PDF superior ASCARIDIOSE EM ÉGUAS DA RAÇA CRIOULA NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL

ASCARIDIOSE EM ÉGUAS DA RAÇA CRIOULA NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL

ASCARIDIOSE EM ÉGUAS DA RAÇA CRIOULA NA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL

Os endoparasitos são uma ameaça frequente para a saúde e bem-estar dos equinos, em particular dos animais jovens, visto que podem ocasionar síndrome cólica, uma importante causa de mortalidade em cavalos (MADEIRA DE CARVALHO, 2006). Os equinos são hospedeiros de uma grande variedade de helmintos gastrintestinais, e o fato de grande parte da criação equina brasileira ser realizada de maneira extensiva, onde os animais permanecem a pasto durante todo o ano, favorecem as constantes infecções por parasitos presentes nas pastagens (MOLENTO, 2005). A presença de Parascaris spp., causador de ascaridiose em equinos, é mais comumente descrita em animais de até aproximadamente 12 meses de idade, sendo os lactentes e desmamados os mais sensíveis (LYONS et al., 2011). Segundo Laugier et al., (2012), a infecção de cavalos adultos é rara, sendo considerado o parasita mais importante dos animais jovens.
Mostrar más

5 Lee mas

A relação entre as condições de trabalho e a saúde na Educação Infantil: um estudo acerca do mal-estar docente em três cidades da região sul do Rio Grande do Sul

A relação entre as condições de trabalho e a saúde na Educação Infantil: um estudo acerca do mal-estar docente em três cidades da região sul do Rio Grande do Sul

O trabalho aqui apresentado é parte da pesquisa citada anteriormente. A mesma encontra-se em andamento e nesse artigo trazemos alguns resultados a partir dos dados coletados até o momento. A pesquisa abrange 18 cidades da Região Sul do Rio Grande do Sul e está dividida em micro regiões. Para esse estudo optou-se pelas três cidades que compõe a microrregião fronteiriça Brasil/Uruguai são elas: Arroio Grande, Jaguarão, Herval. Nessas cidades procurou-se conhecer o Projeto Pedagógico das Escolas Municipais de Educação Infantil e alguns dados sobre as condições de trabalho. Embora a Lei de Diretrizes e Bases (LDB/96) normatize o funcionamento das escolas Infantis no Brasil, desde 2002, encontrou-se uma rede de Ensino distante do que é proposto pelo Ministério da Educação. Neste cenário encontraram-se estruturas físicas inadequadas, profissionais sem qualificação pedagógica e ausência de um Projeto Pedagógico pensado para a Educação Infantil. Nesse sentido, observou-se que as condições de trabalho na Educação Infantil dessas cidades podem comprometer a saúde das professoras.
Mostrar más

16 Lee mas

HOSPEDEIROS DE LEISHMANIA SPP NA REGIÃO SUL DO BRASIL

HOSPEDEIROS DE LEISHMANIA SPP NA REGIÃO SUL DO BRASIL

Desta forma, após a identificação e notificação de cães infectados pelo protozoário Leishmania infantum com apresentações clínicas da leishmaniose visceral canina no estado do Rio Grande do Sul, iniciaram-se estudos com intuito de identificar outros possíveis reservatórios mamíferos na região. Para tanto, sabendo da situação epidemiológica que se encontrava o município de Uruguaiana ± RS com o avanço de novos casos de lvc, decidiu-se pesquisar outras prováveis espécies que poderiam estar albergando o parasito, quando em contato com esses reservatórios infectados. Diante da situação econômica e cultural da região, onde os equinos são utilizados como fonte de renda de muitas famílias, e que convivem em contato intenso no perímetro urbano do município, indagou-se a possibilidade destes estarem participando do ciclo epidemiológico da leishmaniose. Com esta indagação nosso grupo de pesquisa iniciou uma busca para identificar a infecção em equinos.
Mostrar más

5 Lee mas

OCORRÊNCIA DE ANTICORPOS DE ANAPLASMA MARGINALE NA BOVINOCULTURA LEITEIRA DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL

OCORRÊNCIA DE ANTICORPOS DE ANAPLASMA MARGINALE NA BOVINOCULTURA LEITEIRA DO RIO GRANDE DO SUL, BRASIL

Existe uma carência de levantamentos epidemiológicos levando em consideração a interação agente-hospedeiro, representando um importante obstáculo para o controle da doença (HAIRGROVE et al., 2014). O conhecimento dos fatores de instabilidade e estabilidade enzoótica de uma região, a caracterização dos hemoparasitas de um rebanho e a determinação das áreas endêmicas, são fatores importantes para elucidar esta enfermidade incluindo medidas preventivas que possam minimizar os prejuízos (KOCAN et al., 2010). O objetivo deste estudo foi avaliar a ocorrência de anticorpos contra A. marginale em bovinos no município de Sertão, noroeste do Rio Grande do Sul.
Mostrar más

6 Lee mas

CARACTERIZAÇÃO DA PRODUÇÃO ORIZÍCOLA NO RS, FOCO FRONTEIRA OESTE: ANÁLISE DOS DOIS ÚLTIMOS CENSO AGROPECUÁRIOS

CARACTERIZAÇÃO DA PRODUÇÃO ORIZÍCOLA NO RS, FOCO FRONTEIRA OESTE: ANÁLISE DOS DOIS ÚLTIMOS CENSO AGROPECUÁRIOS

A metodologia adotada neste estudo para caracterização da produção orizícola na região fronteira oeste do Rio Grande do Sul, baseou-se em uma ampla revisão bibliográfica em publicações cientificas sobre a temática, dados publicados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e IRGA (Instituto Riograndense do Arroz) em relação à produção do arroz no Brasil, Rio Grande do Sul e Região Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.
Mostrar más

6 Lee mas

CARACTERIZAÇÃO DA PRODUÇÃO  ORIZÍCOLA NO RIO GRANDE DO SUL E REGIÃO FRONTEIRA OESTE

CARACTERIZAÇÃO DA PRODUÇÃO ORIZÍCOLA NO RIO GRANDE DO SUL E REGIÃO FRONTEIRA OESTE

A metodologia adotada no presente estudo para caracterização da irrigação da cultura orizícola na região fronteira oeste do Rio Grande do Sul, baseou-se em uma ampla revisão bibliográfica em publicações científicas sobre a temática, bem como dados publicados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e IRGA (Instituto Riograndense do Arroz) em relação à produção do arroz e área irrigada no Brasil, Região Sul e Fronteira Oeste.
Mostrar más

6 Lee mas

PREVALÊNCIA DE HEMOPARASITOS EM BEZERRAS DE PROPRIEDADES LEITEIRAS DA REGIÃO SUL DO RS, BRASIL

PREVALÊNCIA DE HEMOPARASITOS EM BEZERRAS DE PROPRIEDADES LEITEIRAS DA REGIÃO SUL DO RS, BRASIL

A atividade leiteira no Brasil é muito importante no sistema de produção. Todavia, as infecções por hemoparasitos provocam graves prejuízos aos animais. As doenças conhecidas por Babesiose e Anaplasmose podem ocorrer de forma isolada ou concomitante, constituindo o complexo Tristeza Parasitária Bovina (TPB). Essas doenças são corriqueiras e acabam por levar o animal a morte, ou ainda reduzindo a produção de carne e leite além dos custos indiretos com medidas preventivas e tratamento dos animais. Levando em consideração a importância da epidemiologia dessas enfermidades e o seu reflexo na produção leiteira, o objetivo deste trabalho é avaliar a prevalência de hemoparasitos presentes em bezerras oriundas de propriedades leiteiras da região Sul do Rio Grande do Sul, Brasil. Foram coletadas 156 amostras de sangue de bezerras com aptidão leiteira, com idade desde o desmame até a primeira inseminação. As amostras foram encaminhadas ao LADOPAR UFPEL onde foi realizado o método direto de esfregaço sanguineo. Os resultados de prevalência para A. marginale foi de 39,74%. Para B. bigemina foi encontrado 8,33%, seguido por B. bovis com 3,84% de prevalência. Os surtos de TPB são frequentes em bovinos a partir dos 12 meses de idade, sobretudo naqueles nascidos na primavera (outubro a dezembro) pois não são infectados nos primeiros meses de vida (até o outono do ano seguinte), e acabam adoecendo ao serem inoculados durante o outono e verão do ano seguinte. A avaliação diária dos animais permite a detecção de enfermidades precocemente. Isso favorece que medidas preventivas necessárias possam ser aplicadas. Para isso, torna-se importante saber a prevalência dos hemoparasitas e as condições que favoreçam a enfermidade. Com base neste estudo conclui-se que houve maior prevalência de Anaplasma marginale, seguido de Babesia bigemina e, por último, Babesia bovis nas bezerras analisadas. Visto que há pouca bibliografia para estudo da prevalência dos agentes causadores dessas doenças na região, torna-se importante a realização deste levantamento de dados para maior conhecimento das espécies presentes, dessa maneira auxiliando no controle das hemoparasitoses, e assim, contribuindo para progresso da atividade leiteira regional.
Mostrar más

6 Lee mas

INCIDÊNCIA DA FASCIOLOSE EM BOVINOS NA REGIÃO DA FRONTEIRA OESTE DO RIO GRANDE DO SUL

INCIDÊNCIA DA FASCIOLOSE EM BOVINOS NA REGIÃO DA FRONTEIRA OESTE DO RIO GRANDE DO SUL

A Fasciolose é uma parasitose causada pela Fasciola hepatica, um parasito da classe Trematoda caracterizado por ter um corpo geralmente chato, em formato de folha que se localiza no fígado, encontrado em ruminantes, equinos, suínos, animais silvestres que podem ser reservatórios e disseminadores do agente e acidentalmente pode infectar o ser humano. Também chamada de Dismatose hepatica, ocorre principalmente em regiões temperadas onde o clima é favorável ao desenvolvimento. As principais condições climáticas incluem temperatura (entre 10 a 25°C) e umidade do solo (acima de 70%), que favorecem o desenvolvimento do hospedeiro intermediário do parasito, o molusco do gênero Lymnaea, o qual apresenta três representantes no Brasil: Lymnaea columella, L. viatrix e L. cubensis (MAURE et al., 1998). A F. hepatica adulta localiza-se no parênquima hepático e as vias biliares de mamíferos, tendo maior ocorrência em animais de produção, causando grandes impactos econômicos principalmente no setor da pecuária. É uma enfermidade de grande importância veterinária por causar elevadas perdas econômicas, devido à condenação de grande número de fígados e carcaças de animais nos matadouros, além da queda na produção e na qualidade do leite, produção de lã, redução de peso dos animais, queda na fertilidade, atraso no crescimento, gastos com medicamentos e em alguns casos até morte.
Mostrar más

5 Lee mas

Dieta e comportamento alimentar da Cobra-nariguda listrophis dorbignyi (Dumeril, Bibrón & Duméril, 1854), no litoral norte do Rio Grande do Sul, Brasil

Dieta e comportamento alimentar da Cobra-nariguda listrophis dorbignyi (Dumeril, Bibrón & Duméril, 1854), no litoral norte do Rio Grande do Sul, Brasil

R ESUMO . Os dados aqui apresentados são fundamentados em 214 encontros de indivíduos de Lystrophis dorbignyi em uma área de dunas do Litoral Norte do Rio Grande do Sul, e na análise do tubo digestório de 33 espécimes procedentes da mesma região. Anfíbios anuros e ovos da lagartixa Liolaemus occipitalis foram os únicos itens alimentares registrados. Entre as serpentes observadas com presas, 94,5 % se alimentaram de anfíbios e 5,6 % se alimentaram de ovos de L. occipitalis. Os períodos de atividade e os microhábitats das espécies de anfíbios mais freqüentemente consumidas, a inclusão de ovos na dieta e a observação de sete indivíduos de L. dorbignyi se alimentando em condições naturais, indicam que esta serpente forrageia durante o dia e captura presas enterradas na areia. Alguns itens sugeridos por vários autores como presas de L. dorbignyi são descartados como tal, até que dados consistentes sejam apresentados.
Mostrar más

6 Lee mas

OCORRÊNCIA DE PARASITOS GASTRINTESTINAIS EM EQUINOS DA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL

OCORRÊNCIA DE PARASITOS GASTRINTESTINAIS EM EQUINOS DA REGIÃO SUL DO RIO GRANDE DO SUL

Os equinos podem ser infectados por uma grande variedade de endoparasitos, dentre os quais os pertencentes ao Filo Nematoda (Ascarídeos, Oxiurídeos, Estrongilídeos, Trichostrongilídeos), representam o maior grupo. Apesar da elevada ocorrência, muitas vezes não é dada devida importância aos parasitos gastrintestinais o que promove ainda mais a perpetuação destes na população equina. As infecções por estes parasitos podem resultar, nos casos mais graves, em emagrecimento progressivo, diarreia, anemia, redução do crescimento e cólica, entretanto, geralmente apresentam-se de forma subclínica, provocando elevadas perdas econômicas. A fim de contribuir para o desenvolvimento de futuros programas de controle parasitário na região, o presente trabalho avaliou a ocorrência de infecção dos principais endoparasitos em equinos da raça Crioula na região Sul do Rio Grande do Sul, Brasil. Foram obtidas 75 amostras fecais de equinos com idade entre três meses e dez anos, provenientes de três cabanhas da região de Pelotas/RS. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Doenças Parasitárias da Universidade Federal de Pelotas, onde foram analisadas pelo método de Gordon & Whitlock. Os resultados revelaram a presença de algum ovo de parasito em 90,67% das amostras, sendo que 84% do animais apresentaram ovos de estrongilídeos, 29,33% de Parascaris spp., 13,33% de Oxyuris equi, e 8% de Strongyloides westeri. Diante dos resultados obtidos pode-se considerar que as infecções provocadas por helmintos, especialmente os estrongilídeos, são comuns em equinos da raça Crioula na região estudada, reiterando a importância do acompanhamento coproparasitológico, para que se possam elaborar medidas corretas de controle e prevenção destas parasitoses.
Mostrar más

6 Lee mas

OCORRÊNCIA DE CIATOSTOMÍNEOS EM ÉGUAS DE CRIA DA REGIÃO DE PELOTAS, RIO GRANDE DO SUL

OCORRÊNCIA DE CIATOSTOMÍNEOS EM ÉGUAS DE CRIA DA REGIÃO DE PELOTAS, RIO GRANDE DO SUL

A raça Crioula tem crescido na região Sul, muito em conta do uso desses animais para o esporte, assim como para o lazer e trabalho. Ao serem parasitados por helmintos, os equinos acabam apresentando quadros clínicos de diarreia, perda de peso, anemia, crescimento retardado e cólica, acarretando em queda no desenvolvimento e performance do animal além do prejuízo econômico. Para isso, o presente estudo teve como objetivo avaliar a ocorrência de ciatostomíneos em relação a idade e o status reprodutivo de éguas em cria da região de Pelotas, Rio Grande do Sul. foram utilizadas 125 éguas da raça Crioula com idade entre dois e vinte e sete anos. Durante o período de setembro a dezembro de 2017 foram coletadas amostras de fezes, em cinco propriedades da região sul do Rio Grande do Sul. As amostras foram colhidas e submetidas à técnica de McMaster modificada que permite a contagem de ovos por grama de fezes (OPG). A técnica de coprocultura foi realizada visando a diferenciação entre os estrongilídeos, por meio da identificação das larvas de "pequenos estrôngilos (Cyathostominae) ou grandes estrôngilos (Strongylinae). As éguas foram agrupadas em quatro categorias diferentes: de 2 a 5 anos, 6 a 10 anos, 11 a 15 anos e acima de 16 anos. Em relação ao status reprodutivo, as éguas foram agrupadas em quatro grupos: éguas não gestantates, éguas não gestantes e lactando, éguas gestantes e éguas gestantes e lactando. As fêmeas utilizadas no estudo tinham idade média de 10,5 anos e viviam sob manejo extensivo. Para análises estatísticas, foi empregado o método de Qui- quadrado (P0,05). A prevalência de ciatostomíneos é alta em éguas da raça Crioula, principalmente em fêmeas lactantes. Desta forma, com o acompanhamento parasitológico é possível monitorar a frequência destes parasitos em equinos de determinadas regiões ou propriedades. Ainda assim, esses dados podem contribuir para futuros estudos de flutuação das populações parasitárias durante o ano.
Mostrar más

6 Lee mas

ANÁLISE GRANULOMÉTRICA E CARBONO ORGÂNICO DE OLIVAIS DA METADE SUL DO RIO GRANDE DO SUL

ANÁLISE GRANULOMÉTRICA E CARBONO ORGÂNICO DE OLIVAIS DA METADE SUL DO RIO GRANDE DO SUL

A granulometria é uma característica do solo que representa as proporções relativas das frações areia, silte e argila, a qual não pode ser alterada, pois é inerente ao solo (KLEIN, 2014). A matéria orgânica tem sido mais utilizada, preferencialmente, como uma forma de alterar as características físicas do solo, especialmente na aeração em solos argilosos e na retenção de água em solos de textura mais arenosa (COUTINHO et al, 2015). Segundo o mesmo autor, os macronutrientes existentes na matéria orgânica não ocorrem em quantidades suficientes para sustentar o desenvolvimento de oliveiras adultas.
Mostrar más

7 Lee mas

EFEITO DO CREDITO NA OFERTA PISCICOLA DO RIO GRANDE DO SUL

EFEITO DO CREDITO NA OFERTA PISCICOLA DO RIO GRANDE DO SUL

Na primeira metade do século XX, existiam mais de 20 indústrias de salga do pescado no estado do Rio Grande do Sul e no decorrer da década de 1960 o governo federal para promover o crescimento da atividade pesqueira concede incentivo fiscal e crédito do Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR), que contribuíram para desenvolver, sobretudo, a partir dos anos sessenta do século XX, o parque industrial pesqueiro do Estado (SOUZA, 2001)

6 Lee mas

TítuloEducação ambiental em ambiente universitário: atividades de sensibilização na Universidade Feevale, no Rio Grande do Sul   Brasil

TítuloEducação ambiental em ambiente universitário: atividades de sensibilização na Universidade Feevale, no Rio Grande do Sul Brasil

estão ``a sua rapidez e o fato de não exigi- rem exaustiva preparação dos pesquisado- res. Outra vantagem é possibilitar a análise estatística dos dados, já que as respostas obtidas são padronizadas. Em contrapar- tida, estas entrevistas não possibilitam a análise dos fatos com maior profundidade, posto que as informações são obtidas a

14 Lee mas

Resistência aos carrapaticidas no estado do Rio Grande do Sul, Brasil

Resistência aos carrapaticidas no estado do Rio Grande do Sul, Brasil

As lactonas macrociclicas (lMs), introduzidas no inicio dos anos 1980, representaram uma importante alternativa quimica para 0 controle de carrapatos resis- tentes, mas no inicio dos ano[r]

8 Lee mas

Principais plantas tóxicas do Rio Grande do Sul, Brasil

Principais plantas tóxicas do Rio Grande do Sul, Brasil

Em bovinos a intoxicayao por Amaranthus spp.ocorre quando os animais sao introduzidos em áreas severamen- te invadidas pela planta, geralmente restevas de culturas que nao foram colhidas[r]

5 Lee mas

INVESTIGAÇÃO DE LINEAMENTOS MAGNÉTICOS NO RIO GRANDE DO SUL: LOCALIZANDO OS DIQUES DE DIREÇÃO NW EM UMA ÁREA DO SUDESTE DO RIO GRANDE DO SUL

INVESTIGAÇÃO DE LINEAMENTOS MAGNÉTICOS NO RIO GRANDE DO SUL: LOCALIZANDO OS DIQUES DE DIREÇÃO NW EM UMA ÁREA DO SUDESTE DO RIO GRANDE DO SUL

A susceptibilidade magnética das rochas depende dos teores de minerais ferromagnéticos que a constituem (Clarck & Emerson, 1991). Esses minerais se concentram principalmente em rochas ultrabásicas ( ” 45% em massa de SiO 2 ) e básicas ( ” 52% em massa de SiO 2 ) (Gill, 2010).

6 Lee mas

O CINECLUBISMO COMO FERRAMENTA DIDÁTICA DA EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: ESTUDO DE CASO EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS NO BRASIL

O CINECLUBISMO COMO FERRAMENTA DIDÁTICA DA EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: ESTUDO DE CASO EM UM CURSO DE GRADUAÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS NO BRASIL

RESUMO: Este trabalho busca avaliar o cineclubismo como uma ferramenta didática da educação em direitos humanos em um curso de graduação em Relações Internacionais do Brasil. Partindo de um estudo de caso realizado na Universidade Federal do Rio Grande, os autores concluíram que a atividade cineclubista, sendo adequadamente planejada, é um meio bastante eficiente de despertar o interesse dos alunos sobre os direitos humanos em uma carreira tradicionalmente elitista, focada especialmente no comércio e negociação internacionais. Os resultados mostraram, a exibição dos filmes prende a atenção dos estudantes e induz a um exercício de alteridade, sendo uma atividade útil para lidar com a complexidade dos direitos humanos. Além disso, os debates e discussões realizados após a exibição dos filmes demonstraram ser um espaço privilegiado, tanto para consolidar a importância da temática como também para fomentar a leitura dos textos indicados.
Mostrar más

27 Lee mas

Presentación Vol. 15, Núm 2 (2018)

Presentación Vol. 15, Núm 2 (2018)

Carlos Antonio De Rocchi (Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil) y José Paulo Cosenza (Universidade Federal Fluminense, Brasil), presentan un trabajo, escrito en inglés y titulado “Accounting in the Brazilian Monarchy Period: Extracts from the Ledger Book of H. Kettenburg & Co”. El trabajo analiza un libro de contabilidad utilizado para registrar las transacciones de H. Kettenburg & Cía en el siglo XIX en Brasil. El objetivo de la investigación ha sido proporcionar una perspectiva sobre los registros realizados en el libro Mayor de esta compañía, con el fin de discutir la utilidad de las prácticas contables adoptadas en dicha época. Para ello, el trabajo presenta un análisis de los contenidos extraídos del Mayor de la empresa Kettenburg, en el período 1868-1875, proporcionando una visión del papel de este libro para el desarrollo de esta empresa. Los hallazgos señalan la importancia de los registros contables para proporcionar información de gestión para apoyar la toma de decisiones. El estudio también permite deducir las influencias que la cultura germánica tenía en esta empresa familiar.
Mostrar más

5 Lee mas

Anais das sessões temáticas e pôsters

Anais das sessões temáticas e pôsters

1. Ciência da Informação. 2. Biblioteconomia. 3. Biblioteca universitária. I. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. II. Conferência Internacional sobre Bibliotecas e Repositórios Digitais (4. : Porto Alegre : 2014). III. Simpósio Internacional de Bibliotecas Digitais (9. : Porto alegre, 2014). IV. Título.

5 Lee mas

Show all 10000 documents...

Related subjects