PDF superior Produção e caracterização de laminados biodegradáveis e antimicrobianos para embalagens de alimentos

Produção e caracterização de laminados biodegradáveis e antimicrobianos para embalagens de alimentos

Produção e caracterização de laminados biodegradáveis e antimicrobianos para embalagens de alimentos

RESUMO Tendo em vista a crescente demanda por substituição de materiais de embalagens usuais por biodegradáveis bem como pela necessidade da manutenção de segurança dos alimentos durante seu armazenamento, o desenvolvimento de embalagens bioativas biodegradáveis torna-se importante. No presente trabalho foram produzidos laminados compostos por blendas de poli(L-ácido lático) (PLLA), amido termoplástico (TPS) e gelatina por extrusão e calandragem. O processo apresentou-se como uma forma viável para produzir blendas de PLLA / TPS / gelatina com propriedades funcionais interessantes e aspecto homogêneo. A adição de gelatina em diferentes proporções (1, 3 e 5% em relação ao TPS) apresentou diferença significativa nos resultados das análises de solubilidade, permeabilidade ao vapor de água (PVA) e isotermas de sorção de água devido à hidrofilicidade da mesma. Além disso, a incorporação de gelatina na blenda afetou significativamente as propriedades mecânicas através da redução da rigidez associada à incompatibilidade entre PLLA, amido e gelatina, como revelado pelas imagens de microscopia eletrônica de varredura (MEV). Nanopartículas de prata (AgNPs) foram sintetizadas para incorporação aos laminados pela técnica do polissacarídeo modificada, onde nitrato de prata foi reduzido a prata metálica por D-glicose. O diâmetro médio foi determinado através de três técnicas: Espalhamento Dinâmico de Luz (DLS, 63 nm), por Espectrofotômetria UV-Vis (100 nm) e por análise das imagens de MEV (145 nm). Com a análise de FTIR foi possível detectar interações entre os grupamento C=O dos subprodutos de oxidação da D-glicose, produto da reação com o nitrato de prata. As AgNPs apresentaram ação antimicrobiana eficaz contra os microrganismos Bacillus cereus,
Mostrar más

81 Lee mas

Enterococcus isolados de alimentos: caracterização molecular e perfil de resistência a antimicrobianos

Enterococcus isolados de alimentos: caracterização molecular e perfil de resistência a antimicrobianos

Os resultados obtidos sinalizam que os alimentos de origem animal podem ser uma fonte potencial de propagação de enterococos resistentes e de genes de resistência para os seres humanos, em especial, a carne de frango, podendo trazer graves riscos a saúde humana. Assim sendo, considera-se necessária a implantação de novas medidas de monitoramento, bem como, o aperfeiçoamento e a continuidade das ações já implantadas pelos órgãos oficiais, para que o uso indevido e descontrolado de antimicrobianos principalmente na produção animal, com ênfase para o setor avícola, seja controlado, visando assim, à proteção à saúde e preservação do bem estar da população.
Mostrar más

48 Lee mas

Extração e Caracterização do Amido de Inhame e Desenvolvimento de Filmes Comestíveis Antimicrobianos

Extração e Caracterização do Amido de Inhame e Desenvolvimento de Filmes Comestíveis Antimicrobianos

Uma das principais funções das embalagens nos alimentos é evitar ou diminuir a transferência de umidade entre o alimento e a atmosfera circundante. Por isso a permeabilidade ao vapor de água deve ser o mais baixa possível (Gontard et al., 1992). A eficiência funcional dos filmes comestíveis depende de sua composição. Por possuir caráter hidrofílico, as embalagens à base de amido apresentam baixas propriedades de barreira ao vapor de água. Entretanto, estratégias vêm sendo desenvolvidas para melhorar a estabilidade dos filmes à umidade (Petersen et al., 1999). A adição de plastificantes, como o sorbitol e glicerol, na formulação de filmes a base de amido de milho e de batata, com diferentes conteúdos de amilose, melhorou suas propriedades de barreira ao vapor de água (García et al., 1999). A adição de lipídeos nos filmes à base de polissacarídeos melhora as propriedades de barreira devido a aumento da hidrofobicidade na embalagem (García
Mostrar más

18 Lee mas

Caracterização microbiológica de reatores SBR para produção de PHA

Caracterização microbiológica de reatores SBR para produção de PHA

Os PHA são utilizados na agricultura, como transportadores biodegradáveis, para libertação controlada de reguladores de crescimento, fertilizantes, fungicidas, herbicidas e inseticidas. No entanto a sua maior aplicação são as embalagens de alimentos, frascos, filmes, recipientes e garrafas (European Bioplastics). A biodegrabilidade destes polímeros permite que sejam aplicados em produtos de higiene pessoal, tais como fraldas descartáveis. São também usados como matéria-prima para a produção de tintas e adesivos (Weiner, 1997; Mikova et al., 2006). Por serem biocompatíveis podem ter várias aplicações médicas e farmacêuticas, sendo utilizados em seringas, fios de sutura cirúrgica, enxertos de vasos sanguíneos e implantes ósseos e ainda como transportadores para libertação controlada de drogas e medicamentos (Wang et al., 2008; Dai et al., 2009). Estudos realizados por Reush e outros investigadores mostram que existe PHB no plasma humano, podendo variar entre 0,60 a 18,2 miligramas por litro de sangue. O PHB liga-se às lipoproteínas VLDL e LDL e não forma ligações com as HDL. Este dado sugere que o PHB pode ter efeitos fisiológicos importantes (Reush et al., 1992). Segundo Zhang e outros investigadores, através da esterificação do PHB e de PHA de cadeia média, pode obter-se biodiesel (Zhang et al., 2009).
Mostrar más

105 Lee mas

DIRECTRICES PARA EL ANÁLISIS DE RIESGOS DE RESISTENCIA A LOS ANTIMICROBIANOS TRANSMITIDA POR LOS ALIMENTOS CAC/GL

DIRECTRICES PARA EL ANÁLISIS DE RIESGOS DE RESISTENCIA A LOS ANTIMICROBIANOS TRANSMITIDA POR LOS ALIMENTOS CAC/GL

INTRODUCCIÓN La resistencia a los antimicrobianos (RAM, utilizado también como equivalente de "resistente a los antimicrobianos en este documento) constituye un importante motivo de preocupación mundial en el ámbito de la salud pública y un problema para la inocuidad de los alimentos. Cuando los patógenos se hacen resistentes a los agentes antimicrobianos, pueden ser más peligrosos para la salud humana a causa de un posible fracaso de los tratamientos, de la pérdida de opciones para los tratamientos y de la mayor probabilidad y gravedad de las enfermedades. Los problemas relacionados con la RAM están intrínsecamente relacionados con el uso de antimicrobianos en cualquier ámbito, lo que comprende los usos humanos y no humanos. El uso de agentes antimicrobianos en animales/cultivos destinados a la producción de alimentos constituye un factor potencialmente importante de riesgo de selección y propagación a los seres humanos de microorganismos resistentes y determinantes de RAM a partir de dichos cultivos/animales a través del consumo de alimentos. De acuerdo con los principios del Codex, la evaluación de riesgos es una herramienta esencial con el fin de evaluar los riesgos generales para la salud humana que representan los microorganismos RAM transmitidos por los alimentos, así como para determinar las estrategias apropiadas de gestión del riesgo a fin de controlar tales riesgos. A lo largo de la década pasada, se han producido novedades importantes con respecto al uso de planteamientos de análisis de riesgo al abordar la RAM. Una serie de consultas con expertos de la FAO, la OIE y la OMS sobre la RAM han conducido a un consenso sobre el hecho de que los microorganismos RAM transmitidos por los alimentos constituyen posibles peligros microbiológicos para la inocuidad de los alimentos. Por consiguiente, se ha enfatizado la necesidad de desarrollar una estrategia estructurada y coordinada para analizar el riesgo de la RAM 1,2,3,4 . Las directrices de la OMS, la FAO y la OIE sobre el análisis de riesgo proporcionan enfoques amplios y estructurados para abordar el posible efecto sobre la salud pública de los microorganismos RAM de origen animal a través de los alimentos 56
Mostrar más

32 Lee mas

Produção de biocombustíveis na região de Leiria e sua caracterização

Produção de biocombustíveis na região de Leiria e sua caracterização

A ocupação do solo é dividida de acordo com a natureza da sua utilização, nas seguintes classes: Agricultura; Águas interiores; Floresta; Matos e outros usos. A classe de solo Agricultura identifica os terrenos dedicados à produção agrícola e estão incluídas as terras aráveis, culturas hortícolas, pomares de fruto, prados ou pastagens. A classe de solo Águas interior é constituída por estuários ou grandes cursos de água, lagoas, albufeiras e afins. Para a Floresta, estão compreendidos os povoamentos florestais, áreas ardidas de floresta, áreas de corte raso ou outras formações lenhosas. Os matos compreendem terrenos ocupados com cobertura vegetal, onde não se verifica uma atividade agrícola ou florestal. Os Outros usos correspondem às áreas sociais e improdutivos. Como se pode ver pela Figura 33, a Floresta é a classe mais representativa da Região de Leiria, ocupando mais de metade da área total da região
Mostrar más

199 Lee mas

Caracterização da produção de leite no município de Jacuizinho/RS

Caracterização da produção de leite no município de Jacuizinho/RS

No caso da cadeia láctea gaúcha, a abertura de mercado e principalmente o estabelecimento do Mercosul têm sido responsáveis por um acirramento competitivo que tem exposto suas ineficiências produtivas. Neste contexto, o elo da produção pecuária tem-se configurado como o elo mais frágil e efetivamente como o gargalo da cadeia láctea; mas todos os atores da cadeia se têm movido de acordo com suas potencialidades, possibilidades e demandas do mercado, na busca de melhor posição competitiva. Cada elo da cadeia funciona tanto como sujeito dos processos indutivos de mudanças nos demais elos, quanto como agente que se adapta às mudanças que vão ocorrendo ao longo de toda a cadeia.
Mostrar más

74 Lee mas

Produção e caracterização de micropartículas de PLGA contendo o quimioterápico lapatinibe

Produção e caracterização de micropartículas de PLGA contendo o quimioterápico lapatinibe

O câncer, também denominado de neoplasia maligna, é causado pela transformação de uma célula normal em tumoral. O câncer de mama é, atualmente, considerado o segundo tipo mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres. O diagnóstico do câncer de mama em estágio inicial possibilita um tratamento mais efetivo e menos agressivo, porém a maioria dos casos é diagnosticada em estágio avançado reduzindo assim as chances de sobrevida por isto, é tão importante o diagnóstico precoce para que se evite o processo de metástase. Neste trabalho utilizamos como fármaco de estudo o lapatinibe, que é um fármaco usado no tratamento do câncer de mama avançado e metastizado. O objetivo deste trabalho foi desenvolver e caracterizar nanopartículas de PLGA, contendo este quimioterápico e funcionalizando o mesmo com leucina, visando desenvolver um sistema de encapsulamento e direcionamento de fármaco para futura aplicação no tratamento de câncer. As nanopartículas foram preparadas pelo método de evaporação do solvente e foram funcionalizadas por acoplamento com EDC/NHS para em seguida adicionar a leucina na superfície das partículas. As técnicas utilizadas para a caracterização das nanopartículas foram: espectroscopia na região do UV-vis, emissão de fluorescência e FTIR. O tamanho da partícula foi determinado por espalhamento dinâmico de luz e a morfologia pelo MEV. Os resultados mostraram que eficiência de encapsulamento foi de 95,17% e os espectros de FTIR confirmam o encapsulamento do fármaco e a interação da nanopartícula com a leucina comprovando assim a funcionalização. Conclui-se que as nanopartículas produzidas neste trabalho são estruturas promissoras para o desenvolvimento de novas formas farmacêuticas para o tratamento do câncer.
Mostrar más

84 Lee mas

Caracterização da produção da pêra passa tradicional.

Caracterização da produção da pêra passa tradicional.

O interesse por parte dos jovens empresários é uma realidade, podendo tornar-se numa séria oportunidade para o garante da expansão deste produto no mercado. Estes, porém, sentem-se desapoiados, pois necessitam de equipas técnicas capazes de desenvolver trabalhos de experimentação, assim como de garantir apoio técnico na produção. Entre as várias temáticas que os jovens investidores mais necessitam de informação estão incluídas os porta enxertos, rega, densidade de plantação e questões de higiene e segurança alimentar, assim como um conjunto de acções de marketing/promoção de produtos, que permitam uma melhor penetração do produto nos mercados nacionais e internacionais.
Mostrar más

26 Lee mas

Caracterização de híbridos de baixo custo de sementes para produção de silagem.

Caracterização de híbridos de baixo custo de sementes para produção de silagem.

O milho é uma cultura que apresenta elevado potencial de produção de grãos e massa verde, apresentando diversas formas de uso, sendo uma das principais plantas utilizadas para o processo de ensilagem. Entretanto, existe variabilidade entre genótipos de milho, e condições de cultivo, para características relacionadas à qualidade da silagem (Gomes et al., 2004), sendo necessária a avaliação para escolha de cultivares mais adequadas para este propósito.

6 Lee mas

Síntese e caracterização do LiAlSi2O6 por novas rotas de produção

Síntese e caracterização do LiAlSi2O6 por novas rotas de produção

Resumo O espodumênio (LiAlSi 2 O 6 – LAS) é um silicato que tem demonstrado bons resultados para dosimetria de altas doses para raios gama. Esse silicato pode ser obtido de forma natural ou sintética. O espodumênio sintético tem sido produzido por reação do estado sólido, cuja dificuldade provém da necessidade de se empregar altas temperaturas. O presente trabalho tem o objetivo de produzir o LAS por meio de duas rotas de produção diferentes: a sol-gel proteica e método Pechini. O material produzido foi caracterizado através da difração de raios X (DRX), análises térmica diferencial (DTA) e termogravimétrica (TGA) com o intuito de avaliar as propriedades estruturais do material, bem como as possíveis mudanças de propriedades físicas ou químicas em função da temperatura. Verificou-se através da DRX e do refinamento Rietveld que foi possível se obter LAS na fase β-espodumênio por ambos os métodos. As análises térmicas mostraram que o material, por ambos os métodos, sofre perda considerável de massa no intervalo de temperatura de 20 a 600 °C. Através de medidas termoluminescentes, pode-se observar que o LAS produzido por ambos os métodos apresenta picos termoluminescentes a partir de irradiação beta com dose de 1 Gy, possibilitando sua aplicação dosimétrica. Pode-se concluir, assim, que há possibilidade de produção do LAS em larga escala a um custo e impacto ambiental reduzidos, sendo viável sua utilização em dosimetria. Também se conclui que o método sol-gel proteico se apresentou como sendo a melhor forma de produzir o LAS em comparação com outras rotas utilizadas, tais como síntese de estado sólido ou desvitrificação.
Mostrar más

109 Lee mas

Hidrogeles de almidón-PVA como vehículos de antimicrobianos para el envasado activo de alimentos

Hidrogeles de almidón-PVA como vehículos de antimicrobianos para el envasado activo de alimentos

Debido a estos factores, la producción y el consumo de frutas y hortalizas mínimamente procesadas cada vez va teniendo más acogida en el mercado, ya que se trata de productos naturales con numerosos beneficios para la salud y que además permiten un ahorro de tiempo asociado al lavado, pelado y cortado de estos alimentos. No obstante, la producción de frutas y hortalizas mínimamente procesadas requiere un elevado control sanitario desde el momento de la cosecha, siendo el almacenamiento el periodo más crítico, ya que es un tipo de producto susceptible de sufrir ataques de microorganismos y reacciones de deterioro producto de la respiración y maduración del producto (pardeamiento enzimático, senescencia, etc.).
Mostrar más

20 Lee mas

Produção e caracterização de anticorpos monoclonais específicos para o norovírus gii.4

Produção e caracterização de anticorpos monoclonais específicos para o norovírus gii.4

Os Norovírus (NoV) são a principal causa de gastroenterites aguda não bacteriana no mundo. O genoma dos NoV consiste de um RNA fita simples o qual codifica uma poliproteína (clivada em seis proteínas não estruturais) e duas proteínas estruturais. A estrutura da proteína do capsídeo (VP1) é dividida dentro de dois principais domínios: O shell (S) e o protruding (P). Devido à incapacidade de cultivar estes vírus, o estudo morfológico e estrutural tem sido restrito a habilidade da VP1 de se montar em partículas semelhantes a vírus (VLP) as quais são morfológicas e antigenicamente indistinguíveis dos vírions nativo. O desenvolvimento do método de diagnóstico eficaz deste vírus, mesmo ocorrendo mutação rápida, tem desafiado a produção de anticorpos monoclonais (MAb) que reagem com epítopos de vários genótipos de NoV. Aqui foi relatado a produção de MAb contra a VLP de NoV GII.4 e a sua caracterização à partir dos domínios S, P1 e P2 expressos em sistema procariótico. Nesta abordagem, os MAb foram selecionados basea-se em sua reatividade obtida no ELISA utilizando VLP e MAb selecionados foram testados por Western blotting contra os domínios S, P1 e P2 expresso em E.coli. Nossos resultados demonstraram que todos os MAb selecionados nesse estudo reconheceram o domínio S, embora a densidade óptica obtida no ELISA indireto demonstraram baixa afinidade. Este resultado sugeriu que uma possível desnaturação ou degradação da VLP foi responsável pela fraca ligação observada no ELISA. Em conclusão, nossos resultados mostram uma possibilidade de que a preservação da VLP intacta consiste em etapa essencial para a seleção de MAb que possuem boa sensibilidade para posteriormente serem utilizado no diagnóstico de NoV por ELISA.
Mostrar más

72 Lee mas

Quitosano como matriz biopolimérica para el desarrollo de envases activos antimicrobianos de alimentos

Quitosano como matriz biopolimérica para el desarrollo de envases activos antimicrobianos de alimentos

La principal función del envase es contener y proteger a los alimentos frente a factores ambientales como microorganismos, contaminantes químicos, oxígeno y vapor de agua, extendiendo su vida útil y mejorando su seguridad. Además, el envase tiene otras funciones importantes como comodidad y conveniencia, el marketing, y la comunicación e información al consumidor. El envase debe facilitar determinados tratamientos industriales, el almacenamiento, transporte y distribución, así como el consumo del alimento (envases unitarios, familiares) (Brody et al., 2008; Fernández- Álvarez, 2000; Marsh y Bugusu, 2007). Por otra parte, el envase es la imagen de la empresa productora, por lo que un diseño adecuado y atractivo es fundamental como reclamo publicitario. Asimismo, es el medio de comunicación entre la empresa productora y el consumidor, ya que contiene mucha información (denominación, lista de ingredientes, alérgenos, cantidad neta del alimento, fecha de duración mínima o fecha de caducidad, condiciones especiales de conservación y/o de utilización, nombre o la razón social y la dirección del operador o del importador, modo de empleo e información nutricional) obligada por la legislación (UE, 2011d). La trazabilidad es otra función primordial del envase, ya que se han desarrollado diversos sistemas para el seguimiento de la distribución y compra, como son código de producto universal, los códigos de barras o los códigos QR (Brody et al., 2008; Marsh y Bugusu, 2007).
Mostrar más

372 Lee mas

DIRECTRICES PARA EL ANÁLISIS DE RIESGOS DE RESISTENCIA A LOS ANTIMICROBIANOS TRANSMITIDA POR LOS ALIMENTOS CAC/GL

DIRECTRICES PARA EL ANÁLISIS DE RIESGOS DE RESISTENCIA A LOS ANTIMICROBIANOS TRANSMITIDA POR LOS ALIMENTOS CAC/GL

INTRODUCCIÓN 1. La resistencia a los antimicrobianos (RAM, utilizado también como equivalente de "resistente a los antimicrobianos en este documento) constituye un importante motivo de preocupación mundial en el ámbito de la salud pública y un problema para la inocuidad de los alimentos. Cuando los patógenos se hacen resistentes a los agentes antimicrobianos, pueden ser más peligrosos para la salud humana a causa de un posible fracaso de los tratamientos, de la pérdida de opciones para los tratamientos y de la mayor probabilidad y gravedad de las enfermedades. Los problemas relacionados con la RAM están intrínsecamente relacionados con el uso de antimicrobianos en cualquier ámbito, lo que comprende los usos humanos y no humanos. El uso de agentes antimicrobianos en animales/cultivos destinados a la producción de alimentos constituye un factor potencialmente importante de riesgo de selección y propagación a los seres humanos de microorganismos resistentes y determinantes de RAM a partir de dichos cultivos/animales a través del consumo de alimentos.
Mostrar más

34 Lee mas

Prospecção, síntese e aplicação de peptídeos intragênicos antimicrobianos na conservação de alimentos

Prospecção, síntese e aplicação de peptídeos intragênicos antimicrobianos na conservação de alimentos

Dentre as várias formas de selecionar novos peptídeos com possível ação antimicrobiana, a prospecção de genomas buscando possíveis candidatos figura como um campo ainda pouco explorado. Deve-se entender que, mesmo assumindo estruturas diferentes, AMPs agem em membranas microbianas de forma semelhante. Assim, pode-se elencar os parâmetros físico-químicos dos AMPs que embasam essa interação e utilizá-los como forma de prever novos peptídeos com atividade em membranas microbianas. 11 O procedimento utilizado neste trabalho para prospecção se apoia em fundamentos dos métodos de relação quantitativa de estrutura-atividade (QSAR, do inglês quantitative structure-activity relationship). O método utiliza o software Kamal para prospectar o genoma de uma espécie tomando como base uma série de parâmetros físico-químicos desejados em um peptídeo antimicrobiano. O Kamal 11 , software desenvolvido no Laboratório de Espectrometria de Massa da Embrapa, Recursos Genéticos e Biotecnologia, realiza a digestão in silico das proteínas contidas no genoma de uma espécie selecionada considerando uma pré-definição de parâmetros relacionados com peptídeos antimicrobianos de fonte natural. Uma lista de possíveis candidatos é apresentada considerando os inputs inseridos na ferramenta 11 .
Mostrar más

105 Lee mas

A academia, seus peritos e a produção industrial de alimentos

A academia, seus peritos e a produção industrial de alimentos

A reprodução da caixa-preta é um processo complexo, mas podemos identificar alguns pontos da rede que está por trás dela. Já citamos os meios de comunicação, os médicos, os nutricionistas, e podemos citar também as escolas 23 e o Ministério da Saúde, através dos Guias Alimentares, entre outros. Em todos esses meios verifica-se a apresentação dos argumentos científicos, dos fatos e artefatos criados por cientistas e engenheiros, no entanto, não é difundida a própria profissão ou o trabalho de construção desses fatos e artefatos. Todos os fatos e artefatos (conhecimentos e produtos) criados por eles são apresentados de maneira que sejam compreendidos por todos e consumidos por todos, como algo pronto e dado. Entre a criação do fato e o artefato e seu consumo final há, no entanto, um processo de intermediação. Processo esse que apresenta as inovações como parte evolutiva de um processo homogêneo, uniforme (não contraditório, portanto) e harmonioso. Mas como a criação de fatos e artefatos é entendida e vivenciada pelos cientistas e engenheiros de alimentos? De acordo com Latour a construção da caixa-preta, enquanto conhecimento compartilhado, aceito e reproduzido, requer a intermediação por atores importantes que conformam uma rede de informações, de circulação de informações e de convencimento integrados. Esse convencimento acontece por meio das traduções que detrminados atores realizam ao divulgar a informação de modo a convencer o outro a compartilhá-lo. Os cientistas e engenheiros de alimentos são aqui entendidos como atores centrais nessa divulgação e compartilhamento da caixa-preta. Por esse motivo apresentamos a seguir uma primeira aproximação com o discurso científico a partir das comunicações internas ao conhecimento científico acadêmico, os artigos científicos.
Mostrar más

278 Lee mas

Percepção do consumidor quanto à aceitabilidade de embalagens comestíveis nanoestruturadas em alimentos

Percepção do consumidor quanto à aceitabilidade de embalagens comestíveis nanoestruturadas em alimentos

Resumo A nanotecnologia permite a geração de produtos inovadores no setor de alimentos, sobretudo o de embalagens, contudo diversos estudos tem demonstrado a atitude cética dos consumidores diante desta nova tecnologia. A avaliação das concepções dos consumidores acerca do uso da nanotecnologia é de extrema importância uma vez que possibilita compreender quais fatores intervêm na sua aceitação. Este trabalho verificou a percepção do consumidor quanto à aceitabilidade de embalagens comestíveis nanoestruturadas a partir de pesquisa Survey com questionário composto de escala Likert de 5 pontos realizada com 361 consumidores em Recife (Pernambuco, Brasil). Os efeitos das variáveis sociodemográficas sobre as percepções dos consumidores foram analisados através de testes não paramétricos (Wilcoxon-Mann-Whitney, Kruskal Wallis e Gamma de Goodman-Kruskal). A intenção de compra foi avaliada considerando o efeito das percepções de benefícios e riscos sobre as atitudes do consumidor (teste de Wilcoxon). Variáveis como idade, escolaridade e renda provocaram efeitos variados no que concerne às percepções de riscos e benefícios. Os resultados demonstraram que os consumidores, embora possuam pouco conhecimento acerca da nanotecnologia e de embalagens comestíveis, demonstraram elevado interesse quanto ao uso desta nova tecnologia no desenvolvimento de embalagens para alimentos o que é demonstrado pela sua atitude confiante frente ao tema. As percepções de benefícios demonstraram efeito significativo (p<0,05) na aceitação e aquisição de produtos alimentares e embalagens com uso de nanotecnologia comparada com as percepções de riscos. A comunicação e informação acerca da nova tecnologia foram apontadas como fator de importância para a aquisição de produtos alimentares obtidos por tecnologias não convencionais.
Mostrar más

129 Lee mas

Caracterização de Padrões de Despacho horário de Produção Ibérica de Electricidade

Caracterização de Padrões de Despacho horário de Produção Ibérica de Electricidade

max 40% 28% 37% 37% 15% 95e/MWh 28% 34% 35% 75% A figura 5.12 corresponde ao estudo de 50 cluster no caso espanhol. Mais uma vez é possível tirar algumas conclusões das áreas das relações entre as variáveis. É possível observar que a rela- ção da produção com carvão e CCGN tem uma tendência algo linear, havendo maior valores de CCGN quando o carvão é alto e o inverso para valores reduzidos. Os valores de CCGN apenas são muito altos para valores elevados do carvão. A relação da nuclear com carvão é bastante flexível apresentando valores que representam pesos iguais ou opostos. Comparando com Portugal, a va- riação da importação tem menor amplitude mas verifica-se que os preços muito baixos acontecem quando o saldo é exportador. O pico dos preços acontece quando os intercâmbios são praticamente nulos. O maior aglomerado de valores de CCGN acontece quando a hídrica é positiva, podendo ainda assim atingir valores de 15% quando existe bombagem. Por fim, a PRE e a hídrica têm uma relação semelhante ao que acontece em Portugal. Quando a PRE atinge os seus valores mais ele- vados existe bombagem e quando tem valores mais reduzidos e hídrica apresenta os seus valores mais elevados. Ainda assim, os valores intermédios não são tão lineares.
Mostrar más

107 Lee mas

Produção e caracterização de Ricota Caprina adicionada de bactérias Probióticas

Produção e caracterização de Ricota Caprina adicionada de bactérias Probióticas

substâncias antimicrobianas por culturas de arranque (culturas starter) contribuem para a estabilidade do queijo durante seu armazenamento (FOX et.al., 2004). Embora o processo básico de fabricação de queijos seja comum a quase todas as variedades, algumas particularidades relacionadas à origem do leite, nas técnicas de processamento e no tempo de maturação criam a imensa variedade conhecida que envolve a combinação de, basicamente, quatro ingredientes: leite, coalho, sal e microrganismos. Estes ingredientes são processados por meio de uma série de passos comuns, tais como: produção de ácidos, formação de gel, expulsão do soro e adição de sal, seguido por um período de maturação. As variações nos parâmetros de processamento, tais como: temperatura de cozimento e técnicas de manipulação desempenham um papel importante na determinação das características de cada tipo de queijo. Ainda, a microflora presente desempenha um papel crítico e central no desenvolvimento das características únicas de cada variedade de queijo (PERRY, 2004; BERESFORD et al., 2001).
Mostrar más

142 Lee mas

Show all 10000 documents...