Top PDF Espermatologia e conservação do sêmen da tainha (Mugil liza)

Espermatologia e conservação do sêmen da tainha (Mugil liza)

Espermatologia e conservação do sêmen da tainha (Mugil liza)

O método de estocagem em temperaturas reduzidas é uma alternativa para disponibilizar sêmen de boa qualidade para inseminação artif icial. Para este procedimento, é necessário definir protocolos específicos para a conservação do sêmen de cada espécie. No primeiro exper imento foram analisandos 15 machos selvagens (51,5±2,2 cm e 1390,0±187,2 g) e 15 de cativeiro (28,3±1,5 cm e 231,9±34,0 g) de M. liza que apresentavam espermiação após massagem abdominal. Foram encontradas diferenças significativas no volume de sêmen, na densidade dos espermatozoides, espermatócrito, na vitalidade espermática e na morfometria. Os resultados demonstram que a idade dos peixes e as características individuais influenciam diretamente na qualidade do sêmen. Ativando os espermatozoides com soluções de diferentes salinidades e pH, o melhor tempo de motilidade foi obtido na salinidade 34,8 (189±15 seg.) e melhor porcentagem de motilidade na salinidade 34,6 (95±10%), sendo que a var iação de salinidade entre 30 e 35 não gerou prejuízos signif icativos na motilidade dos espermatozoides da M. liza. O pH de 8,5 propiciou o maior tempo de motilidade (218±13 seg.) e 8,7 a melhor taxa de motilidade (93±12%). No experimento dois foi realizado teste de refrigeração do sêmen da espécie. Amostras de sêmen foram mantidas diluidas com CF-HBSS na proporção 1:3 (v:v) e in natura, a 4±2 °C por 96 horas. Durante este período, foi verificado aumento significativo no tempo de motilidade por 18 h, melhor taxa de vitalidade por 48 h e melhor taxa de ativação dos espermatozoides por 96 h de armazenamento quando utilizado o diluidor espermático. Estes resultados demonstram que mesmo sem diluentes o semen da tainha apresenta motilidade após 96 horas. A utilização do diluente gera uma melhora no desempenho de motilidade, podendo ser uma alternativa para aumentar o tempo de viabilidade do sêmen refrigerado de M. liza. Para os próximos estudos, é recomendavel utilizar outras substâncias diluidoras, adicionar à diluição compostos suplementares (vitaminas, antioxidantes, açúcares) e substâncias crioprotetoras e verificar sua influencia no tempo de estocagem dos espermatozoides. Testar novas composições de ativadores espermáticos, testes de fertilização, análises de motilidade computadorizadas e análises fisiológicas mais aprofundadas também são essênciais para o desenvolvimento das técnicas de conservação de sêmen.
Show more

93 Read more

Impactos antropogênicos sobre a população do boto-da-tainha (Tursiops truncatus) em Laguna, sul do Brasil: uso do espaço e bases para um modelo conceitual de conservação

Impactos antropogênicos sobre a população do boto-da-tainha (Tursiops truncatus) em Laguna, sul do Brasil: uso do espaço e bases para um modelo conceitual de conservação

Utilizou-se o método de densidade de Kernel para a distribuição do uso de espaço (KUD, WORTON, 1989) com o intuito de avaliar as diferenças na distribuição do uso pelos botos “cooperativos” e “não cooperativos” antes e após da construção da ponte. O método KUD é uma abordagem probabilística que oferece uma densidade de uso em toda a área de estudo. O uso de espaço é frequentemente apresentado como uma distribuição de probabilidades por uma função de distribuição do uso (UD, VAN WINKLE, 1975) que dá a densidade de probabilidades de realocar os indivíduos em qualquer lugar conforme as coordenadas geográficas. O método KUD também define diferentes linhas de contorno que expressam diferentes probabilidades de ocorrência. A área de uso foi definida como KUD 95% e a área de concentração como KUD 50% (SEAMAN; POWELL, 1996). Considerando que o método KUD é sensível aos efeitos de autocorrelações espaciais, foi utilizado apenas o primeiro registro por indivíduo dentro do mesmo dia de amostragem. A largura da banda de cada Kernel é chamada de parâmetro de suavização (h) e sua escolha é de extrema importância para o cálculo da área de vida (SEAMAN; POWELL, 1996; WORTON, 1989). Atualmente, não existe um consenso sobre qual é o melhor método para estimar a área de vida e o parâmetro de suavização. Estudos sobre a distribuição de mamíferos marinhos variaram em relação a escolha do método. Assim, alguns trabalhos utilizaram a estimativa da média harmônica da distribuição (INGRAM; ROGAN, 2002; WILSON; THOMPSON; HAMMOND, 1997) enquanto outros autores preferiram métodos de densidade de Kernel fixo (SILVA et al., 2008; WEDEKIN; DAURA-JORGE; SIMÕES-LOPES, 2010; WEDEKIN et al., 2007) ou método de Kernel adaptativo (GUBBINS, 2002). Quando o método de Kernel é utilizado, o h pode ser estimado através de diferentes métodos. Geralmente os mais utilizados são os métodos de referência (h ref ) (WORTON, 1989), o de
Show more

123 Read more

Métodos de criopreservação do sêmen canino (Revisão de literatura)

Métodos de criopreservação do sêmen canino (Revisão de literatura)

Uma variedade de concentrações de gema de ovo tem sido utilizada para preservação de sêmen canino de acordo com a capacidade tamponante dos outros componentes do diluente, sendo que a concentração de gema mais utilizada é em torno de 20% do diluente (MARTINS, 2005). Moura (2000) comparou gemas de ovo de galinha e codorna como protetores de resfriamento na congelação de sêmen de cão e observou que não existem diferenças entre as mesmas, quanto à conservação da motilidade, vigor e morfologia espermática após a descongelação. Dessa forma, também pode-se utilizar ovo de codorna na congelação de sêmen canino. Além dos seus benefícios, a gema apresenta seus aspectos negativos, como a possibilidade de transmissão de doenças E também facilita o processo de oxidação sobre os espermatozoides caninos, permitindo peroxidação dos lipídios insaturados, à qual o espermatozoide canino é muito sensível (SILVA et al., 2002).
Show more

22 Read more

Caracterização do uso da fauna silvestre para subsistência em uma unidade de conservação no Oeste do Pará

Caracterização do uso da fauna silvestre para subsistência em uma unidade de conservação no Oeste do Pará

Em 2014, a RESEX Tapajós-Arapiuns integrou o Programa Nacional de Monitoramento da Biodiversidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) – Monitora. Criado por meio da cooperação entre ICMBio e GIZ (Cooperação Técnica Alemã), inicialmente foi estabelecido o Programa de Monitoramento in situ da Biodiversidade em unidades de conservação (UCs) federais brasileiras, visando monitorar quatro alvos biológicos selecionados (plantas lenhosas, mamíferos de médio e grande porte, grupos selecionados de aves e borboletas frugívoras). Posteriormente, no âmbito do programa, algumas UCs implementaram o monitoramento de alvos complementares objetivando responder questões específicas à realidade e biodiversidade da UC e região. Assim, por meio da decisão de moradores locais e da participação da gestão da unidade, a RESEX Tapajós-Arapiuns começou a monitorar a caça de subsistência através do Projeto de Monitoramento Participativo da Biodiversidade em Unidades de Conservação da Amazônia. O projeto é parte da iniciativa para implementação do Monitora, sendo fruto da parceria constituída entre o ICMBio e o Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), com apoio do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Programa ARPA), da Agência Americana de Desenvolvimento (USAID) e Fundação Gordon & Betty Moore.
Show more

16 Read more

A influência do contexto comportamental na estrutura social de botos-da-tainha (Tursiops truncatus) que interagem com pescadores artesanais

A influência do contexto comportamental na estrutura social de botos-da-tainha (Tursiops truncatus) que interagem com pescadores artesanais

Esse padrão de assortatividade pode ser gerado por alguns mecanismos, incluindo aprendizado social (e.g. KATSNELSON; LOTEM; FELDMAN, 2014) e homofilia (e.g. LUSSEAU; NEWMAN, 2004; MANN et al., 2012a). A independência entre contexto comportamental e preferências sociais encontradas no nosso trabalho difere do observado em botos-da-tainha de Shark Bay, Austrália, onde os padrões de associação variaram em estados comportamentais como descanso, deslocamento, socialização e forrageio (GERO et al., 2005). Esta independência nos permitiu inferir que as relações sociais na população de botos de Laguna são, pelo menos em parte, frutos do processo de homofilia em relação à tática de forrageio. Por vezes a rede social global da população pode mascarar as diferenças que são vistas em redes separadas por contexto comportamentais (GAZDA et al., 2015). Sociedades caracterizadas pela dinâmica de fissão-fusão respondem a fatores que regulam o balanço custo-beneficio da vida em grupo, como taxa de alimentação e proteção contra predadores (AURELI et al., 2008), onde as interações sociais podem variar de acordo com necessidades específicas. Informações sobre as associações podem ser perdidas e fazer com que a rede global não represente padrões observados em contextos comportamentais distintos (GAZDA et al., 2015). Por exemplo, os valores de conectividade das redes sociais dos botos de Laguna se mostraram bastante variáveis entre os contextos, representada por valores altos, como no contexto “Todos os Comportamentos” e valores mais baixos, como no contexto “Cooperando”. Como a conectividade é uma métrica que mede um valor relacionado as conexões propriamente ditas, possivelmente a variação dos seus valores pode estar relacionada apenas à uma questão amostral, onde os contextos com mais observações de grupos logicamente apresentarão um maior valor, como nos contextos “Todos os Comportamentos”, “Forrageio” e “Não Cooperando”.
Show more

41 Read more

A regulamentação da caça como ferramenta de conservação da fauna amazônica

A regulamentação da caça como ferramenta de conservação da fauna amazônica

Ambientes protegidos por comunidades locais que fazem uso dos recursos são vigiados constantemente e apresentam populações de pirarucu muito maiores do que ambientes desprotegidos. O manejo participativo do pirarucu, assessorado pelo Instituto Mamirauá – organização social fomentada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) –, tem gerado resultados sociais, ecológicos e econômicos bem expressivos. Dentre eles, destacamos a recuperação dos estoques de pirarucu em seus ambientes naturais, aumentando em, aproximadamente, 447% o estoque natural da espécie nas áreas manejadas (Gonçalvez 2013), e chegando a atingir aumentos de até 1039%, como no complexo do lago Preto/Maraã (Arantes 2006). Esse padrão se repete para todas as localidades onde o manejo do pirarucu já foi implementado (Campos-Silva e Peres 2016, Petersen et al. 2016). O efeito da proteção associada ao uso também afeta muitas outras espécies, como quelônios de água doce (Podocnemis
Show more

7 Read more

História da educação matemática conservação da cultura escolar

História da educação matemática conservação da cultura escolar

Em seguida é apresentada uma experiência a respeito das mobilizações que o Grupo de Pesquisa de História da Educação Matemática no Brasil GHEMAT vem realizando para conservar os document[r]

18 Read more

Organizações solidárias em Unidades de Conservação : os casos da Associação Bom Sucesso e da COOPETRAL no estado do Amapá

Organizações solidárias em Unidades de Conservação : os casos da Associação Bom Sucesso e da COOPETRAL no estado do Amapá

A precariedade do ensino na comunidade com uma escola que atende poucas séries e ainda com um ensino e estrutura física inadequados, segundo os entrevistados, também pode ser uma das razões do desinteresse das crianças e dos jovens em frequentar a escola local. Mesmo dentre os entrevistados (adultos) foi observado baixo nível de escolaridade e alguns casos de analfabetismo (Gráfico 07). Essa é uma realidade frequentemente encontrada em comunidades ribeirinhas amazônicas. Na comunidade ribeirinha residente às margens do Rio Araraiana na Ilha do Marajá no Pará, Mendes (2008) encontrou situação semelhante. Constatou- se a baixa escolaridade dessa comunidade e elevado índice de analfabetismo. A explicação apontada pelo autor do estudo foi a ausência de políticas públicas destinadas à melhoria do sistema educacional na comunidade. Essa ausência é percebida na única escola local que atende somente as séries até o Ensino Fundamental e que trabalha com um currículo descontextualizado com a vida local (MENDES, 2008).
Show more

160 Read more

O sertão formal da política brasileira de conservação da natureza

O sertão formal da política brasileira de conservação da natureza

O termo populações tradicionais que aparece em vários dispo- sitivos legais brasileiros e assegura direitos diferenciados de cida- dania foi gestado no âmbito das políticas ambientais. Segundo Barreto Filho (2006), o termo foi “inventado” pelo conservacio- nismo internacional já na década de 1970, a partir dos debates sobre zoneamentos 25 de parques e a tentativa de equacionar a conservação da biodiversidade com o desenvolvimento socioeconômico local. As zonas antropológicas seriam, assim, áreas destinadas às popu- lações com características culturais específicas e entendidas como parte do ecossistema. No Brasil, no entanto, por força do forte imaginário conservacionista e sua influência nas agências gover- namentais, o tema da permanência das populações humanas só aparece de forma clara na agenda de discussão dos órgãos gestores em 1992, no projeto de lei para elaboração do SNUC. O histórico da tramitação dessa lei começa em 1988, quando o extinto IBDF enco- mendou à Fundação Pró-Natureza, dirigida por Maria Tereza Jorge Pádua, uma proposta de lei que instituísse um Sistema Nacional de Unidades de Conservação. Aprovada pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), a proposta foi então encaminhada ao Congresso Nacional em 1992. Voltado para a defesa exclusiva do valor das espécies e dos ecossistemas, o documento não fazia nenhuma referência ou demonstrava preocupação com os prová- veis prejuízos trazidos à vida das populações locais.
Show more

40 Read more

Parques nacionais do Cerrado para além da conservação da biodiversidade : serviços ecossistêmicos culturais e riscos ambientais

Parques nacionais do Cerrado para além da conservação da biodiversidade : serviços ecossistêmicos culturais e riscos ambientais

As zonas de amortecimento no entorno de unidades de conservação podem minimizar os impactos antrópicos negativos e estimular o uso sustentável dos recursos naturais. Por outro lado, o uso da terra nessas zonas pode potencialmente deteriorar os processos ecológicos e a conservação da biodiversidade dentro da área protegida. Neste estudo, abordamos a interação homem-ambiente nas zonas de amortecimento de 13 Parques Nacionais do Cerrado Brasileiro, sob dupla perspectiva: como ecossistemas vulneráveis sob intensa pressão de conversão do uso da terra e como importantes fontes de serviços que sustentam o bem-estar humano. Foram realizadas duas análises. A primeira teve como objetivo apontar oportunidades para expandir e complementar as atrações turísticas em torno de oito Parques Nacionais abertos para visitação, aproveitando suas vistas panorâmicas. Os métodos foram baseados em atributos biofísicos derivados de sensoriamento remoto, três categorias principais relacionadas à qualidade visual e ecológica e seis indicadores. Os resultados identificaram perfis para os parques selecionados, relacionando suas características biofísicas com seu principal potencial turístico. As topografias mais acidentadas, em geral, foram associadas a maior amplitude de escala visual e complexidade, enquanto topografias planas favorecem serviços recreativos relacionados à água. A segunda análise investigou áreas protegidas mais sensíveis a distúrbios de mudanças do uso e cobertura do solo transportadas por fluxos hidrológicos. A partir de dados de sensoriamento remoto, foram identificados três fatores que influenciam a sensibilidade ambiental, abrangendo características naturais pedológicas e hidrológicas, bem como medidas de exposição à conversão do uso e cobertura do solo na zona de amortecimento. Os resultados revelaram três grupos de parques a serem priorizados para aplicação de medidas de mitigação e prevenção. O grupo classificado como de alto risco sustenta altas taxas de conversão em suas zonas de amortecimento e outras características que agravam os impactos potenciais. O grupo classificado como de alto uso da terra mostrou as maiores taxas de conversão em suas zonas de amortecimento e também deveria ser priorizado para manejo adaptativo. Outro grupo de parques exibiu grande sensibilidade a perturbações nos fluxos hidrológicos e deveria ser direcionado para prevenção de mudanças de cobertura e uso da terra na zona de amortecimento. Embora o estudo tenha focado em Parques Nacionais localizados no Cerrado brasileiro, a área de estudo é representativa de ecossistemas tropicais com relevante riqueza de espécies e alta pressão de conversão do uso da terra.
Show more

40 Read more

A caligrafia da sociedade na paisagem : transformações no entorno de unidades de conservação da Serra do Espinhaço - MG

A caligrafia da sociedade na paisagem : transformações no entorno de unidades de conservação da Serra do Espinhaço - MG

Nos parques estudados, as instituições e organizações comunitárias atuaram de formas diferentes. O PERP surgiu de uma organização e mobilização da população urbana, sem consulta aos usuários diretos dos recursos naturais conexos ao que veio a ser o parque. Estes usuários não formaram uma organização comunitária para discutir ou barrar a criação, apenas perderam o direito de acesso aos recursos. As regras descritas por Galizoni (2007) na formação das roças na região, guiadas pelo corte, queima, roçada e pousio, foram restringidas pela fiscalização ambiental mais rígida na área do entorno do PERP. A agricultura tradicional continua, porém com as restrições impostas pela regra formal (legislação ambiental) ao uso de acordo com as regras informais. No PERP, portanto, a instituição formal prevaleceu e foi aplicada, fazendo com que o acesso aos recursos naturais não fosse questionado pelos usuários. Apesar de o parque ter surgido de uma articulação da população do município, os envolvidos não eram usuários do recurso, não podendo assim ser considerado como um esquema bottom-up, quando analisado numa escala local.
Show more

92 Read more

A regulamentação da atividade de condução de visitantes nos Sistemas Estaduais de Unidades de Conservação do Brasil

A regulamentação da atividade de condução de visitantes nos Sistemas Estaduais de Unidades de Conservação do Brasil

também não tratam da relação comercial a ser estabelecida entre a UC e o prestador de ser- viço de condução. Assim, embora a maioria das bases legais exija a assinatura do profissional em um termo que exonera a UC de qualquer problema relacionado a sua atividade no interior da área protegida, não há definição sobre o regime legal ou administrativo a que o condutor cadastrado no órgão gestor ou na UC estará submetido. Tal situação pode resultar na limita- ção do desenvolvimento desta atividade nas UCs, frente à insegurança jurídica no que se re- fere à exploração comercial destas áreas públicas. Recentemente, no intuito de regulamentar esta questão, as UCs federais têm acrescentado aos documentos requeridos para o cadastra- mento dos condutores uma Autorização de Uso, ato administrativo que consente a prestação do serviço comercial de condução de visitantes (Portaria ICMBio n. 204, 2013; Portaria ICMBio
Show more

17 Read more

Faces da Mãe D'Água: Saberes da Conservação

Faces da Mãe D'Água: Saberes da Conservação

Parece que o embranquecimento da Mãe d’Água brasileira se deu por, pelo menos, duas vias próprias da europeização transatlântica: o rabo de peixe do bestiário fantástico dos navegantes e a marianização - em sua expressão mais recente, a moralização da imagem da Mãe d’Água (condensada em Iemanjá) através de uma vertente bem sucedida da umbanda nessa empresa, o que manteria apenas o aspecto materno dócil, na tentativa de alijar Iemanjá da sexualidade e daquilo considerado transgressor ou terrível, segundo Monique Augras (1989/2000). A própria Kianda também teria atravessado estes processos em paralelo, ao menos na literatura luso- angolana, conforme Silvio Ruiz Paradiso (2011: 265): “Nossa Senhora da Graça, cuja iconografia revela manto azul, cabelos longos soltos e pés à mostra é a representação que costurou a imagem sincrética dela – Kianda”. Percebe-se a forma de se retratar a Mãe d’Água que nos é bastante conhecida e faz parte da representação mais recente dela, “que superou em muito a imagem antiga da sereia ou da grande mãe cujos seios descem até o chão” (Augras, op. cit.: 29) e que quase se impôs como representação singular. Como sabemos, a imagem, tida como a única de origem exclusiva da umbanda, evidencia fortes traços marianos, tenha sido inspirada por babalaô do Rio de Janeiro (que Rachid não especifica, op. cit.: 10) ou vista por Dalla Paes Leme na baía de Guanabara nos anos 50.
Show more

29 Read more

Implantação da unidade de conservação do parque areião na região sul de Goiânia

Implantação da unidade de conservação do parque areião na região sul de Goiânia

artigos científicos, legislação ambiental, órgãos governamentais, conselhos e estudos de caso exploratório de implantação da unidade de conservação do Parque Areião na região Sul de Goiânia, em consequência dos impactos ambientais causados por ações antrópicas para Jornada Científica do Curso de Engenharia Ambiental, Saneamento Ambiental das relações entre saneamento, saúde e meio ambiente.

7 Read more

Caracterização e conservação do Parque Nacional do Iguaçu, Brasil

Caracterização e conservação do Parque Nacional do Iguaçu, Brasil

To contextualize this rationale, Dr. James Karr, Environmental Health specialist from the University of Illinois, provided rigorous definitions that are worth remembering here. Ecological integrity is the “sum of the physical, chemical and biological integrity” (Karr & Dudley, 1981). And biological integrity was defined as “the capacity to support and maintained a balanced, integrated, adaptive biological system having the full range of elements (genes, species and assemblages) and processes (mutation, demography, biotic interactions, nutrient and energy dynamics, and metapopulation processes) expected in the natural habitat of a region” (Karr & Chu, 1999). Goldman (2010) relevantly reminds us that “the resources we use, the species we see and the food we eat are all ecosystem processes: the biological, chemical, physical interactions between ecosystem components (e.g. species, water and soils)”. Furthermore, as technology and awareness evolve, scientists have progressively started to perceive the fractalian nature of the universe (Iovane et al., 2004). The human population beats records of incidence of cancers and a wide array of degenerative diseases (Campbell, 2006). We are polluting our bodies with chemicals we do not control. We are relating to the earth the way we relate to our bodies (Shape & Irvine, 2004). In Western society, we aim for fast fixes for everything, and usually rely on chemicals and technology to solve our health problems (e.g. chemotherapy, Cairncross & Macdonald, 1988), forgetting our very nature and the purpose of the human experience. The human body and earth are extremely perfect and complex systems, which possess a wonderful ability to repair themselves from damages of all sorts. Yet, their resilience is finite (Lenton et al., 2001).
Show more

167 Read more

Contributo para o estudo da aplicação da tecnologia de alta pressão hidrostática na conservação do cogumelo Pleurotus ostreatus

Contributo para o estudo da aplicação da tecnologia de alta pressão hidrostática na conservação do cogumelo Pleurotus ostreatus

As antocianinas são estáveis durante tratamentos HPP a temperaturas moderadas, como observou Garcia-Palazon et al. (2004) em framboesas e morangos submetidos a pressões de 800 MPa (18-22ºC/15 minutos). No entanto, durante o armazenamento em produtos de origem vegetal submetidos a tratamentos com altas pressões observou-se que estes pigmentos não são estáveis durante esse período. Kouniaki et al. (2004) observou que diferentes tipos de antocianinas presentes em groselhas armazenadas durante 7 dias a diferentes condições de armazenamento (5, 20 e 30ºC) tiveram diferentes tipos de estabilidade. Existem diversas hipóteses para os mecanismos que levam à degradação de antocianinas presentes em vegetais e frutas sujeitos à tecnologia de altas pressões hidrostáticas Além da instabilidade dos pigmentos, o escurecimento desempenha um papel fundamental na descoloração de alimentos submetidos às altas pressões. Em produtos à base de fruta, não se verificou diferenças visuais de cor (baseadas nos valores de L*, a* e b*) imediatamente a seguir a tratamentos HPP, por exemplo em sumos de uva submetidos a diferentes tratamentos de altas pressões (Daoudi et al., 2002) ou em polpa de mangas (Ahmed et al., 2005).
Show more

132 Read more

As reservas particulares do patrimônio natural como ferramenta de conservação da natureza : o caso da Chapada dos Veadeiros

As reservas particulares do patrimônio natural como ferramenta de conservação da natureza : o caso da Chapada dos Veadeiros

O presente estudo teve como objetivo analisar as características e o plano de manejo de quinze Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) localizadas na área de influência do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, estado de Goiás. Para o desenvolvimento deste projeto, foram realizadas pesquisas bibliográficas, entrevistas, visita em cinco RPPN e consulta às cópias digitais dos planos de manejo. As 15 RPPN da região somam 20.156,63ha (cerca de 1/3 do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros). O tamanho destas reservas variou entre 1,43 e 8.730,45ha e tendem a serem maiores e agrupadas nas proximidades do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. A RPPN Campo Alegre foi a primeira reserva criada na região, enquanto a RPPN Nascentes do Rio Tocantins é a mais recente. A motivação mais relevante na criação destas RPPN foi a conservação da biodiversidade. Quanto ao perfil, treze foram criadas por pessoas físicas e dois por pessoa jurídica. Nove reservas desenvolvem pelo menos uma atividade (pesquisa, educação ambiental ou turismo). Quatorze reservas possuem nascentes e diferentes fisionomias de cerrado. Apenas cinco RPPN são abertas para o uso público e investem neste setor. O fogo e a caça foram as ameaças mais mencionadas pelos proprietários. Há sete RPPN com atividades orientadas pelo Plano de Manejo. Por fim, as reservas da região representam a oportunidade para o desenvolvimento de atividades de ecoturismo, o incentivo à criação de novas RPPN e a replicação de ferramentas de conservação do Cerrado, além de contribuírem para a conectividade do Parque Nacional com outros remanescentes. No entanto, carecem de instrumentos de planejamento, monitoramento e gestão.
Show more

88 Read more

Áreas prioritárias para a conservação: um estudo da sociobiodiversidade estuarina do Rio Paraíba no Norte

Áreas prioritárias para a conservação: um estudo da sociobiodiversidade estuarina do Rio Paraíba no Norte

The Priority Areas for biodiversity conservation were created by the Ministry of the Environment as a conservation strategy, taking into account the concept of hotspots, that is, areas that concentrate high levels of biodiversity and greater anthropic pressure. In Paraíba, one of the priority areas is the Paraíba do Norte River Estuary, located in the middle portion of the coast, overlooking the cities of Cabedelo, Lucena, João Pessoa, Santa Rita and Bayeux. The region presents a set of associated ecosystems and an intense urbanization, consequently diverse socioenvironmental disturbances. The present study had as general objective to analyze the conservation of the sociobiodiversity of the estuarine region of the Paraíba do Norte river, based on the available literature and the interpretation of the social actors. The research was considered a Case Study, presented as methodological course bibliographic review, document analysis, interviews and field visits. It was characterized as qualitative research being descriptive and exploratory in a reflexive approach. For the qualitative phase, content analysis was adopted, as well as variables, categories and attributes. Regarding the results of the biodiversity analysis, it was generally found that the region presents a favorable condition for ecological balance according to the criteria of species diversity. However, there is a presence of exotic flora and fauna, which does not yet represent a state of ecological vulnerability, but is concerned that one of the fauna species is overexploited, as is the case of crab-uca, a species used as an extractive resource. Of self-consumption of the traditional communities of the estuary, a fact that directly affects sociobiodiversity. For the analysis of socio-biodiversity, it was verified that on public policies in the interpretation of social actors presents unfavorable conditions regarding its effectiveness. In relation to the state of conservation, they also signal conditions unfavorable to the ecological balance. And as for the changes in local biodiversity, it has shown a lack of conservation, in this way decommissioning with ecological balance. Regarding the primary productive base and the traditional knowledge presented unfavorable conditions regarding local satisfaction and ecological balance. The need for an integrated management of municipalities, as well as participatory actions of local social actors to elaborate and implement policies for socio-biodiversity, and stimuli for local productive arrangements that stimulate and conserve traditional knowledge.
Show more

162 Read more

Igreja Nossa Senhora da Piedade : preservação do acervo a partir da conservação e restauro de obras raras e especiais

Igreja Nossa Senhora da Piedade : preservação do acervo a partir da conservação e restauro de obras raras e especiais

O presente Trabalho de Conclusão de Curso “Igreja Nossa Senhora da Piedade: preservação do acervo por meio da conservação e restauro de obras raras e especiais” busca investigar a importância da preservação de obras raras, por meio da conservação e restauração do acervo raro e especial. A metodologia da pesquisa foi descritiva, exploratória, na qual o Centro de Documentação do Convento Nossa Senhora da Piedade em Salvador/BA tornou-se o estudo de caso. A unidade de informação em tela pertence à igreja secular que abrigava Capuchinhos vindos da Europa, sobretudo italianos, com o objetivo de catequização de povos no Brasil. Desta forma, um acervo foi construído com documentos primários, publicações periódicas, livros, bulas eclesiásticas, registros civis, relatórios, de forma organizada e documentada. Considerando as relações históricas e de poder existente entre a Igreja Católica e o poder civil, a informação documental presente no acervo é de grande interesse, sendo que o investimento na preservação dos suportes representa interesse documental e científico à sociedade Brasileira. A pesquisa teve como objetivo geral analisar as ações executadas por meio de medidas de conservação e restauração do acervo raro e obras especiais, na qual deu segmento aos objetivos específicos tais como: apresentar o contexto histórico e conceitual; identificar as técnicas de salvaguarda e as práticas especializadas do bibliotecário e documentalista adotadas no manejo documental; verificar os procedimentos de preservação das obras raras e especiais desenvolvidos. O estudo realiza a abordagem em conceitos primordiais à preservação, como a memória, o patrimônio histórico, assim como os conceitos de preservação, restauração, conservação. Além do levantamento do estado da arte, o depoimento obtido por meio da entrevista realizada ao membro da ordem dos capuchinhos foi fundamental para a reflexão sobre restauração, conservação de um acervo de obras raras, permitindo que os bibliotecários compreendam os regimentos e manutenção de uma instituição secular.
Show more

78 Read more

A auditoria energética como ferramenta para o aproveitamento do potencial de conservação da energia: o caso das edificações do setor educacional

A auditoria energética como ferramenta para o aproveitamento do potencial de conservação da energia: o caso das edificações do setor educacional

O consumo de energia nos diferentes setores da economia cresce continuamente devido aos hábitos de consumo, aumento da população e necessidades tecnológicas atuais; considerando o efeito deste aumento de consumo sobre os recursos naturais, a conscientização da importância do uso racional da energia é cada dia um tópico de maior relevância em todo o mundo. Ante a crescente necessidade de reduzir o consumo energético das edificações, algumas metodologias apresentam-se como ferramentas úteis para o alcance deste fim, uma delas é a auditoria energética. A auditoria energética é um mecanismo para entender o desempenho energético de edifícios , através dela é possível detectar problemas operacionais, aumentar o conforto dos ocupantes e otimizar o uso da energia . O presente estudo utilizou uma metodologia de auditoria energética para conhecer o comportamento energético de diferentes prédios do setor terciário especificamente do setor educacional, pertencentes a Universidade de São Paulo (USP) . A metodologia foi aplicada em diferentes edificações do setor, e a mesma incluiu a utilização de medições de variáveis elétricas, medições de iluminação segundo as normas preconizadas, software para estudo de usos finais e ferramentas de simulação computacional como o software Dialux e o EnergyPlus. As melhores oportunidades de eficiência energética foram avaliadas técnica e economicamente, comparando cenários para a execução de estratégias com diferentes tecnologias comercialmente disponíveis no mercado. A avaliação econômica incluiu a utilização de figuras de mérito como o tempo de payback, a taxa interna de retorno (TIR), o custo de ciclo de vida (LCC), o custo de ciclo de vida anualizado (ALCC) e o custo da energia conservada (CEC). Os resultados validam a auditoria energética como método para tomada de decisões no sentido de eleger as melhores ações de eficiência energética para uma edificação.
Show more

136 Read more

Show all 10000 documents...