PDF superior Sexualidade na terceira idade: estudo de caso

Sexualidade na terceira idade: estudo de caso

Sexualidade na terceira idade: estudo de caso

estava mobilizado para ir para a Guiné e tinha uma clínica particular a do Dr. Clarinha e ele disse como está na altura do bebe nascer vais ficar na clínica que eu vou para Évora e ele pôs-me na clínica, portanto eu estava bem e o bebé era para nascer de fim de janeiro a meio de fevereiro e estávamos isto a 9 de fevereiro, eu dou entrada na clínica, estava tudo bem, o bebé mexia-se muito, estava tudo bem mas às quatro da manhã deixei de sentir o bebé. De manhã apareceu a parteira e eu disse-lhe que não sentia o bebé e ela disse que isso era normal e que eu logo ia sentir. Entretanto o médico fez a visita da manhã e eu disse, doutor eu não sinto o bebé desde as quatro da manhã, ah não pode ser, está tudo normalíssimo e foi oscular e realmente não ouvia o coração e eu fui logo para uma cesariana de urgência, sem ninguém saber com éter que era horrível, com aquela máscara e o meu marido não sabia porque estava em Évora e pronto e quando o médico acabou a cesariana passado um bocado vem ao pé de mim e diz-me assim, minha senhora o bebé morreu dentro de si e veio-me à ideia o que tinha ouvido em Fátima, fui avisada pelo anjo e eu digo-lhe assim porquê doutor, sempre me vigiou, vim para aqui com antecedência e ele respondeu-me assim, sabe a medicina está muito evoluída mas há uma coisa superior a nós, superior aos homens que nós temos de nos curvar, como médico, como ginecologista foi o caso mais preocupante da vida dele e ele nunca soube o porquê mas eu sei o porquê, foi Deus que me avisou que eu tinha de ter um anjo aos pés da Nossa Senhora. Não me deixou ver, diz que era linda a minha filha mas não me deixou ver porque eu estava muito mal, perdi o andar e tudo, enfim, primeiro filho e foi muito difícil. Depois o meu marido fez o funeral, fez tudo isso e eu não vi o bebé e na altura senti muitos remorsos de não ter visto a minha filha até que um dia eu disse ao meu marido, que mãe fui eu que não vi a minha filha e ele pela primeira vez vi ele chorar e ele disse nunca mais digas isso porque sentia muita pena de não a ter visto. Senti muita pena mas eu acho que foi gerada para Deus porque não cheguei a ter sinal de parto, uma dor, nada, só senti a minha barriga crescer e nem rebentaram as águas, nem tive contrações. Só sei que a minha barriga cresceu, se gerou aqui dentro e fiz uma cesariana e que o meu bebé foi tirado já morto, portanto ele foi gerado para Deus. Aquele aviso que eu ouvi em Fátima foi muito misterioso.
Mostrar más

254 Lee mas

PATOLOGIAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL: estudo de caso para a Entidade Beneficente

PATOLOGIAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL: estudo de caso para a Entidade Beneficente

Desse modo, a patologia nas edificações se dedica ao estudo de anomalias ou problemas (possíveis doenças) do edifício e as alterações anatômicas e funcionais causadas no mesmo. Estas doenças podem ser adquiridas congenitamente, ou seja, durante a execução da obra (emprego inadequado de materiais e métodos construtivos) ou na concepção do projeto, ou mesmo serem adquiridas ao longo de sua vida. A morte da estrutura neste caso seria comparável à sua ruína. Dependendo do tipo e porte da obra, a ruína de uma edificação pode ocasionar perdas de centenas de vidas, além de perdas financeiras. (SILVA, 2011, p. 1).
Mostrar más

12 Lee mas

Colaboração interfederativa, política educacional e desigualdade no Brasil: um estudo de caso sobre a implementação do pacto nacional pela alfabetização na idade certa

Colaboração interfederativa, política educacional e desigualdade no Brasil: um estudo de caso sobre a implementação do pacto nacional pela alfabetização na idade certa

Esta comunicação oral apresenta resultados de uma pesquisa financiada pela representação da UNESCO no Brasil, no campo da análise de políticas públicas de educação, cujo objetivo foi compreender os processos de proposição, implementação e recontextualização do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – PNAIC, política de estado brasileira iniciada em 2012 e adotada em praticamente todos municípios do país. Articulando fundamentos teóricos da sociologia política da educação e da ciência política e combinando metodologias qualitativa e quantitativa, o estudo de caso concluiu que o cruzamento entre um pacto federativo com graves indefinições e um tecido social que ainda apresenta severas desigualdades sociais comprometeu, em parte, os resultados esperados nesta primeira fase de implementação da política. Também identificou a dificuldade da universidade em dialogar com o desafio do combate à desigualdade educativa e com sua
Mostrar más

20 Lee mas

O
        processo decisrio no agronegcio: Estudo de caso na sojicultura

O processo decisrio no agronegcio: Estudo de caso na sojicultura

O objetivo deste artigo é analisar o processo de tomada de decisão na atividade produtiva rural, no intuito de verificar como são tomadas as decisões durante as etapas da cultura da soja. A metodologia utilizada para esse fim envolveu a realização de uma pesquisa exploratória de caráter qualitativo, utilizando como meio de investigação o estudo de caso. Foram utilizados, como instrumentos de coleta de dados, o levantamento bibliográfico, observação in loco e entrevistas. O estudo se desenvolve a partir das teorias apresentadas por Simon (1979). Os resultados demonstraram a aplicabilidade do modelo de tomada de decisão criado por Simon, nas suas fases de investigação, concepção e escolha, bem como nas fases de implantação, monitoração e revisão que, neste estudo, complementam esse modelo. No entanto, em alguns casos, observou-se que o processo decisório não segue esse rito, sendo realizado, basicamente, de forma intuitiva. Os resultados mostram ainda que, durante as etapas da cultura da soja, o produtor rural é constantemente confrontado com situações nas quais se aplicam os preceitos das decisões programadas e não programadas. A pesquisa também revelou que aspectos como informações incompletas e centralização do processo decisório caracterizam uma racionalidade limitada no processo de tomada de decisão.
Mostrar más

21 Lee mas

Jovens, religiosidade, gênero e sexualidade: um estudo de caso em duas escolas da cidade de Uberlândia

Jovens, religiosidade, gênero e sexualidade: um estudo de caso em duas escolas da cidade de Uberlândia

caminhando pro final da peça a jovem está desamparada, triste e pensando em cometer suicídio, então diante desse momento de extrema desesperança a jovem quer se libertar dessas influências negativas e busca a figura de Deus. Por um momento as influências negativas não a deixam e tentam segurar a menina, mas ela consegue voltar para os braços de Deus e ter uma vida harmoniosa novamente, sendo esse momento o final da peça. A peça não é muito longa, dura em torno de 15 a 20 minutos. Há uma melodia ao fundo que marca os momentos bons, tristes e tensos. No terceiro momento um dos jovens que esteve presente na peça vai à frente e começa a narrar que aquela peça representava a vida dele, nesse momento ele fala do seu envolvimento com as drogas e como Deus e a igreja o salvaram. Ele também passa o contato da igreja e o horário dos encontros na célula (um grupo pequeno, mais fechado, que realiza encontros fora do espaço da igreja semanalmente) e dos cultos.
Mostrar más

48 Lee mas

Estudo de caso: Análise de patologias na UBS Costa e Silva

Estudo de caso: Análise de patologias na UBS Costa e Silva

Para ampliação da UBS Costa e Silva, não foram realizados ensaios de sondagem no terreno para verificar as características do solo. Além disso, eventuais sondagens realizadas para construção da unidade base também não foram consideradas nas ampliações, visto que não constam tais ensaios nos históricos da obra, tanto da unidade base, nos quais não foi obtido nenhuma documentação, como nas ampliações. Outro fator é que o solo do local deve conter alto índice de percolação de água (movimento subterrâneo da água através do solo), decorrente da proximidade do rio com o terreno, o que pode gerar o recalque da fundação, visto que, frequentemente, o recalque pode estar associado com a diminuição dos índices de vazios, que ocorre pela expulsão da água pelo peso da estrutura (PINTO, 2006). Nesse caso, era fundamental a realização do ensaio de sondagem como parâmetro para estipular a consistência (solos argilosos) ou estado de compacidade (arenosos) do solo, fornecendo subsídios para escolha do tipo de fundação.
Mostrar más

121 Lee mas

Estudo de caso sobre a qualidade de vida no trabalho na Caixa/Redad

Estudo de caso sobre a qualidade de vida no trabalho na Caixa/Redad

Quase trinta anos após o monopólio do penhor, o Presidente da República, pelo Decreto 50.954, de 14 de julho de 1961, retirou do setor privado a concessão para explorar loterias, passando a incumbência ao conselho Superior das Caixas Econômicas Federais – nome que embutia a diversidade das Caixas Federais com autonomia estadual, e extinto após a unificação advinda com o Decreto 759, de 12 de agosto de 1969. Cem anos depois de sua fundação, a CAIXA passa a deter o monopólio da fé na sorte e dos sonhos de milhões de brasileiros. Expandiu as loterias, modernizou-as e as diversificou.
Mostrar más

44 Lee mas

Liderança, clima e conflitos na escola : um estudo de caso

Liderança, clima e conflitos na escola : um estudo de caso

No caso particular da organização escola, verificamos especialmente que a reinterpretação de valores e normas (quer pelo indivíduo, quer pelo grupo) está sempre (subjacente à formação do clima organizacional) e é, desde logo e talvez em primeira instância, sujeita aos princípios inerentes às metas previstas no Projeto Educativo da Escola (ou Agrupamento de Escolas), predefinidas cada vez mais pelo Diretor, no seu Plano de Ação. Isto na medida em que, ao ser selecionado no Conselho Geral, o Plano apresentado pelo Diretor é aprovado e depois supostamente cumprido, forçando se necessário à adequação do definido no Projeto Educativo (ainda que o processo, à partida, deva ser inverso, mas existem sempre situações em que se verifica essa necessidade por diversas razões, nomeadamente pela exigência de atualização do Projeto Educativo à realidade local do momento). É que na sociedade do século XXI o ritmo de mudança é muito veloz e alguns Projetos Educativos podem não ser suficientemente flexíveis que permitam a cobertura de algumas realidades entretanto surgidas no contexto educativo. De qualquer das formas, nunca nos podemos esquecer que as metas definidas devem presidir à estruturação do conjunto de medidas/estratégias/atividades, letivas ou não, estruturadas e implementadas nesse espaço organizacional; constituindo a base do ideal de construção de uma melhoria sistemática da qualidade de ensino e de aprendizagem. Melhoria que implica, obviamente, a existência de um clima propício e promotor de uma aprendizagem de sucesso, obviamente dependente do nível/tipo de desempenho de todos e de cada um dos elementos escolares/educativos. E, por isso, obrigatoriamente adaptado/adequado ao perfil desses mesmos elementos. Se não, corre-se o risco de não passarem de meras intenções sem realização efetiva.
Mostrar más

1009 Lee mas

A integração de alunos de etnia cigana na escola: estudo de caso

A integração de alunos de etnia cigana na escola: estudo de caso

Devido a vários fenómenos como a globalização, a guerra, a pobreza e a perspectiva de conseguir um nível de vida melhor, a opressão, questões culturais e religiosas,… verifica-se, a partir dos anos 80, a nível internacional, uma grande mobilidade populacional, sendo os principais países de acolhimento os Estados Unidos, a Espanha, o Reino Unido e o Canadá. A partir desta década, a Europa passa de espaço de emigração a um espaço de imigração, encontrando-se Portugal como um país atractivo para imigrantes mas, por outro lado, apresentando tendência para um acréscimo no que respeita à emigração. Estas movimentações de pessoas constituem um dos factores da origem de minorias nos países de acolhimento, contribuindo para aumentar as preocupações dos governos, no que respeita à sua inserção na sociedade. “Por lo que se refiere al trato a dar a minorías, parece hoy claro que ningún Estado puede negarse lícitamente a admitir la relevancia jurídica de la existencia de minorías dentro de su jurisdicción, incluso aunque no las reconozca formalmente como tales” (Menéndez, 2001: 26).
Mostrar más

129 Lee mas

A Sexualidade na Deficiência Mental

A Sexualidade na Deficiência Mental

A análise qualitativa efectuada indicia que os conhecimentos dos sujeitos da pesquisa sobre funções corporais, reprodução, nascimento, Doenças Sexualmente Transmissíveis e métodos anticoncepcionais são limitados e algumas vezes deturpados. De referir que no caso do sujeito B a professora de Educação Especial considera que seria inadequado dar-lhe educação sexual pois esta ainda não está mentalmente preparada para tal e não seria capaz de assimilar a informação de forma adequada. A mesma atitude tiveram a mãe e a médica que disseram à jovem que a pílula é uma vitamina para crescer. Isto vem confirmar a tendência para infantilizar estas pessoas, adiando a sua educação, em matéria sexual (Albuquerque, 2007:75). Verificamos, ainda, que as necessidades e sentimentos manifestados, por estes jovens, em relação ao namoro, casamento e paternidade/maternidade parecem ser equivalentes aos esperados para a maioria dos jovens da sua idade, o que vem confirmar o estudo de Glat (1992).
Mostrar más

9 Lee mas

Solidão e bem-estar subjetivo na terceira idade: estudo comparativo de idosos institucionalizados e não institucionalizados

Solidão e bem-estar subjetivo na terceira idade: estudo comparativo de idosos institucionalizados e não institucionalizados

No que se refere à Rede Social de Apoio, os resultados mostraram que são os idosos não institucionalizados os que mantêm um contacto mais regular com os familiares, com os amigos e os vizinhos. Já no que concerne aos idosos institucionalizados, estes são os que têm contactos mais raros com os familiares, mas sobretudo com os amigos e os vizinhos, bem como são também os que mais referem nunca terem contactos com os familiares, amigos e vizinhos. Estes dados demonstram que, se por um lado a institucionalização traz benefícios ao nível das condições materiais (habitação, acompanhamento médico, entre outros), vem também acompanhada por um decréscimo de contacto com as pessoas significativas, e com a sua Rede Social de Apoio, e em certa medida, também por um isolamento, tal como referido por Ramos (1996). Os resultados revelam, ainda, que ao nível das figuras de suporte existem ligeiras diferenças entre os grupos, uma vez que estes se encontram essencialmente na família e nos vizinhos, para os idosos não institucionalizados, ao passo que para os idosos institucionalizados os vizinhos desaparecem enquanto figuras de apoio, surgindo a Instituição como figura de suporte. No geral, verifica-se que a família tem um papel fundamental enquanto agente da rede de apoio social, e que mesmo em caso de institucionalização, esse papel é um referencial para o idoso.
Mostrar más

74 Lee mas

Sexualidade na adolescência: análise da perspectiva do adolescente face à sexualidade

Sexualidade na adolescência: análise da perspectiva do adolescente face à sexualidade

A adolescência é o período da vida em que já não se é criança, mas ainda não se é adulto. É um período em que há transformações profundas no corpo, nas relações com os pais e com as outras pessoas, em que há dificuldades e conflitos relacionados com todas essas transformações, mas também é rico em ideias, experiências, sonhos e projectos. Desde sempre o homem viveu esta transição entre a infância e a idade adulta, em termos genéricos, poder-se-á afirmar que até ao século XVIII não existia esta faixa etária. Vivendo numa família alargada (pais, irmãos, ascendentes e colaterais), o jovem, no período, hoje, designado por puberdade, abandonava o lar para aprender um ofício até à idade de constituir família. Deste modo, era responsabilizado pela sua própria vida, autonomizando-se fora do alcance paterno. Caso permanecesse em casa, contribuía para a economia do lar, executando tarefas ao seu alcance. O declínio da aprendizagem da profissão e o florescer da industrialização assim como o aumento da escolaridade, prolonga mais a permanência do adolescente no seio familiar, deixando-o apenas para formar família. Com o nascimento da “Família Moderna” no século XIX, constituída por pai, mãe e filhos, é privilegiado o afecto, fomentada a privacidade da família, que orientará as suas energias para a educação dos filhos, abdicando de valores materiais. A individualização da adolescência como faixa definida, vivida em família, sob a tutela dos pais, acontece já no século XX. O aumento do controle dos pais sobre os jovens e a consequente diminuição de independência destes, assim como a orientação escolar e profissional mais diferenciada, acentuando a estratificação social, são as alterações mais importantes da industrialização (Brás, 2008; Dumas, 2010).
Mostrar más

129 Lee mas

UM ESTUDO SOBRE OS JOGOS DIGITAIS APLICADOS À TERCEIRA IDADE

UM ESTUDO SOBRE OS JOGOS DIGITAIS APLICADOS À TERCEIRA IDADE

O grande avanço da medicina e da área de farmacologia, além das melhorias na vida sanitária (higiene e saúde), têm alavancado a qualidade de vida e, consequentemente, aumentado a expectativa de vida da população. No Brasil, diferentes pesquisas indicam que o número de pessoas acima de 60 anos de idade, a chamada terceira idade, está aumentando. Portanto, é necessário criar formas de inserir pessoas da terceira idade no motor de produção intelectual e econômico da sociedade. Os jogos digitais têm sido utilizados como uma forma de realizar "ginástica" tanto física quanto mental, onde o divertimento é um incentivo para que se continue praticando e melhorando. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo apresentar um estudo sobre o desenvolvimento de jogos digitais com a finalidade de melhorar a qualidade de vida das pessoas da terceira idade. Até o momento três trabalhos foram selecionados na base de dados Google Acadêmico, utilizando os termos "terceira idade" e "jogos". Os resultados preliminares mostraram que há carência de material e pesquisa na área de jogos digitais aplicados a pessoas da terceira idade.
Mostrar más

6 Lee mas

PERFIL DOS PARTICIPANTES DO PROJETO “HIDROGINÁSTICA PARA A TERCEIRA IDADE, HIPERTENSOS E DIABÉTICOS”

PERFIL DOS PARTICIPANTES DO PROJETO “HIDROGINÁSTICA PARA A TERCEIRA IDADE, HIPERTENSOS E DIABÉTICOS”

-XVWLILFDWLYD Considerando o crescente número de idosos, hipertensos e diabéticos na população brasileira, e que a prática de atividade física está diretamente relacionada com a promoção de benefícios funcionais, se faz importante verificar se um programa de hidroginástica voltado para essa população influencia nas variáveis de aptidões funcionais em pré e pós-testes, permitindo o aprofundamento no estudo, proporcionando melhor qualidade de vida e bem estar a essa população.

5 Lee mas

Turismo da terceira idade : lazer na natureza, em Sergipe

Turismo da terceira idade : lazer na natureza, em Sergipe

No tocante à faixa etária, o estudou comprovou que, até o ano de 2010, o grande fluxo de turistas com faixa etária até 60 anos era predominante e também, mais especificamente, nos anos de 2008 à 2011, porém, houve uma contrapartida no mês de alta temporada, em janeiro de 2011, mostrando que as faixas etárias inferiores a 60 anos predominavam e a dedução proposta, segundo o estudo realizado pelo PDITS ( 2013) foi em função ao período de aplicação dos questionários, período este que não é comumente escolhido pelas pessoas com faixa etária superior a 60 anos. Os resultados demonstram a necessidade de se concentrar cuidados e investimentos importantes com vistas a esse nicho de mercado, no turismo em Sergipe, com a devida implementação de oferta, equipamentos e infraestrutura necessária, considerando as relações de valor e lazer nos atrativos naturais e culturais voltados ao turista da terceira idade; Nota-se que a visitação à casa de familiares vem determinando a motivação da viagem assim como o tipo de hospedagem escolhido, levando em conta, a margem de erro considerando o período de aplicação da pesquisa, no mês de janeiro, durante as férias escolares.
Mostrar más

101 Lee mas

Perfil sociodemográfico e de saúde de idosas que participam de grupos de terceira idade em Recife, Pernambuco

Perfil sociodemográfico e de saúde de idosas que participam de grupos de terceira idade em Recife, Pernambuco

Na avaliação funcional, pode-se observar que em relação às atividades de vida diária todas as idosas foram classificadas como independentes. E, diante das atividades instrumentais de vida diária, identificaram-se elevadas proporções de atividades que as idosas conseguiram realizar sem ajuda. As atividades que mais conseguem realizar sem ajuda são usar o telefone, preparar as próprias refeições, cuidar das finanças e ir a locais distantes, além de conseguirem tomar os remédios na dose e na hora certas. No entanto, as maiores dificuldades encontradas estão em fazer pequenos reparos, arrumar a casa, lavar/passar sua roupa e fazer compras, necessitando de algum tipo de ajuda ou não conseguindo realizar as atividades, corroborando com um estudo realizado por Ribeiro 27 , que encontrou resultados
Mostrar más

10 Lee mas

Cidadania na terceira idade : o trabalho do assistente social com os idosos

Cidadania na terceira idade : o trabalho do assistente social com os idosos

Este trabalho tem como objeto constatar o trabalho do profissioal de Serviço Social atuando junto à comunidade idosa como agente instrumentalizador para a conquista da cidadania, sendo este um conceito vislumbrando em uma sociedade mais democrática e igualitária. Para realização do estudo utilizou-se além da pesquisa bibliográfica a pesquisa exploratória do tipo qualitativa, com aplicação de um questionário com perguntas abertas, tendo como universo os profissionais de Serviço Social que atuam no município de Guaratuba. Para elaboração deste trabalho foram fundamentais autores como: Beauvoir (1990 e 1970), Mioto (2008) e Iamamoto (2002), entre outros tantos significativos. Na primeira seção faz-se um resgate de concepções de envelhecimento e velhice distinguindo estes dois processos inerentes aos seres humanos. Também são tratadas as transformações de ordem social relativas ao idoso no Brasil e no mundo e a posição das sociedades perante estas mudanças. Na segunda seção faz-se um resgate histórico da proteção social ao idoso, suas conquistas e garantias. Na terceira seção tratou-se da caracterização do idoso na sociedade. Em seguida o papel do assistente social nas relações sociais do idoso é abordado e, por fim, apresenta-se a pesquisa feita com os profissionais de serviço social do município de Guaratuba. Como conclusões, percebe-se que o sentido de qualidade de vida para os idosos está intimamente ligado à organização social voltada para os interesses hegemonicos do capital e que o seu papel como mediador de transformação social é fundamental para que se alcancem direitos e uma sociedade mais justa e igualitária.
Mostrar más

51 Lee mas

A inclusão digital na terceira idade: a integração das TIC numa Escola Superior Sénior

A inclusão digital na terceira idade: a integração das TIC numa Escola Superior Sénior

No ano de 1973 surgiu em França o primeiro movimento para avançar com o ensino aos mais idosos. Nasce assim na cidade de Toulouse, na Faculdade de Ciências Sociais, o primeiro curso destinado aos reformados daquela localidade. O curso ali criado não conferia título académico, nem exigia quaisquer qualificações, tendo como objectivo o estudo dos problemas médicos, sociais e psicológicos dos idosos, tendo sido criado por um médico e investigador, Pierre Vellas (Jacob, 2005) 8 . Este autor sublinha ainda que poderemos provavelmente encontrar as origens das UTI no ano de 1727 (tendo em conta apenas os aspetos pedagógicos) pois foi nesse ano que Benjamin Franklin fundou em Filadélfia, nos Estados Unidos da América, um grupo de discussão e de estudos destinado a adultos (Jacob, 2005, p 4).
Mostrar más

152 Lee mas

Avaliação antropométrica de idosas participantes de grupos de atividades físicas para a terceira idade

Avaliação antropométrica de idosas participantes de grupos de atividades físicas para a terceira idade

Resumo: Atualmente, cresce o número de idosos ativos no Brasil. Com o processo de envelhecimento ocorrem alterações fisiológicas e na composição corporal podendo acarretar conseqüências para a saúde do idoso. Assim, o objetivo do presente estudo foi o de avaliar o estado nutricional por meio de antropometria de idosas participantes de grupos de atividades físicas. Foram avaliadas 60 mulheres idosas fisicamente ativas, residentes no município de Santa Maria, que praticam atividades físicas regulares a mais de dois anos, duas vezes por semana nos projetos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), RS-Brasil. Os dados obtidos foram analisados por meio de estatística descritiva. A idade média das idosas foi de 69,5±6,24 anos. A média obtida para Índice de Massa Corporal (IMC) foi de 27,35 ± 4,22kg/m2. A avaliação do IMC revelou 13% de magreza, 32% de normalidade e 55% das idosas encontravam-se com sobrepeso. Segundo a circunferência do braço (CB) 15% depleção moderada ou leve, 65% normalidade e 20% sobrepeso ou obesidade. Quanto a área muscular do braço corrigida (AMBc) 7% das idosas avaliadas apresentaram depleção e 90% eutrofia. Conclui-se importância de não usar um parâmetro isolado na avaliação do idoso e que é necessária a constante avaliação dessa população.
Mostrar más

5 Lee mas

Representações sociais sobre a sexualidade : um estudo com discentes surdos

Representações sociais sobre a sexualidade : um estudo com discentes surdos

O interesse pela temática da surdez surgiu, inicialmente, no perído da infância, quando a autora participou de eventos na escola onde sua mãe, então professora, lecionava aos alunos surdos. Este fato dispertou a curiosidade da pesquisadora pela comunidade surda, curiosidade esta que se potencializou no desenvolver da graduação. A autora deparou-se com a escassez de psicólogos e profissionais de outras áreas que trabalhassem com a comunidade surda e percebeu as dificuldades enfrentadas por este grupo em adquirir informações corriqueiras, tendo em vista pertencer a uma sociedade composta por maior parte de ouvintes. Pensando nisso, a autora participou de eventos sobre inclusão e surdez, além de realizar trabalhos sobre esses assuntos. Neste período, teve a oportunidade de estagiar voluntariamente na Associação de Pais e Amigos de Deficientes Auditivos do Estado de Sergipe (APADA/SE) e buscou associar a Psicologia à surdez. No ano de 2014, a autora iniciou sua participação no Núcleo de pesquisa em Inclusão escolar da Pessoa com Deficiência (NUPIEPED) na Universidade Federal de Sergipe e, no ano de 2015, ingressou no Grupo de Pesquisa em Políticas, Gestão Socioeducacional e Formação de Professores (GPGFOP) na Universidade Tiradentes.
Mostrar más

117 Lee mas

Show all 10000 documents...