PDF superior Instrumentos de avaliação no Ensino Superior a Distância

Instrumentos de avaliação no Ensino Superior a Distância

Instrumentos de avaliação no Ensino Superior a Distância

Em relação aos instrumentos de avaliação que são utilizados na modalida- de de Ensino a Distância, em que foi feita uma pergunta subjetiva, as respostas fo- ram verificadas por itens: primeiramente constatou-se que 91% dos entrevistados afirmou que os fóruns de debates e discussão são importantes instrumentos de avaliação. Já o mesmo percentual acredita que a prova escrita ainda é a principal ferramenta para aferir a aprendizagem. Ainda, 95% dos entrevistados afirma que a avaliação por meio de produções de textos é muito importante como forma de avaliação. Verificou-se que 96% dos alunos do EAD ainda preferem a tradicio- nal prova para aferir o aprendizado, além das tarefas propostas tanto em grupo, quanto individual, seja por meio de exercícios, produção de textos, questionários e criação de projetos e artigos. Por último 100% dos entrevistados afirma que debates, discussão, relatórios, trabalhos de conclusão de curso monografia, porti- fólios, participação em blogs e outros, são importantes instrumentos de avaliação. A prova, como afirmado anteriormente, consiste em apenas uma parte formal da avaliação de forma a ser documentada a aprendizagem. Atualmente, a avaliação contínua e diversificada é vista como uma das mais importantes ferra- mentas à disposição dos professores para alcançar o principal objetivo da escola que é fazer todos os estudantes avançarem. (SILVA, 2006).
Mostrar más

12 Lee mas

O uso de Agentes Embarcados para acompanhamento e auxílio ao aluno em ambientes de avaliação à distância

O uso de Agentes Embarcados para acompanhamento e auxílio ao aluno em ambientes de avaliação à distância

Uma linha de pesquisa neste campo busca soluções para avaliar a interação do aluno com instrumentos disponibilizados pelo professor. Como exemplo, estudos foram realizados por [Jacques 1999] e [Alves 2002] no sentido de serem consideradas as participações de alunos em fóruns, listas de discussão e salas de chat como fontes capazes de fornecer informes que permitam quantificar a sua participação do processo de ensino-aprendizagem, tomando-os como base para avaliações informais. O ambiente TelEduc [Roc 2002] possui ferramentas de comunicação projetadas para registrar este tipo de interação, permitindo uma análise posterior pelo professor.
Mostrar más

10 Lee mas

Desenvolvimento de Instrumentos Meteorológicos simples como estratégia de aprendizagem ativa no Ensino Superior

Desenvolvimento de Instrumentos Meteorológicos simples como estratégia de aprendizagem ativa no Ensino Superior

É com base nesta problemática que surge este estudo cuja principal finalidade é poder contribuir para a melhoria das aprendizagens dos estudantes, de forma a contribuir para a formação de cidadãos mais interventivos na sociedade. Trata-se de um estudo de caso em que se pretende analisar de que forma é que uma abordagem didática que envolve a construção, a validação e a avaliação de instrumentos meteorológicos simples tem influência no desenvolvimento de competências específicas dos estudantes ao nível do conhecimento, capacidades científicas e atitudes. A escolha do tema Meteorologia prendeu-se com o facto de ser considerado um conteúdo programático com o qual os professores sentem alguma dificuldade na sua lecionação, embora faça parte do currículo nacional em vários níveis de ensino.
Mostrar más

10 Lee mas

Os instrumentos de avaliação: da implantação à implementação da política nacional de avaliação da educação superior

Os instrumentos de avaliação: da implantação à implementação da política nacional de avaliação da educação superior

Neave (2014) ao lembrar o indispensável cuidado em “atualizar e refinar seus pontos de vista” relacionados ao ensino superior e, portanto, ao reconsiderar o que chama de sua “obsessão... em dissecar o Estado Avaliador” (p. 1), acredita que nestas duas últimas décadas apresenta uma evolução no que se refere ao seu campo operacional, isto é “the ways it monitors the performance, quality and responsiveness of higher education” (formas de monitoria do desempenho, qua- lidade e capacidade de resposta do ensino superior, em tradução livre) e, “its definitional framework within the national polity” (seu quadro de definição na política nacional, tradução livre) (p. 1). Ponderando que se trata de uma “encenação a priori”, aponta que a Homogeneidade Legal expressa a intenção do legislador, ao estabelecer os meios pelos quais os objetivos propostos devem ser abordados e em que estrutura deverá ser organizado. A Homogeneidade Legal concentra seus esforços em acompanhar a “saída”, pois, ao anunciar um quadro de definições no qual a qualidade é avaliada a par- tir do desempenho, eficiência, em uma perspectiva empresarial, obriga as instituições a se adequarem a estes padrões e cabe ao “Estado Avaliador” verificar em que medida essas metas foram cumpridas. Os instrumentos de avaliação assumem a responsabilidade de verificar se e como as Instituições estão respondendo aos critérios estabelecidos como indicadores de qualidade.
Mostrar más

20 Lee mas

Avaliação do aprendizado via educação a distância:: a visão dos docentes da saúde

Avaliação do aprendizado via educação a distância:: a visão dos docentes da saúde

A educação a distância é uma modalidade de educação em franco crescimento, na qual o professor assume novos papéis que vão além de ministrar aulas expositivas, interagindo como tutor do conhecimento. Observando a importância do papel do professor nesse novo paradigma educacional, é necessário um profissional com um perfil diferenciado, pois nem sempre o professor do ensino presencial tem perfil para exercer as funções docentes em educação a distância. A partir desses dados, realizou-se essa pesquisa que tem como objetivos: evidenciar a posição dos docentes do ensino presencial da área da saúde sobre a metodologia de educação a distância; avaliar os pontos fortes e fracos da metodologia na opinião dos docentes da área da saúde; avaliar a percepção dos docentes em relação às vantagens e às desvantagens da metodologia de educação a distância em relação ao ensino presencial. Foi realizada uma pesquisa com questionários semi-estruturados com um grupo de 30 professores da área da saúde de uma Instituição de Ensino Superior no município de Montes Claros, Minas Gerais. Com relação aos resultados obtidos, a maioria dos professores possui receios em relação ao ensino a distância, no entanto mostrou interesse em estar inserida no novo modelo de instrução.
Mostrar más

15 Lee mas

AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PARA O ENSINO DO ESPANHOL

AVALIAÇÃO DE UM PROGRAMA DE INTERVENÇÃO PARA O ENSINO DO ESPANHOL

Por ser a atividade acadêmica mais freqüente, através da qual, os professores esperam que seus alunos adquiram novos conceitos, parece muito importante que o professor avalie a capacidade de compreensão de leitura de seus alunos para que, partindo das dificuldades detectadas, possa planejar atividades adequadas. Daí a necessidade de que possam contar com instrumentos de diagnóstico apropriados. Santos (1991) refere-se à importância da utilização dos vários instrumentos de avaliação da compreensão em leitura existentes que permitam: (a) realizar uma estimativa do nível de leitura dos estudantes; (b) identificar as dificuldades específicas apresentadas por eles; (c) ajudá- los a conhecer suas próprias limitações; e (d) avaliar o progresso obtido. Além de diagnosticar as deficiências em leitura, é importante que educadores e psicólogos educacionais preocupem-se com o estudo das condições necessárias para que os alunos se tornem leitores proficientes durante a realização do seu curso superior, tornando-se apto para o exercício profissional nas diversas áreas. Estudos com universitários têm demonstrado que nem sempre eles conseguem adquirir as competências desejadas em leitura ao longo do percurso universitário, sendo que os concluintes apresentam dificuldades equivalentes às dos ingressantes (Oliveira, 1993; Pellegrini, 1996).
Mostrar más

18 Lee mas

Avaliação de software educacionais para o ensino da Química em nível superior

Avaliação de software educacionais para o ensino da Química em nível superior

Nosso posicionamento é respaldado, principalmente, pela evidente pluralidade de ferramentas digitais que, ainda que não sejam focadas no uso educacional, têm potencialidades educacionais tamanhas e têm percorrido de modo intenso o cotidiano de discentes dos níveis básico e superior de ensino. Por exemplo, ao lado dos softwares e animações produzidos com fins educativos, outras ferramentas têm sido tomadas como objetos de estudo ou instrumentos de apoio educacional. Este é o caso dos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA), que possibilitam uma interação e colaboração extraclasse entre professores e alunos, pois todos os recursos disponibilizados na plataforma podem ser acessados de diferentes localidades, desde que com acesso à internet. Um exemplo de AVA largamente utilizado, por instituições públicas e privadas, é o Moodle (Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment), que oferece ferramentas como chat, fórum, questionário, carregamento de arquivos e wikispaces (Souza e Ferreira, 2016). Outro AVA que vem sendo utilizado é o eduqui.info (Souza, Cabral e Queiroz, 2018). Essas ferramentas possibilitam um diálogo entre os participantes de um grupo ou disciplina, compartilhamento de informações e arquivos, realização de avaliação e desenvolvimento de trabalho coletivo. Outro exemplo a ser citado e muito atual é a utilização de mídias sociais digitais. Estas, por sua flexibilidade e dinâmica entre seus participantes, podem ser entendidas como um tipo de relação entre indivíduos, permitindo maior comunicação entre eles (Martino, 2015; Sorensen-Unruh, 2017), e, nesse sentido, também são importantes por permitir o diálogo e o compartilhamento de informações (arquivos de texto, vídeos e imagens). Na atualidade, as diferentes modalidades de diálogos por meio da internet apresentam sua potência na interligação de aspectos síncronos e diacrônicos entre os sujeitos. No que tange ao nível educacional, tais elementos são caros quando associados aos percursos formativos dos sujeitos que interagem, como em seus momentos de estudo, pesquisa ou, inclusive, no compartilhamento de elementos de lazer que mobilizem (por sua característica cômica, satírica ou jornalística) saberes e conhecimentos de distintas áreas de formação, como a Química.
Mostrar más

23 Lee mas

Sala de Aula Invertida no Ensino de Química: Planejamento, Aplicação e Avaliação no Ensino Médio

Sala de Aula Invertida no Ensino de Química: Planejamento, Aplicação e Avaliação no Ensino Médio

O presente artigo apresenta os resultados da aplicação do modelo de sala de aula invertida na disciplina de Química com alunos do 3° ano do ensino médio. Foram preparados vídeo-aulas, quizzes e foi utilizada uma ferramenta wiki como ambiente virtual de aprendizagem. Durante a aplicação da metodologia, o conteúdo de Radioatividade foi abordado e os momentos presenciais foram utilizados para realização de resolução de questões e discussões. Questionários e um quizz foram aplicados com objetivo de avaliar a satisfação dos alunos em relação à metodologia vivenciada. Foi observado que a maioria dos alunos aprovou o método de sala de aula invertida, assim como o ambiente virtual de aprendizagem utilizado. A argumentação crítica, como também o raciocínio lógico mais aguçado e a superação das dificuldades relativas ao conteúdo foram observados e constituem evidências da contribuição do modelo de sala de aula invertida para a aprendizagem e desenvolvimento da autonomia dos alunos.
Mostrar más

27 Lee mas

Escolha entre o transporte interestadual aéreo e rodoviário de passageiros : avaliação da distância como fator determinante

Escolha entre o transporte interestadual aéreo e rodoviário de passageiros : avaliação da distância como fator determinante

Do levantamento de dados realizado para este estudo verifica-se que dos 5.564 municípios existentes no Brasil, o modal rodoviário, com a prestação dos serviços regulares e eventuais, atendeu, na média do período entre 2006 a 2010, 4.174 (75%) e o modal aéreo 148 municípios (3%), demonstrando que a abrangência dos serviços rodoviários é significativamente superior ao do serviço aéreo. Também se identificou que os serviços rodoviários apresentaram uma leve tendência de crescimento no quantitativo de localidades atendidas, já o aéreo permaneceu praticamente estável. Isto decorre, principalmente, do fato que a infraestrutura necessária para possibilitar a prestação dos serviços aéreos é essencial para a sua oferta e os investimentos para sua construção são elevados e dependem de uma série de fatores extrínsecos para sua liberação. Já os serviços rodoviários possuem uma flexibilidade que permite o atendimento a praticamente todos os locais existentes, com algumas exceções, em virtude da impossibilidade de acesso por via terrestre.
Mostrar más

67 Lee mas

OS INSTRUMENTOS AVALIATIVOS UTILIZADOS NO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM DE FÍSICA NO ENSINO MÉDIO

OS INSTRUMENTOS AVALIATIVOS UTILIZADOS NO PROCESSO ENSINO APRENDIZAGEM DE FÍSICA NO ENSINO MÉDIO

Quando questionados sobre a forma de avaliação e se havia diferenciação entre turmas na forma de avaliação, o professor de Física argumentou que não diferenciava o método avaliativo e evita realizar provas, sendo as mesmas possuindo um menor peso. Já a professora de Física argumentou que há a necessidade de diferenciação, pois algumas turmas não possuem um rendimento satisfatório em certas atividades, assim tendo que retornar às provas. Como notamos os dois professores têm formas distintas de avaliar seus alunos. Hoffmann (2009) comenta que a avaliação tradicional através de provas e notas é uma forma eficaz que garante a qualidade de ensino, pois assegura o processo de aprendizagem do aluno.
Mostrar más

6 Lee mas

Licenciamento Ambiental para o Desenvolvimento Urbano, avaliação de instrumentos e procedimentos

Licenciamento Ambiental para o Desenvolvimento Urbano, avaliação de instrumentos e procedimentos

O estudo realizado pelo Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) levou o Tribunal de Contas da União (TCU) a programar uma auditoria operacional envolvendo o MMA, o Ibama, o Ministério de Minas e Energia (MME), a Empresa de Planejamento Energético (EPE) e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que detectou uma lista de problemas operacionais: i) o licenciamento ambiental executado pelo Ibama está muito focado nos processos e pouca análise é feita em relação aos efeitos ambientais e sociais de um empreendimento ou a real efetividade das medidas mitigadoras adotadas; ii) a etapa de acompanhamento dos impactos ambientais exercida pelo Ibama tem um peso pequeno frente à importância dos recursos despendidos no processo de licenciamento; iii) a ausência de um acompanhamento sistemático dos impactos ambientais destaca a dificuldade em se estabelecer padrões, critérios e parâmetros próprios de avaliação dos impactos e riscos ambientais dos empreendimentos; iv) a falta de padronização no processo de licenciamento ambiental pode gerar Estudos de Impacto Ambiental (EIAs) ruins; v) os EIAs de baixa qualidade geram insegurança aos analistas que, por precaução, exigem maior número de condicionantes para suprir as deficiências; vi) a ausência de padrões também resulta em um excesso de discricionariedade que pode fazer com que o analista seja judicialmente responsabilizado por causa de sua decisão; vii) a pressão política para a concessão de licenças é uma das causas para o aumento do número de condicionantes; viii) o aumento do número de condicionantes gera um aumento de custos para o empreendedor; e ix) o excesso de trabalho gerado para acompanhar o cumprimento do grande volume de condicionantes faz com que o Ibama não acompanhe o cumprimento desse volume e retorne o problema da ausência de um acompanhamento sistemático dos impactos ambientais.
Mostrar más

732 Lee mas

Permanência dos estudantes no ensino superior a distância: perfil académico dos estudantes da Licenciatura em Educação da Universidade Aberta

Permanência dos estudantes no ensino superior a distância: perfil académico dos estudantes da Licenciatura em Educação da Universidade Aberta

e apresentam-se resultados de um estudo piloto. Com base em dados obtidos recorrendo a um questionário online, apresenta-se uma caracterização em termos sociodemográficos e académicos de estudantes permanentes da Licenciatura em Educação da Universidade Aberta. Essa caracterização pretende orientar a reflexão institucional no sentido da promoção da permanência dos estudantes no ensino superior a distância. Os resultados evidenciam uma população não-convencional, composta essencialmente por adultos, trabalhadores e com responsabilidades familiares, com predomínio de estudantes mulheres. No entanto, o número de estudantes estrangeiros, (e)migrantes, e residentes em zonas menos servidas por ofertas presenciais ao nível do ensino superior não foi elevado, na amostra recolhida. Em termos académicos, constata-se a existência de longos hiatos entre a frequência de formação anterior e a frequência atual de uma licenciatura. O acesso no ensino superior dá-se sobretudo através de uma oferta direcionada especificamente para a população adulta (Maiores de 23) e a escolha da Universidade Aberta prende-se essencialmente com a flexibilidade temporal que o e-learning permite. Os estudantes permanentes não revelam percursos necessariamente lineares e correspondentes ao tempo previsto para conclusão da licenciatura. Por outro lado, o sucesso é relativamente elevado, assim como o sentimento de apoio por parte dos diversos intervenientes da comunidade académica. O curso é entendido como útil e propiciador de impactos ao nível profissional, e o seu nível de dificuldade é entendido como adequado. Uma área que merece ser
Mostrar más

17 Lee mas

“Acordos mediáticos”: educação para os Media no ensino superior em diálogo com a avaliação em contexto educativo

“Acordos mediáticos”: educação para os Media no ensino superior em diálogo com a avaliação em contexto educativo

$WXDOPHQWHHVWDEHOHFHPRVSDFWRVGLYHUVL¿FDGRVFRPRV0HGLDFXMDLQÀXrQFLDQRGLDDGLDWHP sido crescente, face à quantidade de informação que permanentemente somos convidados a (di) gerir. Celebramos, assim, quotidianamente, “acordos” com os Media, implícitos e explícitos, de di- versa ordem, que merecem ponderação. No ensino superior, os estudantes participam também de WDLVSDFWRVSRUYHQWXUDPDLVUHOHYDQWHVSDUDRVIXWXURVSUR¿VVLRQDLVGD&RPXQLFDomR6RFLDO1HV- te sentido, apresentamos os resultados de um estudo exploratório, realizado no âmbito da unidade curricular de Teoria da Informação e da Comunicação II, na qual a avaliação das aprendizagens contemplou a exploração e disseminação dos “acordos” com os Media supra citados, com base na LQLFLDWLYDGLDVFRPRV0HGLDDEULQGRXPDUHÀH[mRSRVVtYHOVREUHRSDSHORPQLSUHVHQWHGRV0H- dia na sociedade. Assim, traçámos os seguintes objetivos para este estudo: i) apresentação de um breve enquadramento teórico sobre as práticas de leitura mediática realizadas pelos estudantes no ensino superior; ii) apresentação e discussão dos resultados do nosso estudo, contemplando a abordagem pedagógica realizada no contexto da avaliação da unidade curricular de Teoria da Informação e da Comunicação II. Concluímos que o trabalho realizado possibilitou aos estudantes XPDUHÀH[mRPDLVDSXUDGDVREUHDLPSRUWkQFLDGRV0HGLDQRTXRWLGLDQRFRQWULEXLQGRSRVVLYHO- mente para o desenvolvimento de um exercício de cidadania mais amplo e ativo.
Mostrar más

6 Lee mas

Educação a distância em EJA : uma estratégia de permanência e conclusão do ensino médio

Educação a distância em EJA : uma estratégia de permanência e conclusão do ensino médio

No Distrito Federal a Educação de Jovens e Adultos (EJA) é oferecida a todo cidadão que queira concluir o ensino fundamental e/ou médio em um período mais curto do que o convencional. Contudo o ingresso desses alunos nessa modalidade de ensino não tem garantido a conclusão no prazo estimado. No início do semestre as salas estão cheias de educandos, mas no decorrer do tempo vão esvaziando. Este fenômeno, caracterizado como evasão escolar, atinge todo o Brasil. No Distrito Federal o índice de evasão é de 32%, conforme dados do IBGE de 2009. Assim como ocorre em todo o DF, a evasão escolar também acontece no Centro Educacional 07 de Ceilândia - DF, com índice de 46% em 2009, em virtude dos alunos serem trabalhadores/as e/ou donos/as de casa, enfrentando dupla jornada de trabalho e, ainda, por não conseguirem conciliar o horário do trabalho com o da escola. Desta forma, procurando soluções para conter a evasão na EJA – Ensino Médio, propomos, como Política Pública a Educação a Distância para esta modalidade a ser implementada, de forma experimental no CED 07 de Ceilândia do Distrito Federal, por entendermos que esta forma de ensino é a mais adequada para atender à demanda de estudantes que buscam a escolarização e não conseguem conciliar seus afazeres com as necessidades escolares. Como proposta de implementação do sistema à distância para a educação de jovens e adultos, tomamos a Resolução Nº 3, de 15 de junho de 2010 do Conselho Nacional Educação / Câmara de Educação Básica, como parâmetro para a execução deste projeto que institui as Diretrizes Operacionais para a Educação de Jovens e Adultos. Pretende-se a execução do projeto no decorrer do semestre letivo de 2010 e terá como desafio a conquista de parceiros que somem esforços para a sua realização e implementação, como a Escola de Aperfeiçoamento de Professores (EAPE), o Programa Universidade Aberta do Brasil (UAB) e a Universidade de Brasília.
Mostrar más

34 Lee mas

Aulas de bateria : um relato de experiência comparativo entre as modalidades de ensino presencial e a distância

Aulas de bateria : um relato de experiência comparativo entre as modalidades de ensino presencial e a distância

Em 1997 iniciei meus estudos na área de bateria no Instituto Bateras Beat, em Brasília, onde tive aulas por três anos. O espaço, especializado em aulas de bateria, trabalha a partir de um método de ensino próprio desenvolvido pelo educador e baterista Dino Verdade e hoje é uma das maiores redes de educação voltada para o estudo de bateria no mundo. Fundado em 1992, o instituto conta hoje com 36 unidades de ensino, no Brasil (28), na Argentina (1), na Itália (6) e nos Estados Unidos (1). Seu método, já na época em que fui aluno, consistia na divisão em três níveis: básico (1 e 2), intermediário (1 e 2) e avançado (1 e 2), a serem ministrados em dois módulos cada um. Um curso idealizado para que fosse concluído em um período de três anos subdividido em módulos semestrais que consistiam no estudo teórico, prático e técnico da bateria. Logo em seguida, tive aulas também na Escola de Música de Brasília (EMB) onde pude concluir o curso técnico em bateria, que se consistia no desenvolvimento completo do curso voltado para o instrumento e o curso básico de teoria - base para a segunda parte do curso: o nível técnico. Lá pude ter uma vivência enriquecedora e de suma importância para minha formação musical.
Mostrar más

41 Lee mas

PENSAMENTO COMPUTACIONAL APLICADO AO ENSINO DE PROGRAMAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR

PENSAMENTO COMPUTACIONAL APLICADO AO ENSINO DE PROGRAMAÇÃO NO ENSINO SUPERIOR

metodologia de ensino aprendizagem proposta, apresentando soluções satisfatórias para os problemas tratados. Na sua autoavaliação, realizada presencialmente, os estudantes afirmaram ter um melhor entendimento sobre os conteúdos abordados do que tinham antes da participação na oficina. Como trabalhos futuros, deseja-se replicar este experimento em uma quantidade maior de discentes.

7 Lee mas

Avaliação de Qualidade de Cursos Superiores na Modalidade a Distância: Um estudo na SEAD/UFES

Avaliação de Qualidade de Cursos Superiores na Modalidade a Distância: Um estudo na SEAD/UFES

A presente pesquisa teve como objetivo ajustar um instrumento de avaliação de qualidade já adaptado ao ensino a distância do questionário proposto no modelo High Educational Performance visando mensurar a qualidade de cursos a distância ofertados pelos Departamentos da Universidade Federal do Espírito Santo. Após o ajuste, o questionário foi aplicado em 2013 a 183 alunos dos cursos a distância de graduação em Ciências Contábeis, de licenciatura em Artes Visuais e de licenciatura em Educação Física por meio da Secretaria de Educação a Distância. Os dados foram analisados utilizando análise estatística descritiva com tabelas de frequência e de contingência. Os resultados mostraram como pontos fortes os quesitos Utilidade do Curso, Capacidade Técnica dos Professores e Secretaria Acadêmica, e como incipientes os quesitos Internet do Polo, Biblioteca do Polo e Acompanhamento Pedagógico, apontando onde se deve aprimorar os cursos de ensino a distância ofertados pela UFES para melhoria de sua qualidade.
Mostrar más

91 Lee mas

O XADREZ COMO FONTE DE ENSINO E LAZER PARA NO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E SUPERIOR

O XADREZ COMO FONTE DE ENSINO E LAZER PARA NO ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO E SUPERIOR

O objetivo do projeto primeiramente é manter o grupo do clube de xadrez acadêmico no campus, ministrando mini-cursos e mantendo encontros semanais para a capacitação dos discentes da uni[r]

7 Lee mas

Artigos científicos no ensino superior de Ciências: ênfase no ensino de Química

Artigos científicos no ensino superior de Ciências: ênfase no ensino de Química

A adoção de textos alternativos ao livro didático em aulas de ciências também tem sido sugerida por vários pesquisadores brasileiros. Os encontros realizados sobre as relações entre o ensino de ciências, leitura e literatura nos Congressos de Leitura, promovidos pela Associação de Leitura do Brasil, servem para mostrar o interesse por tal prática, em esfera nacional. As discussões e palestras que ocorreram nestes encontros culminaram em publicações como Caderno Cedes 41, intitulado Ensino da Ciência, Leitura e Literatura, e os livros Linguagens, Leituras e Ensino da Ciência e Textos de Palestras e Sessões Temáticas: III Encontro Linguagens, Leituras e Ensino da Ciência. Podem ser encontrados nestas publicações artigos de Zanetic (1997) e Assis (1998), sobre a utilização de textos literário-científicos de Galileu, Kepler e Newton, com o objetivo de integrar o ensino de física à literatura universal. Entre as vantagens decorrentes desta utilização está a formação do espírito crítico dos alunos a partir do conhecimento de obras literárias influentes no campo da ciência. Almeida (1998) e Almeida e Silva (1998) propõem a utilização de textos diversificados no ensino de ciências, mais especificamente no ensino de física, com ênfase em textos de divulgação científica. Dentre as vantagens resultantes da utilização de tais textos está a possibilidade mais efetiva de constituição de um vínculo entre os estudantes e o conhecimento científico trabalhado nestes textos.
Mostrar más

21 Lee mas

Ensino Superior e Povos Indígenas na América Latina:  “Resistências, ruturas e pluralismos no ensino superior”

Ensino Superior e Povos Indígenas na América Latina: “Resistências, ruturas e pluralismos no ensino superior”

“ NOSOTROS, miembros de pueblos y territorios indígenas, académi- cos y académicas, extensionistas de Universidades Públicas, invitados e invitadas especiales de Universidades Interculturales e Indígenas, Equipo Convocante, ponentes y participantes; de Nuestra América La- tina, en el Encuentro de Educación Superior y Pueblos Indígenas, en el marco del Congreso ALAS 2015 Costa Rica “Pueblos en movimiento”; a partir de un diálogo y construcción colectiva de saberes y conoci- mientos; plateamos las siguientes propuestas y recomendaciones a la Asociación Latinoamericana de Sociología, a las Instituciones edu- cativas, Organismos no gubernamentales, gobiernos, organizaciones indígenas y pueblo en general:
Mostrar más

14 Lee mas

Show all 10000 documents...

Related subjects