a Itália, onde também existem comunidades de língua catalã (Catalunya Nord e L’Alguer).
Mostrar más

62 Lee mas

Análise da cadeia da carne bovina do MERCOSUL

Análise da cadeia da carne bovina do MERCOSUL

Nos últimos anos o Uruguai estabilizou o seu estoque bovino devido aos bons índices produtivos, o que permitiu uma taxa de desfrute anual sustentável de 20-21%. Com a população estabilizada, o país concentra as atividades nas exportações de carne, que representam 70-75% do total produzido (INAC, 2010). A crise financeira mundial de 2008 provocou uma redução nas exportações, refletindo as dificuldades comercias do momento e a queda no número de animais abatidos. Entretanto, a melhora do poder aquisitivo interno e a abertura de mercados como a Venezuela, União Européia e Rússia sustentaram o setor. A maior preocupação deste país é com a manutenção do seu estoque bovino, já que a demanda mundial por carne continua alta, e o Uruguai vem apresentando taxa de abate de fêmeas elevadas (em torno de 55%), o que pode sinalizar redução da oferta de carne no médio prazo.
Mostrar más

13 Lee mas

ANÁLISE DA REDE DE COAUTORIA DA UNIPAMPA CAMPUS BAGÉ

ANÁLISE DA REDE DE COAUTORIA DA UNIPAMPA CAMPUS BAGÉ

Produções científicas podem ser são desenvolvidas em colaboração de vários pesquisadores. Entender as relações de colaboração entre os pesquisadores é importante para identificar quais pesquisadores e grupos que mais colaboram e qual a relação da colaboração com a produtividade. O presente trabalho tem como objetivo analisar a produção científica dos pesquisadores da UNIPAMPA (Universidade Federal do Pampa) no campus de Bagé - RS em dois períodos de tempo distintos. Foi utilizado o método de análise de redes sociais para representar pesquisadores como modos e relações de coautoria como arestas da rede. Através deste método é possível verificar graficamente a representação dos pesquisadores e suas relações de coautoria. Realizou-se uma análise das relações de coautoria dos pesquisadores até o ano de 2014 e até o ano de 2018. Comparando as relações de coautoria nesses períodos, percebeu-se que os pesquisadores começaram a realizar mais publicações em conjunto, mesmo os de diferentes áreas. Espera-se que o panorama das relações de colaboração do campus resultante deste trabalho sirva para incentivar um aumento nas relações de colaboração e produção científica.
Mostrar más

6 Lee mas

A contribuição fundamental de Armand Mattelart para a consolidação da Economia Política da Comunicação (Personaje).

A contribuição fundamental de Armand Mattelart para a consolidação da Economia Política da Comunicação (Personaje).

Para  os  teóricos da  EPC,  o termo indústria cultural  diz  respeito  aos  processos  de  produc;:ao,  circulac;:ao  e  consumo  de  bens  culturais  simbólicos,  enquanto  sua  varian[r]

7 Lee mas

Point of inflexion between the companies and the universities as opposed to the relation University, Company and State in ColombiaPunto de inflexión entre empresas y universidades ante la relación Universidad, Empresa y Estado en ColombiaPonto de inflexão

Point of inflexion between the companies and the universities as opposed to the relation University, Company and State in ColombiaPunto de inflexión entre empresas y universidades ante la relación Universidad, Empresa y Estado en ColombiaPonto de inflexão

title Punto de inflexión entre empresas y universidades ante la relación Universidad, Empresa y Estado en Colombia.. subject economia geral e ensino, produção e organizações, análise da [r]

2 Lee mas

TítuloO museu enquanto facilitador ou educador de valores ambientais

TítuloO museu enquanto facilitador ou educador de valores ambientais

centros de ciência mais especializados. Estes últimos surgiram em Portugal, nos últimos quinze anos, através do Progra- ma Ciência Viva e estão mais vocaciona- dos para as actividades hands-on. Estas técnicas participativas atraem os alunos e complementam a educação formal de um modo que a escola não pode fazer. A ida ao museu proporciona o contacto com objectos e vivências que em geral não fa- zem parte do universo da escola, nem do seu dia-a-dia. Os museus dispõem de re- cursos físicos e humanos que permitem a construção de ambientes únicos em que o aluno pode observar in loco determina- KVMLU}TLUVJPLU[xÄJVC HAGAS , 1993). Da
Mostrar más

12 Lee mas

TítuloModelo para mudanças de atitudes sociais em relaçâo à inclusâo

TítuloModelo para mudanças de atitudes sociais em relaçâo à inclusâo

A comunicação não se finaliza no pólo do destinatário, no “Modelo unificado entre a teoria da probabilidade de elaboração, do Processo de comunicação verbal e das funções lingüísticas de Jakobson para as mudanças de atitudes em relação à inclusão”, mas ocorre de maneira cíclica, uma vez que no pólo do remetente da mensagem ocorre a função de avaliador e o criador das estratégias para mudança de atitudes. Nesta proposta de modelo cíclico da comunicação persuasiva, a mensagem é processada inicialmente pelo destinatário por meio de três rotas, a saber: (1) rota central, (2) rota dupla e (3) rota periférica. No processamento de rota central, a mensagem, após passar pelo processo de elaboração cognitiva, propiciaria três formas de pensamento, a saber: (1) Pensamentos favoráveis em relação à inclusão, (2) Pensamentos desfavoráveis em relação à inclusão e (3) Pensamentos mistos ou neutros em relação à inclusão. Os pensamentos favoráveis em relação à inclusão são os geradores de atitudes sociais favoráveis em relação à inclusão; os pensamentos desfavoráveis em relação à inclusão são os geradores de atitudes sociais desfavoráveis em relação à inclusão e os pensamentos mistos ou neutros em relação à inclusão não afetam nem a geração de atitudes positivas nem a geração de atitudes negativas com relação à inclusão.
Mostrar más

16 Lee mas

TEORIA INSTITUCIONAL E COMUNICAÇÃO NO SETOR PÚBLICO: A GARANTIA DO INTERESSE PÚBLICO DA COMUNICAÇÃO

TEORIA INSTITUCIONAL E COMUNICAÇÃO NO SETOR PÚBLICO: A GARANTIA DO INTERESSE PÚBLICO DA COMUNICAÇÃO

4XDQGR DWXDQGR QD &RPXQLFDomR 3~EOLFD ³R FRPXQLFDGRU HQFRQWUD D grandeza do seu papel quando consegue identificar o ponto de equilíbrio entre o direito da sociedade à informação e a formaçmR GD LPDJHP GD LQVWLWXLomR´ (CAMARGOS, 2004). A legitimação do papel do comunicador público parte da transformação dos conceitos, crenças e valores da comunicação pública e das pressões dos cidadãos, que exigem mais qualidade, completude e transparência na informação oferecida pelos órgãos públicos, em mitos e cerimônias, transpostos em regras e normas. A Teoria Institucional tem como base de interpretação das organizações a legitimidade e o isomorfismo como resultado dos processos de institucionalização e garantia da sobrevivência das organizações no ambiente institucional.
Mostrar más

7 Lee mas

Show all 10000 documents...