PDF superior Questões de linguagem: rigor versus compreensão

Questões de linguagem: rigor versus compreensão

Questões de linguagem: rigor versus compreensão

Assinale-se ainda o surgimento de questões que não sendo de “desconhecimento” ou “esquecimento”, são erradas, como por exemplo o conjunto IR que alguns lêem “o conjunto i-érre”, entre outras. Se é verdade que por vezes, para nos fazermos compreender, temos necessidade de “simplificar” a linguagem que utilizamos, traduzindo os conceitos em “linguagem corrente”, também é verdade que seguida e obrigatoriamente não podemos, nem devemos, continuar a utilizá-la. São os termos “técnicos”, e como tal universais, que devem ser utilizados recorrendo apenas à sua tradução “corrente” como recurso, uma vez que esta é intrínseca a cada professor em questão (como indivíduo).
Mostrar más

6 Lee mas

EDUCAÇÃO, SENSIBILIDADE E LINGUAGEM POÉTICA: ALGUMAS QUESTÕES, INTERAÇÕES E ENLACES NA FORMAÇÃO HUMANA

EDUCAÇÃO, SENSIBILIDADE E LINGUAGEM POÉTICA: ALGUMAS QUESTÕES, INTERAÇÕES E ENLACES NA FORMAÇÃO HUMANA

para pensar: como podem a sensibilidade, a expressão criativa e os processos de simbolização dar sustentabilidade e enraizamento nos processos de formação humana? Qual o lugar da linguagem poética na formação humana? Pois, essa tem sido a questão que acompanha nossa implicação como professora/pesquisadora/artista. Outras questões persistem: qual a distância estabelecida entre nós e a realidade? Será que é a distância do nosso olhar? Ou será uma distância estabelecida pelas lentes paradigmáticas? E seriam tantas velhas e novas questões para provocar reflexões sobre a formação humana, que ainda está delineada de forma utilitária por meio de uma educação que privilegia a objetividade. Pois, os princípios de ordem, medida, cálculo, redução e separação fizeram eco em diversas áreas do conhecimento.
Mostrar más

23 Lee mas

Relação entre a função pragmática da linguagem e compreensão de textos

Relação entre a função pragmática da linguagem e compreensão de textos

capacidades pragmáticas e comunicativas. Por outro lado, apesar de terem sido encaminhados por seus professores como leitores competentes, algumas distinções foram encontradas nas avaliações de leitura. Apesar de a análise geral ter mostrado melhor desempenho da rede particular, independentemente da série ou da tarefa de leitura, algumas tarefas relacionadas com a fluência mostraram que nas séries iniciais a rede particular tem melhor desempenho que a pública. As análises também mostraram que essa diferença foi resolvida nas séries posteriores (5ª e 6ª) e que, apesar de resolvida, outras foram evidenciadas nas séries posteriores quando foi encontrado melhor desempenho da rede particular, na 5ª e 6ª série ao responderem questões que envolveram a identificação de informações implícitas do texto. Ambas as tarefas, respostas a questões de ordem implícita e reconto do texto lido, permitem a avaliação da compreensão do texto e mostraram-se diferentes na avaliação da compreensão da leitura na comparação entre as redes de ensino. E nesta população de 160 escolares típicos essa diferença foi demonstrada pela resposta a questões de ordem implícita do texto e não pelo nível de compreensão alcançado pelo escolar. Este resultado sugere que a pragmática está correlacionada aos processos de compreensão da leitura, mas que outros processos, próprios da compreensão de leitura devem ser investigados separadamente. Novas pesquisas devem, portanto, ser realizadas nessa direção.
Mostrar más

111 Lee mas

A imagem como linguagem : linguagem visual e seus elementos básicos

A imagem como linguagem : linguagem visual e seus elementos básicos

grandes painéis pintados por artistas geralmente anônimos, mas foi na cerâmica que a pintura encontrou sua grande forma de realização ((HANGREAVES,L.; VULCÃO,M., 2009, p.52-53). Até a pintura criar seu estilo próprio abandonar as paredes dos edifícios e seu papel de auxiliar da arquitetura os pintores foram marginalizados. A ascensão do mundo cristão acompanhou a crise do Império Romano, embora ainda estivessem presas as tradições hebraicas e rejeitando o realismo, os primeiros cristãos se voltaram para o expressionismo buscando um efeito de ideias emocionais. Os mosaicos bizantinos e os vitrais góticos se entrelaçavam em um estilo de pintura no plano, rico em misticismo, até o Renascimento redescobrir a tradição clássica, neste momento eles se unem em busca de uma resposta tanto emocional quanto racional. Os artistas reaparecem nas decorações religiosas com uma nova posição na estrutura social, seu trabalho atinge um publico cada vez maior, saído da esfera religiosa, envolvem-se e participam de questões sociais, econômicas e política.
Mostrar más

47 Lee mas

Ensino de Física para alunos surdos: análise da linguagem na compreensão de conceitos de óptica geométrica

Ensino de Física para alunos surdos: análise da linguagem na compreensão de conceitos de óptica geométrica

“Como pano de fundo da questão, temos o fracasso da educação oralista tradicional para surdos, fracasso este que se arrasta por tanto tempo quanto tem a sua história. Em todas as partes do Brasil e do mundo os surdos têm sido condenados a um analfabetismo funcional, têm sido impedidos de alcançarem o ensino superior, têm sido alvo de uma educação meramente profissional (treinados para o “mercado de trabalho”), têm sido mantidos desinformados, enfim, têm sido impedidos de exercer sua cidadania. Esta situação resulta de múltiplas questões, sendo uma delas, certamente, o processo pedagógico a que foram/são submetidos. A pedagogia tradicional para surdos, que ainda hoje se arrasta, não considerou sua diferença, sua língua, sua cultura e suas identidades; por supervalorizar a voz, lhes negou a vez. Hoje os educadores de surdos estão lentamente tomando consciência de seus escassos resultados; pode-se até dizer, sem medo de errar, que a educação de surdos está atravessando uma crise.”
Mostrar más

90 Lee mas

Linguagem arquitetônica e sustentabilidade

Linguagem arquitetônica e sustentabilidade

A avaliação prévia de soluções relativas à linguagem arquitetônica dos exemplares participantes de diferentes edições do Concurso Solar Decathlon levantou a questão sobre a limitação dos resultados formais observados nas casas sustentáveis, ou seja, seria possível projetar formas arquitetônicas expressivas, mantendo uma relação consistente entre a forma e o desempenho ambiental, específicamente o equilíbrio entre o consumo e a produção de energia? Esta avaliação baseia-se no pressuposto de que questões relacionadas à sustentabilidade, naturalmente, causam alterações importantes na linguagem arquitetônica das casas projetadas. Para responder esta questão, foi definida uma estratégia pedagógica na qual os alunos devem iniciar a partir de um vocabulário arquitetônico inspirado em questões relativas à sustentabilidade na arquitetura. A metodologia adotada dividiu-se em três etapas: concepção formal, avaliação de desempenho e refinamento arquitetônico e tecnológico.
Mostrar más

11 Lee mas

Linguagem matemática: uma proposta de ensino e avaliação da compreensão leitora dos objetos da matemática

Linguagem matemática: uma proposta de ensino e avaliação da compreensão leitora dos objetos da matemática

O aluno A3 evidenciou pouco comprometimento desde o primeiro dia de aplicação, por muitas vezes deixava de tentar responder às atividades e iniciava conversas com alunos de outras salas 92 pela janela. Uma justificativa para este tipo de comportamento pode estar relacionada às varias dificuldades, não só leitoras, mas também conceituais, que tal aluno possui e apresentou desde o início destas atividades. Em nenhum momento indicou reconhecer a proporcionalidade contida nos problemas propostos no segundo bloco. Os componentes do grupo deste aluno, incluindo ele próprio, no processo de modelagem, apresentaram dificuldades como multiplicar e dividir números decimais e até mesmo compreender os enunciados das questões. Este grupo também necessitou de muitas intervenções e orientações por parte dos professores. Contudo, o aluno A3, no último bloco, deu indicações sobre o significado de proporção, compreendendo que a mesma estava em seu modo direto (problema 02 – último bloco).
Mostrar más

179 Lee mas

o Diagnóstico da Linguagem e a Linguagem do Diagnóstico: 
uma Perspectiva Pragmática

o Diagnóstico da Linguagem e a Linguagem do Diagnóstico: uma Perspectiva Pragmática

Podemos ainda citar o caso de uma senhora idosa que, ao sair da consulta médica sem um diagnóstico, questiona as competências de seu médico e, por si só, denomina-se depressiva por sentir-se “velha aos olhos do mundo de hoje”. Ainda há o bebê que não nasceu e não apresenta doença alguma, mas “sua genética” o compromete, ontologicamente, ao mundo das categorias médicas, dos cuidados ou da resignação familiar. Ou o caso do sujeito que se designa depressivo e usa tal condição e até mesmo os estigmas em torno disso a seu favor, buscando se extrair de determinadas responsabilidades, inclusive a de seu próprio sofrimento. O diagnóstico pode ser tanto como um conhecimento de si quanto uma espécie de confissão. Não podemos dizer que é um diagnóstico é “coisa boa” ou “ruim”, pois um ato de linguagem não é um fator moral, mas ético e político, e pode ter mais de um enunciado e assim colocar diversas questões em jogo. Dentre elas, encontramos um efeito fundamental: novos atos de linguagem, em que um signo pode agir como um corpo diante de outro ato de linguagem, por exemplo, o signo “x” pode entrar nos jogos de linguagem e ter efeitos diversos como agir e sofrer. Sendo assim, perpetuam-se novos atos de fala a partir de distintos atos de falas, signos relacionando-se com signos, enunciados em relação, em que determinante e determinado teriam a mesma natureza.
Mostrar más

105 Lee mas

Intuición y rigor en la enseñanza y aprendizaje de las matemáticas

Intuición y rigor en la enseñanza y aprendizaje de las matemáticas

Intuición y rigor en la historia de las matemáticas En la historia de las matemáticas hay casos notables en los que lo intuitivo antecedió a lo riguroso. Uno de los más destacables es el del cálculo infinitesimal, cuya formalización y presentación rigurosa se hizo en el siglo XIX, con Cauchy, Weierstrass y Dedekind, luego de una larga historia de aproximaciones y desarrollos intuitivos, como los de Eudoxo y Arquímedes (a.C.), Cavalieri, Torricelli, Fermat, Kepler, Huygens y Barrow, y los más difundidos – y más formalizados – de Newton en 1653 y de Leibinitz en 1684. Es particularmente destacable el aporte de Fermat a la solución de los problemas de optimización, años antes de que se conozcan los métodos ahora tan difundidos del cálculo diferencial. Fermat, en el año 1637, publicó su Methodus ad disquirendam maximam et minimam (Método para investigar máximos y mínimos), basado en las siguientes reglas, en las que se puede ver claramente que no hay el nivel de formalización y rigor actual, pero que las ideas son esencialmente las mismas y es fácil deducir su origen intuitivo:
Mostrar más

18 Lee mas

Divulgación científica en televisión: rigor y entretenimiento

Divulgación científica en televisión: rigor y entretenimiento

Desde 2002, la Estación Biológica de Doñana (CSIC) y la Radio Televisión de Andalucía (RTVA) vienen colaborando en el desarrollo y difusión de expediciones científicas a diferentes espacios naturales que, más allá de la Península Ibérica, mantienen algún vínculo ecológico con nuestro país. De esta manera, y en una experiencia pionera en España, un equipo de televisión (“Espacio Protegido”, Canal Sur TV) filma, en tiempo real, los avatares de un viaje de estas características, rodeado de dificultades pero, también, abierto a sorprendentes descubrimientos científicos. Aventura y rigor no son valores incompatibles en este producto televisivo.
Mostrar más

9 Lee mas

Del rigor en la definición del proyecto y otros nuevos caminos

Del rigor en la definición del proyecto y otros nuevos caminos

Para los arquitectos, este sueño está a punto de convertirse en realidad, al estar mucho más cerca de lo que pensamos el momento en que pueda rea- lizarse un proyecto, [r]

6 Lee mas

Reflexión sobre el rigor científico en la investigación cualitativa

Reflexión sobre el rigor científico en la investigación cualitativa

Como podemos ver, el conocimiento de las opiniones o criterios de los directores expertos pueden acercarnos a una realidad muy parcial, explicando únicamente una parte de esta realidad. Buscamos en este ejemplo de investigación poner en evidencia que la demostración de una hipótesis cualitativa es una tarea a la que se debe dedicar especial atención y rigor en sus planteamientos metodológicos y ser conscientes de la dificultad y limitaciones de cada caso. No consiste únicamente en un número determinado de en- trevistas en profundidad o unas reuniones de grupo. Las características de diseño que plantea el doctorando, lamentablemente, son habituales en muchas tesis o trabajos de in- vestigación presentados. Hay que señalar que este tipo de diseños no son metodológi- camente adecuados si buscamos verificar una hipótesis de investigación cualitativa.
Mostrar más

10 Lee mas

Gobierno corporativo, transparencia y rigor en la gestión

Gobierno corporativo, transparencia y rigor en la gestión

rigor en la gestión En 2011 se elabora el nuevo manual de Gestión de Riesgos, que tiene como misión ayudar a la compañía a identificar los diferentes elementos que integran el Sistema d[r]

12 Lee mas

Gobierno corporativo, transparencia y rigor en la gestión

Gobierno corporativo, transparencia y rigor en la gestión

El Código de Conducta rige las relaciones de trabajo dentro de la empresa y entre ésta y sus grupos de interés. En aras de favorecer la trasparencia y el rigor en el funcionamiento de la compañía, el código está disponible para su consulta tanto en la intranet de la propia compañía, para los empleados, como en la página web de Abengoa (www.abengoa.es). Además, los cambios que puedan producirse en dicho código se comunican de forma inmediata a toda la organización sin excepción.

14 Lee mas

TÍTULO: FUENTES DE RIGOR EN LA INVESTIGACIÓN CUALITATIVA

TÍTULO: FUENTES DE RIGOR EN LA INVESTIGACIÓN CUALITATIVA

En este articulo se precisan los aspectos que hemos considerado apoyan los criterios de rigor en el marco de nuestra investigación, resaltando aspectos generales que lo caracterizan, hacia la búsqueda del rigor científico, lo cual implica un rigor metodológico en la investigación propiamente dicha. Así mismo se fundamenta la credibilidad, la transferencia, la consistencia y la confirmabilidad, a partir de los de los diferentes métodos que se han utilizado en el trabajo. De igual manera se fundamentan los métodos utilizados para corroborar el rigor en la investigación; entre los cuales se señalan; trabajo prolongado en el mismo lugar, separación periódica de la situación, triangulación de Investigadores, triangulación de métodos, triangulación de resultados.
Mostrar más

10 Lee mas

Renovación ética del marxismo y rigor analítico

Renovación ética del marxismo y rigor analítico

cute, primero, los intentos por salvar al marxismo como teoría científica. El materialismo histórico sería una clase de explicación funcional, que sin com- partir los supuestos conservadores del funcionalismo clásico (el de Malinovsky o Parsons), podría dar razón del cambio social. Este tema ha dado lugar a una discusión extremadamente rica. Paulette Dieterlen la presenta con claridad y rigor, discute las distintas alternativas teóricas y contribuye a su solución con una propuesta propia interesante.

5 Lee mas

Del rigor    ¿En la economía?: una discusión sobre el método en economía

Del rigor ¿En la economía?: una discusión sobre el método en economía

Ahora bien, los modelos económicos, como un tema de estudio, tienen una vasta literatura que se puede abordar, y que, sin embargo, dificulta una revisión exhaustiva de la misma. Por ello, en primera instancia, la visión de Morgan (2012) da un marco general sobre la economía como una ciencia o disciplina basada en modelos. Cabe aclarar que la pregunta sobre qué son los modelos o si existen diferentes tipos de modelos queda fuera del trabajo de Morgan, que es en cambio una propuesta o un estudio de casos que sustentan la idea de que los modelos se han convertido en la base de la actividad científica de los economistas. A esto puede agregarse que Backhouse (2010) estudió el estado de la economía, y se preguntó por la relevancia de la disciplina actualmente. Es decir, después de la crisis del 2008, miró los esfuerzos que había hecho la economía para ser científica y la relevancia que esta tiene en la sociedad, ya que pone en cuestión si la disciplina tiene el rigor para resolver los problemas sociales actuales y de si puede responder al estado de crisis en la que está por la incapacidad de ver venir fenómenos tan importantes como las crisis financieras. Backhouse dice que hay que resolver el enigma detrás de esto, relacionado fuertemente con los modelos y el uso que se da de estos. En esta línea, Krugman (2009) hace una reflexión sobre las falencias de la economía actualmente relacionadas con la crisis. Critica fuertemente el estado actual de la economía al ser incapaz, siquiera, de ver la crisis económica, y asegura que es una falta o carencia de postura crítica de los economistas con respecto a las teorías que aprenden y con el uso que le dan.
Mostrar más

50 Lee mas

Efecto del método de sacrificio en truchas  (oncorhynchus mikyss) sobre el tiempo de duración del pre rigor y rigor mortis

Efecto del método de sacrificio en truchas (oncorhynchus mikyss) sobre el tiempo de duración del pre rigor y rigor mortis

Tiempo total de duración del rigor mortis pre rigor, rigor y resolucion del rigor Al finalizar el estudio; el mayor tiempo medio de duración del rigor mortis se alcanzó con el método de [r]

85 Lee mas

Linguagem e ideologia em marxismo e filosofia da linguagem

Linguagem e ideologia em marxismo e filosofia da linguagem

linguagem", ou seja, saber como a realidade, que é a infraestrutura, determina o signo e como este signo reflete e refrata a realidade em transformação. Eis a modificação colocada. O autor de Marxismo nos mostra uma direção para pensarmos a relação entre as estruturas colocadas por Marx: por meio do signo ideológico. Pois é a partir do momento em que este objeto passa a ter significado externo à sua própria natureza que se tem o signo ideológico, que não somente reflete a realidade material, como também a refrata. É dentro desta arena de luta de classes que há uma diversidade de significações ideológicas, ou seja, é pela interação social que os signos mantêm-se vivos, trazendo com eles concepções de mundos diferentes e interesses antagônicos. Talvez estas pequenas e breves considerações nos dão pistas a entender que o que o autor quer mostrar é que existe uma diversidade de significações ideológicas dentro deste contexto, onde há apenas uma ideologia que diz respeito a oficial do estado soviético comunista. Estes elementos ajudam a compreender que o debate promovido pelo autor de Marxismo
Mostrar más

116 Lee mas

Matemática, História e Compreensão

Matemática, História e Compreensão

tas, há um sentido em que é inteiramente apro- priado a falar em “atividades de descoberta”. Isto é, apesar do fato de que o aluno não está fazendo descobertas nas fronteiras do conhecimento ma- temático, ele certamente está fazendo descobertas nas fronteiras do seu conhecimento matemático. Ao falarmos em “redescoberta” e ao usar a termi- nologia construtivista da “construção” do conhe- cimento, é muito fácil deixar despercebido esse ponto fundamental sobre as atividades estrutura- das dos construtivistas. Um pouco de refl exão, porém, será sufi ciente de mostrar que o aluno que participa em atividades estruturadas está fazendo pesquisa sobre a matemática, pois está investi- gando – geralmente num esforço colaborativo com seus colegas – questões problemáticas sobre as quais não sabe a resposta, nem o modo cor- reto de proceder; são exatamente esses aspectos que serão descobertos nas atividades. O fato de que o, para ele, desconhecido não é desconhe- cido para outros e de que ele tem, no professor de matemática, um forte recurso em que pode se apoiar não invalida a conclusão básica de que o aluno, ao participar nas atividades, se acha numa posição existencial completamente análoga à do pesquisador nas fronteiras da matemática. O re- conhecimento de que as atividades estruturadas envolvem elementos de pesquisa, contudo, abrirá novas possibilidades à Educação Matemática.
Mostrar más

10 Lee mas

Show all 3673 documents...