PDF superior Impacto Ambiental do Processo de Tingimento de uma Indústria de Curtumes e Avaliação do Desempenho da ETAR

Impacto Ambiental do Processo de Tingimento de uma Indústria de Curtumes e Avaliação do Desempenho da ETAR

Impacto Ambiental do Processo de Tingimento de uma Indústria de Curtumes e Avaliação do Desempenho da ETAR

O processo é muito poluente apresentando um pH ácido e um elevado teor de matéria orgânica (2917 mg O2/L), tal como no processo estudado anteriormente, sempre superior ao limite imposto pela licença de descarga. Pelos valores obtidos em todos os parâmetros, tanto para as médias como para os banhos compostos, o processo Galáctico é mais poluente que o processo Montana. Esta diferença nos dois processos pode ser justificada pelo tipo e quantidade de pele tratada, que no caso do processo Montana se tratavam de 200 peles de cabra e no caso do processo Galáctico de 600 peles de ovelha, originando-se no último processo uma maior carga orgânica. Esta diferença de quantidades e tipo de pele origina também um consumo de água diferente, 22,5 L/pele no caso do processo Montana e 9,3 L/pele no caso do processo Galáctico. A diminuição no consumo de água pode introduzir um fator de concentração no efluente produzido e também contribuir para que no processo Galáctico os valores sejam, no geral, mais elevados.
Mostrar más

110 Lee mas

Avaliação de Impacto Ambiental, Valorização do Efluente e dos Resíduos Sólidos da Indústria Corticeira

Avaliação de Impacto Ambiental, Valorização do Efluente e dos Resíduos Sólidos da Indústria Corticeira

Foi também produzido um concentrado do conteúdo fenólico destas águas, que poderá ser utilizado como agente tânico no setor do curtimento do couro. A água residual estudada apresentava elevado conteúdo fenólico, que é similar aos extratos de vegetais comuns dos castanheiros, eucaliptos, carvalhos, entre outros. O concentrado apenas terá de passar por alguns processos de tratamento químico e/ou biológico para que possa ser aplicado na indústria dos curtumes, sendo substituto dos taninos comerciais. Este trabalho vai de encontro com o projeto “Reciclar”, que foi desenvolvido de 2005 a 2007, resultou da parceira da APCOR e da Associação Portuguesa dos Industriais de Curtumes (APIC). Este projeto teve como objetivos o tratamento e a valorização dos resíduos provenientes da indústria corticeira, sendo possível efetuar uma gestão ambiental dos efluentes gerados, sem formação de lamas, e o incentivo da indústria para o cumprimento da legislação ambiental em vigor. Neste projeto conseguiu-se efetuar a transformação de um resíduo num produto subsidiário com potencial para aplicação na indústria dos curtumes (Teixeira, 2009; Silva, 2011).
Mostrar más

146 Lee mas

Participação Pública no Processo de Avaliação de Impacto Ambiental no Estado do Espírito Santo

Participação Pública no Processo de Avaliação de Impacto Ambiental no Estado do Espírito Santo

Em meio à explosão consumista que dominava o mundo pós Segunda Guerra Mundial pela indústria, que via sua produção aumentando a passos largos em meio à fumaça e à fuligem das fábricas e nuvens de pesticidas cobrindo as terras agrícolas, Carson viria a acirrar ainda mais as discussões relativas ao efeito desse crescimento sobre os recursos naturais. Seu livro é considerado controverso, e muitos autores atribuem seu lançamento ao início da consciência ambiental. Carson criou uma revolução na forma de pensar a relação humana e o meio ambiente, quando associou a utilização de produtos químicos e mudanças climáticas a desreguladores endócrinos e gases do efeito estufa. Com a coragem de uma cientista à frente do seu tempo, mesmo para a comunidade acadêmica, Carson levantou preocupações sobre a poluição química e as manifestações de alteração no equilíbrio do ecossistema. Ao contrário de muitos cientistas anteriores, ela colocou o papel das ações humanas no centro dos problemas de poluição, que eram evidentes como consequência da atividade industrial (DEMARCO, 2015).
Mostrar más

155 Lee mas

Avaliação do desempenho ambiental de uma cadeia de abastecimento: estudo de caso de uma indústria do sector automóvel

Avaliação do desempenho ambiental de uma cadeia de abastecimento: estudo de caso de uma indústria do sector automóvel

Apenas a resposta a um inquérito ou a certificação ISO 14001 não é suficiente para saber qual o real impacto que uma dada organização tem com a sua cadeia de abastecimento. Por este motivo, muitas empresas procuram ir mais além e através de modelos por elas definidos concretizam avaliações ambientais a fornecedores, garantindo assim uma forma mais eficaz de medir o desempenho e obter uma ferramenta de auxílio à decisão de escolha de fornecedores para um dado projecto ou produto ou de execução de planos de acções com vista à melhoria do desempenho ambiental da cadeia. Exemplos desta forma de proceder podem-se encontrar em variadas empresas de diferentes ramos. Alguns casos estudados foram da indústria electrónica, como o da empresa Advanced Micro Devices, Inc. USA (Trowbridge, 2001) e da indústria automóvel, como da BMW (von Ahsen, 2001) ou da Volkswagen (Koplin ,3)"#4, 2006). Também o Supply-Chain Council desenvolveu uma metodologia de avaliação ambiental da cadeia de abastecimento – o GreenScor (Raheem e Taylor, 2003).
Mostrar más

125 Lee mas

A avaliação de desempenho por competências : sua eficácia em uma agência do Banco do Brasil S.A.

A avaliação de desempenho por competências : sua eficácia em uma agência do Banco do Brasil S.A.

Levando-se em conta as considerações dos autores citados acima, percebemos que a avaliação por competências busca essencialmente, fornecer subsídios às organizações os quais possam, mediante os resultados apresentados, proporcionar a alavancagem dos negócios valorizando-se o chamado “capital humano” de acordo com o desempenho de seus colaboradores em suas respectivas competências. Entretanto, percebe-se que nem sempre os colaboradores de determinadas organizações mostram-se satisfeitos com tal sistema, por diversos motivos, tais como: utilização da ferramenta com caráter punitivo, falta de transparência no processo, ausência de feedback adequado, uso da ferramenta para favorecimento de uns em detrimento de outros, etc.
Mostrar más

61 Lee mas

Avaliação da redução da poluição do chorume tratado por processo fotoquímico

Avaliação da redução da poluição do chorume tratado por processo fotoquímico

compostos orgânicos, mas também para conduzir a degradação até uma completa mineralização. Sugerindo desta forma, maiores eiciência de degradações de COT se melhorado a otimização do processo. Reduções similares de matéria orgânica, em torno de 50 %, foram encontradas com o emprego da coagulação química utilizando PAC (polyaluminum chloride) e polímeros através do ensaio de Jar test (Lin & Chang, 2000). Perez et al. (2004), empregando um processo de loculação-coagulação do chorume, seguido de tratamento por iltro biológico conseguiram resultados em torno de 9 % e 17 % de redução da matéria orgânica. De Morais & Peralta- Zamora (2005), empregando o processo foto-fenton obtiveram redução de COT de 33.7 % durante 30 minutos de tratamento do chorume.
Mostrar más

11 Lee mas

Otimização do funcionamento do sistema de arejamento da ETAR de Ílhavo da AdCL

Otimização do funcionamento do sistema de arejamento da ETAR de Ílhavo da AdCL

Como limitações e dificuldades do trabalho desenvolvido na ETAR, é importante referir alguns pontos, designadamente, a complexidade de montagem e operação com os analisadores de energia e as múltiplas avarias e problemas operacionais que apareceram ao longo do estágio principalmente ao nível das turbinas e que condicionaram as campanhas de amostragem. O reduzido tempo de estágio (5 meses) não permite que a escala temporal seja compatível com a resolução de todos os problemas. A criação de um novo algoritmo mais ajustado ao funcionamento do sistema de arejamento, bem como a elaboração da respetiva nota técnica, foi um produto deste estágio que permitiu sintetizar informação de forma mais eficaz e simples para os operadores. Em suma, a experiência do estágio na ETAR de Ílhavo foi muito positiva, permitindo-me adquirir um enorme leque de conhecimentos necessários para o desenvolvimento deste relatório. Além disso, deu-me a oportunidade de conhecer não só a ETAR, como várias estações elevatórias e mini-etar do grupo AdCL, bem como acompanhar e participar em outras tarefas que contribuíram para o meu crescimento académico, profissional e pessoal.
Mostrar más

146 Lee mas

O impacto da reforma do CPTA e do CPA no processo e procedimento tributário

O impacto da reforma do CPTA e do CPA no processo e procedimento tributário

“I - A urgência na decisão, susceptível de excluir a audiência prévia dos interessados, deve resultar objectivamente do acto e das suas circunstâncias, sendo irrelevante uma urgência afirmada posteriormente ao acto e que dele inequivocamente não resulte. II - A dispensa de audiência prévia, nos casos previstos no art.º 103, n.º 2, do CPA, tem de ser objecto de decisão expressa, fundamentada” – cfr. Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo de 28.05.2002, proferido no âmbito do processo n.º 048378, disponível em www.dgsi.pt . “I - O cumprimento do disposto no art. 100º do C.P.A. visa não só garantir a participação do interessado nas decisões que o afectam, como ainda contribuir para o acerto das decisões administrativas, permitindo a quem tem de decidir "o melhor conhecimento possível das realidades". II - Trata-se de formalidade essencial, de cumprimento obrigatório em todos os casos, a não ser que se esteja perante alguma das situações previstas no art. 103º, nº, alíneas a), b) e c) do Código do Procedimento Administrativo, ou quando ocorra alguma das hipóteses contempladas nas alíneas a) e b) do nº 2 do mesmo artigo, que permitem ao órgão instrutor dispensar a audiência; em tais casos, deverá a Administração proferir decisão fundamentada, da qual constem os motivos pelos quais entenda não haver lugar a audiência ou dever a mesma ser dispensada” – cfr. Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo de 07.05.2003, proferido no âmbito do processo n.º 0373/03, disponível em www.dgsi.pt . Em sentido tendencialmente distinto, cfr. Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo de 01.07.2003, proferido no âmbito do processo n.º 01429/02, disponível em www.dgsi.pt .
Mostrar más

30 Lee mas

Fusões e aquisições na indústria da alta tecnologia : impacto da incerteza e do estado do mercado

Fusões e aquisições na indústria da alta tecnologia : impacto da incerteza e do estado do mercado

razões apontadas para responder a esta problemática. Uma das justificações, que irá ser aprofundada seguidamente neste estudo, está relacionada com a dimensão da empresa alvo, visto que mesmo um bom negócio para a empresa adquirente pode ter um impacto reduzido. Outro motivo prende-se pela possibilidade de existir uma enorme resistência durante o processo negocial por parte da empresa alvo, o que potencia processos extensos e dificulta a determinação da janela temporal em que o mercado está a incorporar a nova informação; (ii) Globalmente as F&A da indústria da alta tecnologia criam valor para a nova empresa criada? Esta questão é relevante, visto que, tradicionalmente, as empresas compradoras têm uma dimensão superior comparativamente às empresas alvo. Este fator pode potenciar uma conclusão incorreta quando os retornos anormais das empresas são avaliados separadamente. Vários autores (ver, por exemplo, Andrade, Mitchell e Stafford, 2001; Shleifer e Vishny, 2003; Roll, 1986) abordam esta problemática, em virtude da estimação dos ganhos em termos absolutos necessitarem de tratamento de acordo com o valor de mercado combinado entre as empresas. Por outras palavras, os retornos anormais médios necessitam de ser ponderados pelo valor de mercado das empresas.
Mostrar más

51 Lee mas

Avaliação do desempenho nas autarquias da região do Algarve: um estudo descritivo

Avaliação do desempenho nas autarquias da região do Algarve: um estudo descritivo

Parecem existir duas grandes categorias de resposta a esta questão complementar. Uma primeira em torno da preocupação com a avaliação depender directamente das chefias (n=5), que para além de não terem sido avaliadas pelos seus superiores (n=4) até ao momento actual, poderão ainda ter o seu julgamento contaminado pela relação avaliador-avaliado (n=4). Esta situação é agravada pela necessidade de verificar objectivamente o cumprimento dos objectivos (n=1), o que não será forçosamente realizado sempre, bem como a possível existência de mau ambiente entre os trabalhadores (n=1), derivado dos resultados das avaliações do desempenho. A segunda grande categoria de resposta situa-se ao nível das quotas, que são entendidas como injustas (n=3), contribuindo para o uso do SIADAP como uma ferramenta penalizadora (n=4), que tem mais consequências negativas do que benéficas (n=3), gerando um clima de medo relativo à contestação das avaliações (n=1). Outros temas a assinalar são a utilização da avaliação do desempenho meramente como meio de cumprimento de obrigações legais (n=1), ao qual faltará a avaliação da assiduidade (n=1) na inclusão dos critérios a considerar para o bom desempenho de um trabalhador. Por fim, se há quem considere que o sistema de avaliação deveria ser alterado (n=1), há quem pense que a sua ausência penaliza os trabalhadores (n=1).
Mostrar más

74 Lee mas

Sustentabilidade do planejamento da Indústria Brasileira de Eletricidade sob a ótica da avaliação ambiental integrada: conceitos e críticas

Sustentabilidade do planejamento da Indústria Brasileira de Eletricidade sob a ótica da avaliação ambiental integrada: conceitos e críticas

9 oficialmente na cidade de Porto Alegre no dia 3/8/2006, sendo essa a primeira aplicação efetiva dessa metodologia na IBE. Esse estudo foi resultado de um Termo de Compromisso (TC) firmado em 15/9/2004 entre o empreendedor do projeto na região (Energética Barra Grande S/A – BAESA) e os diversos órgãos do Governo Federal. Conforme texto exposto pela ONG Coalizão Rios Vivos (2008), esse documento estabelecia que o Ministério do Meio Ambiente (MMA) coordenaria a elaboração do Termo de Referência (TR) e a EPE executaria os estudos, por meio do Consórcio composto pelas Themag Engenharia, Andrade & Canellas Consultoria e Engenharia, Bourscheid Engenharia e Meio Ambiente, vencedor da licitação.
Mostrar más

12 Lee mas

Melhoria da eficiência energética do processo de produção de molas para a indústria automóvel

Melhoria da eficiência energética do processo de produção de molas para a indústria automóvel

Como o valor do PCI é diferente do que foi utilizado para cálculo do consumo de gás natural, a redução foi apenas calculada em relação ao consumo mássico de gás natural (kg/h). Através da tabela 9 verifica-se que é possível reduzir o consumo de gás natural até 21% do que actualmente é consumido na Frauenthal, para isso deverá ser introduzido um permutador de calor que permita aquecer a corrente de ar à entrada até 400 °C e aumentar a eficiência energética do forno para 30%. Verificou-se que é ainda possível aumentar a eficiência energética nos casos estudados com os permutadores de calor contudo estes apresentavam uma diminuição do consumo de gás natural na ordem dos 60%, e uma vez que o simulador não contempla todas as perdas que o processo sofre não se torna viável considerar valores tão elevados de eficiência energética.
Mostrar más

103 Lee mas

O Parceiro Comercial é Relevante? Uma análise do padrão de especialização ambiental do comércio exterior da indústria brasileira

O Parceiro Comercial é Relevante? Uma análise do padrão de especialização ambiental do comércio exterior da indústria brasileira

O terceiro argumento estático refere-se às eficiências técnicas, ou seja, são poucos os incentivos para as empresas reduzirem seus custos e eleva- rem a produtividade numa situação em que os mercados são protegidos. Evidencia-se, portanto, o desperdício de recursos que poderiam ser aloca- dos para o aumento do bem-estar. O livre comércio, através da exposição das empresas a um mercado mais concorrencial, faria com que essas se tornassem mais eficientes. Do ponto de vista ambiental, esse argumento pode trazer efeitos positivos, pois a concorrência internacional levaria às empresas a inovarem, evitando desperdícios e utilizando melhor os insumos produtivos, reduzindo a quantidade de recursos naturais em seus proces- sos. Entretanto seria necessária a criação de mecanismos que induzissem as empresas a adotarem tecnologias limpas. Um desses mecanismos é a regulamentação ambiental, que pode trazer sinergias entre competitividade e preservação do meio ambiente, como sugere a Hipótese de Porter — baseada nos artigos de Porter e Van der Linde (1995a e 1995b). O argu- mento é que a imposição de padrões ambientais adequados pode estimular as empresas a adotarem inovações que reduzem os custos totais de um produto ou aumentem seu valor, melhorando a competitividade das empre- sas e, consequentemente, do país.
Mostrar más

24 Lee mas

Avaliação do desempenho de ensaios de caracterização da ligação FRP-betão

Avaliação do desempenho de ensaios de caracterização da ligação FRP-betão

intermédio de ensaios de arranque, algumas configurações de ensaio foram analisadas no presente trabalho: i) Ensaio de Arranque Simples; ii) Ensaio de Arranque Duplo e iii) Ensaio de Arranque em flexão. Tendo em conta os dados registados nos sensores colocados nestes ensaios e os modos de rotura ocorridos, uma análise crítica é feita de modo a aferir a fiabilidade destes testes para reproduzir os fenómenos que ocorrem nas estruturas reais de betão armado reforçadas com FRP. Esta análise crítica é baseada num recente Round Robin Test realizado com diversos sistemas NSM (Near Surface Mounted na nomenclatura inglesa), no qual a Universidade do Minho participou, e tendo também em conta os resultados obtidos em ensaios de arranque executados em programas experimentais anteriores. O objectivo final do presente trabalho é avançar com recomendações sobre a configuração de ensaio mais adequada para a caracterização da aderência entre betão e FRP, no contexto do reforço de estruturas de betão armado (BA) segundo a técnica NSM.
Mostrar más

10 Lee mas

Avaliação de desempenho construtivista para apoiar a gestão da Universidade do Mindelo

Avaliação de desempenho construtivista para apoiar a gestão da Universidade do Mindelo

Considerando os indicadores levantados pela literatura para avaliar o desempenho da atividade de pesquisa das universidades, 6 indicadores encontram-se similares aos indicadores construídos neste estudo. O indicador “% de docentes que participam de palestras, seminários e workshop anualmente” encontra-se similar ao indicador proposto por Asif e Searcy (2014), chamado “Percentagem de professores que frequentam conferências e seminários”. O indicador levantado por Bei e Dongsheng (2014), “Número de Patentes”, apresenta-se similar ao indicador “Nº de processos iniciados para registro de patentes no ano”. O indicador “Nº de artigos médio por docente aceitos para publicação em periódicos no último ano”, construído neste estudo, encontra-se similar ao indicador “Artigos publicados em revistas internacionais”, proposto por Korhonen, Tainio e Wallenius (2001). Além deste indicador, Korhonen, Tainio e Wallenius (2001) levantaram os seguintes indicadores: “Trabalhos em anais de eventos”, que se encontra similar aos indicadores “Nº de artigos médio por docente aceitos para apresentação em eventos no último ano” e “Nº de artigos médio por docente publicados em anais de congresso no último ano”; “Número de coautores estrangeiros em artigos de periódicos”, que se apresenta similar ao indicador “% de docentes que realizam pesquisas em parceria com pesquisadores de Universidades de outros países (inclui programas de mestrado e doutorado em parceria)” e “Conferências científicas organizadas”, similar ao indicador “Nº de eventos científicos realizados no último ano”, desenvolvido neste estudo.
Mostrar más

257 Lee mas

Avaliação de resultados e processo de uma intervenção para prevenção do vazio existencial entre adolescentes

Avaliação de resultados e processo de uma intervenção para prevenção do vazio existencial entre adolescentes

O Brasil possui cerca de 10,3 milhões de jovens adolescentes entre 15 e 17 anos, segundo dados da Secretaria Nacional de Juventude – SNJ (2014a). Estudo de Malta et al. (2011), revelou que entre adolescentes escolares do nono ano, 71,4% já haviam experimentado álcool ao menos uma vez, 27,3% faziam uso regular de álcool e cerca de 8,7% já haviam experimentado outras drogas. Dados obtidos por Nascimento e Avallone (2013) em estudo com adolescentes estudantes do 9º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio apontam para cenário semelhante. Esses dados revelaram que 27% dos adolescentes faziam uso abusivo de substâncias psicoativas e 5% eram dependentes. No que diz respeito à depressão, estudos nacionais encontraram indícios depressivos clinicamente significativos em 5,3% e 5,1% das amostras adolescentes (Baptista, Baptista, & Dias, 2001; Bardagi, 2002). Esses índices se aproximam do encontrado por Reppold e Hutz (2003), entre adolescentes do Rio Grande do Sul, com idades entre 14 e 15 anos, que foi de 5,7%. Entre os jovens chega a 42,7% (Salle, Segal, & Sukiennik, 1996). Um quadro clínico de depressão, se agravado, pode desencadear ideias e tentativas de suicídio. A taxa de suicídio na população jovem brasileira chega a 5,6 por 100 mil habitantes, de acordo com os dados de Waiselfisz (2014). Toda essa sintomatologia, associada a variáveis contextuais – falta de perspectivas de educação e trabalho, por exemplo – pode ser desencadeada ou maximizada pela sensação de que a vida carece de um significado ou sentido (Frankl, 2005).
Mostrar más

123 Lee mas

Avaliação da dor pediátrica e do pensamento de catastrofização no processo de hospitalização

Avaliação da dor pediátrica e do pensamento de catastrofização no processo de hospitalização

Um achado em destaque foi a concordância razoável entre a percepção dos profissionais de medicina e da criança/adolescente, semelhante ao estudo de Doca (2014) no qual o grau de acordo entre os pacientes e os médicos foi de 72%. A identificação da dor pela equipe de saúde pode estar relacionada aos anos de experiência profissional; nesta amostra os médicos tinham entre 11 a 20 anos de atuação, o que pode ter auxiliado no reconhecimento da dor, devido aos anos em contato com a população pediátrica. Porém, outra pesquisa indicou que profissionais com mais de 9 anos de experiência apresentaram dificuldades para avaliar a dor do recém-nascido (Sousa, Santos, Sousa, Gonçalves, & Paiva, 2006). Logo, o fator tempo de experiência na percepção da dor é controverso na literatura (Maia & Coutinho, 2011), sendo assim novos estudos que relacionem tempo de atuação com outras variáveis dos profissionais na avaliação da dor devem ser realizados. O menor nível de concordância entre crianças/adolescentes e enfermagem é consonante ao estudo de Khin Hla et al. (2014), o qual investigou a experiência de dor na percepção de crianças, pais, enfermeiros e observadores independentes, onde a percepção de pais e pacientes foi mais compatível, já observadores e enfermagem subestimaram a dor. A percepção da enfermagem é importante para uma abordagem multidimensional da dor pediátrica, que envolve ainda o autorrelato do paciente e o relatório dos pais (Zisk-Rony, Lev, & Haviv, 2015). Sendo assim, apesar da avaliação da dor ainda ser um desafio para os profissionais (Kozlowski et al., 2014; Panjganj & Bevan, 2016), sua experiência clínica deve ser somada à percepção dos acompanhantes e ao relato do paciente, quando assim for possível.
Mostrar más

198 Lee mas

Avaliação da qualidade do ar interior e do conforto ambiental no prédio do Núcleo de Engenharia Ambiental

Avaliação da qualidade do ar interior e do conforto ambiental no prédio do Núcleo de Engenharia Ambiental

Assim como a ventilação pode funcionar como uma importante ferramenta para melhorar a QAI, uma ventilação inadequada pode aumentar a concentração de poluentes em ambientes internos e afetar a saúde e o conforto dos ocupantes, pois não há entrada de ar externo suficiente para diluir as emissões de poluentes das fontes internas e nem o ar interno poluído é retirado do ambiente a uma taxa satisfatória (EPA, 1995).É importante assegurar também que o ar de entrada não apresente, ele mesmo, um nível de poluição ou de impurezas que o torne ineficaz (RODRIGUES et al., 2009). O Instituto Nacional de Segurança Ocupacional e Saúde relata que uma ventilação pobre e inadequada é um fator que contribui de maneira importante em muitos casos de SED (CARMO; PRADO, 1999).
Mostrar más

103 Lee mas

Acompanhamento e avaliação do processamento de carnes de suíno em uma indústria de produtos cárneos

Acompanhamento e avaliação do processamento de carnes de suíno em uma indústria de produtos cárneos

Findadas estas tarefas passa-se ao embalamento em si. As alheiras com peso são colocadas num tapete rolante por um dos elementos. Na parte inferior do tapete está colocado o filme que vai envolver as alheiras. Ao colocar a embaladora em funcionamento, esta começa por colar o rótulo no filme (figura 12). O filme já com a alheira passa por uma soldadura que sela e corta a embalagem (figura 13). Seguindo o seu percurso, a próxima etapa é a colagem do contra-rótulo (figura 14). No fim deste percurso está um elemento a colocar as alheiras em caixas de cartão. Todo este processo deve estar a ser controlado pelo terceiro elemento que verifica essencialmente se a soldura foi bem efetuada. Existem botões de paragem de emergência estratégicamente colocados na embaladora para que se interrompa o embalamento sempre que se verifice alguma anomalia.
Mostrar más

65 Lee mas

Implementação do Controlo Estatístico do Processo numa Indústria de Tintas e Revestimentos

Implementação do Controlo Estatístico do Processo numa Indústria de Tintas e Revestimentos

No entanto, particularmente nesta dissertação e durante o mesmo período de análise, as cartas Q(X)/Q(MR) demonstram uma sensibilidade superior em detetar ocorrências nesta fase do processo produtivo. Em termos de causas especiais de variação foram identificadas 8 amostras, arrostando com apenas uma nas cartas MQ(X), temática que se encontra devidamente justificada na análise realizada no exemplo indicado anteriormente. Contudo, na questão referente ao processo situar-se centrado o estudo univariado revela-se inapropriado, na perspetiva em que não existe um indicador quantitativo que exprima essa informação, incumbindo assim essa interpretação ao leitor das cartas. Consequentemente, é possível retirar conclusões distintas dependendo da experiência e conhecimento do indivíduo que as observa. Relativamente à capacidade do processo, verifica-se que existe compatibilidade no que concerne à avaliação da capacidade potencial em cada instante. Sendo que o índice (C PM ) MQ engloba a informação das capacidades inerentes às três características da qualidade, não faz sentido efetuar uma comparação com qualquer um dos índices individuais de capacidade (Q I e Q S ), por esse motivo torna- se fundamental identificar se a perda de capacidade em ambos os estudos é coincidente. Desprezando a amostra 70 do produto E, visto que apenas o índice Q I se afasta ligeiramente do seu valor limite, é aceitável aferir que existe uma correspondência na deteção de processo sem capacidade, pois ambos os estudos identificam a única ocorrência desta condição. Na amostra 77 do produto D os valores de capacidade são Q I = -2,29 e Q S = 2,48 na carta Q(X) da Densidade e na carta multivariada o índice (C PM ) MQ = 2,86.
Mostrar más

201 Lee mas

Show all 10000 documents...

Related subjects