PDF superior Pesquisa em psicoterapia e psicanálise

Pesquisa em psicoterapia e psicanálise

Pesquisa em psicoterapia e psicanálise

Além de todas as difi culdades para que pesquisadores e clínicos busquem as devidas conexões para considerarem suas práticas complementares no fortalecimento das psicoterapias e da psicanálise, também se apresentam difi culdades práticas, que corroboram para que a pesquisa fi que relegada a uma minoria de clínicos. Deakin e Nunes (2008), ao realizar pesquisa sobre efetividade da psicoterapia psicanalítica de crianças, propuseram como uma saída às difi culdades de pesquisar a intersecção clínica e investigação, tendo como ponto de partida a universidade, que poderá auxiliar na adaptação de métodos. Tal alternativa parece solução bastante efi caz na implementação de uma mentalidade ampliada da clínica, que pode contribuir grandemente para estudos de resultado como o proposto pelas autoras. As investigações no contexto das clínicas-escola universitárias vêm se desenvolvendo de forma crescente com dissertações de mestrado como as de Konrat (2012), “A relação entre sexo e idade e queixas de crianças em psicoterapia”; Merg (2009), “Características da clientela infantil em Clínicas-Escola”; Boaz (2009), “Caracterização das queixas apresentadas por meninos e meninas encaminhados a clínicas- escola”; e Campezatto (2006), “As clínicas-escola de cursos de Psicologia da Região Metropolitana de Porto Alegre”, e contribuíram para a construção de um panorama geral das práticas exercidas nas clínicas-escola, bem como na descrição da clientela que utiliza seus serviços, os tipos de terapia e o desfecho geral dos atendimentos.
Mostrar más

14 Lee mas

Alteridade e psicanálise: as modalidades de Outro em Lacan

Alteridade e psicanálise: as modalidades de Outro em Lacan

Para finalizar e possibilitar aberturas, indicamos a pesquisa e a escrita como formas de reconhecimento das modalidades de ‘outrem’ que nos constituem. Podemos indicar que este trabalho é possível quando nos interrogamos sobre o lugar e a forma como compreendemos, tendo como máxima o que Freud nos indicou, que o Eu não é o senhor da própria morada, demarcando a existência do inconsciente, na medida em que o Outro/outro é sempre enigma. Assim, alteridade e enigma estão intimamente ligados, nas palavras de Schaffer (2013, p. 526), “Direito e avesso da escrita, visível e invisível, nominável e inominável, familiar e estranho são diversas formas de falarmos do labirinto da escrita, do seu enigma sem oráculos, de sua possibilidade de constituir-se como uma experiência de alteridade possível”.
Mostrar más

13 Lee mas

Transferência e resistência em uma psicoterapia psicanalítica interrompida

Transferência e resistência em uma psicoterapia psicanalítica interrompida

O termo transferência não é exclusivo da Psicanálise. Inúmeras áreas do conhecimento se utilizam deste conceito ao se referir a uma ideia de deslocamento ou transporte de um lugar para o outro, sendo este sentido também compartilhado pela psicanálise. Utilizada pela primeira vez por Sigmund Freud em 1895, a transferência foi, gradualmente, sendo compreendida como uma forma de resistência pelo paciente ao progresso da análise e essencial para psicanálise (Roudinesco & Plon, 1998; Sripada, 2015). Não à toa, é vista como um processo carregado de obstáculos na relação da dupla analista-paciente, e a forma como o terapeuta a percebe interferirá em como ela será manejada (Aguiar, 2016; Frank, 2012; Melgaço et al., 2014).
Mostrar más

9 Lee mas

A psicanálise de Freud e Lacan e o corpo em dor na síndrome da fibromialgia

A psicanálise de Freud e Lacan e o corpo em dor na síndrome da fibromialgia

Este trabalho consiste em uma pesquisa teórica que visa, a partir de recortes realizados nas obras de Sigmund Freud e Jacques Lacan, analisar os fenômenos contemporâneos de dores crônicas, presentes no quadro da Síndrome da Fibromialgia. A constituição subjetiva a partir da tese freudiana inclui o corpo como não apenas um objeto biologicamente concebido, sendo ele a personagem principal da trama inconsciente e pulsional da estruturação psíquica. O desenvolvimento humano a partir da concepção psicossexual representado por Freud contribui para uma nova visão acerca dos fenômenos corporais, possibilitando nomear as representações subjetivas referentes às experiências de cada um. A dor na psicanálise testemunha o funcionamento da pulsão (trieb) pelo corpo. A marca da mudança concernente ao estatuto do corpo originado pela psicanálise orienta Jacques Lacan a introduzir elementos que enriquecem a tese freudiana, possibilitando uma nova apreciação de seus pressupostos. Lacan vai dizer que existem elementos de gozo que perpassam este corpo em dor e que podem ser compreendidos a partir do registro do real. Percebendo a forma como organiza seu ensino, é possível identificar as possibilidades de leitura dos fenômenos dolorosos a partir da dinâmica dos seus três registros fundamentais. Além das inscrições simbólicas do sujeito da linguagem, e de sua imagem referenciada ao Outro, entende-se que o corpo constantemente esbarra no real e por ele é atravessado. A dor assume uma forma de representar aquilo que não existe na palavra, denunciando um limite ao corpo que tenta gozar, legitimando um discurso único que é o discurso do inconsciente.
Mostrar más

60 Lee mas

UM ESPAÇO VIRTUAL DE PESQUISA E RESISTÊNCIA EM DEFESA DO SUAS

UM ESPAÇO VIRTUAL DE PESQUISA E RESISTÊNCIA EM DEFESA DO SUAS

O presente trabalho visa apresentar alguns resultados e reflexões da pesquisa intitulada "Trajetórias de Educação Permanente no SUAS (Sistema Único de Assistência Social)", desenvolvida pelo Grupo de Pesquisa Educação, Trabalho e Políticas Sociais do curso de Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Esta pesquisa busca analisar a trajetória que vem sendo percorrida pelos trabalhadores no desenvolvimento da política de educação permanente do SUAS nos municípios do Rio Grande do Sul no período de 2013 a 2017. Na busca de atingir os objetivos propostos, a pesquisa pretende desencadear um processo avaliativo da política de educação permanente do SUAS do RS sendo, então, possível gerar informações sobre as experiências desenvolvidas nos municípios do Estado. O principal instrumento da pesquisa é um blog, por meio do qual é disponibilizado um questionário para os trabalhadores do SUAS responderem. Além disso, este também funciona enquanto um espaço estratégico de resistência às restrições para operacionalização do SUAS, além de contribuir de maneira interativa e democrática com a disseminação de experiências, saberes e habilidades profissionais para o trabalho no SUAS. O universo amostral da pesquisa, portanto, é composto pelos 497 municípios do Rio Grande do Sul, dos quais espera-se, como meta da pesquisa, a resposta do questionário de trabalhadores de pelo menos 30% desses municípios. A população da pesquisa, portanto, é composta pelos trabalhadores do SUAS que atuam nesses municípios. A relevância deste estudo, no contexto de ofensiva neoliberal de retirada de direitos socioassistenciais, está em contribuir para a construção coletiva de resistências e estratégias que visem ao fortalecimento dos trabalhadores da assistência social. Desse modo, o blog possui dupla função: é um espaço virtual tanto de pesquisa como de resistência em defesa do SUAS. Nesse sentido, entende-se que a militância dos trabalhadores no SUAS também se constitui em um espaço de formação política.
Mostrar más

6 Lee mas

Pesquisa-ação em programas sociais: delineamento metodológico de uma experiência

Pesquisa-ação em programas sociais: delineamento metodológico de uma experiência

participam democraticamente do processo de produção do conhecimento. Assim, entre monitores e coordenadores de núcleo não houve diferenciação quanto às suas contribuições nesta pesquisa, pois os concebemos como atores imprescindíveis no processo de intervenção prática nessa pesquisa. Todas as deliberações e encaminhamentos oriundos dos seminários foram primariamente aplicados por eles nos núcleos. Ou seja, todo ciclo recursivo de reflexão sobre a ação e ação sobre a reflexão passou pelo crivo do pesquisador e chegou à ponta por meio dos monitores e coordenadores de núcleo que tiveram suas ações observadas e acompanhadas de perto como via de retorno para o próximo ciclo de seminários daquilo que foi discutido e planejado nos seminários anteriores.
Mostrar más

14 Lee mas

ESTADO DA ARTE: PESQUISA SOBRE O USO DE HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NO ENSINO DE ASTRONOMIA

ESTADO DA ARTE: PESQUISA SOBRE O USO DE HISTÓRIAS EM QUADRINHOS NO ENSINO DE ASTRONOMIA

Os objetivos foram alcançados ao criarem um material didático que une um tema fascinante, como a Astronomia, com um instrumento estimulante e atraente, as histórias em quadrinhos, produzindo um recurso que auxilia os educadores metodologicamente nas ações de suas práticas pedagógicas e oferece aos estudantes novas informações que envolvem o objeto de estudo. Este material foi bem aceito pelos professores, sendo ressaltadas maneiras diversas de ser utilizado em sala de aula, enfatizando a afirmação de que o ambiente escolar está disposto a acolher novos métodos que auxiliem a condução do ensino para seus alunos. ETAPA 2 – A pesquisa.
Mostrar más

7 Lee mas

Alguns apontamentos legais em torno da ética na pesquisa.

Alguns apontamentos legais em torno da ética na pesquisa.

RESUMO: O objetivo deste texto é propor um fundamento para uma resolução normativa referente aos procedimentos éticos investigativos na área de ciências humanas e sociais, hoje, no Brasil, regida por uma resolução própria da área da saúde. Isto se faz necessário para atender à especificidade dessa área. Para tanto, busca-se uma fundamentação dentro da relatividade própria da modernidade. Dentro do necessário rigor acadêmico, todos os métodos científicos aspiram a explicar os fenômenos sociais e a atribuir-lhes um sentido. Esse rigor próprio de cada método, e autônomo nos seus passos, interage com princípios positivados no ordenamento jurídico e com as instituições voltadas para a pesquisa, como é o caso das universidades. Por outro lado, todas as pesquisas que envolvam seres humanos devem ter como princípio fundante a dignidade da pessoa humana. Tais princípios, no caso do Brasil, estão presentes em nossa constituição.
Mostrar más

12 Lee mas

A questão do sigilo em pesquisa e a construção dos nomes fictícios

A questão do sigilo em pesquisa e a construção dos nomes fictícios

pesquisados. Vale lembrar que nas pesquisas iniciais, feitas por Wundt, os processos de introspecção eram produzidos por seus estudantes, treinados para relatar o que percebiam como sujeitos treinados (Despret, 2011a). Mesmo neste laboratório, o sigilo torna-se problemático porque não são quaisquer sujeitos que se submetem ao experimento e relatam suas experiências. Tais sujeitos estão longe de ser “ingênuos” no sentido que demos anteriormente. O pesquisador então, ao ocultar tais sujeitos, também deixa de fora do experimento o problema da expertise dos próprios pesquisados. Estes não são nem ingênuos e, de certa maneira, nem passíveis de serem esquecidos sem escamotear o problema do sigilo em pesquisa. Wundt toma uma decisão metodológica: apaga os rastros da constituição de seu experimento e o faz emergir como se este fosse possível ser feito em qualquer época e em qualquer lugar e com quaisquer sujeitos. Por isso, a escolha metodológica de Wundt reforça a importância do sigilo e oculta a coautoria dos estudantes-pesquisados na formulação de sua pesquisa. Portanto, priorizar as frequências estatísticas, mesmo numa pesquisa experimental, faz emergir uma dentre outras propostas de se pensar a pesquisa, ou seja, há uma escolha metodológica envolvida nesta proposta. Nela, os pesquisados são passivos, não possuem nenhuma agência, ou seja, não são agentes de questionamento ou mesmo de negociação daquilo que é dito sobre eles. A autoridade do pesquisador silencia os possíveis desvios da pesquisa fazendo com que o mesmo não corra riscos. Neste sentido, o dispositivo engessa os pesquisados numa única possibilidade de resposta e anula os impasses que possam tornar o experimento arriscado (Despret, 2011b).
Mostrar más

16 Lee mas

Refletindo sobre os “problemas de gênero” no Brasil: contribuições para a pesquisa em Educação Física

Refletindo sobre os “problemas de gênero” no Brasil: contribuições para a pesquisa em Educação Física

Como então resolver esse impasse epistemológico? Prins & Meijer (2002), ao entrevistarem Butler, buscam clarear um pouco esse terreno pantanoso e de difícil acesso. Na opinião das entrevistadoras, a radicalização performática realizada pela teórica norte-americana possui uma veia muito mais política e estratégica, em favor da teoria lésbica, do que uma reflexão epistemológica propriamente dita. Essa argumentação apresentada é primordial para o debate, indicando que se pode trabalhar com as noções apresentadas por Butler e utilizar, pelo menos inicialmente, os conceitos de sexo e gênero 4 , principalmente quando se trabalha com determinados objetos de pesquisa, ainda mais dentro de uma área tão marcada pelo conhecimento biológico como a Educação Física. Contudo, não se pode esquecer a dualidade do sexo posta num domínio pré-discursivo, pois, conforme aponta Butler (2003), a tarefa principal deve ser a de subversão das identidades e a desestabilização dos regimes de poderes existentes.
Mostrar más

10 Lee mas

Um panorama da pesquisa em educação em ciências desenvolvida no Brasil de 1997 a 2005

Um panorama da pesquisa em educação em ciências desenvolvida no Brasil de 1997 a 2005

Observa-se que os estudos sucintamente apresentados caracterizam recortes específicos, tanto temáticos, quanto temporais, apontando tendências, silêncios, modismos, fragilidades, aspectos que quando adequadamente identificados e tratados, contribuem para fazer avançar a pesquisa na área. Contudo, esta busca, mesmo não tendo sido exaustiva, revelou a ausência de pesquisas mais abrangentes que evidenciam, em extensão, a produção realizada em âmbito nacional, na área de educação em ciências. A constatação motivou a realização de um estudo exploratório, de caráter epistemológico, sobre a produção acadêmica em educação em ciência desenvolvida no Brasil, envolvendo as subáreas ensino de biologia, ensino de física e ensino de química, articulando pesquisadores de três instituições de Ensino Superior do Estado de Santa Catarina, constituindo-se num amplo projeto de investigação. O objetivo foi explicitar tendências de pesquisa, como também, a dinâmica de constituição de uma comunidade nacional de investigadores, através da análise de trabalhos completos, inscritos na modalidade de comunicações orais, apresentados em um dos maiores e mais significativos eventos da área, o ENPEC. O presente artigo apresenta dados parciais deste estudo. Foram priorizados aqueles relativos à análise da produção constante nas atas das cinco primeiras edições do vento, cobrindo o período entre 1997 e 2005, caracterizando, portanto, uma década de publicações.
Mostrar más

22 Lee mas

A História Medieval no Brasil e no Maranhão em perspectiva : ensino e pesquisa

A História Medieval no Brasil e no Maranhão em perspectiva : ensino e pesquisa

Através deste artigo, buscamos mostrar o impulso da História Medieval, através dos avanços da História como disciplina, influenciada pelas conquistas dos Annales e relacionada ao seu desenvolvimento em nosso país, mormente com a expansão das Pós-Graduações Stricto Sensu, a partir dos anos 90. Também contribuiu para este crescimento associações e eventos importantes, organizados pela Associação Brasileira de Estudos Medievais e a Associação Nacional de História. No período atual, os estudos medievais são beneficiados ainda por documentos disponíveis on line, bem como publicações de periódicos brasileiros e internacionais. Além disso, é possível notar que a produção de livros de medievalistas brasileiros tem aumentado sensivelmente.
Mostrar más

23 Lee mas

Gestão da Preservação digital em repositórios de dados de pesquisa

Gestão da Preservação digital em repositórios de dados de pesquisa

Apesar da preservação digital ser uma área nova e em constante evolução, a premente necessidade de se preservar acervos digitais antes que eles sejam definitivamente perdidos levou o Consultative Comittee for Space Data Systems (CCSDS), em conjunto com a ISO (International Organization for Standardization) a um esforço conjunto que resultou no Modelo OAIS (Open Archival Information System) (CCSDS, 2002). O objetivo do modelo é suportar e garantir que as características mais relevantes do arquivamento digital como a disponibilidade, durabilidade e confiabilidade dos dados sejam mantidas e consideradas pelos sistemas de preservação digital, por meio de padrões que permitam a manutenção, o compartilhamento e a distribuição do material preservado (CASTRO et al, 2009). A disponibilidade está relacionada ao acesso, permissões de acesso e copyright. Durabilidade e confiabilidade visam garantir que o material permaneça estático ao longo do tempo, com auditorias frequentes que identifiquem arquivos obsoletos ou corrompidos, assim como mudanças não autorizadas.
Mostrar más

19 Lee mas

PSICOTERAPIA EN EL SSP (PSICOTERAPIA DE GRUPOS)

PSICOTERAPIA EN EL SSP (PSICOTERAPIA DE GRUPOS)

relación con los componentes del Grupo como una estrategia terapéutica más.. El énfasis se desplaza de lo.[r]

43 Lee mas

Clínica de animais de companhia. Pesquisa de helmintes em cachorros no concelho de Serpa

Clínica de animais de companhia. Pesquisa de helmintes em cachorros no concelho de Serpa

Quando um cão ingere ovos de T. canis, estes podem eclodir no estômago e duodeno do animal algumas horas após a ingestão e as larvas L3 fazem migração entero-hepato- pneumo-traqueo-entérica (EHPTE) em que, na fase pulmonar, se desenvolvem em L4. Quando regressam ao intestino, as L4 desenvolvem-se em L5. Estas últimas sofrem maturação sexual e as fêmeas produzem ovos que irão ser eliminados para o ambiente pelas fezes. Dependendo da idade e sexo também pode ocorrer migração somática (especialmente nas cadelas), em que as larvas L3 quando se encontram nos capilares pulmonares permanecem em circulação e vão enquistar-se noutros órgãos. Caso o cão ingira um hospedeiro paraténico com larvas enquistadas, estas serão de novo ativadas para completar o ciclo. Os hospedeiros paraténicos (em que se incluem ratos, ratazanas, algumas aves e o Homem) podem infetar-se através de ovos embrionados presentes no ambiente ou por ingestão de outros hospedeiros paraténicos.
Mostrar más

106 Lee mas

GRUPO DE ESTUDOS EM RECURSOS HÍDRICOS E SOLOS   GERHS: INSERÇÃO DA PESQUISA

GRUPO DE ESTUDOS EM RECURSOS HÍDRICOS E SOLOS GERHS: INSERÇÃO DA PESQUISA

Considerando os vários fatores que contribuem para o aprimoramento científico dos universitários, destaca-se a influência de projetos de ensino, pesquisa e extensão no processo da formação acadêmica, uma vez que, instigam o discente a desenvolver um pensamento crítico e reflexivo, além de proporcionar a oportunidade da construção de competências e habilidades que aprimoram o seu embasamento teórico e pessoal. Buscando atender esse quesito, de forma a influenciar no desenvolvimento e evolução dos discentes, foi criado o grupo de estudos em recursos hídricos e solos-GERHS da Universidade Federal do Pampa, campus Caçapava do Sul. O objetivo do grupo é promover um maior envolvimento dos discentes com atividades de ensino, pesquisa e extensão, proporcionando o seu envolvimento desde a elaboração dos projetos até a sua execução. Esse trabalho tem o intuito de, apresentar as atividades desenvolvidas pelo GERHS, bem como a metodologia de trabalho adotada e alguns resultados que já foram obtidos desde a criação do grupo.
Mostrar más

5 Lee mas

Pesquisa de coliformes totais e termotolerantes em amostras de salame produzidas e comercializadas em feira livre de Sinop-MT

Pesquisa de coliformes totais e termotolerantes em amostras de salame produzidas e comercializadas em feira livre de Sinop-MT

em pesquisa realizada por Salvatori et al (2003), com 93 amostras de embutidos, sendo 70 embutidos frescais e 23 embutidos maturados, coletados no mercado público de Porto Alegre/RS, as autoras constataram que as 23 amostras de embutidos maturados apresentavam contagens de coliformes a 45°C abaixo de 30 UFC/g, e 14 amostras de embutidos frescais estavam fora dos padrões sanitários, apresentando crescimento de mais de 500 UFC/g de coliformes fecais. Entretanto, como as próprias autoras citam em seu trabalho, no momento em que as coletas foram realizadas, em 1998, a legislação vigente para coliformes totais e fecais em embutidos cárneos era a Portaria nº 451, de 19 de setembro de 1997, a qual determinava que o limite máximo para coliformes fecais fosse 5,0x10²/g. Considerando-se a revogação de tal portaria, implantação da RDC nº 12 de 02 de janeiro de 2001, e que esta resolução determina que o limite máximo para coliformes fecais em embutidos cárneos seja de 10³/g, somente cinco amostras estariam inaptas ao consumo.
Mostrar más

6 Lee mas

Um estudo sobre métodos de pesquisa utilizados em segurança computacional - Criptografia Introdução

Um estudo sobre métodos de pesquisa utilizados em segurança computacional - Criptografia Introdução

De modo geral, questões de pesquisa com principal foco em “o que/qual/quais” podem ter duas possibilidades: “Quais são os modos de tornar uma interface mais amigável?” Esse tipo de questão é uma justificativa razoável para conduzir um estudo exploratório, para desenvolver hipóteses pertinentes e proposições para questões futuras. Ademais, encontra-se embutido ao menos um problema a ser solucionado. Porém, essa questão também poderia ser respondida por outros métodos. O outro tipo de questão é, na verdade, um modo de linha de questionamento do tipo “quantos”, ou “quanto”. “Quais têm sido o tipo de resultados do impacto do uso de um banco de dados relacional na equipe de desenvolvimento? “ Normalmente, tal tipo de pergunta beneficia – em uma primeira vista – outros tipos de estratégias, como um survey (que pode enumerar “quais”). Similarmente, como esse segundo tipo de pergunta “o que/qual/quais”, perguntas tipo “quem “ ou “ onde” são desejáveis em pesquisas por enquetes, ou até em análise de registros históricos, como em uma pesquisa que desejar argumentar aspectos micro-econômicos ou macro-econômicos. Essas estratégias são vantajosas quando o objetivo da pesquisa é descrever a incidência ou o predomínio de um fenômeno, ou ainda, quando se pretende predizer determinadas possibilidades de resultados. Um levantamento sobre atitudes que um programador tem, ao ser obrigado a adotar outro paradigma ou outra linguagem de programação (onde um survey ou um censo pode ser a estratégia mais conveniente), ou o decréscimo de uso de “sistemas de informação” na qual se usou Clipper ou COBOL(na qual a análise de dados históricos é a estratégia mais conveniente) podem ser exemplos típicos. Em contraste, questões do tipo “como” e porque” são mais explanatórias, e desejáveis de conduzir um estudo de caso – embora também possam ser utilizadas em estudos experimentais. Isso ocorre em função de que as questões levam a “elos” (links) operacionais com outras idéias ou construtos.
Mostrar más

13 Lee mas

NÚCLEO DE DATAÇÃO POR TRAÇOS DE FISSÃO: PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM TERMOCRONOLOGIA NO PAMPA GAÚCHO

NÚCLEO DE DATAÇÃO POR TRAÇOS DE FISSÃO: PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM TERMOCRONOLOGIA NO PAMPA GAÚCHO

O presente trabalho busca discutir a implementação do Núcleo de Datação por Traços de Fissão e o seu desenvolvimento na Universidade Federal do Pampa, Campus Caçapava do Sul. Voltado ao estudo da termocronologia em minerais de alta temperatura visando a compreensão das histórias térmicas da crosta superior, bacias sedimentares, denudação e soerguimento, o NUDATF apresenta-se como uma proposta inovadora em pesquisa de traços de fissão em minerais como granadas, olivinas, epidoto e outros. Esta proposta vai de encontro aos esforços científicos de estimular os pesquisadores da UNIPAMPA, campus Caçapava do Sul, à produção de conhecimento que subsidie a elaboração, implementação e aperfeiçoamento de metodologias científicas voltadas aos problemas do Pampa Gaúcho. Desta forma, contribuindo para a elevação da qualidade dos estudos na UNIPAMPA e no Brasil.
Mostrar más

7 Lee mas

RELATO DE EXPERIÊNCIA NO PROJETO DE PESQUISA JORNALISMO HUMANIZADOR EM CRÔNICAS DO COTIDIANO

RELATO DE EXPERIÊNCIA NO PROJETO DE PESQUISA JORNALISMO HUMANIZADOR EM CRÔNICAS DO COTIDIANO

O grupo de pesquisa Jornalismo Humanizador em Crônicas do Cotidiano oferece oportunidades para que os acadêmicos enfrentem desdobramentos em diferentes situações de atuação. A necessidade por um olhar e postura menos formal, uma interação mais pessoal e um discurso menos engessado faz com que cada entrevista ou produção seja diferente e propicie uma nova experiência. Desenvolvendo um trabalho que integra teoria e prática, as produções jornalísticas subsidiam-se a partir de um novo olhar sobre o fazer jornalístico, com um descondicionamento, que permite um reposicionamento diante dos critérios convencionais do que deve ou não ser noticiado. Pautas que respeitem a estrutura de lead, a objetividade da narrativa, a falta de adjetivos e os critérios de noticiabilidade conforme interesses privados são deixadas de lado, e remodeladas como produções emotivas, que identificam o público, com narrativas construídas a partir de uma vivência pessoal, tanto do profissional quanto do personagem, e que, acima de tudo, buscam a valorização do individuo por seu caráter, índole e atuação e não somente por suas atribuições.
Mostrar más

6 Lee mas

Show all 4803 documents...